Ir para conteúdo

Barroso - Rumo Sem Rumo

Membros
  • Total de itens

    15
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Outras informações

  1. Fui para os Lençóis em 2012, peguei um ônibus para Barreirinhas, essa cidade é bem simples, não tem muitas opções de lazer. Mas é o melhor ponto de partida para conhecer os Lençóis. Sobre o seu transfer, esse post fala sobre uma empresa "Cn Turismo". Não conheço, mas pode ajudar http://www.360meridianos.com/2015/07/como-chegar-lencois-maranhenses.html Boa viagem.
  2. É familiar sim, muitos passeios são de barco, super tranquilo. Prefiro Paraty, achei a cidade pequena e fácil de andar, mas não falta nada, tem tudo. Muitos passeios ficam no raio de aproximadamente 30Km, um carro vai agilizar muito os passeios. Passei em Angra, foi pouco tempo, mas eu não vi muitas praias. Parece ser mais estilo para quem gosta de um bom hotel e descanso.
  3. Eu e minha esposa estávamos planejando conhecer Paraty no final do ano, mas o preço estava mais alto e chegamos a conclusão que tudo estaria lotado, estrada, passeios, cidade. Então resolvemos antecipar e uma semana antes do natal compramos as passagens para passar o natal em Paraty. Deu tudo certo, encontramos preços bacanas e uma pousada domiciliar sob medida. Compramos passagem para o Rio, chegamos no Galeão 6:20h do dia 24/12, como só tínhamos 4 dias, resolvemos alugar um carro, mesmo não sendo muito fã da ideia. No decorrer da viagem essa opção foi a melhor de todas, aproveitamos muit
  4. Isso mesmo, sem milagre, mas a dica desse artigo é caso tenha que receber dinheiro do exterior, coloque esse dinheiro na conta desse cartão internacional, coisas para freelancer.
  5. Essa semana eu estava lendo esse post sobre cartão sem IOF, claro que não é tão simples. Mas fica a dica: http://vidacigana.com/cartao-payoneer-fugir-iof/
  6. Parabéns, seu relato tem muita informação bacana. Mesmo com alguns imprevistos, a vida continua, hehe. Depois que passa e tudo fica bem, os imprevistos acabam se tornando boas histórias para uma mesa de bar, eles escondem muito aprendizado. Abraços, boa viagem.
  7. Família é assim mesmo, muita proteção. Claro que tem algumas mais exageradas, e não estou falando que é o seu caso. Uma dica é compartilhar mais informações com a família, mostrar seu plano, passagens e onde vai ficar sua hospedagem...hostel ou hotel. Você também pode apresentar alguns relatos de viajantes que já fizeram coisa parecida. Sempre existe risco em uma viagem, claro, mas o importante é que seus familiares realmente acreditem e percebam que você vai ser cuidadosa e vai viajar preparada. Lembrando que o Brasil não é nada seguro, temos essa vantagem, já conhecemos alguns go
  8. Vitor, eu que agradeço Bruges é uma cidade bem pequena, um dia você vai conhecer muita coisa. Essa piscina é show, dei uma olhada mas não deu tempo conhecer. Sobre compra antecipada, não comprei nada muito antes...sempre comprava com um ou dois dias, quando já tinha certeza do roteiro na cidade. Algumas vezes não funcionava, por exemplo quando fui comprar ingresso da Casa de Anne Frank, em Amsterdam tinha uma fila gigantesca. Acho que só comprei com muita antecedência o ingresso do Camp Nou, Barcelona e da Heineken em Amsterdam.
  9. Vitor, fiz meu primeiro mochilão agora em 2015, foram 30 dias na Europa, roteiro bem parecido com o seu. Eu e minha esposa passamos por 15 cidades, fizemos tudo basicamente de trem, viajamos no verão. Sua planilha ficou bem bacana, parabéns. Seguem algumas dicas, lembrando que nossa ideia era conhecer as cidades, então andamos muito...não teve baladas, hehe: Lembrando que você vai perder um bom tempo no deslocamento para o aeroporto, alguns são longe dos centros das cidades. Fique de olho nos horários. Quando estávamos em Madri fizemos um bate e volta em Toledo, de trem. Cidade muito
×
×
  • Criar Novo...