Ir para conteúdo

gusortiz

Membros
  • Total de itens

    57
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

2 Seguidores

Bio

  • Ocupação
    Oceanógrafo

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Igão, Valeu! As piscinas térmicas são no resort Cheena Hot Springs, a cerca de 1:30h de Fairbanks. Em Anchorage, a loja mais renomada na época que eu fui era a Rei (http://www.rei.com/). Lá tem de tudo e para todos os gostos! Abraço e boa viagem! Gustavo
  2. Vanessa, além de Fairbanks ter menos nebulosidade, é bem mais ao norte, próxima ao Círculo Polar Ártico. Dá uma olhada neste site de previsão de auroras boreais, bem interessante: http://www.gi.alaska.edu/AuroraForecast , que você observará como este fenômeno é bem mais intenso em Fairbanks. Se você estiver em Fairbanks, sugiro que vá avistar a aurora no resort Cheena Hot Springs, afastado da cidade ou pode ir de carro alugado ao mirante Ester Dome, próximo à cidade. Mas só alugue carro caso tenha experiência em dirigir sobre o gelo! Sobres as roupas, recomendo que as compre. Você poderá utilizá-las depois.. o esquema é se vestir em layers. Por exemplo, a -57°F eu me vestia desta forma: (i) cabeça: balaclava e gorro próprios que eliminam suor, recomendo o tecido Polartec Wind Pro para o gorro, (ii) no tórax, vestia uma camiseta próprio para eliminar o suor, dois fleeces Polartecs de gramatura 300 e um casado de tecido impermeável por cima (para esta camada externa recomendo os tecidos Gore-Tex ou Omnion), (iii) na perna me vestia com duas ceroulas, uma de lycra que elimina suor e uma de Polartec, e uma calça impermeável por cima e (iv) no pé, uma grossa meia própria para frio com uma boa bota de cano alto à prova d'água e com isolante térmico. Desta forma, com camadas, você pode se adaptar, depois, para lugares menos frio e utilizar toda sua "coleção" de roupas. É importante verificar que as luvas e botas vêm com o "rating" que indica até quantos graus elas te protegem. Recomendo que compre de -40°F, pois mais do que isso é muito caro e vale o custo-benefício! As boas marcas são: Outdoor Research, Black Diamond, Columbia (linha Titanium), North Face e Helly Hansen. Em Fairbanks recomendo a loja Prospector Outfitters: http://www.prospectoroutfitters.com/ Se prepare para a falta de Sol! Em Fairbanks tem menos de 5 horas de Sol em dezembro e no solstício de inverno (dia 21/12), somente 2:30h de Sol. Um grande abraço e uma excelente viagem para você!
  3. gusortiz

    Namíbia

    Bad Girl, voltei semana passada. Só tive 3 dias livres na Namíbia e mais 1 na África do Sul. Na Namíbia, fiquei somente em Windhoek e conheci alguns atrativos da cidade e arredores. Fui ao Jardim Botânico, museu histórico, fiz um mini-micro-safari e dei uma volta pelos bairros de negros. No meu dia livre em Johannesburgo, fui ao Soweto e no Memorial Hector Peterson. Conheci pouca coisa, mas adorei a viagem. Pena que estava trabalhando e tive pouquíssimo tempo pra passear. Mande suas dúvidas, que tentarei respondê-las!
  4. gusortiz

    Namíbia

    Estou em Windhoek agora. Nao pude passear muito ainda, pois vim a trabalho. Mas so pra dar umas informacoes iniciais... RJ-Windhoek-RJ sai por uns US$ 3,000 abracos! Depois mando mais informacoes!
  5. Oi Natalia, que bom que se interessou por este lugar sensacional! Recentemente refiz meu perfil no orkut. Pode me procurar pelo nome: Gustavo Prouvot Ortiz Até mais
  6. Imaginem... 1932, período entre guerras... o mundo era meio diferente do que era hoje. Neste cenário um americano resolve dar a volta ao mundo (sozinho) de moto numa Douglas twin e registra tudo em fotos espetaculares e histórias inesquecíveis. Tudo isso está no livro ONE MAN CARAVAN, de Robert Edison Fulton Jr. Recomendadíssimo!!!
  7. Muito bem lembrado pelo samuel_adv! "A Praia" é um filme excelente, que retrata muito bem como é uma experiência inimaginável pelos viajantes antes de sair de casa. E como essa experiência será lembrada eternamente! O livro é melhor ainda! Vida longa ao Daffy Duck! Outro filme (documentário) que recomendo fortemente é o "Long Way Round", com Ewan McGregor e Charley Boorman! Ninguém no Brasil conhece esse documentário! Assistam!
  8. Uma experiência que fiz no Alaska: joguei uma panela de água fervendo para cima e congelou na hora!
  9. g9, geralmente montam "barraquinhas" da ISIC nas faculdades, no início de ano. Mas tb é possível fazê-la qualquer dia na STB. Aliás, acho que dá até para fazer na internet, no site da STB.
  10. Fala Ramon! Que animal! Eu quero muito conhecer o "outro lado da moeda" lá no AK! O que achou de Fairbanks? O que conheceu nos arredores? Eu não cheguei a ir no Círculo Polar... pois, na semana que eu tinha marcado, o vulcão Augostine começou a soltar cinzas e proibiram todos os aviões pequenos de voar. E de carro (infelizmente), não rola ir no inverno, pois o seguro não cobre nas estradas para o norte. Se o carro pifasse, fora o perigo de morre de frio, teria que pagar US$ 2500 de reboque! Abre um tópico com as fotos do verão! Abraço!
  11. Fala Mário! A passagem ida e volta (estudante) saiu por US$1200. Para chegar a Fairbanks, fiz escala em Atlanta, Seattle e Anchorage (já no Alaska). Na volta, parti de Anchorage e fiz escala em Salt Lake City e Atlanta. Váriam empresas voam até Anchorage (Delta, American, United...) mas para Fairbanks, fui de Alaska Airlines. Um hotel simples, sai por uns US$60 a diária (casal). Os albergues saem por US$25(simples). Mas o mais barato são os chalés! Chamam de "public cabin"; são mais baratos que os albergues. As comidas típicas são carne de alce, rena, king crab e salmão. Mas no dia-a-dia, eu comprava comida comum (arroz, feijão, carne de boi, salada etc...) Há vários tipos de restaurantes: mexicano, tailandês, italiano... e as redes famosas de fast-food (subway, mcdonalds, subway, KFC, Wendys, Taco Bell, Burguer King...) Preços: refeição em casa (comprada no supermercado) US$4 promoção do duplo-quarteirão do mac: US$5 restaurante tailandes US$ 10-15 Foi a primeira vez que eu morei no USA e fiquei abismado com a fartura que tem nos supermercados (afinal, é o país do consumismo). Eu fui pra lá achando que seria um problema achar salada no inverno... que nada! O setor de vegetais dos mercados era maior que o do Extra! Como? São as maravilhas da logística: eram colhidos em outros estados e algumas horas depois, já estavam à venda no Alaska. espero ter ajudado!
  12. Valeu, Celso e Ilde! haha! Celso, o frio foi brabo mesmo!
  13. marioluc, o Alaska é uma maravilha mesmo! Me impressionei com a região! Num lugar assim é fácil tirar boas fotos Tem hotéis de todos os tipos e preços. Desde albergues até hotéis super-luxo, passando por chalés no meio da floresta (igual aos filmes). No verão, as coisas são bem mais caras... nesta época, é o segundo estado americano que mais recebe turistas (atrás somente da Flórida). A alimentação segue o preço normal dos USA. As comidas exóticas, só são servidas nas vilas de eskimos, são proibidas de vender nas cidades. Vale muito a pena conhecer The Great Land! furikuri, De nada, é uma prazer compartilhar essa viagem! Quero incentivar mais brasileiros a conhecerem o Alaska. Dá sim para ver a aurora boreal no verão. Porém, os dias (no verão) duram mais de 20 horas e, com claridade, não da pra ver direito... Então, se quer ver a aurora, recomendo ir em outro período. Já que tem problemas com muito frio, vai na primavera ou outono! Até mais!
  14. Aí vai um videozinho que fiz lá! Estava -47C esse dia e fui fazer um teste... Jogando água fervendo para cima, ela congela na hora! Os flocos de gelo mais pesados caem e os menores ficam flutuando... como uma nuvem. Dêem uma olhada! Vale a pena!
×
×
  • Criar Novo...