Ir para conteúdo

Bruce H

Membros
  • Total de itens

    12
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    Consultoria
  1. Olá Dani, Cada companhia aérea tem um tamanho de mala que é permitido levar a bordo como carry on. E isso você pode encontrar no site de cada empresa. O tamanho médio da bagagem não pode exceder 45 polegadas lineares (ou 115 cm) de comprimento, largura e altura combinados, o que dá por volta de 40 L e com limite de 5 kg, voos nacionais e 8kg nos internacionais, e se viajar com passagem premium pode chagar a 15kg. Mas isso varia muito para cada empresa aérea, principalmente internacional. No chek -in dos aeroportos tem sempre um painel com vão onde vc pode testar o tamanho da mala para ver se pode levar como carry on. Costumo viajar com mochilas de até 45 L e procuro ficar na méida de 10kg que posso carregar com conforto sem chamar atenção para não despachar a mochila. Quando passa muito esse tamanho e peso, eles costumam pedir para que a bagagem seja despachada, pois fica difícil de ser acomodado nos bagageiros acima dos assentos. Além dessa mochila você ainda pode levar um chamado item pessoal, que pode ser uma bolsa ou mochila pequena para carregar um notebook ou coisa parecida.
  2. Olá Flávio, Independente do país ou países que você irá viajar, sempre é recomendável ter uma cópia impressa das reservas confirmadas dos lugares que você vai se hospedar com você e uma cópia com um familiar ou amigo de confiança em casa para casos de emergência se porventura ocorrer. (O ideal é deixar além dos hotéis, tbm um intinerario da sua viagem). Dependendo do país que você vai visitar pode ser até que não peçam, mas vários países pedem essas confirmações na imigração quando adentrar o país. E em alguns casos você pode ser barrado caso não tiver elas em mãos. Por isso é aconselhável imprimir e levar com você, não vale a pena se arriscar. Boa viagem.
  3. Olá Dhouglas, Legal tua vontade de sair mochilando. E como disse o colega Caio, a primeira coisa a fazer é ir... Em questão de tempo e dinheiro, é muito relativo, pois tudo depende do seu estilo de viajar, e isso você vai descobrir colocando o pé na estrada. Você pode sair e viajar de maneira confortável de carro ou onibus.... ou de modo mais aventureiro de carona. Ficar em hoteis e pousadas ou albergues, hostels ou até em casa de famílias ou igrejas, pois apesar de tudo, tem muita gente boa que abre as portas a estranhos ainda. Comida tbm não seria uma coisa complicada pois vc está em casa, e sempre tem um boteco com um PF da hora, ou uma padaria pra se virar. De maneira prática, leve um pouco de dinheiro com voce para despesas imediatas como comida e passagens, e leve um cartão pra despesas maiores. Seja de crédito ou debito, para usar ou sacar dinheiro quando precisar. O dinheiro você espalha em vários bolsos e vale até mesmo o bolsinho escondido na cueca, no tenis, no forro do casaco. O cartão tbm, só cuidado para não dobrar e estragar. Tempo eu recomendo os meses mais quentes, pois vc leva menos roupa, saco de dormir mais leve, sem precisar de cobertor, e ajuda se precisar dormir ao relento. Isso ajuda diminuir o peso e volume da mochila e se precisar, carrega ele pra onde vc for. Se precisar deixar a mochila pra trás, sempre tenha com você tudo que é importante pra você no corpo (RG, cartão, dinheiro, remédio). Só deixa na mochila coisas que se vc peder, esquecer ou na pior hipotese, for roubado, vc tenha como repor sem te complicar muito. Sempre viaje com calçado e roupa confortável e peso que vc consiga carregar por longos períodos sem se cansar muito. Afinal mochilar é pra se divertir e não pra pagar por pecados passados...rs Eu pessoalmente gosto de começar a jornada indo pra o lugar mais perto de onde vou começar e ir em direção ao mais afastado pra quando chegar lá, pegar um onibus e voltar direto pra casa. Mas isso tbm faz parte do estilo de viagem que voce vai desenvolver com o tempo... tem gente que faz exatamente o contrario ou monta um roteiro circular onde vai se afastando e aos poucos volta pra casa. Viajar sozinho é uma delícia, pois vc terá mais tempo com vc mesmo e sera vc quem vai ditar o ritmo e estilo da viagem. Se quiser ficar mais tempo em algum lugar que gostou, ou se quer seguir em frente pois não gostou do lugar... só depende do seu nariz. Mas o lado ruim é se vc precisar de alguém pra olhar a sua mochila enquanto vc procura um banheiro... ou se precisar dormir ao relento... fica um pouco mais vulneravel... e não vai ter alguém pra tirar aquela foto de vc dentro do rio, debaixo da cachoeira ou em cima da arvore. Mas viajar em dois, com um amigo ou uma namorada.... é muito prazeroso tbm, pois pode dividir despesas, duas cabeças pensam melhor que uma e se tiver uma diarreia... ele(a) fica com a sua mochila enquanto vc procura um banheiro....rs A sua ideia de começar dentro do seu estado é muito boa... e com o tempo vc vai estar mochilando por esse Brasil afora. Tanto a maior ou amenor das jornadas começa sempre com o primeiro passo ... por isso ... vamo bora cair na estrada. Boa sorte.
  4. Se você tem um smartphone, e não vai ligar pra ninguém por lá em Miami, pode simplesmente usar o Wi-Fi do hotel e dos lugares públicos tipo bookstore e coffe shop que tem por lá pra navegar. Basta baixar o waze ou google maps e colocar o roteiro antes de sair do hotel e cair na frreway, e na volta usa redes públicas abertas. Se precisar usar mesmo o tel por lá, compra um chip pré-pago no Target ou Radio Shark que tem muitas opções de operadoras bem baratas.
  5. Olá Paola, O custo para ficar em San Diego por um mês é muito relativo. Como o curso e acomodação já está pago isso ajuda muito, pois resta 2 custos a pricípio: alimentação e transporte. Alimentação é bem fácil se você não tem restrição alimentar e nem frescuras....rs Tem uma variedade bem grande de restaurantes fast food, tipo Mac Donald, Burger King, Carls Jr , In n' out, Taco Bell, El Pollo Loco... entre muitas outras opções, até redes de restaurants locais para todos gostos e bolsos. americanos, , italianos, japoneses, mexicanos e chineses (normalmente bem em conta, mas vá com quem já conhece) , com precos médios que vai em media de US$10 a 15 no almoço e 20 a 30 no jantar. Para vc comprar e cozinhar... vai depender da sua hospedagem disponibilizar acesso a cozinha e geladeira e seu acesso a supermercados. Transporte é vital em San Diego como na maioria das cidades americanas. Tudo é feito de carro por causa do design das suas cidades onde os comércios ficam em bolsões nos bairros... os chamados shoppings.( shopping center são malls). Então vc vai precisar descobrir se tem shoppings perto de vc e se a escolar fica perto de onde vc vai morar. E um detalhe... os quateirões lá são bem maiores que os daqui e muitas ruas são sem saída. Além de levar dinheiro, sempre é bom levar um cartão de crédito internacional para emergências. E uma vez que vc vai estar por lápor um mês... vai poder fazer muiiiitas compras... pois apesar do câmbio a R$3,50, ainda vale muito a pena comprar roupas e outras coisas por lá. 1000 dolares para despesa básica para mim, seria mais que suficiente... mas não para compras...rs Bom espero que isso ajude, e se tiver mais dúvidas, fique a vontade para perguntar.
  6. Olá Edu, Uma sugestão de roteiro seria ir em primeiro para Seul que fica mais ao norte, assim vc poderia ir descendo para Xangai, Beijing, (eu sugiro Xian tbm), Suzhou, Hangzou, e dai sair para HK e Macau, voltando ao Brasil via HK. Ë um modo mais economico em termos de dinheiro e aproveita melhor o tempo de viagem. Fiz o roteiro HK, Macau, Xian, Beijing e Taipei a 2 anos atrás.
×
×
  • Criar Novo...