Ir para conteúdo

matheus.santos1

Membros
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre matheus.santos1

  • Data de Nascimento 22-05-1988

Bio

  • Ocupação
    PROFESSOR

Outras informações

  1. Penang é uma enorme ilha que fica a cinco horas de ônibus de Kuala Lumpur, na região noroeste do país. Seu passo é rico e cheio de influências de outras culturas que formaram uma região cheia de charme e história. Nunca tinha ouvido falar nela e fui seguindo o planejamento do namorado de minha prima para a Malásia. Como a vida é irônica, ele teve piriri gangorra e acabou não curtindo muito. Já eu que nem teria colocado a Malásia no roteiro amei. Penang tem prédios enormes e modernos e hotéis gigantes com vista para o mar. O melhor da cidade, entretanto, é o centro histórico cheio de ruelas
  2. Eu não costumo me dar muito bem com cidades cuja principal atração é um arranha-céu (vide post sobre Dubai). Felizmente, com Kuala Lumpur foi diferente. Chegamos pelo aeroporto principal no voo vindo de Phnom Penh e pegamos um ônibus para a estação central onde passa a linha de metrô que fica perto de nossa hospedagem. Geralmente eu tiro um print da tela no celular com endereço e o mapa da região do hotel. Desta vez, entretanto, eu acho que meu celular se rebelou e resolveu apagar a tal da foto. Como eu tinha os dados da reserva, não foi difícil a atendente do balcão de informações localiz
  3. De Phi Phi, você pode pegar excursões de mergulho ou para visitar praias e ilhas próximas. Elas geralmente incluem Maya Bay. O problema é que Maya Bay é muito pequena para a micareta que eles tentam fazer lá. Dá congestionamento de barcos e você vê mais pessoas que areia. Há duas alternativas. Você pode alugar seu próprio long tail boat, tipo um táxi mesmo e ir o mais cedo possível. De preferência, assim que amanhecer. Há também uma única agência autorizada (http://www.mayabaytours.com/) a levar um grupo por noite para ficar na praia até 22:00 e depois dormir em um barco atracado no paraíso. R
  4. Se você viu o filme A Praia, com o Leonardo di Caprio, você deve ter sonhado em ver aquele lugar de perto. Bem, ele está bem próximo da ilha de Phi Phi e se chama Maya Bay. Chegar a Phi Phi tem que ser de barco. Geralmente, as pessoas saem de Krabi ou Phuket, ambas com aeroportos servidos por companhias aéreas low cost. Você não precisa, necessariamente, dormir em Phi Phi para visitar a ilha, já que há excursões de um dia que saem de Krabi ou de Phuket. A Tailândia tem também muitas outras ilhas paradisíacas e muitos viajantes vão a mais de uma delas. Eu não sou muito fã de praias e por isso m
  5. Aquilo que se come e a forma de comer são parte da cultura local e essenciais em viagens. Eu sempre me lembro de um restaurante ou de um prato fantásticos tanto quanto daquele templo ou museu imperdíveis. Para tornar a experiência de viajar ainda mais rica, em algumas partes do mundo é muito comum fazer uma aula de culinária por um dia. Assim acontece em Chiang Mai, onde além dos templos lindíssimos, visitas a santuários de preservação e resgate de elefantes, há muitas opções de aulas de culinária. Você pode ver na lista do tripadvisor que o número de boas escolas é considerável. Mas cada
  6. Chiang Mai está em quase todo roteiro pela Tailândia. Embora ela seja uma cidade grande, ela tem um ar de cidade menor, onde é mais fácil de se localizar e as coisas andam mais devagar. Você pode pegar um voo de Bangkok que dura aproximadamente uma hora e é bem baratinho. Só é preciso cuidado na hora de planejar, porque o valor inicial que você acha em sites como o skyscanner.com será acrescido de taxas, inclusive para despachar malas. Dá pra ir de ônibus ou de trem também se você topar as 11 ou 12 horas de viagem, respectivamente. A vantagem dessas duas opções mais longas pode ser ir de noite
  7. Esta cidade data de 1350, já foi a capital da Tailândia e está localizada bem próxima à Banguecoque, o que a torna ideal para um bate e volta. Por volta de 1700, Ayuthaiya tinha se tornado a maior cidade do mundo e abrigava aproximadamente 1 milhão de pessoas. Sua localização contribuiu para que ela se tornasse um importante entreposto comercial. O que se vê hoje, na parte mais histórica, são ruínas, algumas mais preservadas e outras menos, já que a cidade foi invadida e destruída por birmaneses em 1767. Embora a cidade não seja grande, muitos templos estão distantes uns dos outros (não dá
  8. Qual é a vibe turístisca de Bangkok? Entenda isso olhando para os mochileiros na rua Kao San. É muita gente tatoada fazendo mais tattoos, tomando uns drinks (ou milhares), comprando camisetas com estampas de elefante ou cerveja, comendo comidas locais e com uma forma de andar e conversar que mostra que aquele é o endereço de férias dos “cool travellers”. Ao chegar em banguecoc senti aquele calor que parece que está faltando ar. Pensei, ok, já era esperado. O bom foi que me adaptei mais fácil que pensava. Muita água e, se possível, usar uma sombrinha para esconder do sol geralmente conserva
  9. Pegamos um ônibus da empresa JJ de Inle Lake para Bagan às 20:00. Nesse não tinha tomada e as telas de entretenimento individual não ligaram. Já estava mal-acostumado. O bom foi que o frio ficou dentro de padrões toleráveis. As três da madrugada chegamos em Bagan, fizemos o check in e dormimos um pouco. De pé às 5:00 para assistir ao nascer do sol, eu esperava que realmente valesse a pena. Meu corpo não responde bem antes de 7 e acordei derrotado e tentando me convencer de que poderia valer a pena. A aventura das bicicletinhas começou. Tão marcante quanto os templos, foi tentar domar as e-
  10. Oi Aldair, Que bom que está acompanhando. Pelo que entendi, vc comprou a passagem sem stop. Nesse caso, vc terá que entrar em contato com a Emirates e ver como pode fazer para mudar sua passagem, mas acredito que haverá multa. Eu já comprei a passagem com o stop desde o princípio. Abç
  11. O Inle Lake é um lago lindíssimo de 116 km quadrados. Ele tem fauna e flora exuberantes e moradores que têm um modo de vida peculiar. Além da pesca, lá são cultivados vegetais que são a base da alimentação das pessoas da região. A forma mais fácil de se visitar essa maravilha é se hospedando na pequena Nyaung Shwe. Chegamos em um ônibus noturno da empresa JJ que foi muito curioso. Ele era limpo, confortável, tinha tela de entretenimento com alguns filmes e músicas (de divas e com letras para você cantar), tomadas, água, um lanchinho simples e um ar condicionado que tentava reproduzir as te
  12. Alguns sonhos são difíceis de dimensionar até que você de fato possa toca-lo, ver de perto e principalmente deixar a energia do local tomar conta. Eu me lembro de pegar uma revista de viagem com uma linda matéria sobre uma país que eu até então não conhecia. As fotos me deixaram sem fôlego. Os pagodas dourados e os sorrisos das pessoas não me saíram da cabeça desde então. Quando tivemos que decidir o roteiro, deixamos Laos e Vietnã para a próxima para ficar dez dias em Myanmar, também conhecido como Burma. A questão do nome vem de dias difíceis para o país, quando um regime militar extremament
  13. Podemos começar esse post pelo trânsito de Phnom Penh. Basicamente, não há lei. Se há, elas não podem ser vistas. Você quer atravessar a rua? Se decidir esperar a rua ficar vazia pode ser que você nunca atravesse. O esquema é ir com calma e caminhar no meio dos carros olhando para todos os lados o tempo todo. Lembre-se de que qualquer metro quadrado de via é considerado mão dupla. As motos estão por todos os lados e os tuk tuks também. Grandes cruzamentos não têm sinal de trânsito e todos vão ao mesmo tempo. O mais interessante, para mim foi que eles não ficam bravos. Você escuta bastantes buz
  14. O Choeung Ek Genocidal Center fica a 15 km do centro da capital. Você pode negociar uma corrida de tuk tuk por aproximadamente 11 dólares. O motorista vai te esperar para te levar de volta. O preço da entrada é de seis dólares e inclui o áudio em várias línguas. Embora não tenha português, há espanhol. O Tuol Sleng Genocide Museum fica na cidade. A corrida de tuk tuk até o palácio real custou dois dólares. A entrada custa três dólares e mais três pelo guia de áudio. A carteira internacional de estudante te isenta da entrada. Nós ficamos por volta de duas horas em cada local. Há muito p
  15. Se Siem Reap impressiona pela beleza de um passado distante e suntuoso, Phnom Penh mostra as cicatrizes de memórias tão próximas quanto deprimentes. Em uma busca rápida sobre as principais atrações da capital do Camboja no Tripadvisor, as duas primeiras são registros de um período de uma ditadura comunista megalomaníaca que deu novos contornos ao significado de crueldade e ausência de compaixão. Parte da história do Camboja foi marcada pelo domínio francês e mais tarde pelo envolvimento na guerra do Vietnã. Quando os EUA estavam sendo eles mesmos e lutando a guerra que eles eventualmente p
×
×
  • Criar Novo...