Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Cynthia Prates

Membros
  • Total de itens

    10
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre Cynthia Prates

  • Data de Nascimento 01-06-1994

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Roma, Florença, Paris, San Francisco, Los Angeles, San Diego, Las Vegas, Orlando, Cancún
  • Próximo Destino
    Em busca de um destino barato em que eu possa ver neve !

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Cynthia Prates

    Viagem econômica e completa a Playa del Carmen

    Eu fiquei no hostel 3b, que é um albergue, mas acho que também tem quartos privados. Mas tem várias pousadinhas pelos arredores. Pesquisa pelo booking e reserva com BASTANTE antecedência, pq o cancelamento geralmente é gratuito e quando fica mais em cima fica beeem mais caro. Beijinhos e boa viagem
  2. Olá, como prometido vim aqui contribuir com a minha experiência de viagem para Cancún e Playa del Carmen. Primeiramente, minha viagem me deixou muito satisfeita porque pesquisei muuuuito nesse fórum, busquei as melhores dicas e experiências. Então, quando for viajar faça o mesmo! Pesquise até encontrar o roteiro ideal pra você. Minha viagem foi do dia 23 de fevereiro a 3 de março. Eu fui junto com meu namorado, tivemos uma experiência incrível. Meu voo foi pela Copa Airlines e recomendo muito. Pontualidade, bom serviço a bordo. Paguei 1600 reais parcelado na passagem e levei 1000 dolares tendo em mente a economia. Só gastei metade do dinheiro. Para o casal o total, incluindo a hospedagem ficou em 1200 dólares Bom, no início, quando comprei a passagem em promoção pelo site VIAJANET, achava que Cancún seria meu destino. Entretanto, com minhas pesquisas e ,agora, experiência, cheguei a conclusão com 100 % de certeza que Playa del Carmen é a melhor opção de estadia. Por que? Cancun é um antro de resorts caríssimos, all inclusive, para pessoas que tem dinheiro pra gastar. Tudo é em dólar e as distâncias para os pontos turísticos são maiores. Playa é uma Búzios chic, muito animada, com opções de hospedagem e comida baratas e perto dos principais passeios e da badalação. Com essa ideia vaga em mente, e a partir dos conselhos desse fórum e de uma amiga, minha hospedagem ficou assim: Entre o dia 23 e 25 ficaria no Centro de Cancun, num Hostel chamado Mundo Joven. E do dia 25 ao dia 3 em um Hostel em Playa chamado 3B chic and cheap. Minhas reservas foram efetuadas pelo booking. Foi a primeira vez que fiquei em Hostel e para eu e meu namorado considerei que nao vale muito a pena. As diárias eram em média 30 dólares por dia e com um pouquinho a mais ficaria em um quarto privativo em uma pousadinha, onde eu teria liberdade, privacidade e mais segurança. Um adendo é que se você estiver viajando sozinho, hostel é uma boa porque você faz amizades e tal, então seria legal. O hostel em Cancún era razoável, as camas eram boas, os lockers grandes e com tomadas, as pessoas eram amigáveis. Tinha um café da manhã simples, com pão de forma, manteiga e geléia, frutas, café, cereal. Bem legalzinho. Nesse hostel tem até um brasileiro, o Gabriel, muito gente boa que trabalha lá e nos deu várias dicas. O problema era o banheiro, totalmente alagado e com lama. A água vazava pro quarto, era um nojo. Tirando isso, acho que para o preço é OK. Meus dois dias em Cancun foram meio fracos, exatamente devido ao fato de a cidade ser feita para ricos. Assim que cheguei no aeroporto, percebi que era verdade o que falam dos mexicanos e a famosa propina. Enquanto eu esperava pelas minhas malas, o Ciro, meu namorado, foi ao banheiro. Quando ele foi enxugar as mãos, um funcionário entregou o papel toalha na mão dele, e depois de alguns segundos esticou a mão pedindo por 2 dólares hahahaha como ele não tinha trocado, ele veio me pedir e já avisei pra ele que isso era lábia e para cairmos fora logo kkkkk Trocamos 20 dolares em pesos no aero, só para pegar o bus. UMA DICA: NÃO, NUNCA, JAMAIS TROQUE SEU DINHEIRO TODO POR PESOS. VÁ TROCANDO AOS POUCOS QUANDO ENCONTRAR BOAS COTAÇÕES NAS CASAS DE CÂMBIO, QUE TEM A CADA ESQUINA. Muitas coisas, como o OXXO, ELEVEN (lojinhas de conveniência) e Walmart tem cotações de 18 pesos por dólar, então vale muito a pena. NÃO ESQUECE!! PRIMEIRO DIA: Saindo do aeroporto, tinha em mente, devido as pesquisas, pegar o ônibus ADO para o centro de Cancun. E assim fomos. Não pegue táxi nem pague um shuttle. O ônibus é tipo executivo, a uma hora do centro de Cancun. 66 pesos, bem tranquilo. Tenha coragem e paciência de cruzar o aeroporto (por fora) com os chicos gritando taxi taxi taxi e achar em frente ao portão 8 o ponto do ônibus. Ali mesmo se compra o ticket, NÃO compre em outros lugares ou com outras pessoas, porque vai ser mais caro. Ao chegar ao centro, as primeiras impressões foram ruins, é tudo bem feinho. Nosso hostel era muito perto do terminal ADO. Por volta do meio dia chegamos, mas o check in só era a partir das duas. Então, guardamos nossa mala num quartinho do hostel e fomos fazer o reconhecimento do local e trocar nosso dinheiro lá pra pagar o hostel, já que a cotação é melhor que a do aero. Fizemos o check in e partimos para pegar o ônibus R1 a caminho da Playa Delfines, onde tem aquele letreiro colorido. Os ônibus são muito ruins, sem ar condicionado, piores que os do Rio de Janeiro. No dia, estava ventando muito, o mar tava meio agitado, mas deu pra dar um gostinho das praias do Caribe Mexicano. É assustadora a quantidade de resorts no caminho. Pra quem tem um pouco mais de dindin é uma beleza! Na volta da praia, paramos na rua principal onde tem a cocobongo e as outras boates. Estava louuuca pra ir a cocobongo, mas pagar 55 dólares por isso (na quarta feira é mais barato) estava me fazendo recuar. Mas boas surpresas virão hahahaha Pegamos o ônibus R2 de volta e resolvemos passar no walmart. Compramos besteiras pra comer e meus shampoos (Loreal sulfate free só 98 pesitos, o que é tipo 6 dólares ). Voltamos andando para o Hostel porque tinha que pegar dois ônibus ou um táxi, e somos muito pão duros kkkkkk Foi ótimo porque conhecemos uma casa de tequilas, tomamos vários shots de graça. Eu tomei uma dose de Mezcal ( uma bebida que tem um vermezinho dentro kkk eca) e o Ciro tomou uma dose de Scorpion e comeu o escorpião que tava lá kkkkkk foi muuuito engraçado. Não compramos nada porque uma tequila era tipo 450 pesos chorando. Demos uma propina pro vendedor muito gente boa, valeu a pena ter andado. Voltando ao hostel, tomamos um bom banho e descansamos um pouco. Subimos pro terraço do hostel que é muito jeitosinho, conhecemos duas meninas brasileiras e um brasileiro, além do menino que trabalhava no hostel. Combinamos de sair mais tarde pra alguma boate. Pedimos ao gabriel uma dica de onde comer coisas baratas. Ele nos indicou o Parque Las Palapas, pertinho do hostel. Comi o melhor burrito da vida e provei o que é uma pimenta mexicana. O Ciro, no estilo: sou macho! encheeeeu o burrito dele de guacamole suuuper picante e comeu quase chorando kkkkkkk sério, é muito forte. Decidimos então sair pra uma night. Devidamente arrumados pegamos o bus R1 que passa até altas horas com os brasileiros. Chegando na rua das boates, os chicos queriam papo de 30 dólares pra uma ladie entrar na boate. SÓ RINDO. Eu, esperta que sou, rata de Vegas que não paguei um centavo por uma night quando estive lá disse pro Ciro: ESPERA, NÃO VAMOS ENTRAR. Chegou a 20 dólares a oferta para entrar no congo bar. NÃO NÃO NÃO. Os brasileiros foram cada um pra um lado e eu disse pro Ciro que eu queria conhecer o bar señor frogs. Que sorte! Passamos em frente a Cocobongo lá pegas 1:30 da manhã e... SURPRESA: COCOBONGO FREE ENTRANCE. Lógico que não era open bar, mas como só os show me interessaram aceitamos, entramos, dançamos vimos VÁAARIOS SHOWS. Beyoncé, Michael Jackson, O máscara, Homem Aranha... e economizamos 50 dólares, 200 conto kkkkkkk Ao meu ver, valeu muito a pena. Os shows são legaizinhos mas não vale 60, 70 dólares gente. A boate é pequena, de jeito nenhum puts night vegas on shame. Ganhamos nosso dia. SEGUNDO DIA: Acordamos e fomos pegar o Ferry para Isla Mujeres, chegamos ao porto por meio de vans que por sinal são um lixo. Muito maltratadas. Tínhamos em mente ir por conta própria mas quando chegamos ao porto um cara ofereceu um passeio de lancha por 35 dólares. Choramos até 25 dólares incluindo o ferry. Dia radiante, de calor cheio de sol. Primeira parada: Playa norte. Água clara, calma bem bonita. Combinamos de encontrar com o capitão em tal hora para partirmos pro passeio. Já na lancha, nossa primeira parada foi um arrecife de corais que de coral não tinha nada, tinha um barco abandonado, com limo e alguns peixinhos. Nada demais. Fomos então almoçar na Playa Tubarón, onde o capitão faria o almoço. Já foi um parque grande com aqueles mini tubarões. Agora, se resume a uma piscina com um só tubarãozinho. Dá muita pena porque ficam segurando ele, sei lá, não gosto dessas paradas de prender animais e tal. Nado com golfinhos, ih, jamais. Nossa próxima parada seria o parque Garrafón, mas começou a chover muito, muitooo, MUUUUITO. Passeio cancelado. Voltamos ao ferry encharcados, com muuuito frio. Demoraria uma hora pra sair. Foi horrível, ninguém previa que ia chover, a melhor parte do passeio não foi realizada. Ficamos decepcionados. Quando queria ir a Isla mujeres, tinha pesquisado sobre o museu subaquático, com aquelas estátuas e tal. No dia, ninguém estava indo pra lá porque tinha muita correnteza. Não tenho como opinar sobre isla mujeres, mas eu não iria de novo mesmo em um dia bonito. Voltamos para o hostel e descansamos pra ir no dia seguinte pra Playa del Carmen, com expectativas a mil. TERCEIRO DIA: Ida a Playa del Carmen pelo ônibus ADO, acho que era papo de 80 pesos, uma hora e pouca de viagem. Chegando a Playa a impressão mudou. bairro bonitinho, arrumadinho, centrinho bem característico mexicano. Fomos para o hostel e a moça disse que poderíamos deixar as malas lá para passear e só fazer check in quando voltássemos. Como já tinha pesquisado os esquemas, perguntei onde se pegava as vans para Tulum. Vans bonitinhas, com ar condicionado, confortáveis, outra coisa. 40 pesos pra tulum, uma hora de viagem. O motorista nos deixou em frente a entrada das ruínas. 65 pesos pra entrar. Lindo lindo, fomos sem guia mesmo, apreciamos a vista e conhecemos um pouco da história com os cartazes explicativos. As ruínas com a praia em frente é uma coisa linda de se ver. Demos um mergulho na Playa Paraíso. Foi bem legal. Na volta, van de volta pra PDC (Playa del Carmen). Fizemos o check in e passeamos pela quinta avenida. Nesse mesmo dia conhecemos um desses caras que vende pacotes turísticos oferecendo um tour para Chichen Itza. Ele pediu um preço, e como já manjava dos paranauê falei que tinham me oferecido por 40 dólares, mentira né kkkkk feito. Pacote comprado incluindo Cenote Ik kil, almoço, ruínas com guia e a cidade colonial Valladolid. A van passaria para nos pegar 7:20 da manhã. Chegamos ao hostel e fomos descansar. QUARTO DIA: Acordamos bem cedo pra ir às ruínas de Chichen Itza, a van atrasou 10 minutos mas OK. Fomos até um ponto de encontro da agência onde iríamos pegar o ônibus. Primeira parada: Cenote Ik kil. Lindo, gigante. Guardamos nossas coisas em um locker e eu fiz a besteira de não pegar colete, já que não sei nadar bem. Fiquei apavorada, é muito fundo. O Ciro, por outro lado aproveitou muito, pulou da escadaria, fez a festa. Pena que só tínhamos uma hora. Então, seguimos viagem, paramos pro almoço em um restaurante com buffet. Muito bom, comi bastante. Fomos então para as ruínas. Podíamos escolher um guia em inglês ou espanhol. Como eles falam muito rápido, achei que inglês seria melhor. WRONG. O cara falava muuuuuito enrolado, não dava pra entender quase nada. O sotaque prevalecia. De qualquer forma, lá é mágico e maravilhoso. Valeu a visita. PS: CASO QUEIRAM COMPRAR LEMBRANCINHAS COMPREM LÁ, SÉRIO! É MUUUUITO MAIS BARATO. PAGUEI 120 PESOS EM UM CALENDÁRIO MAIA DE PEDRA, LINDO LINDO, MAS QUEBREI ELE NO DIA SEGUINTE SEM QUERER Nossa próxima parada era a cidade colonial Valladollid, onde não se tem nada pra fazer kkkkkkk eu e ciro tínhamos entendido que teríamos que voltar ao bus 4:30, o que nos daria 1:30 h pra passear por aquela cidade sem nada, achei estranho mas fomos. 4:30 estávamos de volta e CADÊ O ÔNIBUS GESUIS??? Perdemos. Era 4:30 do horário de Playa e não do horário dessa cidade, que é uma hora atrasada. Só restaram lágrimas. A sorte foi que eu gravei a cara de um japa muito esquisito que tinha no ônibus e que também tinha se confundido e perdido o bus em Chichen itza. Ele quando se deu conta pegou um táxi de lá pra cidade colonial mas quando chegou o bus já tinha ido. Choramos juntos kkkk só que não. Conseguimos um esquema com um cara lá de nos meter no ônibus da agência dele por 200 pesos cada. Eu só tinha 20 dólares na carteira pq nossa mochila tinha ficado no ônibus. Ficou por isso mesmo e voltamos pra Playa e graças a Deus nossas coisas tinham sido guardadas pela agência. Mesmo cansados, chegamos ao hostel e fomos beber kkkkkk de terça a sábado é open bar pras ladies de 21 h a 22 h, bem legal isso. Os meninos que trabalham no bar são muito gente boa e me deram uma pulserinha de cortesia pra uma boate open bar. Vamo que vamo. Cheguei na boate, peguei umas bebidas mas o cara cismou que o Ciro tinha que pagar pelo menos uma bebida pra eu ter open bar. Me revoltei e sai da boate. Fomos parar na La Vaquita, muuuuuito legal e animada. No final da noite entramos na Pallazzo, tudo de graça. Muito legal. QUINTO DIA: Coba e Cenotes. Estávamos meio cansados de ruínas kkkkk mas como tínhamos acordado BEM TARDE resolvemos que faríamos o passeio com menos importância. Pegamos uma van até Tulum (40 pesos) e de Tulum outra van para Coba (60 pesos-não tem transporte direto). Chegamos lá, pagamos 65 pesos pra entrar nas ruínas. Legalzinho, mas veja antes de Chichen itza se quiser muito, pq depois de ver a melhor você acha tudo um lixo kkkkkk eu achei que ainda podia-se subir no templo maior, mas baniram isso e só em algumas ruínas você pode subir e tal. O legal é que são ruínas pouco exploradas, com muitas árvores em volta e uma complexidade arquitetônica bem menor do que as de Chichen Itza. Saindo das ruínas, alugamos uma bike por 50 pesos cada pra chegar aos cenotes. Tinha três nos arredores. Pra quem sabe andar de bike é bem tranquilo. Pra mim não foi pq não sei direito kkkkkk me estabaquei no chão e me ralei toda na volta, mas faz parte kkkkkk Vimos três cenotes: Multun ha, que é mais longe e na volta desse vimos outros dois. Era 55 pesos pra entrar em cada e como valeu a pena. Gravei o nome do primeiro porque foi uma das coisas mais maravilhosas que eu já vi na minha vida. todos eram cenotes fechados, dentro de uma caverna. É uma coisa de louco. No terceiro cenote que vimos tinha um local em que você podia pular de até 25 metros. O Ciro pulou, eu filmei hahahahaha. Muito alto cara, não dá não. Valeu muito a pena por causa dos passeios. Na volta, tínhamos que chegar até tulum pra depois ir pra PDC. A van ia demorar a passar e um taxista disse que estava indo pegar um casal e como teria que fazer a viagem até perto de tulum cobraria só 100 pesos. QUE FURADA. O casal entrou no táxi com a gente e puxou a carteira do bolso do Ciro sem ele perceber. Como tínhamos pagado antecipado, só percebemos o furto quando chegamos a playa e tínhamos que pagar a van. Sorte que tinha pouco dinheiro, uns 20 dólares e alguns reais. O cara da van foi super compreensivo e nos levou até o hostel pra pegarmos o dinheiro. Jamais confie em táxi no México. Ficamos chateados, mas conseguimos cancelar os cartões e a partir desse dia dinheiro só na doleira embaixo da roupa. Serve como aprendizado. SEXTO DIA: Akumal e Cenote Azul.Pegamos as vans no mesmo local onde se pega pra Tulum, Acho que foram 35 pesos até Akumal. Chegando lá, colocamos nossas coisas no locker (facada de 5 doletas) e ainda bem que trouxemos nosso snorkel do Brasil porque só nessa praia era 15 dólares pra alugar. A praia é linda e fomos nadar em busca das tartarugas. Eu, mais uma vez sem colete kkkkkk nadei até onde pude e por sorte vi duas tartarugas lindas, mas estava muito cansada, daí voltei pra areia. O Ciro viu mais, já que nada que nem um peixe. Bem bonita essa praia. Ficamos um tempo lá e resolvemos ir pra um Cenote. Hora do almoço, muita fome e pouco dinheiro. Resolvemos ir ao OXXO e comer hot dogs mesmo kkkkk tem uma promoção de 2 hot dogs por 22 pesos. Cada um comeu dois, muito gostoso kkkkk OXXO SALVOU NOSSA VIAGEM, ESSA HISTÓRIA DO CACHORRO QUENTE SE REPETIU MAIS UMAS 3 VEZES HAHAHAHA Pegamos a van, daí tínhamos duas opções de cenotes próximos: Cenote Azul e Cenote Cristalino. Pouco dinheiro e muita dúvida. Por sorte o carinha deixou o Ciro dar uma espiada no Cenote Cristalino e ele achou que não valeria a pena pagar 100 pesos cada pra entrar. Escolhemos o Cenote Azul, foi uma ótima escolha: 80 pesos por pessoa e que lugar maravilhoso! Dessa vez com colete (40 pesos pra alugar) e toda serelepe aproveitamos muito, tem muitos peixinhos, é maravilhoso. Valeu a pena. Voltamos ao hotel, bebi no open bar, comi uns nachos MARAVILHOSOS que o menino do bar fez pra mim, jogamos beer pong. Depois não me lembro mais kkkkkkk SÉTIMO DIA:Acordamos tarde de novo e resolvemos ir a uma praia que tinham nos indicado, chamada XCACEL. É uma reserva que tem uma praia selvagem e um cenote. Maravilhosa. Fomos despreparados sem snacks na bolsa, mas com a grandiosidade azul daquele mar a fome ficava pra depois. O cenote tem vários peixinhos que ficam bicando seus pés, é muito engraçado. Foi a praia mais linda que eu visitei, se não fosse pela fome ficaríamos até de noite. OITAVO DIA: Cenote dos ojos. Como de costume, pegamos a van pro Cenote a qual nos deixou em frente. Ao chegarmos resolvemos fazer o tour com o guia, que falava tanto inglês quanto espanhol muito claramente. Foi lindo, vimos o primeiro olho, o segundo olho, a conexão entre eles, a bat cave. O tour foi 500 pesos por pessoa incluindo todo equipamento de snorkel, pé de pato, lanterninha. A bat cave é muito legal, vários morceguinhos que nem chegam perto, não precisa ter medo. A estrutura de estalactites e estalagamites é impressionante fascina qualquer um. NONO DIA: Cozumel. Tínhamos pensado em alugar uma scooter e percorrer a ilha, mas disseram que os arrecifes mais bonitos são longe da praia e não dá pra ir nadando. Pegamos o ferry (15 dólares por pessoa) e quando chegamos a ilha resolvemos ver o preço do passeio de barco para o El Cielo, que é um arrecife encantador, com várias estrelas do mar. O preço inicial era 50 dólares mas é claro que choramos até 35 dólares. Nosso passeio incluia os arrecifes El Cielo, Colombia e Palancar. Tivemos que pegar um táxi até a praia San Francisco de onde a lancha partiria. Foi 160 pesos a ida e 160 a volta. Valeu muito a pena, foi a coisa mais linda que eu já vi na vida, os corais, os peixinhos. Nadei junto com uma tartaruga gigante. Só estando lá pra sentir o quão maravilhosa é a natureza. Encantados, ainda tínhamos tempo até o último ferry e fomos ver quanto ficava um aluguel de uma scooter. 22 dólares sem seguro e uns 30 dólares com um seguro que não cobria tudo. Como não confio muito nas habilidades motociclísticas do Ciro, resolvemos que seria melhor não se arricar kkkkkk esperamos até dar a hora do ferry e voltamos pra Playa. PS: Vá de manhã cedo em Cozumel, porque de tarde os cruzeiros param na ilha e tudo fica o dobro do preço. Valeu muito a pena pelo passeio de barco, pena que foi tão rápido. DÉCIMO DIA: Gran Cenote e Chatemoyl (não lembro como se escreve). Ficamos com muita dúvida do que fazer no nosso último dia, pensamos em ir ao parque Xel-há ou a reserva de biosfera de Sian Kaan. Entretanto esses passeios custariam cerca de 90 dólares por pessoa. No dia anterior estávamos a ponto de fechar o passeio a Sian Kaan, mas quando fui tirar 200 dólares do cofre pra ir reservar o passeio o meu coração doeu kkkkkkkkk resolvemos não fazer e aproveitar um dia mais relax. Fomos ao Gran Cenote, é bem longinho, se eu tivesse que mudar teria ido no dia de Tulum pq é mais perto de lá. Você pega uma van até um local e depois tem que pegar um táxi. 150 pesos pra entrar, tem uma batcave lá, mas a água tem cheiro de cocô de morcego kkkkkk o Ciro não sentiu, posso ser maluca kkkkkk tem uma parte que ficam umas tartaruguinhas bebês, coisa mais fofa do mundo. Como nossa go pobre (SJ4000) tinha sido quebrada pelo irmão do Ciro compramos uma capinha pra celular a prova dágua que funcionou perfeitamente. ATÉ ESSE DIA. Entrou água, alagou meu celular e ele está mortinho da Silva desde então. O do Ciro também quebrou, mas não sabemos se foi pela água ou se foi porque ele já estava todo ferrado. Acontece né. Vamos comprar uma nova go pobre pras nossas futuras viagens e não dar essas bobeiras kkkkkk DÉCIMO PRIMEIRO DIA: Ônibus ADO até o aeroporto de cancun (166 pesos). O vôo foi tranquilo e correu tudo bem. Levem água pro aeroporto porque lá é papo de 7 reais uma garrafinha. FIM hehehehe É um relato beeeeeeeeeeeem longo mas fiz de tudo pra esmiuçar ao máximo, já que gosto de informações bem completinhas e pesquisei muito pra fazer a melhor viagem da vida. Só tenho a agradecer pelas dicas dos relatos desse site. Tô aqui tentando fazer minha parte. Espero que gostem. Qualquer dúvida, estou a disposição. Com carinho, Cynthia Prates
  3. Cynthia Prates

    Roteiro Cancun/Playa del Carmen

    Entendi, obrigada pelas dicas
  4. Cynthia Prates

    Roteiro Cancun/Playa del Carmen

    Eu consegui um Snorkel emprestado, essa foi a boa. Vou ficar mais livre p fazer mergulho. É, pelo o que eu vi só vou na cocobongo mesmo pq eu quero muitooo. Como é a noite de playa? Animada? Gosto muito de eletro, techno... Em Cozumel provavelmente vou fazer um passeio de barco indicado pela minha amiga, me parece ser bem legal. Obrigada pela resposta
  5. Cynthia Prates

    Cancún, Playa del Carmen e outros passeios

    Voce foi em qual época?
  6. Cynthia Prates

    Roteiro Cancun/Playa del Carmen

    Eu gosto bastante de balada, mas como a grana ta apertada, já que quero fazer MT coisa vou preferir visitar mais os pontos turísticos naturais. Uma balada em Cancun eh no min 50 dólares, não da p gastar tudo isso. O que você mais gostou de fazer? Foi por conta própria ou por agência?
  7. Cynthia Prates

    Roteiro Cancun/Playa del Carmen

    Obrigada pelas respostas. E quanto as outras baladas? Ouvi falar que em Chichen itza há um observatório e quando se faz por agência não da p ver tudo. É verdade? Segundo as minhas pesquisas sair de playa é mais em conta em relação aos passeios, por isso mudei. Uma garota que conheci pagou 700 pesos e por agências em Cancun só vi por mais de 70 dólares. Eu vi esse hotel, mas queria um clima hostel de curtição p conhecer mais gente e tal...
  8. Cynthia Prates

    Roteiro Cancun/Playa del Carmen

    Olá, mochileiros! Sou nova no fórum então me desculpe por qualquer erro. Dia 23 de fev estou indo para Cancun partindo do RJ. Vou pela copa Airlines. Tenho pesquisado muito um roteiro ideal pra minha viagem, vou junto com meu namorado e não temos frescura. Vamos ficar no Hostel Mundo Joven no centro de Cancun e no Hostel 3B chic and cheap em playa del Carmen. Alguém tem algo a compartilhar sobre esses hostels? É a primeira vez que me hospedarei em albergue e estou um pouco receosa. Indicações de outros hostels também são bem vindas Cada um vai levar 1000 dólares. É o suficiente para 10 dias? Como vamos fazer tudo por conta própria, é melhor trocar a maior parte do dinheiro por pesos mexicanos? O que mais se paga em dólar por lá? Nossa viagem vai ser estilo mochilao, fazendo os passeios por conta própria, economizando na comida e hospedagem. Ainda não me decidi como dividir a hospedagem entre Cancun e playa. Inicialmente ficaria em Cancun do dia 23 ao dia 27 e em playa do dia 27 ao dia 3 de março. Mas me disseram pra reservar menos dias pra Cancun e mais dias pra playa pelo fato das coisas serem mais baratas e mais próximas das atrações então estou fazendo o roteiro com essa modificação. Ficaria apenas 2 dias em cancun Por enquanto, o roteiro está mais ou menos assim: 23/02- 10:30 da manha - chegada ao aeroporto de Cancun/ ônibus ADO para o centro da cidade 23/02- aproveitar pra conhecer o ambiente, as praias mais famosas (playa tortuga, playa caracol, playa delphines) e visitar o famoso letreiro. A noite, se houver fôlego, cocobongo. Dizem que as quartas é mais barato. Uma dúvida: como conseguir uma entrada mais barata pra cocobongo? 70 dólares é uma facada. Vi esquemas de comprar apenas a entrada sem open bar, comprar open bar no congo bar e ganhar um passe pra cocobongo. Enfim, me ajudem nisso por favor!! 24/02- isla mujeres (playa norte) museu subaquático, snorkel. A noite alguma boate como the city, daddy O ou señor frog. 25/02- ida a playa del Carmen pelo ônibus ADO bem cedo. Visita as ruínas de tulum pelas vans 26/02-akumal e cenote dos ojos (com guia do local para entrar por um olho, sair pelo outro e ver a bat cave) 27/02- cobá (alugar bicicleta pra passear pelo local) e gran cenote 28/02- Chichen itza+ cenote ik kil 29/02- Cozumel (vale a pena pra quem não quer fazer mergulho?) 01/03- Em aberto 02/03- Em aberto 03/03- volta para o Brasil Me ajudem por favor, ando pesquisando que nem uma doida pra fazer a melhor viagem possível. Quando eu voltar de viagem juro jurradinho fazer um guia completo pra ajudar vocês. Atenciosamente, Cynthia Prates
×