Ir para conteúdo

Bárbara Fachinelli

Membros
  • Total de itens

    191
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Bárbara Fachinelli postou

  1. Antes de decidir ir mesmo por agência, dê uma lida nos relatos de meninas que viajaram sozinhas. Aqui no fórum e em diversos blogs têm exemplos. É bem compreensível seu receio, mas ele pode ser facilmente superável com informação e vc verá que planejar uma viagem não é tão complicado assim, deixando-a a sua cara! Mas vc tem que se informar e pesquisar, pesquisar, pesquisar
  2. Em Viena é recomendável ficar perto de alguma estação de metro. Quando fui, fiquei no Wombats próximo da Westbahnhof. Meio afastado dos principais pontos turísticos, mas bem localizado e a um preço bom para quarto coletivo. Ele tem outra sede, salvo engano. Se for a Praga, indico o Mosaic House! Ótimo custo x benefício. Vc consegue encontrar alguns mais baratos tbm. Os sites de pesquisa ajudam bastante, como booking ou hostelworld
  3. Já que falaram sobre as cidades – que realmente concordo com tudo – vou falar dos seus outros tópicos. Compras: o que vc quer comprar exatamente? Tem loja para todos os gostos e bolsos. Alimentação: Costumo calcular em torno de 40-50 euros por dia com alimentação. Há cidades mais caras e outras nem tanto, mas uma refeição, pela minha experiência, tem sido de 15 a 18 euros para almoço (obviamente no modo econômico, não comendo em lugares badalados), jantar se for lanche acaba sendo mais barato, assim como o café da manhã. Vc também eventualmente comprará snacks e coisas de comer da rua. Minha dica é fazer pequenas compras no mercado e fazer suas refeições. Água geralmente é mais barata no mercado. Vestimentas: se não quiser levar uma mala tão grande, recomendo levar roupa para 6-7 dias e colocar peças chaves, que possam ser combinadas com outras. Inove o look com acessórios. Como é inverno, conforme-se que poderá sair na foto com a mesma roupa praticamente, rs. Recomendo o sistema 3 camadas (segunda pele, uma blusa que esquente tipo fleece, e um casaco corta vento), luvas, cachecol, touca, meia-calça grossa e bota, de preferência impermeável, ou bota com meia de lã já ajuda. Em janeiro desse ano fiquei 17 dias e levei 2 calças jeans (uma já fui no corpo), 6 blusinhas, 1 segunda-pele, 2 meias-calça, 3 meias de trekking e 2 de lã, 1 pijama curto, 2 suéters, 1 fleece, 1 casaco de inverno (na mala) e uma jaqueta 3x1 impermeável (no corpo), 1 bota impermeável. Lavei lá as roupas na metade da viagem e não senti falta de nada. Quase todos os lugares têm aquecimento, então vc sente o frio mesmo só andando na rua.
  4. Para o principal objetivo de vcs, que é “conhecer muitas novas pessoas e culturas, encontrar outros viajantes e poder curtir a noite em geral”, o verão seria a estação ideal. Como o adluis falou, no verão as pessoas estão muito mais humoradas, é um clima diferente que acaba sendo uma maravilha sair, se divertir e, de fato, conhecer bastante gente. As pessoas bebem na parte de fora dos bares, tem bastante movimentação em parques. Eu fui tanto no verão (Berlim, Munique e Amsterdã) quanto no inverno (Munique, Viena, Praga). Em ambos é possível conhecer pessoas, sair para lugares e curtir a noite. Nessas duas vezes peguei quarto coletivo cheio todos os dias. Alemanha não sei para quais cidades vcs querem ir, mas as maiores não param em qualquer época. Praga também estava bem agitada em janeiro. Fiquei no Mosaic House, um hostel que tem balada, e todos os dias estava cheia (não socada de gente). Na rua que tem menos movimento por conta do frio. O pubcrawl também não para no inverno. Acho que o clima não vai atrapalhar a viagem de vcs, mas vão conscientes do que o pessoal falou por aqui, especialmente quanto a optar por cidades maiores.
  5. Geralmente procuro no Google Flights, www.skyscanner.com.br e no Submarino Viagens. Mas só para pesquisa. Compra mesmo é direto no site da cia aérea
  6. Oi Tatiana! Isso cabe apenas a você decidir, com base nos seu gosto pessoal e no que realmente quer conhecer. Veja a aba de Relatos aqui do fórum, tem muita informação Depois que seria possível te dar alguma dica mais direcionada
  7. No hostel também é comum o banheiro ser compartilhado. Ou seja, eles ficam no corredor, separados em feminino e masculino (poucos são unissex), para uso de todos os hóspedes daquele andar. Tem alguns hostels que o banheiro fica dentro desse quarto coletivo com diversas camas, que variam de 4 a 10, 12, 18... Ao contrário do que parece, os banheiros são bem limpos e não ficam congestionados de pessoas.
  8. Obrigada pelas informações meninos! Fiquei bem mais animada com essas cidades
  9. Depois de inúmeras simulações na Bahn, decidi tirar Lindau do roteiro. Estou pensando em utilizar esses 6 dias para Stuttgart e Nürnberg, com bate-volta a RodT se o tempo ajudar. Vale a pena a visita ao Burg Hohenzollern, próximo de Stuttgart? RodT pode ser explorada mesmo com um tempo não muito bom?
  10. Consegue sim!No site da OBB vc compra e leva impresso o ticket. https://www.oebb.at/en/# Não sei dizer se a railjet é a mesma cia e nunca comprei por ela, então fico devendo a ajuda, hhehe
  11. Ao descer do avião, mostre seu bilhete de embarque a um dos comissários da Cia aérea que voou, que podem estar na entrada do desembarque ou no próprio guichê, e eles podem te orientar para onde ir. O aeroporto é enorme, mas bem sinalizado. E se for a sua primeira parada na Europa, terá que passar pela imigração antes do embarque, então às vezes pode ser bom seguir as pessoas que estavam no seu voo. No voo, onde que provavelmente terá brasileiros, pergunte para as pessoas ao seu redor para onde vão etc. Você localiza seu portão de embarque nos painéis que têm, que mostram o número do voo, horário, destino e portão. Quando voltei da Alemanha também fiz conexão lá, mas era madrugada! Não tinha uma alma viva da Air France para me ajudar para qual lado seguir e tinha pouco tempo de conexão! andei uns 40 min achando que perderia o voo hahaha mas fui na direção certa e deu tudo certo. É só não se enrolar que dá tempo. As pessoas são muito solícitas em ajudar. Eis o mapa que estudei para ter uma noção daquele aeroporto Mapa Aeroporto Paris.pdf
  12. Parabéns pelo relato, Marcos! Lindas as fotos! Vou em setembro para a Alemanha e estou estudando as possibilidades do que fazer com base em Frankfurt, já que o voo de volta é por lá. Não havia me interessado muito pelo passeio de barco, mas as suas fotos estão me fazendo sopesar novamente hehe. Gostaria de saber o nome da empresa de barco que você fez o passeio de Bingen am Rhein até Sankt Goar, se comprou na hora o ticket e qual a duração do passeio. É tranquilo ir de Sankt Goar (ponto final do barco) até Oberwesel para pegar o trem? Eu não achei no site da Bahn a informação se o ticket regional de Hessen abrange o trecho de Oberwesel a Frankfurt... A outra alternativa que pensei nos dias livres que tenho seria ir a Nürnberg e visitar Rothenburg ob der Tauber, e voltar à Frankfurt apenas para pegar o voo. Você achou que valeu mais a pena essas duas cidades do que o passeio pelo Reno?
  13. Fiz o trecho Berlim > Amsterdã de trem ICE e não pareceram que foram 6h de viagem. É meio monótono, mas não achei cansativo. Algumas partes tem umas paisagens legais, que tiram a sua atenção do "quanto falta para chegar". Mas acho bem válidas as paradas estratégicas no meio, como sugerido acima.
  14. Vou estudar melhor essas possibilidades próximas de Frankfurt. Fiz um passeio de barco em Köln e não me agradou muito. Prefiro passar o tempo na cidade do que no barco hehe. Pelo mapa, Lindau fica em Bayern. Então acho que não consigo usar o Baden-Württemberg-Ticket, consigo? Gostei da ideia de ir por Zurich, que tem mais opções com o Flixbus. Dando uma pesquisada rápida no Blablacar também tem pessoas indo direto de Freiburg a Lindau, com aprox. 3h de viagem. Como nunca peguei carona por lá dá um receio de pegar, mas parece ser uma ótima opção também. Mariojr, parabéns pelo blog! Tirei algumas informações de lá! Adluis, novamente obrigada pelas informações! Sempre ajudando bastante o pessoal. Quando tiver algo mais concreto (principalmente porque ainda não abriram as datas da Bahn para fim de setembro), posto aqui para novas opiniões
  15. Não sei se no Walking Tour que fará em Berlim eles te levarão à East Side Gallery. Eu, particularmente, acho um dos lugares imperdíveis na cidade! É diferente do Memorial do Muro, que também vale uma passadinha.
  16. Obrigada pelas dicas Adluis! Realmente achei meio apertado esse trem das 16h. Mainz não tinha ouvido falar e gostei da ideia! Ruim vai ser arrumar essa logística saindo de Strasbourg, rs. Talvez tente fazer a França e Suíça durante o curso e deixe apenas Alemanha para os 6 dias restantes. Na região do Reno conheço apenas Rüdesheim e gosto de visitar esse tipo de cidade. O que acha da opção para esses 6 dias: Freiburg > Lindau (1-2) > Stuttgart (2, será época da Cannstatter Volksfest) > Mainz (?), com bate-volta em Wiesbaden > Frankfurt. Quantos dias Mainz precisaria? Ou poderia fazer base em Frankfurt tanto para Wiesbaden quanto para Mainz?
  17. Olá mochileiros! Farei um curso durante um mês em Freiburg e depois terei 6 dias livres para viajar. Chego por Frankfurt no dia 03/09 (sábado) e retorno por lá mesmo em 06/10 (quinta). Eis as dúvidas: - Chego às 14:30 no aeroporto de Frankfurt. Há um trem saindo da estação central de Frankfurt (Hbf) para Freiburg às 16:05. Será que fica apertado pegá-lo? (terei que passar pela imigração, pegar a mala e ir de S-bahn à estação central, que dura em torno de 11 minutos o trecho). Também dá para pernoitar em Frankfurt e ir no domingo para Freiburg, mas as passagens estão bem mais caras. - Os bate-volta que pensei partindo de Freiburg são Bern (Suíça), Colmar e Strasbourg (França), Lindau (Alemanha). Caso não consiga fazer bate-volta durante o curso, pensei em utilizar os 6 dias de viagem para tentar montar um roteiro com algumas dessas cidades – e adicionar Bonn se der tempo – para retornar ao Brasil por Frankfurt às 22h do dia 06/10. Qual seria o melhor roteiro, partindo de Freiburg? Provavelmente teria que deixar Bern e Lindau de fora, fazendo Freiburg > Colmar (1) > Strasbourg (2) > Bonn (2) > Frankfurt? - Alguém já andou com a Flixbus e/ou Deinbus? - Vi que os transportes por ali podem ser feitos de ônibus (flixbus, deinbus, Bahn) ou trem (Bahn). Há alguma outra forma de locomoção? Obrigada!
  18. O trecho, como o João falou, vale a pena ser feito de trem ou ônibus. Pode-se optar pela empresa alemã ou tcheca: topic32685.html
  19. Na Alemanha dizem (nunca utilizei) que as caronas funcionam bem. Hoje o site mais famoso de pesquisa Mitfahrgelegenheit está integrado à plataforma Blablacar.
  20. Se a temperatura é um fator determinante para você, veja o site do Accuweather para as cidades que pretende visitar, que mostram como esteve o clima no mês pretendido em 2015, como o Adluis falou. Alta temporada, no verão, os preços tendem a aumentar, mas não achei um absurdo não. Amsterdã eu achei bem cara e fui em agosto/15, mas Berlim consegui manter o orçamento dentro do previsto e não passei fome nem nada. Com atrações, alimentação e transporte, em 5 dias em Berlim gastei 160 Euros! Ficou abaixo do que cotei e acho que não gastei muito por medo de faltar grana para o fim da viagem hahaha. Amsterdã, em compensação, para 3 dias gastei 106 euros basicamente em comida, pois já tinha comprado os ingressos dos museus e utilizei pouco o transporte público.
  21. Não digo decepção rbersch, mas não foi muito o que gosto de visitar.. quem faz biologia, por exemplo, iria pirar nesse lugar! rs
  22. Você está considerando ótimas cidades, Débora! Vai do seu gosto mesmo montar o roteiro com as que citou. Complementando o que o Adluis falou, sempre vai faltar cidade e te dará vontade de incluir alguma a mais no roteiro. Mas pense que essa é a sua primeira viagem, outras mais virão e vc pode conhecer aos poucos, mas bem em profundidade, vários países! Seu passo a passo está certinho. Na minha primeira viagem, por exemplo, optei por um roteiro mais seguro, com cidades que fiz questão de conhecer e tinha muuuuita informação a respeito, como Amsterdã, Berlim e Munique..
  23. Os dias estão bem divididos, Amanda. Você aproveitará ambas as cidades! Dachau dá para conhecer em uma manhã e Salzburg é bate-volta de um dia. Acredito que não ficará corrido conhecer Munique não.
  24. Oi Débora! Acho que seu roteiro é viável sim, pois os lugares que escolheu são relativamente perto, que podem ser feitos de ônibus ou trem (vou me limitar a falar de Alemanha, Rep. Tcheca e Áustria, que foram onde já estive). Não está em cima da hora não.. com 4 meses dá para pesquisar bastante e montar um roteiro legal! Quanto ao orçamento: vc passará por locais "baratos", como Berlim e Rep. Tcheca, e caros, como Áustria. Não sei quanto considera barato, mas aconselho a ir calculando em Euro e, ao final, converter para o real. Os valores que seu amigo passou, em euro, estão dentro da realidade. Comprar os tickets entre as cidades antecipadamente também te economiza (trens liberam os valores mais baratos 90 dias antes da data da viagem, por exemplo). Eu faço assim para planejar a viagem: 1. defino quantos dias +/- no total; 2. pesquiso sobre as cidades que possam interessar nos países, para uma noção de quantos dias cada uma exige; 3. Vejo no mapa qual seria a melhor forma de locomoção (geralmente por proximidade. se tem uma bem fora de mão, considero bastante em tirá-la); 4. Procuro passagens aéreas com variedade de uns 3 dias, que às vezes encontra promoção, de preferência na opção ‘múltiplos destinos’. Essas são as dicas iniciais que te dou, pelas informações dadas. Tem bastante informação aqui no fórum sobre esses destinos, só dar uma pesquisada! Quando tiver algo mais concreto, fica mais fácil de ajudar.
×
×
  • Criar Novo...