Ir para conteúdo

fernando.rabello

Membros
  • Total de itens

    8
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre fernando.rabello

  • Data de Nascimento 18-05-1983

Outras informações

  • Ocupação
    Doutorando em Engenharia Agrícola
  1. Valeu pelas dicas, galera, estou indo passar 10 dias no final de novembro/18 e anotei tudo daqui!
  2. fernando.rabello

    Mendoza

    Hoje é meu último dia em Mendoza e aproveito pra deixar uns comentários/sugestões: CAMBIO: Troquei 1,00 real por 3,20 numa galeria ao lado do McDonalds da San Martín, entre a Catamarca e a Garibaldi (desce a escada e vira à esquerda). Em Buenos Aires a situação era bem melhor: troquei 1,00 por 3,70 numa galeria no número 146 da Florida (desce a escada e vira à esquerda; é uma loja que vende moedas antigas). HOSPEDAGEM: Fiquei no Square Independencia num quarto coletivo misto com 7 camas. Adorei o hostel como um todo, mas é hostel balada. Pelo menos o tempo todo em que estive aqui. Dei azar de ficar com uns caras do País de Gales no quarto que entravam berrando de noite e acendiam a luz como se não tivesse ninguém ali dormindo às 4 da manhã. Tirando isso: o staff é ótimo e me deu boas dicas da cidade; o café da manhã é excelente, um dos melhores que já peguei em hostel (dá até pra pedir pro cozinheiro fazer ovos mexidos ou fritos, omelete e panquecas); a limpeza é boa e os chuveiros bem quentes (vi alguém aqui no fórum reclamando que o banheiro é longe, mas ele só não é ao lado dos quartos, na verdade); os quartos são espaçosos e o wifi funciona super bem. Sem falar da localização, que é excelente: a uns 20m da Plaza Independencia. COMIDA: Vou dar três dicas bem diferentes: 1) Um vegetariano chamado Govinda (peguei a dica aqui no fórum): fica na Colón, entre a Mitre e a Chile. É por peso e dá pra levar pra casa (inclusive é mais barato assim). Comida gostosíssima e variada. Gastei cerca de 60-70,00 pesos por refeição. 2) Um restaurante chamado Santi, que fica exatamente ao lado do Hostel Square Independencia: o melhor bife de chorizo que comi na viagem. Custou 100,00 pesos e vinha com guarnição. Só não comi lá todos os dias pra poder variar. 3) Azafrán: restaurante caro que fica na Av. Sarmiento. A comida é excelente. Peguei o menu degustação por 590,00 pesos e saí de lá rolando... No geral os pratos custam de 200 a 300,00 pesos. PASSEIOS: - Pela cidade de Mendoza: bati perna o dia todo e conheci o parque San Martín inteiro (subi, inclusive o Cerro de la Gloria à pé) e mais as principais praças da cidade. Fiquei exausto no fim do dia, mas acho que nada substitui conhecer a cidade assim, no ritmo da caminhada, parando quando dá vontade etc. - Alta Montanha (o tradicional, não o que vai por Villavicencio): fiz com a Kahuak e paguei 560,00 pesos, o que foi caro, pois depois achei o mesmo passeio na Wanka por 470,00. Passamos por Potrerillos, Penitentes (dá pra subir no teleférico por 150,00 e eu achei que valeu a pena por causa da vista do vale lá de cima), Uspallata, Puente del Inca e Las Cuevas. É um passeio daqueles que você fica mais tempo na van do que nos lugares, mas pra quem não tem muito tempo, dá pra ter uma boa ideia da região e tirar ótimas fotos. - Maipu: peguei o ônibus do grupo 10 (pode ser o 171, o 172 ou o 173) na calle Rioja (o ponto fica perto da Garibaldi) e falei pro motorista me deixar num lugar pra alugar bike em Maipu. Ele me deixou na porta do Mr. Hugo. A diária da bike custou 90,00 pesos. Fui nas seguintes bodegas: * La Rural: tour muito bom, a guia deu muitos detalhes, explicava muito bem tudo. A degustação deixou a desejar: foram dois vinhos da linha "Museo" deles, que só vende ali e nem é tão boa. A coisa boa é que os 100,00 pesos que você paga pelo passeio podem ser usados como desconto na hora de comprar vinhos na loja. * Trapiche: tour péssimo, passamos por pouquíssimos lugares nessa bodega que é tão tradicional. A degustação foi boa: 4 vinhos, sendo um espumante rosé e três tintos, todos muito gostosos. Paga-se 100,00 por isso. * Tempus Alba: o tour é gratuito porque não tem guia e você tem apenas que ler umas 5 placas explicativas. Acabei almoçando por lá e pagando uma degustação com três vinhos tintos (dois varietais e um reserva) e achei super caro pelo que é oferecido. * Fui numa produtora de azeite, a Santa Augusta e achei interessante. Paga-se 50,00 só pela degustação, pois não tem grandes explicações nem passeio pela área de produção. Obs1: por estar de bike, o acesso às vinícolas mais bem cotadas fica difícil, pois ficam mais distantes, mesmo em Maipu. Em Luján de Cuyo então nem se fala. Obs:2: pra pegar busão em Mendoza, tem que comprar o cartão redbus e colocar crédito nele. Achei o cartão num kiosko em frente à Plaza Independencia na calle Patricias Mendocinas, perto do Paseo Sarmiento. VINHOS: Uma dica de boa loja para comprar bons vinhos de bodegas familiares é a Viognier, que fica na calle Amigorena, quase na esquina com a De La Reta. Converse com o dono da loja, Alfredo, que entende muito de vinho e conhece bem a região. Aliás, uma boa coisa a se fazer é, antes de ir às bodegas, ir conversar com o Alfredo pra montar um roteiro. Ele mesmo sugeriu e da próxima vez eu farei isso com certeza. Pra comprar vinhos das grandes marcas, o Carrefour da Las Heras serve bem. Obs1: se quiser comprar uma caixa própria para despachar vinhos no avião (com compartimentos de isopor perfeitinhos), compre nos correios. Paguei 26,00 na de 4 garrafas, mas vende de 6 também. Obs2: se for despachar vinhos em caixas, guarde uma grana pra embalar a caixa naqueles serviços que existem nos aeroportos. A Aerolíneas pelo menos me obrigou a fazer isso (gastei 150,00).
  3. fernando.rabello

    Mendoza

    Vanessa, tem várias dicas sobre isso nas páginas anteriores ; )
  4. fernando.rabello

    Mendoza

    Alguém aí já fez o trekking de três dias no Parque Aconcágua até a Plaza Francia? Vale a pena? Tem indicação de agências? É possível alugar equipamento (mochila, roupas especiais e saco de dormir) por lá mesmo?
  5. fernando.rabello

    Mendoza

    Pessoal, Estarei 4 dias cheios em Mendoza em Novembro/15 e penso, a princípio, na seguinte programação: Dia 06/11 - chegada em Mendoza à noite Dia 07/11 - passeios pela cidade Dia 08/11 - Alta Montanha + Villavicencio Dia 09/11 - Bodegas de Lujan de Cuyo (bike) Dia 10/11 - Bodegas de Maipu (bike) ou outro passeio a decidir Dia 11/11 - partida de Mendoza pela manhã Estadia já reservada no Hostel Square Independencia (http://www.squareindependencia.com.ar/index.asp)! Se alguém estiver por lá nesse período e/ou tiver sugestões sobre esse roteiro, chega mais! Li todas as páginas desse "Perguntas e Respostas" e só tenho a agradecer! Anotei sugestões de bodegas pra todos os lados, restaurantes, hostels, casas de câmbio e coisas do gênero, mercados, linhas de ônibus, serviços de remis, agências de turismo etc etc etc. Não poderia ser melhor!
×
×
  • Criar Novo...