Ir para conteúdo

Ana Paula Saraiva Pimentel

Membros
  • Total de itens

    2
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

2 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Não tem. Tem o ônibus que vai de Aracaju para Paulo Afonso, da viação Rota, aí você fala com o motorista para descer no posto fiscal de Piranhas, ele passa por Piranhas mas não entra na cidade. Foi esse que eu peguei. Aí de lá pega um táxi. No meu relato deixei um contato de taxista de Piranhas.
  2. A muito tempo tinha vontade de fazer essa viagem, aproveitei uma ida a Aracaju para realizar esse sonho. Então, de Mala feita, me hospedei em Aracaju no Hotel Aragipe, diária R$ 100,00 suite individual com café da manhã. Vantagem desse hotel, além de ficar na orla de Atalaia, fica por traz do terminal de Atalaia, onde pude pegar ônibus para a Rodoviária nova de Aracaju R$ 3,20, onde eu pegaria o ônibus com destino a Piranhas. Na rodoviária descobri que os ônibus não param em Piranhas, eles vão até Canindé, e de lá tem que pegar um taxi, van, ou moto-taxi até Piranhas, é muito perto, deve ser uns 15 minutos. Existe 2 empresas que faz essa viagem: Copertalse (micro-ônibus) e Rota (ônibus). Existem vários horários de manhã. Preço da passagem R$26,70 em qualquer uma das duas. A rota aceita cartão e a Copertalse só dinheiro. A viagem de ônibus dura 4 horas. Optei por viajar pela Rota de 12:30 no ônibus que faz Aracaju/Paulo Afonso porque ele passa no posto fiscal de Piranhas e o motorista deixa saltar lá. É o único horário que pode fazer assim, nos outros só vai até Canindé. No caminho chamei um taxi para me pegar no posto fiscal na hora marcada +/- 16:15 hs. Para me levar para o Albergue em Piranhas velha. R$ 20,00. O taxista é André e o contato dele é (82) 9805-7281. Cheguei no Albergue Maestro Egildo (82- 98806-1566 ou 82-99633-7437), onde o dono é Ney, pessoa muito legal que conhece tudo de Piranhas, esse Albergue fica no melhor ponto da cidade, exatamente na pracinha onde tem os restaurantes, museu, e saída dos barcos para a Rota do Cangaço. O Albergue é lindo, muito limpo, e o Ney prepara um ótimo café da manhã, com muito carinho. Valor da diária R$ 60,00 quartos coletivos separados por sexo. A cidade é linda, passei só 2 dias. Não tive tempo de conhecer o museu. Mais um motivo para eu voltar. Assim que cheguei conheci 2 mulheres, mãe e filha que estavam pegando informações sobre hospedagem no Albergue, aí o Ney já nos deu a dica de fazer os passeios de lancha com o vizinho dele o Rogério, e foi muito melhor do que fazer no catamarã, primeiro porque na lancha você tem mais contato com o Rio, você fica ali pertinho da água, pode até molhar a mão, depois é mais tranquilo sem barulho, oba-oba que é no catamarã, e o melhor de tudo fazemos o nosso tempo de passeio e escolhemos nossas paradas. Assim no dia seguinte na hora marcada com Rogério estávamos lá, eu, as 2 mulheres, um pai e filho que conhecemos na noite anterior, e um casal que já estava agendado com Rogério, todas são pessoas muito legais, fomos de lancha para o restaurante Angicos, só eu e a Amanda fizemos a trilha do cangaço, R$ 10,00, meia hora de trilha ida e volta. O sol é escaldante, mas não me arrependo. E depois ficamos curtindo o restaurante, tomando banho de rio, maravilhoso, almoçamos e fomos de lancha até Entremontes, uma cidadezinha linda onde tem umas bordadeiras, fomos acompanhadas pelo guia Cícero (82) 8831-8220, que explicou tudo sobre o lugar, para esse guia não há preço fixo, paga quem quiser e o que quiser. Cada um de nós deu R$10,00. Depois pegamos a lancha de volta para o restaurante Angicos, onde ficamos curtindo mais uma hora de banho, e quem quisesse tinha esquibunda de um morro até o rio. Hilário! R$ 5,00 podia fazer o que a bunda aguentasse. E por fim voltamos para Piranhas, em torno de 17:30 hs a lancha estava chegando, e vimos o pôr do sol do Rio com Piranhas ao fundo, inesquecível! Valor do passeio R$60,00 para cada um. O Almoço deu R$ 20,00 por pessoa (prato dividido para 3) deu de sobra. De noite fomos jantar na pracinha, muitas opções. No outro dia fomos para Canindé no restaurante Karrancas, fui de carro com as amigas, lá saímos na lancha com Rogério para os Cânions e Vale dos Mestres. É simplesmente fantástico, existe a possibilidade de parar em umas piscinas (uma rede) dentro de um deck porém, nessa época estava interditado, assim como os restaurantes Castanho e Show da Natureza. Então fomos aos cânions chegando lá pegamos um barquinho que vai na parte mais estreita dos cânions, pagamos R$ 10,00. E depois seguimos para o Vale dos Mestres é uma parte onde é rasa e dá para tomar banho. Depois voltamos para Karrancas porque iriamos viajar cedo. Mas em outra época poderia ficar em um desses dois restaurantes interditados, antes de voltar para karrancas. O valor desse passeio R$ 100,00 por pessoa. (6 pessoas na lancha). O contato de Rogério é: (82)98889-0652 ou (82) 98158-5186 Lá como eu estava de ônibus, peguei uma carona com meus amigos (o pai e o filho) que estavam indo para Penedo-AL, até o trevo de Olho D’água do Casado onde passa o micro-ônibus com destino a Maceió. Peguei o de 14:00 hs, e ele deixa aonde você quiser ficar em Maceió, no meu caso foi na rodoviária, porque eu iria voltar para Campina Grande-PB minha casa. Valor da Van: R$ 40,00 até a Rodoviária de Maceió. Contato da Van de Erenildo: (82) 99932-5400. Assim fui e voltei, de ônibus e de mala, para Piranhas-AL sem grandes dificuldades.
×
×
  • Criar Novo...