Ir para conteúdo

victor machado

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que victor machado postou

  1. Fala Ricardo! Só vi seu comentario agora, perdão kkkkk mas a resposta é, não precisa de antecedência n ! Só pra ir até huayna Picchu, mas com uns diaszinhos antes da pra pegar sim!
  2. Pow! acho que encontrou uma glr aqui já kkk.. Tem sim cara.... Sempre tem gente fazendo esse trekking. a câmera que usei é uma da samsung NX 3000.
  3. Fala, Fraga! Então cara, tem até hotel no primeiro dia, só não sei te falar a disponibilidade e os preços. no segundo dia não tenho certeza, mas creio que tem quarto os quais os moradores locais alugam, o foda é chegar lá e não ter vaga... mas assim, uns amigos que tb fizeram salkantay, alugaram equipamento em cusco (barraca e saco de dormir), acho que vale mais a pena.
  4. Fala Jardel! Brigadão. Vixee.. Acho meio difícil fazer em um dia, até por que arrumar uma van que deixe lá é de boa, mas e na hr de voltar ?! Dependendo do tempo que vc tem o que pode fazer é o seguinte, fazer o trekking até o 2 dia e depois tem uns locais que oferecem te levar até santa tereza, então no caso seu trekking seria de 3 dias .
  5. Fico feliz em inspirar outras pessoas! Então, - É necessário pagar alguma taxa para entrada no Parque Salkantay ou em qualquer outro local da rota? Não precisa pagar nem uma taxa ou algo do tipo n, Salkantay não chega a ser um parque. - Conseguiu água facilmente durante a trilha? Sim!! bem tranquilo, Eu levei aquelas pastilhas purificadoras de água mas chegou uma hr que já tava sem saco de ficar colocando as pastilhas e a água parecia tão limpinha! kkkk. ( não faça isso, use a pastilha na moral rsrsrs...) - Encontro pelo menos um vilarejo por dia onde possam oferecer uma refeição? Sim!! isso ai vc nem precisa se preocupar. Se restar alguma dúvida é so mandar!
  6. Fala Marcio! Vamos as respostas então!! kkkk "- Chegar em Cusco, pegar um Hostel, e deixar o que não for necessário lá, guardado." Sim, quase todos os hosteis de cusco dispõem-se a guardar sua bagagem por até 10 dias, se não me engano. Como tava com a mochila cheia de coisas não necessária para a travessia usamos uma daquelas capa para transporte de mochila, que meu amigo tinha levado, para despachar tudo que fosse peso morto pro trekking, colocamos um cadeado e deixamos no hostel. "- Pegar uma van que me deixe em Challacancha, certo? É fácil encontrar alguém que te deixe aí para fazer uma trilha, mesmo eles sabendo que não será guiado e, logo, não irão "lucrar" com isso?" Então, você pega "carona" em uma van que leva a galera do trekking guiado, saca?! Sobra espaço na van e eles vendem pra você, então o bizu é você já tentar achar uma agência de viagem que possa te levar assim que chegar em cusco pra garantir sua vaga. Quando cheguei lá, as duas primeiras agências que perguntei não faziam isso, quando estava começando a ficar preocupado achei a HakuTravel, depois, conversando com um outro amigo que também fez isso ele me disse que tinha varias agências por cusco que te davam essa "carona". - Desembarcando em Challacancha, a trilha é fácil de seguir? É bem demarcada? Sim, a trilha é bem batida e tem gente o tempo todo! no primeiro dia tem duas opções, pela estrada onde para a van ou pela trilha. Nesse dia só continuei pela estrada de terra onde a van parou, sem contar que você sempre está passando por dentro de vilarejos onde pode pedir informação. - Chegando nos campings é de boa acampar e comer por lá? Achei que fosse restrito aos que fechassem pacote..... E acampa diferente do local onde os "guiados" estão, tipo "ao relento"? Porque vi em algumas fotos que algumas barracas ficam em áreas cobertas. É super de boa! os campings são mantidos pelos locais, na verdade, é apenas um refugio onde você pode colocar sua barraca em um lugar abrigado do frio da madrugada. - Do 1o acampamento até o 2o então se segue a trilha que os "guiados" vão? (então rola seguir daí em diante? ...rs..rs..rs). Sim, de boa ! as trilhas são verdadeiras rodovias de tão marcadas kkkkk... Mas lembre-se sempre que você pode pedir informação para os locais. Caso você não fale espanhol ( como eu, rsrs..) lembre-se de falar bem devagar e de pedir informação para os mais novos (os mais velhos não tem saco pra tentar te entender kkk). Uma boa dica é levar um mapinha ctg, daqueles que você pega de graça nas próprias agências mesmo, pra melhor se comunicar com os locais. - Depois tem que se pegar uma van até a Hidrelétrica e fazer a caminhada até Águas Calientes novamente certo? E de lá, ir para a tão esperada Macchu Picchu. Sim! caso não queira passar por Llactapata pode chegar em Santa Tereza e pegar um carro pra águas calientes...Tem um lugar perto da praça de onde saem esses carros ( só perguntar pra qualquer local que ele te mostra). custa 10 soles. E para voltar para Cusco, é fácil encontrar vagas nas Vans? Sim!! sempre tem muitos carros oferecendo pra te levar pra cusco na hidroelétrica, isso não é problema. Acho que foi kkk... Qualquer dúvida sobre o trekking ou se precisar de alguma dica sobre o mochilão é so manda, respondo com muito prazer !!
  7. Pow, dá sim! o problema é onde levar as roupas,barraca, saco de dormir.... O que fiz foi o seguinte, tinha uma capa pra cargueira, tipo uma bolsa, e ali colocamos todo o peso desnecessário que levávamos durante a trip, fechamos com um cadeado e deixamos no hostel que nos hospedamos em cusco (isso é uma prática comum de alguns Hotels , guardar as bagagens por até 7 dias mais ou menos ).
  8. pow, vanderoots! Realmente apoio fazer o trekking de salkantay, foi algo sensacional pra mim!! Posso sim, mais em cima respondi pra Jessika Costa. Em resumo chutei uns 153 soles (hospedagens, van e ducha) + 140 soles (snacks, comidas e outros..) para os 5 dias, da uma olhada lá, no comentário dela detalhei um pouco melhor .
  9. Pow, cara! Tava nesse esquema aí. Estava em um mochilão de um pouco mais de um mês e como você falou, tb não podia me dar o luxo dessas "mordomias". Com relação a segurança, é muito de boa! você paga 10 soles e fica em um camping estruturado, abrigado e tal... Pra navegar é tranquilo também! as trilhas são bem demarcadas e vc sempre está passando por vilarejos.
  10. Obrigado Jéssika, Bem, para os 2 primeiros dias gastei: 75 soles (van, camping 1º dia,ducha e janta). no 3º e 4º dia gastei mais pq comemorei meu aniversario kkkk porém os custos básicos: 30 soles (pelos 2 dias de diária) e com relação a comida, tem varias opções (inclusive pf a 10 soles). no 5º dia gastei mais 10 soles com a van de sant. tereza até a entrada de llactapata, uns 15 soles em um almoço reforçado que fiz ao chegar na hidroelétrica e 33 soles na diária de águas calientes(100 dividido pra 3) Chutaria um total de: 153 soles (hospedagens, van e ducha) + 140soles(snacks, comidas e outros..) para os 5 dias Com relação a equipamento, levei uma barraca mormai pra duas pessoas ( nada demais kkk..) e um saco de dormir (tb nada de super-pluma kkk) e minha carguei. Levei um GPS também mas um dia antes, à noite, percebi que, apesar de ter o tracklog de salkantay no GPS, não tinha o mapa da região kkkkkkkkkkk.... enfim, usei só o mapinha da agencia de turismo e foi super de boa se orientar lá.
  11. Vlw, paulocgl!! Vamos lá para as respostas kkkkkk.. pow, não sei dizer o nome, porém, a van que eu estava parou no meio da carreteira e daí o grupo guiado seguiu subindo pela trilha e nos apenas continuamos seguindo a carreteira que a van estava, n tem erro! voltamos a encontrar o grupo sim! os encontramos no acampamento em Soraypampa. Com relação aos guias, de boa!Alguns n curtem, mas existe até uma solidarização por sermos "hermanos sul americanos", no brasil isso é muito pior ( Chapada da Diamantina, por exemplo). Se localizar é super de boa ! fui com um mapinha que peguei em uma agencia de viagem, parecido com uma foto que tem no relato. A trilha é bem demarcada e tem muita gente fazendo os 2 primeiros dias além de quase sempre passar por vilarejos os quais pode pedir informação de boa! Acho difícil se perder. E por último kkkkk... fui no mês de janeiro! Porém, quando estive no brasil, li muitos relatos os quais diziam que n era uma boa ir no começo do ano (verão) por causa das chuvas, talvez tenha dado sorte, pq quase n choveu enquanto estive lá. é isso ai kkk.. Se tiver mais dúvidas é so mandar!
  12. Brigadão sofia.coe !! Pow, irado!! Fico feliz em saber que meu relato ta ajudando pessoas. Apoio muito!!! Qualquer dúvida pode manda que terei o prazer em te ajudar. O lugar é muito lindo, nao tem como as fotos ficarem feias kkk.. Você não vai se arrepender! Comecei a trilha no dia 26/01 e subi em Machu Picchu dia 31/01.
  13. Fala fabiofreitas, vlw pelo apoio cara, fui no primeiro horário que tem, comecei a subir pro volta das 7hrs e cheguei no topo lá pelas 8hrs e esse hr já n estava nublado. O lance é torcer pro clima esta bonito kkkk.
  14. SIM!! Fiz salkantay sem guia a pouco tempo e escrevi um relato sobre isso com alguns bizu que só descobri quando cheguei lá, fica aí a dica : salkantay-trek-completo-sem-guia-p-t125407.html qualquer coisa é só perguntar.
  15. Sim!!! Voltei a pouco tempo de lá. Da uma lida no relato que fiz : salkantay-trek-completo-sem-guia-p-t125407.html
  16. COMEÇANDO COM UMA DAS VISTAS MAIS LINDAS QUE TIVE A OPORTUNIDADE DE COMTEMPLAR. Tive a oportunidade de realizar esse trekking enquanto fazia um mochilão de 37 dias pela America do sul com um amigo brasileiro que conheci durante a viagem, o Luiz. Eu sou o tipo de pessoa que não curte muito passeios nem trekking guiados.... gosto do desafio de navegar solo, de sentir a dor da mochila nas costas....... além disso, como todo bom universitário, ando sempre com a grana contada e não acho justo ser privado de certas experiências apenas pq não tenho centenas de dólares para pagar em um guia. enfim, fica a critério de cada um. Aqui falarei um pouco de como foi essa jornada e tentarei passar o bizu para fazer o trekking solo. [*]PREPARATIVOS ANTES DO TREKKING (Ainda quando estava no Brasil achei poucos relatos de como fazer esse trekking solo, então, aí vai o bizu!) A trilha não começa em cusco e sim em uma cidade ali perto(Molepata ou Challacancha). Então como chegar lá?? Ao que me parece existe uma van do estado que sai de cusco até Molepata que não sei ao certo quanto custa mas acredito que seja por volta de 15 a 30 soles, porém, não me parece muito bizu.... (inicialmente cogitei essa possibilidade, mas o lugar que ela sai é meio longe da plaza... n achei uma boa), entretanto , Muitas agencias de viagens fazem esse trekking guiado onde na maioria das vezes sobram vagas as quais podem alocar para você. Esse sim é o bizu !!! Peguei "carona" na agência HakuTravel. Agora vem outro bizu! Não comece por Molepata e sim por Challacancha o próprio cara da HakuTravel me ofereceu essas duas alternativas, 25 soles até Molepata e 45 soles até Challacancha (uma cidade depois de molepata). Caso vocês escolha começar por Molepata não chegará a tempo de conhecer a laguna Umantay que, com certeza, foi uma das mais belas vistas que vi em minha vida ( a primeira ft do relato) . [*]1º DIA A van foi nos buscar no hostel por volta das 4:30. Saímos em direção a Molepata e em seguida a Challacancha, onde começamos. Na van basicamente tinha gringos, dois peruanos, eu e o Luiz. Ao chegar em Challacancha o grupo que estava guiado foi pela trilha e nos pela carretera. Preferia ter ido pela trilha, porém, não queria que o guia desse grupo pensasse que estávamos seguindo-os.... orgulho mesmo :'> kkk Levamos em média 4 hrs de caminhada leve para chegar em Soraypampa (primeiro acampamento) e assim que chegamos começou a chover. Obs: O valor do camping foi de 10 soles para os 2. Esperamos a chuva passar e partimos em direção a Laguna Umantay. Levamos em média 50 min pra subir e 40 min para descer. A distância não é longa, porém, começamos a sentir o efeito da altitude. A vista sem dúvida compensa todo o esforço!! Não resisti e tive que dar um mergulho!!! [*]2º DIA Após passar MUITO FRIO a noite, saímos por volta das 6:30/7:00. Esse segundo dia é DIFÍCIL. São 3 hrs de subida louca com a mochila pesando 12 kg a uma altura de 4000 metros (acredite, o ar rarefeito realmente influência) e depois são mais 6 hrs de descida muito cansativa !! Chegamos no segundo acampamento (Chullay) exaustos, porém, agora, mais do que nunca, estava com uma insana vontade de terminar salkantay! O percusso total durou 9hrs 40 min contando com o tempo de descanso. Ao chegar no camping, pagamos 10 soles por uma ducha caliente e 10 soles pela janta ( um prato de arroz com ovo) que estava muito bom, principalmente depois de misturar com uma sardinha que levamos, ficou top . Aí vai mais uma dica, não levar comida! no máximo snack . você sempre passa por vilarejos onde pode comprar algo para comer, assim evita levar peso extra na mochila .... Ah sim..... o camping nesse dia sai de graça caso você consuma algo :'> [*]3º DIA Apesar do dia anterior ter sido sofrido kkkk... acordamos inteiros !! Além disso era meu aniversario kkkk... O terceiro dia foi tranquilo! como acordamos dispostos, pegamos um rito forte chegando antes do previsto em Sahuaycu Playa. Lá paramos pra almoçar e conhecemos o Ricardo, dono da hospedagem El Sol de Sahuayacu Playa e de Santa Tereza, além de uma venda em cada uma dessas cidades, um verdadeiro empreendedor kkkkk!!! Ao conversar com o Ricardo, ele nos deu a ideia de passar por Llactapata, um lugar onde estão escavando novas ruínas incas além de ser possível avistar Machu Picchu por cima!!. Decidimos, então, ir até Santa Tereza e tirar um dia off, pois é uma cidade bem estruturada onde poderíamos tomar um banho de termas, comer de verdade e dormir em uma cama kkkk.. Em seguida, retornaríamos até Lucmabamba de van e subiríamos até Lactapata. Esse é o mapa da trilha, pra facilitar a compreensão. A partir de Sahuayacu Playa é que separamos os homens dos meninos kkkkkk.... Seguimos o caminho até Santa Tereza a pé enquanto a galera ( os grupos guiados), a partir desse ponto, começam a pegar van . Ahh... algo que não mencionei, os grupos guiados possuem mulas que levam 5 kg de cada pessoa, as barracas e a comida para toda a viagem! Ou seja, eramos dois malucos com cargueiras de 12 kg compartilhando a mesma trilha com pessoas que levavam 5 kg no máximo kkkkkk..... Parece meio louco, mas a cada van que passava por nos, lotada de pessoas as quais encontrei durante a trilha, me vinha uma sentimento de orgulho, Pq por mais que estivéssemos duas vezes mais cansados do que eles, devido a mochila, ainda continuávamos a pé e a sensação de fazer tudo apenas com seus pés é impagável. [*]4ºDIA DAY OFF Pagamos 15 soles pela diária no El Sol. A Camila, a chilena que conheci no deserto do Atacama, e que futuramente se tornaria minha namorada , me encontrou em Santa Tereza e a convenci a terminar o último dia de trilha comigo, ela mal sabia no que estava se metendo kkkkkk... [*]5º DIA Passado o Day off, é hora de continuar.... Agora eramos eu a Camila e o Luiz. Saímos as 5:30 de Santa Tereza em direção a Lucabamba com uma van ( do Ricardo, o empreendedor!! kkkkk) que custou 10 soles por pessoa. Pensei que esse último dia seria moleza! doce ilusão rsrsr começamos uma subida de 5hrs! tão pesada quanto o segundo dia, porém, o fator altitude não influenciava mais, pois estávamos a quase 2000 m a baixo do ponto mais alto que alcançamos no 2º dia. Chegar no topo foi muito satisfatório. Vê as ruínas Incas recém descobertas ainda em fase de escavação e ao fundo a montanha de Machu Picchu. Toda aquela dor é recompensada ! Depois descemos por volta de 4 hrs até a hidroelétrica onde almoçamos . Logo depois, mais 2hrs e 30min caminhando pelos trilhos do trem até Aguas Calientes, onde passariamos a noite p/ subir a machu Picchu no dia seguinte. Sem duvida umas das grandes experiências da minha vida conseguir chegar a Machu Picchu de uma forma bem diferente !!!
×
×
  • Criar Novo...