Ir para conteúdo

nathaly.ferreira

Membros
  • Total de itens

    10
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre nathaly.ferreira

  • Data de Nascimento 10-08-1988

Outras informações

  1. E aí galera!!! Voltei pra relatar a vocês quanto custou a minha viagem pela Chapada Diamantina. No total foram R$1.880.60. Incluindo passagem, acomodação, passeios, carro e comida. Espero que ajude o planejamento de vocês. Relato completo em http://www.nathalyporai.com.br Transporte (Ida e volta) Voo Rio de Janeiro - Salvador : R$270 (Promoção da Tam) Ônibus da volta Lençóis - Salvador : R$80,00 Uber Rodoviária de Salvador - Aeroporto : R$31,38 Aluguel do Carro Alugamos um carro na Avis do aeroporto de Salvador. Se quiser saber todos os detalhes do aluguel clique aqui. Estávamos em três e dividimos as cinco diárias. Valor por pessoa: R$143,00 Gasolina por pessoa: R$100,00 - R$120,00 Pedágios por pessoa: R$8,30 Total : R$271,30 Acomodação Hostel Chapada Nos primeiros dias ficamos em quarto para três com banheiro privado. Nos últimos dois dias eu fiquei no quarto feminino compartilhado. Para ler os detalhes clique aqui. Uma pessoa: R$55 a diária. Oito dias R$440. Hostel Ibicoara Uma noite: R$35,00 Passeios Fazenda Pratinha Entrada: R$30,00 Flutuação: R$30,00 Almoço: R$30,00 Morro do Pai Inácio Entrada: R$6,00 Cachoeira do Buracão Guia: R$35,00 por pessoa. Entrada: R$6,00 Poço Encantado e Poço Azul Encantado: Entrada: R$20,00 Azul: Entrada: R$30,00 Balsa para atravessar o lago: R$25,00 Almoço na APA: R$20,00 Cachoeira do Mosquito/ Poço do Diabo Entrada: R$15,00 Almoço: R$20,00 Ribeirão do Meio Entrada: Grátis Cachoeira da Fumaça e Riachinho Passeio feito com agência Valor: R$150,00 Entrada Cachoeira da Fumaça: Grátis Riachinho Entrada: R$6,00 Serrano + Salão de Areias Coloridas + Cachoeiras Passeio feito com agência Valor: R$70,00 Total dos passeios: R$493,00 Alimentação Gastei uma média de R$260,00 nesses oito dias. Esse valor inclui gastos como almoço, jantar, água, açaí, bebidas etc. TOTAL: 1.880,68. Relato completo em http://www.nathalyporai.com.br
  2. Oie Filipe. Então, eu comprei a minha passagem pela TAM, com três meses de antecedência. Na época tinha mais de uma opção de vôo com intervalo de 1h30m. Quanto ao valor de 5 mil para casal, acho pouco. Eu paguei 1500 na minha passagem. Vocês vão gastar 3.000 só de passagem, no mínimo. 2 mil reais não cobre acomodação, alimentação e passeios para dois. Isso sem incluir Uyuni, caso queiram fazer. Se quiser saber o valor de tudo que gastei tem a discriminação no meu blog. Mas ja adianto que gastei uma média de 1.600,00 só no Atacama. Mas claro que o quanto você vai gastar depende muito dos passeios que escolherem. Boa viagem pra vocês www.nathalyporai.blogspot.com.br
  3. Camylla a agência foi a White & green. Lays, eu usei só um tênis esporte com bom amortecedor. Pensei em comprar uma bota mas tudo estava muito caro. Felizmente, não precisei. Acredito que se você for fazer trecking, tipo subir algum vulcão , vá precisar. Fora isso não vejo necessidade. Mas se você já tiver uma bota pode levar que vai ser ótimo.
  4. Oie Galera! Mais uma vez venho colaborar com uma dica legal de trilha e cachoeira. Não consegui postar todas as fotos, fica dando erro. Não sei se estão muito grandes ou pesadas. Mas, enfim, vamos ao relato. Relato e fotos completas em http://www.nathalyporai.blogspot.com.br/2016/04/cachoeira-da-condordia-tesouro-de.html É incrível como existem lugares lindos no Rio de Janeiro. Esse ano quero explorar mais as belezas da Cidade Maravilhosa e seus municípios. Eu já conheci as famosas cachoeiras de Bonito, Mato Grosso do Sul, e não tinha ideia que aqui pertinho tinha uma cachoeira tão bonita quanto as de lá. Fiquei sabendo da Cachoeira da Concórdia por um amigo (Oie, Rubens!) e nós decidimos fazer um bate-volta para conhece-la.... Como cheguei: A melhor forma de chegar é moto. Se preferir ir de carro saiba que ele tem que ser alto e ter potência. Senão, vai penar para subir. Eu não dirijo então o jeito foi ir de ônibus. Peguei o BRT até a estação MARÉ, linha vermelha, e de lá peguei o ônibus intermunicipal da viação Regina, Guapimirim x Centro. O ônibus passou assim que chegamos ao ponto, mas parece que ele tem um intervalos de 20 minutos. Foto retirada do Google - Crédito: Renan Vieira A viagem total durou por volta de 1 hora e custou R$9,50. Conversamos com o motorista e pedimos para descer o mais próximo da trilha para a cachoeira da Concórdia, no bairro do Limoeiro. Ponto de Referência que fica em frente a Estrada do Limoeiro. Crédito:Rubens Neto Atravessamos a rua e seguimos andando pela estrada do Limoeiro até encontrar um cartaz com sinalização do condomínio ALPHA II. Depois, entramos na primeira ruazinha à esquerda, a que fica ao lado de uma placa de açai. Aí sim começa a trilha. Durante o percurso tem uma parte que a rua se divide em duas. Siga pela rua de cima e se prepare porque de agora em diante vão começar subidas e mais subidas. Não é uma trilha de obstáculos, o caminho é bem delimitado e plano. Apesar disso, ela não é super fácil. As ladeiras constantes cansam bastante e exige um bom condicionamento físico. Mas, tente relaxar e aproveitar a natureza linda que te cerca. Tivemos a companhia de animais lindos durante o caminho. Após uma hora de subida chegamos ao ponto onde tem uma placa da secretaria municipal do ambiente. É por ali que você desce até a cachoeira. Ignore a trilha à esquerda, eu não sei para onde ela leva. Analise direitinho e veja o melhor lugar para descer. Nós achamos uma parte que tinha uma corda e resolvemos descer por ali. A corda ajuda mas não é algo essencial, dá pra descer facilmente sem. Quando chegamos ficamos impressionados com a beleza da cachoeira. Ela é enorme e perto da queda vira uma piscina natural MA-RA-VI-LHO-SA. Depois de tanto caminhar não tem sensação melhor do que mergulhar naquela água deliciosa. Água de cachoeira tende a ser super fria, mas nesse dia estava bem agradável. guapimirim Crédito: Nathaly Ferreira guapimirim Crédito: Nathaly Ferreira guapimirim Crédito: Nathaly Ferreira guapimirim Crédito: Nathaly Ferreira guapimirim Crédito: Nathaly Ferreira O melhor de tudo é que ninguém apareceu durante o período que ficamos. Fomos na segunda-feira, acredito que no final de semana ela receba mais visitantes. guapimirim Cachoeira da Concórdia - Guapimirim. Crédito: Rubens Netto guapimirim Cachoeira da Concórdia - Guapimirim. Crédito: Rubens Netto Depois de algumas horas usufruindo de toda essa beleza resolvemos ir embora. Refizemos o caminho e fomos até o centrinho da cidade. É bem fácil de achar, basta perguntar pro pessoal da cidade. Lanchamos e pegamos o ônibus de volta para o Rio. Post completo em http://www.nathalyporai.blogspot.com.br/2016/04/cachoeira-da-condordia-tesouro-de.html
  5. BATE E VOLTA SALAR DE UYUNI!! Post completo em http://nathalyporai.blogspot.com.br/2016/03/rumo-bolivia.html Muita gente me pergunta sobre o bate-volta que eu fiz para conhecer a maior planície de sal do MUNDO, o Salar de Uyuni, na Bolívia. Vou relatar como foi a minha experiência e dar algumas dicas para quem pretende conhecer o local. Já adianto que foi uma experiência única e inesquecível. Se você leu os posts anteriores já sabe que eu fui conhecer o Deserto do Atacama, no Chile, e de lá parti para a Bolívia. Nesse post vou reunir uma série de informações básicas e dicas. No próximo vou mostrar fotos de todos os lugares que conhecemos. Não perca o próximo post, ele vai ter fotos lindas e surpreendentes. "Se não quiser perder os próximos posts basta seguir nossa página no Facebook. Perguntas devem ser feitas nos comentários. Siga o meu instagram @nathalyrj." Escolhendo a agência Eu viajei com a agência White & Green. Acabei indo no carro com o pessoal que conheci no hostel e ganhei um descontinho. Paguei mais caro que o resto das pessoas porque eu voltei para San Pedro no último dia. Aliás, essa é a diferença entre o tour de 4 e o de 3 dias. No de 4 você volta pro chile, no de três você fica na Bolívia. Geralmente o pessoal que escolhe o de três e segue viajando pela Bolívia e outros países. O pacote inclui transporte, acomodação e alimentação. Você tem que leva uns 300 bolivianos para pagar a entrada dos parques e outras despesas. A regra número 1 da Bolívia é: pague! Você tem que pagar pra fazer tudo, sair do país, entrar em parques, ir ao banheiro, tomar banho quente, respirar. A viagem ao Salar é conhecida pelos perrengues. Tenha muito cuidado quando for escolher a sua agência, isso vai fazer diferença. Não recomendo escolher a agência pelo valor mais barato. Pode ter certeza que o barato vai sair caro. Agência White & Green - Calle Toconao 624 Valor: 110.000 pesos chilenos Alojamentos Eu não passei por um terço dos problemas que tinha em mente. Ouvi histórias horrendas sobre alojamentos sujos onde as pessoas não conseguiam dormir por causa do frio. Todos os alojamentos que eu fiquei eram confortáveis e limpos. Rumo ao Salar de Uyuni Agora é hora de abandonar o Chile e embarcar na segunda parte da aventura, conhecer a Bolívia. A agência passou no meu hostel antes das 5h e por isso fazia muito frio. Entramos na 4x4 e fomos passar pela imigração para sair do Chile. Chegando lá você tem que entregar um questionário que recebe dentro do avião. Nele, você declara tudo que está levando para o pais. Acontece que eu perdi o meu. Eu lembro muito bem de ter colocado ele junto com os meus documentos, até hoje não sei como ele sumiu. Fiquei um tempão procurando o papel e nada. No final das contas o pessoal da agência arrumou outro formulário, preenchi e consegui seguir viagem. Não faça como eu, guarde o seu formulário! Acabamos perdendo alguns minutinhos por causa do meu descuido. Super chato! *Se você voltar para o Chile não leve frutas na mala. Elas serão descartadas se forem encontradas pelo agente durante a revista. Depois seguimos para a fronteira Chile - Bolívia. A agência montou a mesa com o nosso café da manhã ao lado do carro. Foi meio difícil comer por causa do frio congelante. Com o tempo o clima foi esquentando, mas longe de ficar uma temperatura amena. Ficamos do lado de fora conversando e aguardando a nossa hora de passar na imigração. Após mostrar os documentos seguimos para a Bolívia \o/ Pé na estrada Os três dias que passamos desbravando a Bolívia foram incríveis. Viajamos por horas fazendo paradas para almoçar e contemplar lugares inacreditavelmente lindos. Diferente do que eu imaginava, a viagem foi confortável e nada monótona. Viajamos em uma 4x4, com seis lugares, super confortável e segura. Nosso guia era maravilhoso! Super prestativo e engraçado. Nos divertimos muito com ele ao volante. Com certeza ele foi um fator determinante para a viagem ter sido um sucesso. A melhor forma de descrever essa viagem é mostrando em fotos um pouco das belezas encontradas nesse trajeto. Elas não chegam nem perto da beleza real, mas já dá para ter uma ideia do quão lindo é. (Tentei carregar as fotos diversas vezes, mas não salva!!) Post compeleto em http://www.nathalyporai.blogspot.com.br/2016/03/proxima-parada-salar-de-uyuni.html#more Salar de Uyuni Eu fui na estação seca. Por isso, Uyuni estava assim, essa imensidão branca e esse céu azul lindo. Se você for na época de chuva vai conferir uma paisagem totalmente diferente. O Salar vira um grande espelho d'agua que reflete o céu. O visual fica incrível, já me sinto na obrigação de voltar no período de chuva. HAHAHAHA
  6. Nossa, vocês vão economizar um monte!!!! Eu achei a alimentação o mais caro. Os passeios achei como valor justo. Mas, sim! a maior parte do dinheiro vai para os passeios. Obrigada e beijos mais uma vez
  7. Oie Roberta. Muito obrigada pelo elogio! Então, eu gastei uns R$1.600. Mas isso varia MUITO de acordo com a agência e o hostel. Tem para todos os bolsos. Bjs!
  8. Oie Aline, tudo bem? Então, eu fui em setembro de 2015. Esses foram os valores que eu paguei mesmo, tenho o recibo de tudo. Eu Fechei boa parte dos passeios com a mesma agência e acabei ganhando desconto. Eu também me surpeendi com esses valores. Quase desisti dessa viagem por ter lido em vários blogs valores surreais. O Atacama é democrarico, existe agência para todos os bolsos. No meu blog tem mais detalhes da minha viagem e em breve terá mais informações sobre Uyuni. Se quiser pode seguir a minha pagina no face para ler o resto dos meus relatos http://www.nathalyporai.blogspot.com.br Paguei 110.000 para Uyuni Espero ter ajudado. Bjs!
  9. PASSEIOS 1º dia - Piedras Rojas / Lagunas Altiplânicas / Salar de Atacama Íntegra no blog: Integra do post em http://www.nathalyporai.blogspot.com.br Piedras Rojas ...Na minha opinião, Piedras Rojas é um passeio imperdível. Eu não sei o motivo, mas ele não é oferecido por todas as agências. Por isso, fique esperto, desconfie se alguém tentar te desestimular em relação a Piedras Rojas. Se for fazer Lagunas Altiplânicas e o Salar não deixe de fazer Piedras. Confie em mim, depois você irá me agradecer. Resumo Valor do passeio : $35.000 (Piedras Rojas / Lagunas Altiplânicas / Salar de Atacama. Com café da manhã e almoço incluído) Piedras Rojas - Entrada : Normal:$ 5.000 Estudante:$4.000 * Leve dinheiro extra para pagar a entrada. Deve-se pagar, em dinheiro, para entrar na maioria das atrações do Atacama. Em algumas atrações estudante tem desconto, basta apresentar a carteirinha. Lagunas Altiplânicas : Miscanti e Miñiques Depois do café da manhã seguimos para as Lagunas Altiplânicas. Entrada : Normal:$ 5.000 Estudante:$5.000 Salar de Atacama A terceira parada foi no Salar de Atacama. Ele é o segundo maior salar do mundo, só perde para o Salar de Uyuni. Entrada: Não paguei entrada O final do passeio foi no vilarejo de Toconao, onde foi servido o nosso almoço. A entrada foi uma sopa rala com frango e o prato principal foi bem no estilo peão de obra: carne, arroz, tomate, alface. A comida era boa e veio acompanhada de refrigerante. Roupas: Faz bastante frio em Piedras e nas Lagunas, mas faz calor no salar de Atacama. Por isso, invista no sistema cebola, aquele que você coloca uma roupa por cima da outra. Vista primeiro as mais frescas e dei as mais quentes por último. Luva e touca são indispensáveis. 2º dia - Geyser del Tatio e Valle de la Luna / Valle de La Muerte Geyser del Tatio ...Na minha opinião, essa é a única excursão dispensável. Não achei nada de incrível nas geysers, até porque já tinha visto várias na Nova Zelândia. O que eu mais gostei nesse passeio? De observar o belo nascer do sol. De resto fiquei bebendo chá e tentando me esquentar. O café da manhã é servido ali mesmo. Como em todos os passeios que incluem alimentação o guia monta uma mesa com chá, café, biscoito e sanduiche.... Encerramos o tour no vilarejo de Pueblo de Machuca. Antes, fizemos uma parada para fotos no Valle de Machuca. Preço: $15.000 ( Com café da manhã incluído) Entrada : Normal:$ 5.000 Estudante:$2.500 Roupa: Mais uma vez invista no esquema cebola. Esse é o passeio mais frio de todos. Vá preparado! Valle de la luna/ Valle de La muerte Esse foi um passeio que me surpreendeu MUITO. A vista é bonita. Não achei um lugar triste, feio ou melancólico. Gostei muito do contraste entre o céu azul vivo e aquela vastidão de pedras secas. Começamos o passeio pela Valle de La Muerte.... Depois seguimos de van para o Valle de La Luna. A guia falou que aquele território já foi mar e por isso até hoje tem aquela concentração de sal. Ela deu uma série de explicações sobre as pedras que compõem o local e seguimos para a parte mais puxada do passeio. Percorremos durante alguns minutos uma caverna com partes bem estreitas e mal iluminadas, o "Cânion das Cuervas de Sal". Por sorte eu tinha uma mini lanterna que me ajudou bastante. Preço: $7.000 pesos chilenos Entrada : Normal:$ 3.000 Estudante:$2.500 Roupa: Roupas leves e casaquinho. Não leve mochila grande para não atrapalhar no cânion. Laguna Cejar Esse passeio é polêmico! Algumas pessoas não gostaram, outras nem se deram ao trabalho de tentar entrar na água. Ouvi falarem muito mal dessa atividade. Como eu sou meio São Tomé, tenho que ver para crer, resolvi me arriscar. Existem chuveiros e vestiários no local. A água do chuveiro é mais fria que a da Laguna, achei a água da mangueira bem melhor. Preço: $12.000 ( Incluindo Laguna Cejar, Ojos de Salar e Laguna Tebinquinche) Entrada: Normal: $17.000 Estudante: Não tem. Roupa: Roupa fresca, tênis, toalha, biquini (se puder já vá com ele por baixo da roupa) e casaquinho. Ojos de Salar Próxima parada, Ojos del Salar, duas crateras super fundas e cheias de água geladíssima. Essas crateras são mais um mistério do Atacama. Não se sabe ao certo como elas surgiram, acreditam que tenha sido resultado da queda de dois meteoros. Laguna Tebinquinche Finalizamos o dia fazendo um lanche, fornecido pela agência, na Laguna Tebinquinche. Tinham cookies, biscoitos e pisco (bebida alcoolica típica). O pisco ajudou a dar uma esquentadinha no friozinho do por do sol. Roupa: Roupa fresca com o biquini por baixo. Leve um casaquinho para quando sair da Laguna. Termas de Puritama É um complexo onde você vai encontrar oito piscinas termais, com temperaturas que variam entre 22º - 33,5º. Atividade relax onde você terá uma ótima oportunidade de ficar lagartixando nas piscinas e pegando sol. Preço: $10.000 Entrada : Normal:$ 15.000 Estudante:9.000 Tour astronômico Eu estava super ansiosa para esse tour. Sai do Brasil criando mil expectativas. Felizmente, todas foram correspondidas. Eu nunca vi um céu tão lindo e estrelado. Fiquei muito emocionada e refleti muito sobre várias coisas. Se você tem curiosidade por astronomia ou simplesmente ama contemplar o céu não pode perder esse passeio. No tour eles explicam sobre várias coisas interessantes referentes a astronomia. Eu fiz com a agência Space e recomendo. Conheci uns meninos que fizeram em outra e acharam uma bela porcaria. Preço: $20.000 Entrada : Não tem entrada
  10. Oie galera! Acho que está mais do que na hora de retribuir toda a informação que já consegui aqui no fórum. Esse relato é um resumão dos post que publiquei no meu blog sobre a minha viagem ao Atacama. Espero ajudar os futuros viajantes. Viagem realizada em 9 de setembro de 2016 - 10 dias de viagem Íntegra do post em http://www.nathalyporai.blogspot.com.br ...Sonhei muito em conhecer o Atacama e posso dizer que superou todas as minhas expectativas. É um lugar lindíssimo e com uma estrutura muito maior do que a que eu tinha em mente. Viajei sozinha e achei tudo bem seguro. A cidade base para quem quer desbravar o Atacama é San Pedro.Para começar vou relatar como cheguei a San Pedro: Voo Eu comprei a passagem da TAM com os trechos RIO - SANTIAGO / SANTIAGO - CALAMA com intervalo pequeno entre os voos. Muitas pessoas compram a passagem RIO - SANTIAGO e deixam para comprar a passagem para Calama no aeroporto. Eles dizem que isso ajudar a poupar uma grana. Eu não estava disposta a perder tempo nessa viagem. Por isso, preferi pagar mais caro e já sair de casa com tudo certinho. Não me arrependi de ter feito essa opção. Passagem Rio - Santiago/ Santiago - Calama = R$1.500,00 Transfer Eu reservei o transfer da Licancabur pela internet, aqui do Brasil. Preenchi o formulário e depois de um tempo recebi o email de confirmação. O pagamento foi feito no dia da chegada. Paguei um pouco mais barato por ter comprado ida e volta. Vale a pena se você já tiver a data de volta certinha. O aeroporto El loa (CJC), em Calama, fica literalmente no meio do nada. A viagem até San Pedro dura por volta de 1h30m e nela você já pode conferir algumas paisagens legais. Transfer Licancabur: R$22.000 pesos chilenos Hostal Tuyasto Reservei aqui do Brasil, pelo Booking: 18.000 a diária ...Ele fica a 7 minutos a pé da Caracoles, a rua principal. É um hostel simples mas extremamente acolhedor. Tem muito brasileiro por lá, o que faz dele uma boa opção para quem viaja sozinho e não domina outra língua. Os quartos são simples, limpos e tem bastante cobertor para as noite frias de San Pedro. O Wi-fi é bom, mas fica congestionado quando todo mundo entra junto, normal, né?... O lugar estava passando por obras, então pode ser que agora esteja um pouco diferente. O albergue fica em uma rua mal iluminada. Eu não sei se a falta de luz é recorrente ou se foi só durante o período que eu estive por lá. Isso não me incomodou porque eu sempre ando acompanhada de uma lanterna e considero San Pedro um lugar seguro. Endereço : 28 de agosto, 535, San Pedro de Atacama, Chile Dinheiro Sobre dinheiro não tenho muito o que falar. Quando viajei o real estava muito desvalorizado. Não achei nenhum câmbio bom. O jeito é pesquisar nas casas de câmbio da Taconao, rua que cruza com a Caracoles. Elas funcionam até às 20h. Comida Achei tudo relacionado a comida bem caro. No primeiro dia comi na Tierra Todo Naturale e paguei uns R$70,00 no prato que incluída entrada, prato principal e sobremesa. A comida era bem lightzinha e gostosa. Alguns passeios incluíam almoço. Nos outros dias comprei comida no mercadinho e cozinhei no hostel. Uma dica legal é comprar frango com batata frita em um lugar que fica no final da Calle Toconao, próxima a Plaza de San Pedro. Acredito que se você perguntar pela Toconao sobre "pollo assado" vão te dizer onde é. Assim que chegar lá vá a um mercadinho ( eu comprei no que fica na Caracoles 329 - A) e compre 6 litros de água e uma garrafa menor de 500 ml. Assim você pode levar a garrafa menor para os passeios e repor com a água do galão de 6 litros. Agências Pesquisei muito sobre as agências antes de viajar. Li relatos espantosos sobre guias bêbados e carros em péssimo estado. Fiquei cheia de dúvidas e com medo de contratar uma agência que não fosse boa. Meu receio era tão grande que quase fechei com a Ayllu, agência que todo mundo fala bem. Cheguei a conclusão que o valor não cabia no meu orçamento e resolvi levar outros nomes e pesquisar quando chegasse em San Pedro. ...No total acabei utilizando o serviço de quatro empresas: Lickan Antay para a maioria dos passeios, Colque Tour ( águas de puritama - porque estava revoltada com a multa que paguei na outra e me recusei a dar mais dinheiro para eles), Space ( tour astronômico) e White & Green (Salar de Uyuni). Graças a deus eu não tive problema em nenhum dos passeios. O Atacama é um lugar ótimo para viajar em grupo. Quem for acompanhado pode economizar bastante na acomodação e pechinchar nos passeios... *Existe um tour grátis, oferecido pela Trip panda, até Pukara de Quitor. Eu não consegui encaixar o passeio nos meus horários mas dizem que vale a pena. Se gostar você pode dar uma gorjeta para o guia no final do passeio. Agências Lickan Antay - Caracoles 151-B Colque Tour - Cruzamento entre Caracoles e Calama s/n Space - Caracoles 166 White & Green - Calle Toconao 624 Kit de sobrevivência Galão de água com 6 litros Não esqueça de levar remédios básicos (dor de cabeça, diarréia e prisão de ventre) Filtro solar corporal e labial Soro fisiológico ( Use para hidratar o nariz e olhos que ficam ressecados por causa do clima) Hidratante corporal e facial ( Usei hipoglós para hidratar o rosto e a boca ) Lanterna pequena Blusa e calça térmica ( para os passeios frios) Íntegra do post em http://www.nathalyporai.blogspot.com.br
×
×
  • Criar Novo...