Ir para conteúdo

coinetekarla

Membros
  • Total de itens

    23
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

4 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. @Daniela Bernardes O nome da agencia é CordilleraTours vou deixar o link do facebook deles, eu recomendo pq tanto o passeio para farellones quanto para Cajon, ocorreu sem nenhum problema. Como não gostei mto da comida acabei comendo mais fast food mesmo, la tem mta franquia de McDonalds, starbucks, BK, KFC, e no Shopping Costanera, mas tem bastante opções no centro, se vc seguir pelo Paseo Estado, Paseo Ahumada, sentido mercado Central, tem bastante opções, eu comi algumas vezes num local que tem bastante opçoes típicas Chilena, é um corredor cheio de restaurantes e vc pode escolher entra lanches e refeições completas (mas atenção, tudo que estiver descrito como "italiano" tem um creme de avocado (abacate), tudo mesmo, então se não gosta evite, mas pra elas é bem comum, como maionese para nós) Fica bem na esquina da Calle Merced com Passeo Estado.
  2. Bom dia, Neste tópico vou falar especificamente de valores, depois faço outro relato contando minha experiência sensorial, mas já aviso, o Chile é maravilhoso, podem ir sem medo de ser feliz, mal cheguei e já quero voltar lá pelo menos umas 10 vezes mais hahahaha. Passagem ida e vol Latam – 1170,00 Hostel Che Lagarto Santiago 10 Noites 340,00 Alimentação 600,00 Cajon del Maipu/Embalse El Yeso 160,00 Farellones (sem ski) 170,00 entrada + 130,00 transfer + 60 reais de alimentação Aluguel de roupas 120,00 (completo) Viña del Mar 60,00 City Tour Passagem ida e volta Tourbus – 100,00 Cambio $162,00 *Ida pra Santiago, comprei a passagem pelo 123Milhas, muito mais barato e bastante seguro comprar, não tive problemas, emitiu minha passagem 3 horas depois que confirmei o pagamento, por cartão de débito. Recomendo olhar bem os horários de conexão, porque eu não reparei e tive que ficar 10 horas numa conexão noturna em Rosário-AR e mais 10 horas na volta em Córdova-AR, na ida é até aceitável, porém na volta, muito cansativo e estressante. *Hostel eu reservei 6 dias pelo HostelWord, e depois comprei mais quatro dias lá mesmo. Quem paga em espécie a diária tem um acréscimo de 19%, então optei em pagar no cartão mesmo, mas é um risco, porque quando fui o dólar e estava a 3,89 e hoje a 4,31, então cada um vê o que melhor lhe convém. Hostel limpo e organizado, cozinha fica disponível das 7:00 da manhã até as 22:00 horas, tem a opção de café da manhã, staff muito bacana e gente boa, a limpeza do quarto acontece dia sim dia não. Mas o diferencial principal é a localização, fica bem no centro, tudo perto, passeio, mercado, pontos turísticos, metro, o ponto de ônibus é na frente. *Alimentação, caríssima e eu particularmente, não gostei da comida, mas o que é de gosto é regalo da vida não é, então depende do paladar, mas em média um prato de Pollo com papa Frita sai em torno de 30 reais, e isso em lugares populares onde os locais vão comer, o montante que eu gastei da pra ser menor sim, mas mesmo comprando em mercado ainda assim, não vai sair barato, até porque a nosso real está super desvalorizado lá. *Farellones, não tive sorte, o dia que eu fui não estava tudo branquinho, porém tinha uma quantidade razoável de neve, mas durante a madrugada caiu uma nevasca enorme, um grupo que estava no meu hostel foi no outro dia disse que estava tudo coberto de neve, então depende se São Pedro vai com sua cara ou não hehe. Não deixem de levar comida, lá tem pouquíssimas opções e tudo não sai a menos de 60 reais, levem sanduíches e água que da pra passar o dia e ser muito feliz, o valor da entrada inclui a tirolesa, a descida de boia, o ski bunda, o carrinho de gelo. Mas não inclui a aula de ski e o aluguel das roupas, não posso falar quanto a isso porque optei em não fazer. *Cajon del Maipo/Embalse el Yeso, fui no dia após a nevasca, vocês não podem imaginar o quanto é lindo, o valor citado, inclui o transfer e um comes e bebes no final do passeio, então levem comida também e muita água, lá não tem opção nenhuma para comprar. Paramos num local onde era uma passagem de trem e dizem que um rapaz se matou la por amor e tem muitas homenagens a ele, achei bacana. O meu transfer também fez uma parada em San Jose de Maipo, uma cidadezinha pequenininha, acolhedora, mas não vi nada excepcional, a não ser a cordilheira ao redor, mas isso tem em Santigo também, conto melhor depois, mas Cajon e Embalse El Yeso é daqueles lugares que todo mundo devia conhecer uma vez na vida. Cajon del Maipo é a rota que fazemos para Embalse el Yeso, eu fui achando que era um lugar específico, tipo um único ponto, mas não é não. *Aluguem roupas em Santiago, sai muito mais em conta, quase metade do preço, no bairro Bella Vista tem lugares mto mais baratos que a parada das vans no dia do passeio. *Viña del Mar e Valparaiso, primeiro um conselho, vão bem cedinho, pra conseguir aproveitar e conhecer tudo, eu não fiz isso, talvez por isso eu não curti muito o passeio, mas valeu a experiência, outra coisa, o clima de lá é muito diferente de Santigo, sai de Santiago na hora do almoço estava maior calor, cheguei em Viña estava bem frio, outra coisa, optem por chegar por Valparaiso, que os passeios pelas casinhas coloridas tem que ser de dia, porque a noite (hora que eu consegui chegar lá não da pra ver nada :/), em resumo, contratei um passeio na rodoviária mesmo, pessoal bem gente boa, pechinchei e o passeio saiu por 60,00 reais. Em suma, vou voltar um dia para Viña e Valparaiso, pra tentar tirar a impressão ruim que tive, porque não curti muito, mas acho que isso foi por culpa minha, mas Valparaiso parece uma grande favela, não estou dizendo isso no sentido pejorativo, mas porque parece mesmo, casinhas no morro uma em cima da outra. O transfer me levou a alguns lugares turísticos, ficamos por alguns minutos. Mas como eu disse, um dia vou dar uma nova chance àquele lugar. E não se iludam quando falam que da pra fazer a pé e tal, é tudo muito grande lá e muito longe uma coisa da outra, não da pra fazer a pé e eu acho que um dia é muito pouco, pelo menos durmam uma noite por la. Então é isso, vou escrever um novo post contando sobre a experiência em si, e as impressões que eu tive sem me apegar muito a parte monetária. Espero que tenha ajudado. Desculpem qualquer erro de português, digitei meio que correndo hahaha. Beijos e até a próxima.
  3. Vc saiu do Brasil via aérea? O quanto vc reservou pra fazer esse viagem? Quero ir com duas amigas, mas não temos muita noção do quanto de dinheiro precisamos pra custear a viagem.
  4. Sim, vc precisa reservar com antecedência, no próprio site ja tem um aviso sobre isso. Vc pode fugir das agencias e reservar pelo site http://www.machupicchu.gob.pe/
  5. correção historica, Abaporu é de TARSILA DO AMARAL, não de FRIDA CAHLO.
  6. Boa tarde Vou a Buenos Aires em março, ficar uns 9 dias, vou sair de Dourados/MS gostaria de dicas do que fazer(sem gastar muit)? E de um Hostel bom e divertido e seguro, com pessoas que gostem de interagir, vou sozinha então se alguém estiver por la nessa mesma época e quiser dar um oi, será muito bem vindo Gosto de vida noturna, mas pretendo conhecer alguns pontos turísticos como o Cemitério da Recoleta, Caminito e San Telmo.
  7. Pergunta para quem já fez ou esta calculando os custos. Quanto devemos ter para fazer uma RTW, sem luxo, porém sem passar fome ou frio ou precisar dormir num banco de praça(inclui tudo, passagem, hospedagem, alimentação) ??? rsrsrsrs, E em 6 meses é possível fazer um bom roteiro ou esse tempo é curto?
  8. Eu estou querendo fazer esse mochilao ano que vem, quanto vc gastou para ir ( passagens/ hoapedagem) e quanto ta pretendendo levar? Não tenho base pra começar a me planejar.
  9. Estou querendo ir a Buenos Aires em Março 2017, gostaria de dicas de hostel, vou sozinha e é minha primeira vez fora do país, vou de ônibus pois moro em MS e e relativamente perto da fronteira com a Argentina, quem ja foi sozinho teria algum tipo de recomendação ou cuidado? E gostaria de saber em média quanto irei gastar.
×
×
  • Criar Novo...