Ir para conteúdo

Anne RJ

Membros
  • Total de itens

    19
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Anne RJ venceu a última vez em Julho 18 2019

Anne RJ tinha o conteúdo mais apreciado!

Reputação

11 Boa

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Olha já fizemos alguns cruzeiros pelo Caribe, rotas distintas e todos pela Carnival. Ela é sempre mais barata que a Royal e as outras, durante o Cruzeiro conhecemos alguns passageiros que viajaram pelas outras companhias e não repararam em grandes diferenças de serviço, a estrutura do navio realmente conta. A maioria das rotas tem alguns dias "at the sea", acho que o Cruzeiro de 3 dias para as Bahamas, com 2 dias "at the sea" para ficar poucas horas em Nassau e voltar deve ser escolhido somente se vc não tiver mais dias, ou economizar no pacote. Acho que conhecer as ilhas do Caribe é o melhor
  2. Anne RJ

    Dicas da Tailândia

    Olha é uma questão individual, mas sempre que viajamos e fazemos isso há mais de uma década, sempre levamos uma pequena quantidade de dóla, para se cambiar pela moeda local priorizamos sempre o gasto com o Cartão de Crédito. Achamos mais seguro, sem risco de furtos e mais cômodo/prático. A taxa de conversão dos gastos mais o IOF, não batem a cotação da casa de câmbio quando compramos a moeda e por fim ainda ganhamos milhas. Só tivemos problemas com Cartão de Crédito uma única vez, que foi no Japão em 2012 pois, tínhamos dificuldade de achar estabelecimentos que aceitassem, acabamos tendo que s
  3. Anne RJ

    Marrocos

    Estivemos no Marrocos recentemente, pegamos um tour saindo de Marraquech para o deserto do Merzouga pela empresa Portal Marrocos, pagamos pelo tour privativo e com hospedagens padrão superior, meia pensão e nossa tenda no deserto possuía banheiro privativo, com chuveiro, água quente e tudo mais. Foram 3 dias e o custo de 100 Euros/dia. Tratamos com o responsável aqui no Brasil (São Paulo) e o padrão é excelente, preço salgado mas, sem estresse e garantia de conforto. Se quiserem fotos da tenda, e detalhes do passeio tem no site: http://www.vousentarnajanela.com.br/marrocos.html?m
  4. Pessoal fiz uma Road Trip agora no fim de 2014, Nov e Dez de 45 dias, saindo de NY e passando por Filadéfia, Washington, Pittsburg, Cleveland, Chicago, Des Moines, Sioux Falls, Rapid City, West Yellowstone, Idaho Falls, Salt Lake City, Midway, Zion National Park, Las Vegas e por fim Tucson, foram quase 10.000 km rodados e muita estória. Se quiserem dicas e acompanhar as fotos está tudo no site: http://vousentarnajanela.com.br/index.html
  5. Estivemos em Israel ano passado e saímos do RJ para JFK e de lá para Ben Gurion, foi um voo da Delta e não passamos por entrevista de imigração após o posto de imigração americano, apenas no Gate de embarque colocaram um raio X adicional para todos os passageiros. A imigração em Ben Gurion for super tranquilo e amigável, não carimbaram nosso passaporte e nem foi preciso pedir, nos deram direto um cartão separado, até pq nosso passaporte tem muita entrada em países árabes, e futuramente ainda iremos a outros países árabes, sabemos que um stamp de Israel no passaporte é o mesmo que ter que fazer
  6. Anne RJ

    Índia

    Estive na Índia em 2013 e é uma realidade muito distinta do restante dos destinos tradicionais de mochileiros, o seu poder econômico na Índia é muito maior, as Rúpias não valem muito e vc consegue viajar pelo país sem precisar economizar tanto assim. Para se ter uma ideia fiquei em um hostel em Varanasi na saída de um Gati e a diária era muito barata, e por 5 dólares a mais poderia fazer o upgrade para a suíte principal com split e varanda privativa para o Ganges. Eu sempre uso o Guia da folha de São Paulo, além de muita foto de todos os pontos turísticos acho mais simples o esquema sugerido n
  7. Já fui para a Tailândia duas vezes sendo a último a menos de uma ano, as duas viagens que fiz para lá foram em meados de Maio e quase não peguei chuva na ilhas que visitei. Já estive em Hat Yai (fronteira com a Malásia), Krabi, Phuket, Phi Phi e Koh Lipe tente planejar a sua viagem com calma pois o translado entre o continente e essas ilhas (Phi Phi e Koh Lipe) tem horários de saída dos Barcos e dependendo do horário que vc chegar e, Phuket ou Krabi de onde saem esses translados, vc não consegue embarcar no mesmo dia e tem que passar a noite na cidade. A depredação causada pela exploração turí
  8. Viajamos para Mergouza saindo de Maraquech, foram três dias de passeios por diversos pontos, como o Alto Atlas, Quarzazate, algumas Kasbah como a Eit Ben Haddou, Vale das rosas, garganta de Dades e muitos outros pontos terminando em Merzouga. Foi um passeio privativo, logo fomos em uma 4X4 eu, meu marido e minha mãe, e na noite que passamos na tenda no deserto optamos por uma tenda mais confortável, pois vimos algumas opiniões assustadoras de algumas tendas coletivas, sem banheiro e pouquíssima estrutura. Em nossa tendo tinha banheiro, água-quente e cama king bastante confortável. Tenho fotos
  9. Após o dia em Hebron, estávamos decididos a irmos visitar o Egito ou a Jordânia. Ambos os destinos iríamos até o extremo sul de Israel, cidade de Eilat e de lá atravessaríamos a fronteira para o Egito ou para a Jordânia. Deixamos alguns dias livres para decidirmos na hora o que queríamos fazer. Após pensarmos bastante levando em conta o custo que teríamos e principalmente, o fato de que haveria um Shabat no dia anterior a nossa volta para o Brasil por Tel Aviv, fato que dificultaria muito qualquer translado, comércio, e decidimos ficar por Israel mesmo. Acabamos decidindo que iríamos a
  10. Hebron é uma cidade da Cisjordânia que está sob ocupação de Israel e o local é reclamado tanto pela Autoridade da Palestina como pela Jordânia. Sua maioria é árabe e é lá que está os túmulos de Abraão, Isaac e Jacó. Assim que chegamos na cidade, recebemos vários tipos de orientação de como nos portar, pois passaríamos por muitos check points militares. A região tem diversas divisões militares pois há muitas famílias israelenses vivendo no local, o que tem gerado muitos conflitos, com muitas mortes. Hebron é divida em duas regiões, H1 que esta sob autoridade palestina e os jude
  11. Ainda em Jerusalém, compramos um tour guiado pela Palestina, que incluía ir em Belém, campos de refugiados e em Hebron. Contratamos o Green Olive Tour, que eu recomendo por todo profissionalismo deles. O tour tinha um grupo pequeno e nossa primeira parada foi na cidade palestina de Belém. Diferente do que eu imagina, Belém é uma cidade super arrumadinha, limpa e a sua maioria são cristãos. Nosso guia era um cristão que vive com a família em Belém e nos mostrou toda a problemática política que eles vivem por conta dos assentamentos judeus criados pelo governo de Israel. Par
  12. Chegamos em Jerusalém no dia do Shabat. O Shabat é o dia de descanso semanal no qual o judaísmo inicia o seu descanso no pôr do sol de sexta até o final do dia de Sábado. Fomos para o nosso studio que alugamos também pelo airbnb.com em Jerusalém e o lugar era perfeito, bem localizado e super arrumado. Chegamos no nosso studio e fomos dormir, pois ainda estávamos sentindo o efeito do fuso, acordamos tarde da noite morrendo de fome e resolvemos andar pela cidade sem rumo. Ficamos assustados pois, estávamos morrendo de fome e tudo estava fechado e a cidade deserta. Caminhamos por mais de
  13. Ir para Israel sempre foi um grande desejo nosso. Apesar de não sermos religiosos, aliás de não termos religião conhecer um lugar com tanta história religiosa, com crises políticas tão atuais nos deixava fascinados. Conseguimos uma grande promoção e voamos para Tel Aviv, na conexão em Nova York já percebemos o quanto seria diferente a nossa ida a Terra Santa. Já no terminal em Nova York, mesmo já temos feito todo o procedimento de segurança, como nosso voo iria pra Israel, existia dentro do gate mais um procedimento de segurança, com maquinas de raixo x e revistas pessoais. O novo proc
  14. Generalbaco Já deixe o carro reservado, não deixe para reservar na hora.
  15. Anne RJ

    Miami

    Olha, eu não conheço esse cruzeiro de 1 dia. Já vi de no mínimo 3 dias para Bahamas. Mas estou indo fazer agora um pro Caribe e não sei se dá para equiparar, mas vamos lá. Preço depende muito da empresa, e deve levar em consideração que o preço anunciado ainda tem as taxas portuarias e as gorjetas obrigatórias (não é muito). Comida está inclusa no cruzeiro e bebida (refrigerante e alcool) é pago a parte e é meio caro. Mas eu acho que vale a pena, inclusive tem pro Caribe pelo mesmo preço.
×
×
  • Criar Novo...