Ir para conteúdo

aculpaedofuso

Membros
  • Total de itens

    30
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

8 Neutra

Bio

  • Ocupação
    "A Culpa é do Fuso" é uma web serie de documentários que relata a vida do outro lado do mundo na visão de uma brasileira que caiu de paraquedas no oriente e se viu isolada da família e dos amigos por morar no fuso horário "invertido". Viajante independente, fotógrafa e roteirista, ela encontrou uma maneira de compensar essa distância ao registrar toda a sua experiência e transfromá-la em uma história que vale a pena acompanhar!

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Voltamos da nossa viagem ao Irã com boas histórias pra contar, muitas fotos, vídeos e, acima de tudo, vontade de inspirar todo mundo a visitar esse país que transpira cultura, paisagens incríveis e milênios de heranças espalhadas por mesquitas, palácios e jardins. Quando decidimos viajar para lá, fomos bombardeados de perguntas, como se fôssemos loucos pela escolha do destino da vez. Os anos de embargo comercial não foram boa publicidade para o país e fazer parte do infame "eixo do mal" criado por Bush, menos ainda. Percebi, através de alguns comentários, como o Oriente Médio é reduzido a uma
  2. Acabei de voltar do Irã e deu tudo super certo com a viagem a começar pelo visto, que tiramos no aeroporto mesmo! Basta levar os documentos necessários e apresentar no guichê no aeroporto (tiramos em Teerã). Conto o passo a passo para tirar o visto aqui: https://www.aculpaedofuso.com/single-post/como-planejar-viagem-ira Quem precisar de alguma ajuda, é só falar comigo! Recomendo muito o Irã como destino de viagem! Quem vai nunca se arrepende!!!
  3. Quanto tempo de duração terá a sua viagem? Serão muitos voos, já que você está considerando visitar 6 países. Apenas lembre-se de que mesmo com vôos curtos, você precisa encarar trânsito pro aeroporto (que em algumas cidades ficam bem longe, como KL e BKK), fila de imigração e visto... Pode acabar perdendo muito tempo se deslocando de um lugar ao outro. Se isso não for problema pra você, tudo bem. Mas tenha isso em mente na hora de planejar sua viagem. Às vezes reduzir o número de vôos ou focar a sua trip em menos países pode ser uma boa solução... Bjs
  4. Olá! Sobre UBUD, acho o lugar mais legal de Bali para passar um tempo, comer bem, fazer trilhas, andar de moto, visitar templos, fazer massagem e yoga. Há hotéis de todas as faixas de preço, desde retiros de yoga a hotéis de luxo. É possível alugar scooter e percorrer a região sozinho, na minha opinião a melhor maneira! Vale lembrar que longe da loucura de Kuta e das praias mais badaladas, o trânsito melhora consideravelmente e se você tomar os cuidados necessários não terá problemas. No meu site tem alguns roteiros do que fazer em UBUD tanto a pé quanto DE SCOOTER. Dá uma olhada e baixa em
  5. EPISÓDIO: Kathmandu EPISÓDIO: Pokhara EPISÓDIO: Vale do Kathmandu (Patan & Baktaphur) Sobre "A Culpa é do Fuso": Nosso projeto foi criado por acreditarmos que, assim como nós, existem viajantes que percorrem o mundo no seu tempo e a sua maneira. Que gostam de conhecer não apenas lugares, mas também pessoas. E que, acima de tudo, têm consciência de que suas escolhas como turistas influenciam o meio ambiente e a vida das comunidades por onde passam. Acreditamos ser possível fazer conteúdo audiovisual de qualidade que traga informação e inspiração para ajudar a constru
  6. CIRCUITO KINNAUR - SPITI: UMA VIAGEM PELAS ESTRADAS MAIS PERIGOSAS DA ÍNDIA (E DA ÁSIA) Considerada uma das melhores road trips da Ásia, o CIRCUITO KINNAUR-SPITI, no norte da Índia, atrai, verão após verão, motociclistas, mountain bikers e motoristas off road de todo mundo. A estrada, que corta os profundos vales das montanhas do Himalaia na fronteira com o Tibet, encabeça a lista das mais traiçoeiras do mundo e é a porta de entrada para uma das regiões mais remotas do país. A influência budista acompanha toda a viagem - das coloridas bandeiras de mantra aos monastérios centenários qu
  7. Eu sou fã dos guias LP, acho a visão deles e as opiniões sobre os destinos bem parecidas com as minhas, além de ter uma preocupação com turismo sustentável e consciente. O problema é que o LP Southeast Asia engloba uma região muito grande e acaba sendo muito vago, assim como o LP Europa e o LP América do Sul (além de pesadíssimo pra levar na mochila). O que eu recomendo é que você arrume os e-books no site que te permite comprar apenas os capítulos do seu interesse, o que vem a calhar em uma viagem que engloba vários países. Aí baixa tudo para um tablet, que é leve e não ocupa espaço! Ah
  8. Quando soube pela primeira vez de mochileiros que exploravam de moto o emblemático Bolaven Plateau, no sul do Laos, imaginei um grupo de experientes motociclistas percorrendo estradas íngrimes, esburacadas e isoladas do mundo. Jamais pensei que tamanha aventura estivesse ao alcance de uma viajante como eu, que considera um rolé de scooter por algumas horas o cúmulo da radicalidade das minhas adanças pela Ásia. Porém, minha visita a Luang Prabang, a charmosa cidade ao norte do país que é patrimônio da UNESCO e destino da maioria dos turistas estrangeiros, e à capital Vientiane havia me
  9. Quando soube pela primeira vez de mochileiros que exploravam de moto o emblemático Bolaven Plateau, no sul do Laos, imaginei um grupo de experientes motociclistas percorrendo estradas íngrimes, esburacadas e isoladas do mundo. Jamais pensei que tamanha aventura estivesse ao alcance de uma viajante como eu, que considera um rolé de scooter por algumas horas o cúmulo da radicalidade das minhas adanças pela Ásia. Porém, minha visita a Luang Prabang, a charmosa cidade ao norte do país que é patrimônio da UNESCO e destino da maioria dos turistas estrangeiros, e à capital Vientiane havia me in
  10. Oi, Aline! Minha dica é: fique longe das atividades que envolvam animais, principalmente na Tailândia. Em Chiang Mai, aproveite o tempo para explorar o centro histórico que é repleto de templos milenares da época da fundação da cidade. O night market também é ótimo para passear e experimentar o melhor Pad Tai da Tailândia! Ah, e quanto a Siem Reap, acho que vale a pena colocar mais um tempo por lá no seu roteiro. Senão, você estará pegando um avião só para ir ao Camboja pra passar um dia. Além do país ter muita história pra contar e difícil de absorver em tão pouco tempo, são muitas ruínas
  11. Se for visitar algum santuário de preservação, faça uma boooooa pesquisa prévia para saber a autenticidade dos mesmos! Na dúvida, não vá. Por toda a Ásia se espalham campos onde os animais são explorados para que os turistas tirem suas selfies. Lembre-se: turismo com animais selvagens estimula o comércio ilegal, a valorização (e caça) de filhotes, maus tratos e exploração. Desde o macaquinho que posa no ombro de alguém ao elefante que te leva pra passear. E boa viagem!
  12. Obrigada, Eduardo! Ficamos muito felizes que tenha gostado!! Você pode conferir todos os episódios no nosso site: www.aculpaedofuso.com Abs, Clarissa & André
  13. Nosso projeto nasceu do sonho de produzir conteúdo audiovisual de qualidade que trouxesse informação e inspiração para ajudar a construir uma geração de bons viajantes e colocá-los no seu devido lugar: NA ESTRADA. EPISÓDIO 2: YANGON EPISÓDIO 11: BAGAN
  14. Valeu, Marcos! Ficamos felizes que tenha curtido!! Lá no nosso site tem todos os episódios, se quiser conferir! Abs! www.aculpaedofuso.com
  15. Oi, Julia!! Fico muito, muito feliz que esteja curtindo a série! Fazemos tudo com o maior carinho e amor pela estrada mesmo! Beijos! Clarissa http://www.aculpaedofuso.com
×
×
  • Criar Novo...