Ir para conteúdo

fagnerluiz

Membros
  • Total de itens

    8
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Sobre fagnerluiz

  • Data de Nascimento Junho 11

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. @Dafne Lavinas Também chego em Johanesburgo no dia 03/11 e já vou direto para Nelspruit, que é a principal cidade já pra entrada do Kruger Park. Porém, optei por fazer safaris no parque Sabi Sands, que é vizinho ao Kruger Park, que em novembro é considerado melhor pra se visitar do que o Kruger Park de acordo com este excelente site (https://www.safaribookings.com/kruger/best-time). Este parque tem tanta vida selvagem quanto o Kruger. Já vi documentários no National Geographic. Ficarei 3 dias (a partir do dia 05/11) em um lodge dentro deste parque (https://www.umkumbe.co.za/). Não é barato, porém estava com o preço bem melhor do que outros semelhantes e é algo que sonho em fazer desde criança. Mas, no dia 04/11 estou procurando cia pra fazer os seguintes passeios a partir da cidade Hazyview (tb às portas do Kruger Park : The Three Rondevals, potholes, God's window and Mac Mac falls, Blyde River Canon. Pesquisem aí! são lugares que parecem bem bacanas, mas estou achando os preços caros pra uma pessoa, pois funciona no mesmo esquema do Brasil: fazem o tour de van "fechada" em que, quanto mais pessoas houver, divide-se o preço entre elas. Se alguém estiver já por estes lados neste dia, podemos ver um carro ou um tour de van.
  2. Pessoal, a quem quiser fazer tour pelo interior da Escócia, estou em Edimburgo e acabei de voltar de um de três dias pela empresa MacBackpackers. É um tour voltado pra mochileiro. Não tem erro e não precisa ter receio! É muito bom e cobre pontos interessantes que sinceramente eu não teria descoberto sozinho. Meu guia era um nativo dos highlands (descendente clã dos Andersons) que ia contando histórias dos clãs e suas lendas pelo caminho. Se chama Graham, e espero que tenham sorte de ir com ele. O tour passou pelas highlands, lago Ness, principais castelos, 1 dia inteiro na ilha de Skye (e merece). Além do castelo em que foi gravado o filme em busca do cálice sagrado, do monty python. O guia faz paradas em locais nas montanhas de tirar o fôlego. Se eu fosse fazer de trem ou ônibus público, seria uma logística quase impossível, por isso recomendo demais o tour : https://www.macbackpackers.com
  3. Olá, estou indo para Nova Orleans no fim de outubro de 2016. Alguém foi recentemente e que pode compartilhar o roteiro aqui? Obrigado.
  4. Obrigado, AdrianoLB. Eu acho que eu me encaixo no perfil meio termo entre os que vc descreveu rsrsrs Então, pelo que vc respondeu acredito que não precisa chegar com um roteiro totalmente pronto em maio...
  5. Boa noite, chegarei na Cróacia em 11 de maio. O mês de maio ainda é considerado baixa temporada por lá? Tô querendo seguir a sugestão dada aqui de não reservar muita coisa previamente e ir descobrindo por lá mesmo... mas, só se este mês ainda for um mês vazio. Mas, a base que pretendo será Split e Dubrovnik. Obrigado
  6. Fiz o Big Ice agora em abril de 2014. Adorei e queria mais! Tanto que tentei de qualquer jeito fazer o trekking no Glaciar Viedma depois, mas os ventos fortes vindos deste e os icebergs no lago fizeram com que o capitão abortasse a operação. Era o último dia em que o trekking ficava aberto para operações antes do inverno. Depende de cada um, mas acho o mini muito pouco. O Big Ice pode oferecer possibilidades de ver mais coisas e aproveitar essa experiência que, definitivamente, é única! No meu trekking no Big Ice tive a sorte de ter se formado um túnel de gelo que deu uma emoção a mais (anexo); e também do tempo estar firme (fim de março e mês de abril é o que se encontra o melhor clima tanto lá quanto em El Cháten).
  7. fagnerluiz

    [[Template core/front/global/prefix is throwing an error. This theme may be out of date. Run the support tool in the AdminCP to restore the default theme.]] Deserto de Atacama

    Não estou indo para o Atacama agora, mas li essa reportagem que pode interessar a quem estiver indo. Recomenda-se levar sua própria garrafa(s) de água mineral para consumo a caminho de San Pedro do Atacama e cidades vizinhas. http://www.cartacapital.com.br/internacional/a-agonia-de-san-pedro-de-atacama-9875.html
  8. Obrigado, Cláudio. Na verdade, formulei mal minha pergunta. A comparação que gostaria de fazer era mais com Puno, que é o lado peruano com Titicaca. Gostaria mesmo de saber se compensa mais conhecer o Titicaca por Copacabana do que por Puno. Obrigado pela opinião. Se alguém mais quiser acrescentar algo, será bem-vindo!
×
×
  • Criar Novo...