Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Rodrigo Albuquerque

Membros
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Rodrigo Albuquerque

    Ajuda

    Cara, apoio total, vá em busca do que quer para você e seja o que tu realmente é, não deixe ninguém "podar" seus sonhos, sei que é difícil para algumas famílias aceitarem, mas independente de tudo quem escolhe e toma as decisões na sua vida é exclusivamente você! Se deixar de fazer o que quer agora quem pode se arrepender lá na frente será você, e aqueles que botavam negatividade na trip não vão chorar suas lágrimas... bom é isso, do mais muita sorte nessa sua jornada e vibrações positivas, garanto que não vai se arrepender de ter essa experiência! Abraços
  2. Olá Carol, to com um projeto muito parecido com o seu, estou muito interassado, uma viagem de autoconhecimento e muito aprendizado. Me chama no whats por favor 14 996050982
  3. Estou com na mesma vibe que vocês, se quiserem trocar ideia, chama no whats 14 996050982
  4. Rodrigo Albuquerque

    (no subject)

    Também planejo mochilar pelo Brasil e mundo!!! Gostei muito da sua ideia, qualquer coisa me chame no whats 014 996050982
  5. Rodrigo Albuquerque

    É possível viver mochileiro?

    Olá pessoal, ótimo dia a todos! Sou Rodrigo, 22, de Botucatu - SP Estou por volta de 7 meses pensando muito sobre sair de casa. Na verdade eu sempre me via pensando em coisas assim (desde a adolescência), em viver de forma diferente à esta que estamos condicionados, ao povo alienado pelo sistema, fome e muitos outros problemas do nosso mundo etc. Não tenho emprego desde dezembro, que quando foi que eu decidi, digamos assim fazer uma viagem experimental. Então botei minha mochilas nas costas e fui com pouca grana me aventurar pelo sul do Brasil... Meu objetivo era cruzar SP-PR-SC e RS!!! E deu tudo certo!!! Conheci coisas incríveis como a tal da carona e o couchsurfing, não ter medo do desconhecido, fiz amigos argentinos, malucos de br, malabaristas! E esse úniverso dos artistas de rua me encantou de uma forma tão mágica. Por onde eu passava eu tentava me colocar na cultura das pessoas a minha volta, e vi muita coisa passando um tempo com os artesãos e os malabaristas, inclusive um era palhaço de rua, tipo vivênciei o trabalho deles no semáforo, tive que pedir comida pela primeira vez na vida, entre muitas coisas que passei com eles! E mesmo nessas condições, que seria um tanto quanto desconfortável para uma pessoa que vive o senso comum, eu me sentia plenamente feliz!!! Eu chorei de felicidade em muitos momentos do mochilão, era como se eu estivesse realmente vivendo e isso me trazia muita paz interior e com tudo a minha volta!!! Eu me senti pela primeira vez confortável vivendo. Como é bom só pensar no hoje e viver sentimentos ótimos! Ainda mais pra mim que era depressivo e tomava por volta de 10 comprimidos de tarjas pretas diários, cheguei a ficar internado e também tentei suícidio 3 vezes. A viagem foi uma experiência incrivel e me fiz uma nova pessoa. Fiquei apenas 40 dias fora e hoje faz 5 dias que voltei pra casa. Mas aqui está tudo estranho... Não sinto mais como se aqui fosse minha casa e estou sentindo um vázio enorme querendo sair mochilar, mas não sei como dizer tudo isso para minha mãe de alguma forma que não pareça que eu enlouqueci, é o único laço que ta me segurando de não cair na estrada da vida por uns bons anos. Não tenho mais vontade de arrumar nenhum trabalho convêncionalque gaste as horas e os dias da minha vida, 8 horas por dia, 5 dias por semana ou 6 e assim o resto do ano, muita rotina me deixa triste demais, esse é um pensamento ao qual não consigo me adaptar mais. Estudava engenharia mecânica e parei no terceiro ano, quando a minha mente começou a se desenvolver mais, comecei a estudar de tudo um pouco, por minha conta, documentários, relatos, livros, inglês, conheci pessoas como Eduardo Marinho, que me fez abrir um leque de pensamentos na minha cabeça e passei a entender melhor as músicas de autores como Raul Seixas, que agora sinto que tenho e já tinha tantos ideais refletidos nos sons dele e nunca tinha percebido... Desculpa se o texto foi muito longo, mas foi mais uma questão de desabafo mesmo ou também se alguém puder me ajudar com algumas palavras de conforto, ficarei grato. Enquanto isso fica minha mente pulsando: "Pegue suas coisas e vá..."
  6. Rodrigo Albuquerque

    Mochilão America do Sul sem dinheiro

    Olá amigo, para quando está planejando a aventura?
  7. Rodrigo Albuquerque

    GRUPO DE MOCHILEIROS LIVRES E PRONTOS PARA SE AVENTURAR À DIVERSOS DESTINOS!

    Me coloca no grupo se ainda tiver como, obrigado :3 14 99605-0982
×