Ir para conteúdo

LiviaPlat

Membros
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Olá, Acho que no seu caso, por ser um caso muito diferente, você deveria fazer uma consulta, com todos os documentos que possui em mãos, em um Consulado da Alemanha antes de começar o processo (preenchimento de fichas e tradução de documentos). Eu tirei todas as minhas dúvidas na 1a visita e na 2a fui com tudo pronto para entrar com o processo. Ps. Entrei pelo Consulado de Rolândia, Paraná. Acredito que por ser Consulado Honorário e ter menor fluxo de pessoas eles me deram muita atenção. Foram legais inclusive.
  2. Imagina! Como fiz tudo sem nenhuma ajuda, sei o quanto é difícil... Fico feliz em ajudar!!! Tomara que dê certo. Boa sorte!
  3. Mandei e-mail para vários órgãos ligados a cidadanias na Alemanha e não obtive resposta por e-mail, mas 2 meses depois de ter entrado em contato também recebi uma cópia da Matrícula Consular, sem qualquer custo... Foi uma surpresa ótima! O livro original, de Matrícula Consular, está em Porto Alegre.
  4. Mandei e-mail ao Consulado de Porto Alegre. Não me recordo endereço de e-mail, mas no site deve ter. Mandei e-mail com o nome, data de nascimento, data da chegada ao Brasil, ... enfim, todos os dados que tenho. Demoraram um mês para me responder e obtive uma notícia positiva, de que ele havia se matriculado. Para quem mora em Porto Alegre, ou quer ir até lá, é gratuito o documento (Matricula Consular). Como moro no interior do estado de SP paguei o envio pelo Correio. Demorou um mês para chegar. Tudo que envolve cidadania demora mesmo...rs
  5. Olá!!! No Memorial do Imigrante pode ser que tenha a chegada do seu ascendente. Tente também no site: ancestry.com O que foi muito bom para mim foi ter ido me consultar com o Consulado Honorário de Rolândia com toda a documentação que possuía em mãos antes de abrir o processo. Boa sorte.
  6. Oi gente, Resolvi responder ao tópico pois pode ser que eu consiga ajudar algumas pessoas. Meu trisavô (tataravô?) é alemão. Veio ao Brasil em 1895. Casou-se no Brasil com uma alemã e teve filhos. Meu bisavô nasceu no RS em 1903. Mudou-se para o interior de SP onde casou-se com minha bisavó e teve filhos. Meu avô nasceu em 1934, casou-se e teve filhos com a minha avó. Minha mãe nasceu 1963, casou-se e eu nasci em 1989. Somos na seguinte ordem: Trisavô -> Bisavô -> Avô -> Mãe -> Eu Como eu procedi e em que passo está a minha cidadania. 1o Li muiiiito sobre o assunto até ter certeza que não gastaria tempo e dinheiro à toa. 2o Fui atrás de parentes distantes, que tem o mesmo ascendente e perguntei se tinham conseguido a Cidadania e como foi o procedimento. 3o Perguntei aos meus familiares quem havia ficado com os documentos daqueles que já haviam falecido. Achei que seria fácil, afinal meu avô como filho mais velho havia ficado com todos os documentos de meu bisavô, MAS para minha surpresa a irmã de meu avô pegou TODOS os documentos para ela e se negou a me emprestar! Pois bem... Fiquei tão passada com a atitude que consegui todos os documentos em super pouco tempo, 2 MESES!!! Liguei nos Cartórios da cidade que sabia que meu trisavô morou, casou, teve o meu bisavô e morreu e consegui que me enviassem pelos Correios. Faltava apenas o MAIS difícil: a certidão de nascimento de meu trisvô. Que não encontrei! Mas como ele veio ao Brasil na época em que era necessário se registrar de tempos em tempos no Consulado Alemão. Entrei em contato por e-mail e eles me enviaram pelos Correios a Matrícula Consular, que substitui a certidão de nascimento. Para minha surpresa também recebi uma cópia da Matrícula Consular de um órgão alemão que havia me comunicado por e-mail. Com todos os documentos em mãos, me encontrei com um primo distante que me "emprestou" uma cópia de sua Cidadania Alemã, para arquivar em meu processo. O que facilita muito, afinal, nosso ascendente é o mesmo. Procurei o Consulado Alemão mais próximo e marquei um horário pelo telefone, no meu caso o Consulado Honorário de Rolândia - Paraná. Expliquei minha situação, disse que meus parentes distantes já possuem a Cidadania Alemã e fui muito bem atendida. Depois que eles disseram que SIM, eu podia dar entrada na documentação, procurei um Tradutor Juramentado para traduzir meus documentos e preenchi as fichas com a ajuda de uma amiga que fala fluente alemão e já havia feito para outras pessoas. Marquei novamente o horário no Consulado de Rolândia e entreguei toda a documentação comum, traduzida e as fichas preenchidas. Conclusão, entreguei meus documentos há 2 meses e essa semana recebi a "famosa" carta cordial que diz que os documentos chegaram na Alemanha, mas existe uma fila e que assim que possível vão verificar meus documentos e entrar em contato para uma resposta definitiva. Estou otimista, pois tenho primos distantes na mesma linhagem que eu que já possuem a Cidadania Alemã e já tiraram o passaporte. Desculpa o texto, mas sei que têm várias pessoas com dúvidas em relação a distância de parentesco do ascendente alemão. Espero ter ajudado. Boa sorte à todos, Lívia.
×
×
  • Criar Novo...