Ir para conteúdo

Paulo Tasso

Membros
  • Total de itens

    89
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Paulo Tasso venceu a última vez em Setembro 14 2019

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

22 Excelente

Sobre Paulo Tasso

  • Data de Nascimento 03-06-1986

Bio

  • Ocupação
    Engenheiro

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Pois é, pro meu caso vou fazer essa trip de Ônibus só internamente na Bolívia, to saindo do RJ, não tem voo direto, compensa mais pegar o voô em Sp, bem mais barato, SP-RIO mole de ônibus. Paguei 100 reais mais caro, mas comprei Gol, não confio nessas companhias Bolivianas. Viagem só em Novembro, até lá espero essa pandemia passar. Uma pergunta: Santa Cruz não tem nada de interessante né? É sair de lá direto pra rodoviária. Qual a melhor empresa de Ônibus pro trajeto Santa Cruz - La Paz? Uyuni vou dispensar pq já conheci dois anos atrás numa viagem que fiz pro Chile e fiz o Tour até Uyuni saindo de San Pedro. Meu interesse é La Paz, Sucre, Titicaca, Puno e arredores igual o roteiro de vocês. Meu roteiro: Santa cruz (só passagem), La Paz, Copacabana, Puno, Sucre (provavelmente na volta de La Paz), Santa Cruz.
  2. Fiz pela Sol Andino, como guia Santi, ano passado.. Foi top.. Fica na traversal da calle onde tem a farmácia de San Pedro. Cambio deles também é muito justo.
  3. Relato maneiro, mas acho que vale mais a pena pegar um voô São Paulo - Santa Cruz de La Sierra, pra economizar uns 2 dias de viagem, ficando menos cansativa também, dentro da Bolívia de boa usar ônibus, achei esse voo por 1050 reais pela BOA (nunca ouvi falar), e cerca de 1200 pela Gol.
  4. Gostei muito do relato. Teu estilo de viagem é muito semelhante ao meu! Mochileiro, mas com algum dinheiro no bolso pra não passar perrengues, fazer passeios massas de dia e aproveitar a noite, e também lobo solitário que quer conhecer novas pessoas e curtir, hehehhe. Tu aproveitou bem, fez vários passeios, fez amizades, conheceu várias chicas, hehheh. Uma dúvida: onde tu dormiu ou se hospedou do dia 22 pro dia 23 em Cabo San Juan? To usando seu relato como base pra minha 1 trip pra Colômbia em Dezembro ou Janeiro!
  5. Tailândia é o lugar mais estruturado e com melhor facilidade de se deslocar pela Asia. Fui de Bkk a Chiang Mai num transfer noturno, tranquilo, era uma Van tipo uma besta, durou 9h. Depois fui de phi phi pra Koh Phangan de ferry + automóvel (sim, o transfer era um carro tipo uma Doblô, kkk), durou umas 12h. Esse transfer foram todos muito baratos e práticos. Ainda peguei um voo pro Camboja que me custou uns 30 dólares só. Na Indonésia, em Bali, senti bem mais dificuldades nos deslocamentos. Muitos tuk-tuks "scams", pouca oferta, quando é pra lugar longe os taxis/ubers querem fechar pacote pra dia inteiro, pra mochileiro é complicado. Transport publico praticamente inexistente. Bali é uma ilha muito grande, enorme. Lá compensa alugar scooter, mas me faltou coragem.
  6. Eu diria uns 3 meses pelo menos. Dá pra ficar tranquilo 1 mês na Tailândia, e ainda faltar coisa pra ver. Tirando o Camboja, a Tailândia é o destino mais caro desses países, e mesmo assim ainda é barato comparando até ao Brasil, depende muito do perfil, mas mochileiro se hospedando em hostel na Tailândia 40-50 dólares por dia dá tranquilo (alimentação + um passeio pago (ingresso) + hostel, obviamente sem esbanjar). O que pega pra lá é a passagem aérea, ta difícil achar por menos que 4 mil reais. Hostel você acha centenas em todos os lugares, os mais famosos uns 15 dólares por dia, os mais em conta na faixa de 10 dólares. Bebida alcoolica é barato, 1 dólar a cerveja grande no supermercado, dentro dos barzinhos/baladas na faixa de 2 dólares. Refeições em restaurantes você acha por 7-8 dólares em lugares decentes. Lá não precisa reservar nada antecipadamente, tem muita oferta de passeios, compre lá os transfers internos, e a passagem para Phuket (para ir em Phi Phi e região) compre tipo um mês antes que está ótimo; Vietnã é muito barato, muito mesmo. Acho que com uns 30 dólares por dia tu ainda passa bem lá. Meu hostel foi tipo uns 5 dólares a diária e o hostel era top. Camboja é caro não o país, mas os ingressos, visitar o Angkor Wat custa tipo uns 80 dólares + uns 10 dólares do guia compartilhado, foi onde mais gastei dinheiro na viagem. Índia não faço idéia, mas já planejei trip pra lá, sei que é barato, entretanto cuidado com a logística de trens lá, que parece ser bem complicada. To doido pra voltar pra Tailândia, e emendar com o Laos ou Myanmar que não conheci, em 2021 to bem afim, real que não está ajudando
  7. Você tem bastante coragem hein. Enfim. estive duas vezes na Tailândia, Abril de 2016 e março 2018. 2016 foi a viagem da minha vida, foi perfeita, emocionante, peguei a Full Moon party, Phi Phi, Phangan, Chiang Mai etc.. Conheci gringos e gringas que até hoje tenho contato no Zap. 2018 foi boa, viajei com minha irmã, teve alguns perrengues, percebi maior superlotação nos pontos turísticos. Também fui no Camboja e Vietnã nessa trip. Enfim, hoje quero desbravar as Filipinas. é o novo destino "hors concours" dos Europeus. Estão falando que a Tailândia está cara e muito cheia, principalmente de Chineses hoje em dia.
  8. Eu fui pra Tailândia duas vezes, em janeiro de 2016 e março de 2018. Excelente, principalmente em 2016. 2018 já foi muito cheio de gente em todos os lugares. Ouvi de colegas europeus que conheci nas minhas trips e temos grupos no zap que hoje está tudo muito cheio por lá, principalmente de Chineses, e tudo caro por lá. Filipinas está sendo o novo point dos europeus. Praias mais bonitas, mais barato, e uma cultura muito interessante.
  9. Comprei uma Trilhas e Rumos Treking 35L, to gostando muito da qualidade. É uma mochila simples, mas bem projetada com 4 bolsos frontais que são ótimos. Cabe muita coisa. O tecido é uma lona grossa, me pareceu bem robusta, não é bonitona igual uma Quechua, mas em uma aparência de robustez que me agrada. E o melhor, as medidas são tranquilas, mesmo cheia, para usar como bagagem de mão. Fiz uma viagem para o Maranhão voando Latam e ninguém me importunou. Entrou fácil o bagageiro, ocupando menos espaço que essas malas pequenas de rodinhas.
  10. Mochila é um negócio que não dá pra vacilar em viagem senão o perrengue é grande. Pega uma Trilhas e Rumos, os modelos mais simples (sem ser Crampon) são bem resistentes, e uma 50l pesquisando dá pra achar por uns 300 reais nova. Mercado livre tem boas promoções de mochilas.
  11. Pessoal, no final fazer essa trasferência via Western union saiu praticamente no mesmo preço que comprar Euro aqui no Brasil em uma boa corretora de câmbio. Achei as taxas muito boas, saiu no final uns 4% acima do Euro comercial.
  12. Fui e voltei de Catamarã e achei super tranquilo. Sim, o barco balança um pouco, mas nada intolerável. é a forma mais prática com certeza, chega rápido em somente 3 horas. Leve água com gás e remédio pra enjoo que ajudam muito. Não achei inseguro o catamarâ.
×
×
  • Criar Novo...