Ir para conteúdo

thiago.martini

Membros
  • Total de itens

    102
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

36 Excelente

Sobre thiago.martini

  • Data de Nascimento 30-11-1989

Últimos Visitantes

1.419 visualizações
  1. @Karla Kedma Oi Karla, Já estive nos dois lados, Puno em set/2016 e Copacabana em jan/2017, ambas as cidades são legais. O lado boliviano tem a vantagem do real valer mais que o boliviano, em 2017 era 1 real para 2 bol. Já no Peru a moeda é meio parelha. Copacabana me pareceu uma cidade só de chegada e saída para o titikaka. Já Puno me pareceu uma cidade normal, com vida própria além do titikaka. Eu preferi Puno, tem uma praça legal, umas feiras de artesanatos e um calçadão bem agradável. Tem tipo um complexo no alto da montanha com um Condor (pássaro andino) gigante. Essa parte histórica não encontrei em Copacabana, talvez por isso achei Puno melhor. Quanto ao lago em si. No lado peruano as visitas principais são as ilhas urus (flutuantes) e ilha taquile (muito rica em história e cultura). Já no lado boliviano vc tem a Isla del Sol. Fiquei por uma noite no lado sul. Caminhei pela ilha e é bacaninha. É muito questão de gosto, mas na minha opinião o lado peruano é mais rico em cultura e Puno é mais agradável. Espero ter ajudado. Boa trip!
  2. Demorou, mas consegui continuar a escrita do relato. Vamos lá!!! Dias 7 (01/01/19) – Punta Del Diablo a Piriápolis - 208 km Saímos por volta das 10 da manhã para Piriápolis. Estrada muito tranquila, plana e com poucas curvas. Alguns retões que não tem fim. Chegamos em Piriápolis próximo do horário do almoço. Nosso hotel/albergue ficava próximo ao Cerro San Antonio e com uma vista linda para o porto do Piriápolis. Vista do quarto. Dia 8 (02/01) – Dia livre em Piriapolis – Bate e volta a Punta del Est – 40 km Era aniversário da minha noiva e decidimos ir até Punta para fazer algo diferente. Só tinha um problema: estava chovendo muito. No meio da tarde deu uma trégua na chuva em Piriapolis e resolvemos ir. Ao invés de voltar pela rodovia principal, fomos por uma estrada local, mageando o mar que passa por Punta Negra e Punta Colorada. Visuais incríveis. Recomendo esse trajeto. Quando entramos na estrada quase chegando em Punta del Est a chuva apertou demais. Pegamos um baita temporal com um vento lateral bem forte. Na entrada da cidade um trânsito bem pesado. Mas em compensação, tivemos o monumento Los Dedos apenas para nós. Completamente vazio. Eba! Tomamos apenas um café em uma panaderia e decidimos voltar para Piriapolis. À noite voltamos comer na mesma cervejaria da noite anterior. Comemos um Burger muito bom. Dia 9 (03/01) – Piriapolis a Colônia do Sacramento – 208km (passagem por Montevideo) A ideia era sair cedo para poder aproveitar um tempo maior em Montevideo, porém só na hora da saída que me avisam que a hospedagem não aceitava cartão. Tive que sair sacar dinheiro. Nunca tinha tido problema com saques, mas dessa vez Murphy caprichou. Mais de uma hora tentando sacar e nada. Mudava de banco, caixa automático e nada. No final juntamos uns reais que tínhamos ainda e pagamos a conta em real mesmo. A estrada até Montevideo é bem boa. Pistas largas e trânsito um pouco mais intenso. A chegada em Montevideo foi tranquila. Dentro da cidade, como já tinha estado lá antes, consegui me localizar fácil. Fomos no Mercado do Porto e comemos uma carne muito saborosa na Cabaña Veronica. Recomendo muito o lugar. Por sorte encontrei uma prima e seu marido comendo no porto. Total coincidência hehehe. Por volta das 15 horas saímos para Colônia. A saída ali pelo porto é muito fácil. Praticamente uma reta só. Estrada até lá foi bem tranquila. Algumas horas sem ninguém em nenhum dos sentidos. Chegamos em Colônia no final da tarde e nos hospedados no Hostal de Los Poetas. Lugar muito bom e agradável. Local pequeno e cuidado pelos próprios donos. Descansamos um pouco e fomos para as praias de Colônia ver o pôr do sol. Que visual incrível.
  3. @aline_vieira oi aline, algumas dicas para ajudar: Oi, estou planejando um pouco em cima da hora pois desisti de uma outra viagem. 1) o dolar ta uma loucura e bem caro,mesmo assim é importante levar dolar certo? usaremos principalmente para pagar o passeio. Mas gostaria de saber sobre cartao de credito, é comum o uso, quais tipos de estabelecimentos aceitam? - Leve um pouco de dólar. No Peru, principalmente as cidades maiores, vc consegue usar cartão de boa. Tive dificuldade apenas em Puno. 2) É importante eu levar um pouco de Sol aqui do Brasil para pagar taxi e alguma coisa que precisar assim que chegar em cusco? - Não aconselho comprar Novo Sol aqui no Brasil. Vai pagar muito caro. Se for preciso, troque um pouco no aeroporto. Em Lima vc encontra várias pessoas na rua com um colete oficial do governo para câmbio de moeda. São as melhores cotações. Em Cusco, na calle del sol, vc encontra várias casas de câmbio. Visite algumas para encontrar a melhor cotação. 3) Estou vendo as passagens saindo de SP direto para Cusco, pela latam mas com escala em Lima, é comum esse trajeto? pois vi pessoas que estavam comprando para Lima e lá por outra empresa fariam Lima Cusco. E sobre a taxa que podem cobrar extra para quem é estrangeiro e faz Lima Cusco, nao consegui ver se ja tava inclusa nas passagens que estou cotando. - Avalie se o preço de SP > Lima > Cusco não ficará maior que dois voos separados. O Peru tem low costs muito boas. 4) Como a ideia é fazer a trilha de Salkantay e não vou em alta temporada, estou com receio de nao encontrar muitas opcoes boas disponiveis para sair qualquer dia. É mais comum a de 5 ou de 4 dias? pois preciso me programar. - Certeza que vc vai encontrar muitas opções. Todos os dias saem muitos grupos. 5) Queríamos subir a montanha de Wayna Pichu também: é muito cansativo? pensando que terei feito a trilha de salkantay antes. Quanto ao tempo, para andar em Machu Pichu e subir uma montanha, vai ser muito corrido? Pretendo voltar de Van. Olhando no site do governo tem só mais 23 ingressos para o segundo horario de Wayna Pichu, to muito na duvida se compro, pois tenho medo de ter uma data ja certa de chegar la possa atrapalhar minha escolha de agencia para fazer salkantay, de o segundo horario ser muito corrido também, para conhecer tudo. - É cansativo sim, mas vai no teu ritmo que dá pra fazer de boa. Eu subi até MP pelas escadas (2000 degraus no total) e depois subi a HP (mais 2000 degraus kk). Foi cansativo, mas possível de fazer. Quando fui para MP não tinha essa limitação do horário da manhã e da tarde, deu tranquilo para visitar o sítio arqueológico e subir a montanha. Se quiser subir HP, reserve com antecedência. Te digo que a vista lá de cima compensa. 6) Para quem sai do brasil, sera que consigo levar uma mala só de ate 5kg mais uma de ataque, para nao ter que deixar nada no hostel? - quanto a deixar no hostel, não se preocupe. é o padrão lá. Leve cadeados variados para poder usar o looker do hostel. 7) O objetivo principal da viagem é a trilha e conhecer machu pichu, ficarei um dia e meio aclimatando em cusco, e no maximo mais um dia na volta, vale a pena comprar o bilhete turistico? - nessas circustâncias acho que não. Pegue um passeio ao Vale Sagrado e pronto. Tente ir a Ollantaytambo, pra mim é o melhor sítio arqueológico Inca. Espero ter ajudado. Boa trip.
  4. Atendimento terrível Rafael. Um dos garçons estava de marcação com o nosso grupo. Mas insistimos e ficamos. A comida até que estava boa, agora o atendimento decepcionou. Naquela época não sabia nada de francês. O cara mesmo falando inglês com outras meses, fazia questão de dificultar para nós. Enfim ... bad experience!
  5. Nem me fale desse lugar @Rafael_Salvador. Péssima experiência em 2014. Mas valeu uma coisa: minha motivação para estudar francês!!!
  6. @lippeoliv36 30 dias de trip pelo Peru seria incrível .... dá pra fazer bastante coisa. Mas tbm dá para colocar 2 países de boa tbm. Os 4 países que vc falou antes, numa mesma trip, aí acho q seria demais e ficaria bem corrido. Abraço! qq coisa é só chamar!
  7. @gabriela souza p Algumas dicas para contribuir: - já que vai ao Montparnasse, avalie subir na Torre de Montparnasse. É muito alto e tem uma vista incrível da cidade. Num por do sol então, seria incrível. - é a primeira ida a Paris? Então recomendo muito chegar na torre Eifel, na primeira vez, pela estação Trocadero . O visual vai te surpreender. - Chantilly e Versailles no mesmo dia, nein nein rsrsrs. - To sentindo falta no roteiro de uns mercados/feiras de rua. De repente no dia que vc planejou o Quartier Latin, mude ele para a manhã e desça até a Rue Mouffertard. Tem uma feira de rua legal ali. Vi que vc colocou pubs no teu roteiro. Ali nesse mesmo lugar, a noite, tem pubs legais e pouco turísticos. Apertadinhos, baratos e com uma vibe bacana. - Sobre pubs, numa noite qualquer nas imediações da Praça da República tem uns bem legais. Uma caminhada da praça até o Canal de St Martin também é legal. - ahhhh ... não vi ali a Notre Dame. Não sei como está depois do acidente, mas passar na frente é necessário. Rua lateral da igreja a esquerda, numa esquina, em frente a um parque com grades, melhor crepe francês. Fica a dica hehehe. Abraços!
  8. Cara, dicas dos lugares por onde já passei e que talvez possam te ajudar: Bolívia (estive em janeiro de 2017): país incrível que me surpreendeu muito. Bastante pobreza, mas um povo muito alegre. Lugar onde nossa moeda vale mais (em jan/2017 era 1 real para 2 bol). Salar de Uyuni é lindo. Lugar incrível que recomendo muito colocar no seu roteiro (obviamente vai depender de onde vc vai começar a trip). Cidade de Uyuni é bacana, mas nada de especial. Muitos mochileros chegando ou saindo para o salar e seguindo viagem. La Paz é uma cidade legal. Vale a pena uns 3 dias inteiros. Muita coisa bacana para ver, hostels legais para se hospedar e local para fechar o downhill na Estrada da Morte. Fiz e super recomendo. Escolha uma boa empresa. Segurança vale mais do que preço, nesse caso. Ainda hoje existem casos de acidentes fatais. Copacabana é a porta de entrada para o Lago Titikaka do lado boliviano (mas eu prefiro o lado peruano, mais adiante explico porque). A cidade é bem legalzinha. Não me hospedei lá. O lado boliviado no Titikaka é legal. Isla del Sol é bacana. Fiquei dois dias lá. Tem bastante mochileiro e uma vibe legal. Peru (estive em setembro de 2016): país incrível. Me surpreendeu muito. Tenho muita vontade de voltar. Foram 16 dias só no Peru, passando por Lima, Cusco, Puno e Arequipa. Cusco é demais. Recomendo muito ficar uns dias para desbravar a cidade e o vale sagrado dos Incas (Pisac, urubamba, Ollanta etc). Fiz a trilha Salkantay (5 dias/4 noites) recomendo muito tbm. Machu Picchu é bacana e a dica de reservar com antecedência, ainda mais agora que mudaram as regras, é muito válida. Subi Huayna Picchu. Recomendo muito. Puno é a porta de entrada do lado peruano do Titikaka. Puno por si só é uma cidade bem mais histórica e rica que Copacabana. O lado peruano do Titikaka tem as islas uros (flutuantes) e a isla Taquile, ambas recomendo muito. Achei o lado peruano mais rico em história. Arequipa é uma cidade que não costumam incluir em trips pelo Peru, mas eu recomendo muito. Muita coisa incrível e visual animal dos vulção Misti. Equador ainda não fui, mas tenho vontade absurda de ir. Colômbia embarco dia 01/10 .... ebaaaa. Espero ter ajudado. Abraço!
  9. @Aline Miqueline uiaaaa ... esse ano o euro turismo não baixou de 4,15, com isso teu budget/dia foi cerca de 48 euros para todas as despesas. Nível jiraya hein?!?
  10. Existe um trecho do Caminho de Santiago no Brasil!! Sim, é verdade e eu fiz! hehehe Em 2017 a Catedral de Compostela homologou um trecho de quase 25 km em Florianópolis como parte do caminho. Isso porque para se ganhar a compostela, é preciso completar, no mínimo, 100km (algo assim). E o menor trecho, ou trecho mais fácil na Espanha, tem cerca de 80km, estão eles aceitam trechos em outros países para completar os 100km e pegar a compostela. (Talvez a história não seja exatamente assim, mas é o que eu me lembro da explicação do Padre no início da caminhada em Floripa). Fiz essa caminhada em setembro de 2017, antes da inauguração oficial. É muito bonito. Passa por lugares incríveis da ilha. Recomendo!
  11. Exatamente. Imigração em Lisboa, se vc sair do aero, e imigração em Londres again!
  12. @guilherme355 Fala Guilherme! Fiz todos os meus passeios com a Lithium, inclusive o salar. Recomendo!
  13. Cara, muito massa seu relato. Parabéns! Vou pra Colômbia com minha esposa em outubro. Já tinha ideia de fazer Gatapê e com teu relato tive certeza. Me ajuda com duas informações, por favor: 1 - Qual a empresa de bus que vc pegou para Medellin? Foi fácil de comprar passagem no próprio terminal? 2 - Em Santa Marta vc chegou a ver algo sobre o trekking até Ciudad Perdida? Há bastante agências vendendo o passeio? Valeu cara! abraço!
  14. @João Rosenthal Massa João. Ainda estou lendo teu relato. Tá top. Comprei passagem ontem para a Colômbia. Vamos eu e a esposa. Pergunto: como que tá a cotação por lá? Vc levou reais, doláres etc? Se puder dar um help com essas infos, agradeço!
×
×
  • Criar Novo...