Ir para conteúdo

any.alexandre

Membros
  • Total de itens

    6
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. 3º dia, nosso último dia, e para mim última manhã, por que meu transfer me levaria as 10h da manhã para San Pedro do Atacama, todos voltariam para Uyuni menos eu , já começa a bater saudades da turma, nesse dia fomos visitar o famoso Geyser que fica há uma altura de 4.800 metros acima do nível do mar, uma estrada bem precária em um breu, só Jesus. Essa área é conhecida por possuir atividade vulcânicas, com umas fumaças gigantes vindo direto da terra, com um cheiro insuportável, esses vapores podem chegar até 50 metros, era de madrugada quando chegamos e o frio era insuportável, menos 13 graus
  2. 2º dia, acordamos uma 6h e tomamos o nosso café correndo, por que preferimos ficar mais 30 min na cama, kkk Lucas de manhã é mais preguiçoso, Oscar já estava com as nossas coisas o carro e pronto para o nosso segundo dia, o almoço é sempre feito no dia, pegamos nossas coisas e partimos, esse dia é o mais longo de todos, fomos em cavernas, ilhas do cactos gigantes, várias lagoas, passamos por vulcão ainda ativo, exército de pedras, falando assim parece normal, mas as paisagens são de tirar o folego, certamente se está lendo esse relato, tem vontade ou está preparando o seu roteiro. É de suspira
  3. 1º dia, saímos da cidade de Uyuni as 10:30 da manhã, rumo ao maior deserto de sal do mundo, com uma extensão de 10 mil km quadrados, passamos no mercadinho para comprar água, bolacha e chocolates, conhecemos os nossos parceiros alemães, a primeira parada é nos cemitérios de trens, bacana até, brincamos muito lá mas não demorou muito tempo, nosso dia só estava começando. Nossa primeira noite foi em um hostel de sal, a cama, mesa, e piso eram de sal, estavam tão cansada nesse dia que não tirei foto do lugar e nem jantei, simplesmente dormi, hotel confortável, com uma lanche da tarde bem gostoso
  4. Realmente fiquei bem melhor depois desse episódio , chegamos em Uyuni dia 14/06 às 4:30 da manhã, um frio, mas um frio... aff só de lembrar! Não me lembro o grau que fazia, mas era abaixo de zero. Nesse momento você começa a pensar o porquê está vivendo aquilo, se merece a pena, essas coisas... Todo mundo desce do ônibus e ficamos no meio do nada, as 4 da manhã, mas como o mundo é dos espertos, já tinha gente lá na parada esperando os compradores dos pacotes para o deserto de sal, nos abordou uma senhora, (Lucas e eu decidimos ficar juntos e procurar juntos a agência, (o casal não os vi
  5. As 17:30 tinha que estar no aeroporto, para ir a Sucre, voltei para o Hostel arrumei as coisas e fui para o aeroporto, de táxi sem negociar ficaria em 80 Bol, e no final saiu por 60, o aeroporto Viru Viru fica bem longe da onde estava. Comprei uma passagem para Sucre por 42 dólares, achei um bom preço mas tem uma passagem de 30 dólares, mas nesse dia meu cartão de crédito não passou, de ônibus esse mesmo trajeto iria durar 10h de estradas, achei melhor pagar o valor. A cidade de Sucre é linda, pena que não consegui conhecer nadinha, do aeroporto até a cidade mais de 40 min em taxi. Nesse mom
  6. Primeiramente gostaria de agradecer a ajuda do Fórum Mochileiros de onde eu tirar as dicas e pude me divertir com os relatos da galera, de tantos relatos teve um que dei muitas risadas e me fez viajar nessa aventura, quem quiser procurar o nome é Guia Politicamente Incorreto, no ano de 2013, mas digo que as dicas ainda são atuais, quero agradecer a galera do facebook onde possui uma página destinadas ao roteiro Bolívia-Chile e Peru. Contando um pouco da minha viagem sozinha, que não era a primeira, mas sempre deixar uma sensação de única. Primeiro porque viajar sozinha? Não sei! Mas te digo u
×
×
  • Criar Novo...