Ir para conteúdo

thiago_suppa

Membros
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    policial militar
  1. difalloni, é o seguinte... depois que os documentos estiverem transcritos na italia, vc não depende do comune onde foi feito para dar entrada no seu processo (obs. um NOVO processo). vc irá sim aproveitar as transcrições, mas não necessariamente em milano. pode dar entrada em qualquer comune. quanto ao lance de ir e voltar, existe sim uma maneira. não aconselhável, mas enfim... mas não sei te aconselhar quanto a isso. não manjo de datas, prazos, etc... nesse caso. boa sorte!
  2. difalloni, particularidade do comune di milano: processo leva pelo menos 1 ano pra ficar pronto. o lance do processo do seu primo te ajuda sim, mas se tratando de um comune LOTADO de processos para cidadania, já viu né? autenticação sempre em tabelião de notas da capital (aconselho o 27º pra quem for de SP). sim, pode pedir o permesso di soggiorno com recibo de albergue.
  3. Alan, era como eu já imaginava... me diz, eles aceitaram qualquer argumentação? mas se vc quiser saber quem faz esse "serviço" de conseguir a mancata antecipada, me manda uma MP. boa sorte.
  4. Koalan, tenta ir no consulado e simplesmente pedir. fala que esse procedimento já está sendo usado (como se eles já não soubessem disso, né? mas enfim...). no site do consulado de BH tem um aviso falando sobre isso. dá uma olhada: http://www.conbelo.org.br/portog/citt.html Marcos, não me referi a vc falando do "jeitinho", mas também acho que vc poderia explicar como conseguiu a mancata usando apenas argumentos, já que todos nós sabemos que o pessoal do consulado italiano não ouve argumentos, apenas dão ordens.
  5. que eu saiba, apenas o consulado de BH emite a mancata (é meu caso, pois tenho residência em MG e SP). mas tem os "jeitinhos" de conseguí-la em SP tbm... só ter grana pra pagar e pronto.
  6. MARCOS VENICIO na verdade muitas pessoas estão fazendo isso agora (levar a mancata), inclusive eu vou fazer também. bom saber que eles estão aceitando...
  7. MARCOS VENICIO tanti auguri!!! olha, saiu rápido mesmo... mas esse rápido foi exatamente qto tempo? outra coisa... vc tbm já levou a non rinuncia do Brasil?
  8. por favor, esclareçam essa minha dúvida... comecei a reunir toda a minha documentação no final de 2004. tenhos todas as certidões em mãos, com firma reconhecida e tradução feita. OK. agora na hora de legalizar, a atendente de uma agência consular (que fica em Poços de Caldas - MG) vem me dizer que NÃO PODE mandar legalizar meus documentos pq passou da "data de validade para o processo na Italia", que segundo ela é de 6 meses. em 6 meses vc tem que pedir a certidão no cartório, reconhecer firma, traduzir e legalizar. é mole? na hora não sabia se ria da cara dela ou se ma
  9. sandbr, a questão é a TRANSCRIÇÃO DOS ATOS. se um primo seu já tem os documentos transcritos, não precisa mais apresentar aqueles documentos. outra coisa... o comune no qual se faz o processo de cidadania, não sendo o comune de origem do antepassado, só retêm os documentos do processo por um tempo. depois são todos encaminhados ao comune de origem e arquivados.
  10. dcomerlatto, onde vc reside? creio que deve ter chegado sua vez sim.
  11. Hey SWISS, aí vão as respostas: 1- Não. Apenas os documentos limpos, como eles são emitidos. 2- Não. Documentos emitidos na Italia não tem essa necessidade. 3- Não. Se o Italiano em questão nasceu e casou-se na Italia, mas morreu no Brasil, vc deve pegar do óbito dele (óbito=opcional) em diante. Esses documentos emitidos na Italia são diferentes dos brasileiros. Não existe essas anotações e averbações como existe aqui no Brasil. Esse tipo de informação, como o óbito dele no Brasil por exemplo, apenas será transcrito no estratto di famiglia historico, no comune de origem. boa sorte!
  12. se vc vai solicitar o certificato di battesimo é sinal de que na época o ufficio anagrafe ainda não funcionava, isto é, não existia ainda o estratto di nascita. resumindo, é uma coisa OU outra. boa sorte!
  13. DBaggio, veja bem... suponhamos que vc tenha apenas 1 mês para voltar pra frança. mas se vc comprovar que tem condições financeiras ou apresentar uma carta de hospitalidade, vc tbm tem o direito de permanecer legalmente na Italia. acho que uma coisa não tem nada a ver com a outra, concorda? (relação: visto francês/permanencia na italia) provavelmente na hora de pegar o permesso eles vão se importar mais com a sua situação financeira doq esse problema da passagem e seu visto francês. outro detalhe, espero que o rod.mar nos auxilie nessa: mesmo que o permesso di soggiono vença s
×
×
  • Criar Novo...