Ir para conteúdo

Homero Carmona

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

Outras informações

  1. Luis, você considerou outras cidades com custo de vida menor na Irlanda, como Galway, Cork, limerick etc? Porque escolheu Dublin? :)
  2. Fala Jonas, beleza? CAra, a opção de estudo e trabalho para estudar inglês mais em conta é realmente a Irlanda... Dá para conseguir pacote um pouco mais barato do que isso que você passou ... Dependendo da sua idade e se estiver fazendo faculdade, pode fazer o Work & Travel nos EUA, por 3 ou 4 meses, que fica mais barato. Por fim, sugiro dar uma olhada neste guia de Intercâmbio para conhecer todas as possibilidades abs e espero ter ajudado! Homero
  3. Oi, Eu fiz um intercâmbio na Argentina em que eu fui, e lá mesmo eu contratei o curso particular com uma indicação do hostel em que eu estava. Achei que foi uma boa alternativa. https://www.intercambioeviagem.com.br/meu-intercambio-na-argentina/ Com certeza é mais barato que fazer na Espanha, por exemplo. abs Homero
  4. Oi @BLENDA77 Vão aqu algumas opções: 1 - Existem Meetups (encontros) para falar inglês, que muitas vezes são organizados por professores e as pessoas super se ajudam. Tem isso no mundo inteiro - https://www.meetup.com/ 2 - Tem como você trabalhar em troca de hospedagem e comida. ACaba não sendo um curso, mas é prática diária e intensiva. É o famoso Work Exchange - https://www.workaway.info/ ou https://www.worldpackers.com/ 3 - Por fim, a Irlanda não é o destino mais barato para passagem, estadia etc. Talvez com o mesmo custo que você fizesse uma viagem para lá, com um curs
  5. Eu, honestamente, com as informações que tenho hoje, iria para a Nova Zelândia Pode ser um pouco mais barato e o clima, a pegada do país me agrada mais, além de eu ter a sensação que a quantidade de brazucas na Austrália tem crescido muito e isso atrapalha um pouco a experiÊncia do intercâmbio. De qualquer forma, fiz um comparativo completo sobre IntercÂmbio na Austrália ou na Nova Zelândia - https://www.intercambioeviagem.com.br/australia-nova-zelandia-intercambio/ Espero que ajude! Abs, Homero
  6. Oi Karina, Muito legal o relato e a ideia de fazer o Workexchange... ótima forma de praticar o idioma depois ou durante um intercâmbio e ainda reduzir os custos! Além disso, foi muito economico, tinha esta referência aqui https://www.intercambioeviagem.com.br/quanto-custa-um-intercambio-na-inglaterra-1-mes-estudos/ , mas você foi bem mais economíca, principalmente nos gastos do dia-a-dia! Obrigado por compartilhar! abs, Homero
  7. É isso que eu ia falar... MAlta é lindo e tal, mas para quem quer viajar dentro da Europa nos fins de semana, talvez seja melhor Inglaterra ou Irlanda que tem voos a torto e a direito hehehe Aqui fiz uma comparação dos destinos Irlanda e MAlta, que é uma dúvida comum https://www.intercambioeviagem.com.br/irlanda-malta-onde-intercambio/ Abs, Homero
  8. Porra Kirl, que legal.. muito bom ter estas experiências das pessoas para ajudar na decisao. Principalmente para Malta que não tem um canal de informação tão estruturado. O que eu fiz, com minha experiÊncia de intercâmbio foi tentar criar um roteirinho básico para as pessoas tomarem a decisão delas. A coisa toda tem um fluxo que começa por decidir "por que e PARA QUE vou fazer o intercâmbio" e depois todo resto vem, como o destino. Abaixo tá o esqueminha que eu fiz, e aqui todo o detalhamento http://www.intercambioeviagem.com.br/infografico-planejar-um-intercambio-7-passos/ Esper
  9. Oi, Cara, infelizmente saber se o curso é bom a melhor maneira é buscar referências com pessoas mesmo. O que eu costumo dizer é que não adianta você querer garantia de qualidade pagando um preço baixo, principalmente se pegar um curso barato, vai passar muito por sorte de ficar em uma turma legal, professor bom etc. FAlo um pouco disso e de outras coisas neste vídeo -http://www.intercambioeviagem.com.br/primeiros-passos-do-intercambio-funciona-um-intercambio-ingles/ O que posso dizer é que não vai ser uma diferença de 500 reais que vai te dar a garantia que o curso é melhor que o o
  10. Ótimos roteiro... Fiz algo muito parecido, achei super adequado. http://www.intercambioeviagem.com.br/roteiro-de-viagem-9-dias-no-texas-eua-dallas-austin-san-antonio-houston/
  11. Oi Ju Samuka, Acho que os melhores lugares para você comprar isso seriam o Shopping AlBrook e o Duty Free do Causeway Amador. Na ZonaLibre de Colon é imenso e tem várias coisas, mas é uma viagem e o esquema todo é meio esquisito lá.Além disso, eu comprei umas roupas na suposta Diesel lá e em menos de 1 ano todos apresentaram algum problema... PAra se ter uma ideia meelhor, fui 2 anos aatrás quando o dolar era 2,45 e fiz uma comparação entre Panamá, BRasil e EUA. ASsim como o Marcio falou, uma pena que o dólar esteja tão caro, ai nao sei o quanto algumas coisas valerão pena. Um dos
  12. Oi Adlinha, Eu passei o Ano novo em Copacabana e foi sensacional. Quando fui para a Ilha do Sol, um casal gringo estava lá com uma criança pequena (tipo 6 anos) e uma de colo... Achei super bacana não abandonarem o lado viajante por conta do filho... e melhor, já passando a alma de viajante para as crianças! =o) Bom, quanto a Bolivia, eu diria que pelo que você contoou, não vai passar pelo Uyuni, que é uma pena, mas quando for ao Atacama, recomendo muito fazer. Sucre é muito legalzinha e próximo tem Potosi (acabei não indo, mas dizem ser bacana) Santa Cruz não nada que preste, sinceram
  13. Quando eu fui, comprei antecipadamente, mas foi em Maio. Dezembro e janeiro são alta temporada. Por um lado é mais cheio, por outro, como os dias são mais logos tem mais sessões de Minnintrekking. Em maio, se não me engano, só tinha duas, em janeiro tem 3 ou 4 horários. A Hielo y Aventura é a única que tem concessão para vender e fazer o passeio... Tanto Minitrekking quanto o Big Ice (que fecha em maio e eu fiquei com vontade de fazer). Considere também um pulo em El Chalten, o tal do Fitz Roy é incrível. Como estará de carro, dependendo do tempo que você tiver, recomendo muito ir à T
  14. Eu tirei através do Centro de Visto Japonês em SP e custou R$ 140 a mais. A principal comodidade é que os horários de atendimento são melhores. Ah, vale dizer que quem for para Okinawa é isento de taxa consular! Eis o passo a passo! http://www.intercambioeviagem.com.br/visto-para-o-japao-turista-como-tirar/
  15. Cara, Acho que seu pensamento em termos de cultura está certinho... eu também preferi fugir da Tailândia que está mais badalada ultimamente. No Camboja, o Angkor Wat é espetacular e o Phnom Penh vale a passada para ver os horrores do Kmer rouge. Por lá, parece ter praias legais também e menos badalas, não tive tempo de ver. Laos fui apenas para Luang prabang, gostei muito muito mesmo, queria ter mais tido lá e no Laos como um todo. No Vietnã, as cidades grandes tem pouco a oferecer (o mais interessantes está ao redor como Cu chi tunnels, ha long bay etc.) apesar de eu ter gostado
×
×
  • Criar Novo...