Ir para conteúdo

SamuelGobbo

Colaboradores
  • Total de itens

    30
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre SamuelGobbo

  • Data de Nascimento 10-02-1992

Bio

  • Ocupação
    Estudante de Engenharia Civil

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Galera, vou pra Floripa no fim do ano. Alguém sabe um jeito de ir para o Beto Carreiro de la? Onibus, transfer, etc... Não encontrei nada atualizado. Vlws
  2. Salve glr. Eu e minha namorada estamos querendo passar o reveillon em Floripa, mas não sabemos qual é o lugar ideal para ficar hospedado, e que de pra conhecer o máximo possível de lá. Pretendemos ficar 6 dias (28/12 a 03/01), e depender apenas de transporte público e uber (aluguel de carro esta fora do orçamento). Alguém tem uma dica?? Valeeu
  3. Show Humberto, que bom que deu td certo... A região de Capitólio é realmente sensacional. Abraços...
  4. Bom dia Humberto, tudo certo? Cara, não sei o percurso todo que você vai fazer mas joguei no maps. Recentemente fiz uma viagem Ribeirão Preto - Juiz de Fora e passei no trecho entre Caxambu e Areado (que segundo o maps você passaria indo pela Dutra), a estrada estava boa apesar de ser simples, mas em alguns trechos tinha terceira faixa, e sem buracos. Infelizmente não consigo te ajudar com o restante do trajeto =/ Na duvida, vai por um caminho e volta pelo outro Abraços
  5. Dia 4 - 28/02/2017 Finalmente o dia amanheceu com o tempo bom, enfim vemos o sol , e era bem o dia que iriamos fazer o passeio de lancha pela represa de furnas. Levantamos, tomamos café da manhã e já fomos organizando as coisas para ir embora, chegaríamos do passeio só para terminar de arrumas a tralha e partir. Nosso passeio estava marcado para as 11:00, saímos do camping as 10:20 rumo ao restaurante do Turvo, onde agendamos o passeio. Chegando la, entramos na lojinha com o comprovante e já nos instruíram a esperar em frente o restaurante, porem do outro lado da rodovia, perto de uma placa deles, e de la já nos chamaram para entrar na lancha. O valor do passeio, como já descrito antes, custa R$70,00 por pessoa. P_20170228_112544_BF by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr O passeio dura 2 horas e é divido em 4 paradas, sendo elas: Cachoeira Lagoa Azul, Canyon de Furnas, Cachoeira Cascatinha e Gruta/Vale dos Tucanos Primeira parada: Cachoeira Lagoa Azul Provavelmente foi um daltônico que deu esse nome, a cor dela é verde, um verde inconfundível ainda A lancha atraca em um bar flutuantes, Não da pra comer nada lá, porque no passeio, fica-se apenas 15 minutos. O guia avisou que teríamos acesso ao parte de baixo da cachoeira, e que para ir a parte de cima precisaria pagar 30 FUCKING TEMERS. Enfim, fomos atras de quem cuidava para ver se realmente era 30 reais e pedir desconto... não achamos ninguém e fomos subindo... Chegamos la em cima, tiramos fotos e descemos pois já estava dando o tempo. Chegamos perto da lancha o guia falou: _Vocês pagaram para ir la em cima?? E a gente: _Não, não achamos ninguém, só subimos e voltamos. Nisso ele começou rir e falou: _Eles devem ter confundido a pulseirinha que vocês estão usando. Estávamos usando a pulseirinha do camping, e por isso ninguém barrou a gente Ótimo, a cachoeira é linda, mas porra, 30 conto pra ficar 10 min la não vale né. SAM_0616 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr P_20170228_115920_BF by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr P_20170228_120031 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr Segunda parada: Canyon de Furnas O lugar que visitamos no segundo dia, agora estávamos la em baixo. Realmente é um lugar especial, nunca vi uma água com aquele tom de verde na vida, aproveitei o ponto para dar um mergulho pois não tem muito o que fazer la alem disso. SAM_0623 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr SAM_0627 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr Olha a altura do mirante SAM_0628 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr Terceira parada: Cachoeira da cascatinha Essa cachoeira fica me um dos afluentes da represa, a água estava um pouco suja com galhos e folhas, creio que por conta da época de chuva... Para chegar la a lancha vai entrando pelos canyons, e em algumas partes é bem apertado, parece que vai bater nas paredes. SAM_0644 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr SAM_0647 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr P_20170228_124258_1 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr Quarta parada: Vale/Gruta dos Tucanos Saindo da cascatinha, o tempo virou e começou chover... Pensa num frioooo , chegamos lá resolvi dar outro mergulho, afinal tava mais quente dentro da água que foda dela. Não deu para tirar fotos muito boas por conta da chuva, mas parece ser um lugar muito bacana, inclusive vi gente atravessando as "grutas". E não vi nenhum tucano P_20170228_125640 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr Fim de passeio, fomos para o camping terminar de arrumar as coisas, antes fomos na cachoeira Quebra Anzol, que fica dentro do camping só para tirar algumas fotos, pois já tínhamos ido nela antes. SAM_0653 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr SAM_0658 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr SAM_0661 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr E assim chegou o fim de mais uma viagem. Espero que esse relato possa ajudar, mesmo que minimamente, alguém que vá viajar para lá. O lugar é realmente encantador. A questão de preço é sem duvidas algo que pesa contra, porem vale a pena, nem que for uma vez, visitar a região. Aquela abraço galera, antes de ir deixo a foto do mapa da região que tirei no mirante de furnas, com os pontos turísticos, para ampliar clica na foto que vai direto para o Flickr. P_20170227_103229 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr É isso ai, grande abraço a todos, até a próxima
  6. Dia 3 - 27/02/2017 A programação do terceiro dia era bem simples, visitar Furnas e depois andar pela MG050 atras de alguma coisa (provavelmente Trilha dol Sol), mas a segunda parte deu ruim pois o pneu do carro furou, custando quase toda a tarde para resolver o problema. Saímos por volta das 09:00 e fomos para Furnas. Muito legal la, tem vários mirantes, vistas lindas e de graça La não tem segredo, o primeiro mirante é onde tem uma feirinha, bem simplesinha. Saindo dali vai sentido a barragem, e se quiser ir parando é tranquilo, só não pode parar em cima da barragem. Em nenhum dos relatos que li, vi o pessoal falando de Furnas, e foi um lugar que realmente me surpreendeu, vale muito a visita. Segue algumas fotos: P_20170227_101934_BF by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr P_20170225_163647 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr P_20170227_105028 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr P_20170227_110304_PN by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr Voltamos ao camping para fazer almoço, ficar um pouco de boa e a tarde ir procurar algo sem rumo, mas quando íamos sair percebemos que o pneu estava murcho. Dai passamos a tarde toda trocando pneu e indo atrás de borracheiros... voltamos ao camping já passava das 16:00 e decidimos pegar o cooler e ficar a beira da cachoeira do camping. Por mais que deu ruim, no final estava muito bom lá, tanto que até esqueci de tirar foto e tive que ir la antes de voltar para casa kkkkkk Moral da historia, se estiver em Capitólio, separe um tempo para visitar furnas. Logo mais volto com o ultimo dia da viagem para finalizar o relato. FLWS!
  7. Show, to acompanhando... É incrível como cada relato desse mesmo roteiro é único, já li vários e nunca me canso. Um dia farei o meu Parabéns pelo relato !!
  8. Dia 2 - 26/02/2017 Acordamos cedo, tempo continuava ruim. A programação do dia era fazer o Paraíso Perdido e o Mirante do Canyon. Tomamos café e fomos para o Paraíso Perdido, isso era por volta das 09:00 e ainda sim pegamos fila para entrar (Dica: Não vá mais tarde que isso, quando fomos embora, por volta das 11:00 a 12:00, tinha formado uma fila gigantesca, muita gente não conseguiu entrar, lá é realmente muito lotado, principalmente em feriados). Pois bem, chegamos na portaria e já foi aquela facada, R$40,00 por pessoa, e o aviso "se chover vocês são retirados e sem reembolso". Pagamos, entramos e nos sentimos em um parque aquático. Cheio de salva vidas, boias e lotaaaaado de gente. Segundo o site deles, lá tem 8 quedas d'água. Fomos fazendo a trilha quando chegamos na terceira queda o salva vidas avisa, "a trilha termina aqui, mais pra frente está interditada pelo mal tempo". NOTA DE REVOLTA: O tempo estava mal desde que chegamos, ninguém avisou que somente metade do parque estava disponível para visita, provavelmente entraríamos de qualquer jeito, mas não custava a organização do local ser honesta com os visitantes. Enfim, isso broxou total o passeio, fomos embora. A impressão que passou é que a organização não está nem ai pro lugar, nem pra você, o que querem é seu dinheiro. Mas como disse, o lugar é realmente muito bonito, é indispensável conhecer para quem vai para a região, mas abusam demais na parte financeira, mas sei como funciona, oferta e procura né... P_20170226_104420 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr P_20170226_105311 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr P_20170226_112130 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr Saímos de lá perto do meio dia, e fomos sentido Capitólio, a intensão era ver o Canyon e achar um lugar para almoçar. Chegamos próximo ao Canyon e, eu acho que vou repetir isso o relato inteiro, estava lotado. A entrada do mirante é na beira da estrada não possui estacionamentos, você tem que procurar entradas para poder parar o carro. Estacionamos o carro e fomos. Lá é do jeito que a gente gosta, DE GRAÇA kkkkk, por enquanto, pois ouvi rumores de que vão começar a cobrar lá também =/. O lugar é sensacional, não estou exagerando. É muito diferente de qualquer paisagem que já vi, e as fotos não conseguem passar nem metade do que realmente é aquele lugar. Ali já pagou a viagem Dica para foto, o Mirante tem uma pedra, onde a pessoa vai lá, senta ou fica em pé nela e tira a foto. Porém, como tinha muita gente, ficava quase impossível tirar foto lá, mas o pessoal continuava lá tentando, o que deixava as laterais vazias, onde tinha a mesma paisagem, praticamente o mesmo angulo, só não tinha a pedra kkkkkk. Foi assim que conseguimos tirar foto num lugar lotado parecendo que estava vazio P_20170226_132239 by Samuel Gobbo Francisco, no Flickr Saímos e fomos almoçar. Pretendíamos ir no famoso Restaurante do Turvo, mas estava impossível, provavelmente você teria que chegar no jantar se quisesse almoçar lá kkkkkk. Almoçamos em um restaurante do lado, não lembro o preço, mas é nível capitólio, acho que tudo deve ter dado uns 40 reais por pessoa, o prato era filé de Tilápia empanado com frios e arroz à grega e sobrou muita comida, dá para 3 comerem fácil. Lá existe a opção de comida por quilo, mas achamos que não compensava. Depois de almoçar fomos no restaurante do turvo fechar o passeio de lancha, lá foi o menor preço que achamos R$70,00 por pessoa, 2 horas de passeio, e sim, compensa muito, mas isso fica para o ultimo capitulo, pois só tinha vaga na terça feira. Após tudo isso abastecemos o carro e voltamos para o camping, por volta das 16:00 horas, era hora da cervejinha e depois berço kkkk. Continua... Gastos p/ pessoa: Paraíso Perdido : R$40,00 Almoço: +/- R$35,00 Passeio de Lancha: R$70,00 Combustível: R$25,00 Total: R$170,00
  9. Salve galeraa, como estão?? Espero que bem Aee, terceiro relato no fórum já, vamo que vamo hahaha Esse é a respeito da região de Capitólio e São João Batista do Glória, onde tive muitas dúvidas antes de ir, justamente por ser carnaval, e pretendo ajudar quem possivelmente tiver os mesmos questionamentos. Bom... Para quem não sabe a região é conhecida como "Mar de Minas" por conta da represa de Furnas, e se encontra no sudeste da serra da canastra o que torna tudo muito atrativo em questão de turismo. Porem por ser uma região muito atrativa turisticamente, acabou que tudo ficou caro, até demais, por la, principalmente hospedagem. Por conta disso resolvemos ir de camping pra dar aquela aliviada pro bolso, pobre é foda . O Camping Ok, então vamos começar pelo camping. Minha principal preocupação era em achar um camping bom, barato e que não tivesse muito zoniado. Ficamos no camping Quebra Anzol, onde já li relatos aqui falando que o pessoal fazia muito barulho la e tals. Também ja li que se quisesse algo mais tranquilo poderia ir ao clube náutico, que se encontra bem próximo. Pois bem, antes de armar a barraca no Quebra Anzol, fomos conhecer esse tal clube náutico e cara, eram 8 horas da manha, tava uma barulheira, lotaaaado, ai veio o preço. R$50,00 por dia por pessoa (R$200,00) mais R$50,00 de taxa da barraca... meu pensamento foi "WTF, tenho que pagar para usar o camping, justo o espaço não é meu, agora tenho que pagar pela minha barraca, que ja paguei quando comprei ??". Achei um absurdo e partimos pra conhecer o Quebra Anzol O preço do Quebra Anzol foi de R$150,00 por pessoa o pacote para ficar todo o carnaval (sábado até quarta de manhã), e também estava lotaaado, tudo estava lotado. Se você pretende ir para la em feriado mas não gosta de lugar lotado... Esquece, estava tudo lotado, camping, passeios, restaurantes, absolutamente tudo lotado Pois bem, a respeito do camping. Ele é bem amplo e organizado porem como chegamos um pouco tarde, já não achamos lugar na grama e tivemos que armar a barraca na terra, o que gerou um lameiro sem fim hahahaha. Os banheiros masculinos são aceitáveis, não é um exemplo de limpeza, mas da pra tomar banho tranquilo. Os banheiros femininos são bons, segundo minha namorada Aline, são limpos e tem espelho. Ambos com chuveiros de água quente e gelada Por toda área de camping existe sanitários, bem simples, mas tranquilo para usar também. Também tem espalhado pelo camping pontos de energia elétrica, que ficam ligadas 24 horas, vale a pena parar próximo de um deles e levar extensões de no minimo 10m (dessa vez levei uma extensão de luz e não vacilei como fiz em Delfinópolis ). O camping possui uma vendinha e restaurante. Não achei o preço das coisas muito caro, exceto o gelo, que custava 12 reais um saco de 4kg, compensa ir no mercado de Furnas, que estava entre 6 a 7 reais. Bem próximo à área de camping fica a cachoeira Quebra Anzol, muito bonita e acessível para ficar uma tarde lá atoa tomando uma Mas o camping Quebra Anzol tem barulho? Sim, e não espere menos que isso no carnaval, pessoal ligava som alto a noite e fazia festa. Isso não nos atrapalhou, não sei se porque desencanamos disso já que era carnaval e teria barulho mesmo, se estávamos tão cansados todos os dias que não atrapalhava dormir, ou se nossa barraca estava um pouco afastada, mas eu sei que tem gente que quer ir ouvir grilo, então sinceramente, não vá ou vai passar raiva. Agora se vc assim como nós não liga pra barulho, pode ir sossegado . O Tempo O tempo estava ruim. É muito comum nessa época do ano chover na serra então já vai preparado. Não teve chuva forte, mas chuvisquinho durante uma boa parte do dia e da noite, porem não atrapalhou muito. Para camping estruturado, onde você chega de carro, é interessante levar uma tenda, seja ela um gazebo ou lonas e cordas, pois assim se chover, você não precisa ficar trancado dentro da barraca. O primeiro dia foi isso, organizamos as coisas, fomos ao mercado em Furnas e ficamos atoa, dormimos cedo porque estávamos mortos. Próximo capítulo começa o relato em si. Abraços galera, qualquer dúvida tó ai pra pelo menos tentar ajudar hahahahaha.
  10. Aqui vai alguns sites que consultei sobre hospedagem. http://portalcapitolio.com.br/hospedagem http://www.serradacanastrapousadas.com.br/pousadas_em_capitolio_hospedagem.html http://www.capitolio.mg.gov.br/pg.php?id=13 Caso queira alugar casa procure no Airbnb ou nesse site: http://alugueescarpas.com.br/ Também vale a pena fazer uma pesquisa pelo maps e vasculhar o forum atras de relatos, geralmente vem com dicas de hospedagem. Espero ter ajudado
  11. Se realmente eu for no carnaval, é o mesmo que vou ficar... já vi relato de que o pessoal é meio barulhento la, mas creio que isso acontece com qualquer camping em época de feriado. Se eu for mesmo depois te conto se foi de boa ou nem. Abraços
  12. Li seu relato no blog, muito bom. Pelo visto a lotação não parece ser muito pior que a que peguei em delfinópolis ano passado no feriado de Tiradentes, que como disse, é lotado mas não atrapalha muito. Agora só estou preucupado com o camping (li relatos falando que a glr é bem barulhenta la) e com o tempo (só pego chuva no carnaval, não importa onde eu vou kkkkkkk) Só uma duvida, o passeio de lancha, voce já tinha reservado ou contratou na hora ?
  13. Cara, dei uma pesquisada aqui e achei 2, um se chama hostel capitólio, fica em Escarpas. Achei pelo google maps e não encontrei mais nenhuma outra informação. Achei esse aqui tbm https://www.airbnb.com.br/rooms/16586844 Mas tbm sem nenhuma informação, exceto os próprios comentários no airbnb.
  14. Então minha preocupação seria lotado a ponto de não conseguir fazer passeio de lancha/chalana pro canyon e lagoa azul, as cachoeiras estarem insuportaveis e tals... Questão de barulho não sou encanado com isso, até por que não se deve esperar menos do carnaval neh kkkkkk Mas to decidindo ainda, caso realmente for, faço um relato dps aqui pro forum pra ajudar quem ficar com a msm duvida que eu pro ano que vem =D Vlw pelas dicas
×
×
  • Criar Novo...