Ir para conteúdo

Briza Setubal

Membros
  • Total de itens

    25
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. 19/07 – La Paz Como estávamos muito cansados e fartos de paisagens bonitas e passeios de aventura, tiramos este dia para ficar atoa e comprar lembrancinhas para os amigos do Brasil. Ficamos sabendo de uma feira em El Alto que vende de tudo. Pegamos o teleférico que fica há umas 4 quadras do hostel e descemos literalmente na feira. Caraca! Nunca vi uma feira tão grande, com tanta coisa e tanta gente. Você encontra lá desde peças usadas de carro, até DVD de Zumba. A única coisa que não encontramos muito, foi artesanato local. Logo, como a intenção era levar lembrancinhas locais, voltamos para o
  2. Oi Monica! Desculpe não poder ajudar. Como levei dólares, infelizmente não tenho a cotação em real. Aliás, como cambiávamos aos pouquinhos, não anotei nem a cotação em dólar. Mas por alto, para ter uma noção em reais: Tudo que era em boliviano, dividíamos por 2. Soles = reais; Peso chileno dividíamos por 200; Abraço!
  3. 17/07 – La Paz O ônibus nos buscou 07:00 para o passeio do Tihuanaco. O passeio foi legalzinho... Passamos por museus e ruínas pré-incas. Mas naquele ponto da viagem eu já estava cansada de ruínas. Vimos tantas ruínas que conseguíamos até identificar o que algumas pedras significavam sem ninguém falar. Tudo faz referência à trilogia, Deus sol, estações do ano, colheita, constelações e tals... Na verdade estava farta de sentir frio, comer mal e com saudade da casa, da minha família, do meu cachorro, mas também estava remoendo o fato daquela viagem estar acabando. Uma contradição interior
  4. Briza! Amei o relato!! Estou indo pra la semana que vem! Uma perguntaa: vc levou dolar pq valia mais a pena? Do jeito que o dolar ta hj, acho melhor levar real! O que vc acha?? Bjss Oi Júlia! Eu levei dólar por comodidade mesmo. Sabia que todas as casas de câmbio trocariam e por isso poderíamos trocar dinheiro aos pouquinhos. Um conhecido levou real e não teve grandes problemas. Só não conseguiu trocar em Copacabana e por isso acabou saindo de lá mais cedo que o previsto. Aproveite as cidades maiores para cambiar mais. Creio que não terá dificuldades. Boa viagem! Anota tud
  5. Oi Gisele! Amiga...foram dias difíceis!!! Mas valeu a pena! Eu emagreci mas nem soube quanto em quilos. Quanto cheguei no Brasil, nem selecionava nada... comia tudo que via pela frente. Resultado: Mesmo manequim! Rs! Boa sorte!!
  6. 15/07 – Copacabana / Isla Del Sol Acordamos e tomamos o café continental do Hostel. Fui numa agência da rua principal e comprei o tour da Isla del Sol por 28 bol/pessoa. Pegamos o barco as 08:30 e fomos embaixo (estava bem frio, não sei como uma pessoa pode querer ir em cima tomando vento). Dentro de 1:30 chegamos na parte norte da Isla. Para ingressar na mesma, pagamos 15 bol/pessoa. Um guia local nos recepcionou e nos deu explicações num pequeno museu e percorreu parte da ilha com a gente falando sobre a flora e algumas ruínas. Ao final o guia pediu/exigiu 10 bol/pessoa como contribu
  7. Obrigada Briza!!! Estou em contato com o suporte deles pra me ajudar. Já liberei no banco mas o site só da erro na finalização... uma hora sai.... rs Seu relato está me ajudando muito, obrigada por compartilhar a sua experiencia! Fazer as unhas no Peru? Nem pensar!! O mais engraçado é que na sua foto tem um album de unhas decoradas... imagina o resultado?! hahahaah Dany, Você não tem noção!!! Eu escolhi a mais simples de todas. Haviam umas 3 pastas de unhas decoradas até com os Simpsons! Imagina a meeeerda?! Boa viagem e boa sorte!
  8. É Bruno! São mtos perrengues mas dá saudade! Rs! Também quero ir na Índia um dia! Boa sorte nesse novo roteiro! :'>
  9. 12/07 – Cuzco Este dia foi perdido. Acordei passando mal e quis tomar um chocolate quente. Raphael saiu para comprar e voltou com o achocolatado dentro de uma sacola plástica. Quase vomitei nele! Aliás, na Bolívia e no Peru as pessoas usam as sacolas plásticas como copos. Naquela situação que eu estava aquilo foi péssimo! Enfim... Vomitei e tive diarreia o dia todo. Não conseguia me levantar com dor no corpo. Regiane também estava com alguns problemas de saúde e ai não fizemos nada esse dia. 13/07 – Cuzco Acordamos e eu me sentia mal ainda. Mas tomamos café e fomos à rodoviária de tá
  10. Oi Dany! Todos os voos que fizemos fora do Brasil, foram pela Amaszonas. Compramos com o Mastercard (o que nos garantiu o seguro viagem) pelo site e não tivemos problemas. Para efetuar esta compra você deve se certificar que seu cartão além de ter a função internacional habilitada, também deve ter a função compras no exterior. Se este for o problema, entre em contato com seu banco. Boa viagem!
  11. 11/07 – Machu Picchu Acordamos às 04:00 da matina e fomos caminhando para Machu Picchu ãã2::'> . A subida dura umas duas horas e cansa um pouquinho. Andamos um pequeno pedaço no plano e depois é só subida. Ao chegar na entrada deixamos nossas mochilas de ataque no locker por 5 soles e usamos o banheiro por 1 sole. Entramos no parque e fomos direto subir Huanapicchu já que queríamos subir com a primeira turma das 08:00 (a quantidade de pessoas que sobem é limitada em 2 turmas, se você não conseguir subir com a turma das 08:00, você deve aguardar até as 10:00 para subir com a segunda).
  12. 10/07 – Tour Vale Sagrado – Aguas Calientes Começamos o Tour às 07:00 horas. Nosso guia e motorista era um senhor. Inicialmente ele fez algumas paradas na cidade de Cuzco para algumas explicações. E seguimos para conhecer o Cristo de onde pode-se ver toda a cidade. Fizemos uma parada numa loja de roupas de alpaca e joias de prata (onde recebemos breves explicações sobre a lã da alpaca adulta, da alpaca bebê e da confecção das joias), paramos para alimentarmos algumas alpacas, lhamas e vicunhas. Fomos à feira de artesanatos de Pisaq, um lugar enorme e com diferentes produtos. Ideal para
  13. 08/07 – Arequipa Acordamos as 06:40, tomamos café no hostel, arrumamos as malas, fizemos check-out e levamos algumas roupas na lavanderia (4 soles/kg). Eu e Raphael fomos ao monastério de Santa Catalina (40 soles/pessoa + 10 soles da guia/casal). Adorei a história daquelas mulheres. Parecia um castigo imaginar que pessoas moravam trancadas naquele lugar, mas nossa guia nos explicou que na verdade era um privilégio para poucas, pois era isso, ou aceitar casamentos arranjados. O lugar é uma cidade com muitas casas e muita história. Se você curte viajar no passado, vai gostar de conhecer. A
  14. 07/07 – Arequipa Acordamos 02:30 da madrugada ãã2::'> para o passeio do Canion de Coca que nos buscaria as 03:00, mas que nos buscou as 03:30. Gastamos 4 horas de van para chegar ao parque e na entrada do mesmo pagamos 40 soles/pessoa. O tour oferece café continental num restaurante antes de partirmos para os pontos de parada. Porém, como chegamos tarde, não havia lugar para todos sentarem no restaurante e até faltou pão! O passeio nos leva a diversos lugares como igrejas, praça, feirinha de artesanato... Vimos mulheres com os trajes típicos e animais locais. Umas 11:00 chegamos ao Can
  15. 05/07 – São Pedro do Atacama Pela manhã, comprei pão e fiz café enquanto os rapazes compravam nossas passagens para Arica (14.400 pesos/pessoa). Fomos na Couque Tours e fechamos o passeio Vale de La Luna para tarde (não anotei o preço !) e pedimos para nos deixar no final no terminal de ônibus. Pela manhã, passamos na feirinha de artesanatos próxima ao exército e compramos poucas lembrancinhas porque estava tudo caro. Comemos novamente o frango assado com batata fritas e partimos para o passeio da tarde. O Valle de La Luna não fica tão distante de SPA. Pode ser feito até mesmo de b
×
×
  • Criar Novo...