Ir para conteúdo

rafa_con

Membros
  • Total de itens

    45
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    4

rafa_con venceu a última vez em Novembro 25 2019

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

58 Excelente

Links para Redes Sociais

4 Seguidores

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. @Meigan Heber Franzmann se na saída vc passou em um posto de imigração, o cara deixou registrado no sistema que vc saiu do país, provavelmente não terá problemas. Fui ao Uruguai agora no fim do ano, não tive carimbo nem na entrada e nem na saída, só passei o passaporte na maquininha do aeroporto.
  2. @Santiago Asox Muito obrigada pelo seu relato! Através dele decidi o que farei na Chapada das Mesas. Primeiro que já tirei Pedra Caída do roteiro. Obrigada pela economia hahaha Vou chegar num dia pela manhã e pensei em ir até o Portal da Chapada mas acho dificil haver algum tour só pra ir até lá. VocE^acha que rola alugar uma bike em Carolina pra ir pra lá por conta? Vi que são uns 20km de Carolina, acho que rola fazer de bike, não? O que você acha? Depois penso em fazer um dia o passeio do Poço Azul e o outro dia as Cachoeiras da Prata e São Romão, concluindo assim 3 dias. Obrigada desde já!
  3. Se vc tiver passaporte italiano, não terá problemas pra nada na Europa. Nem pra passear nem pra trabalhar. Caso o trabalho for em algum país fora do tratado de Shenaoseioque vai precisar de uma certa documentação mas nada muito complicado. Não sei explicar exatamente como faz mas meu tio em menos de um mês conseguiu essa documentação pra ficar de boa em Londres. Tenho certeza que deve ser fácil se informar sobre isso em qualquer embaixada. Eu só usei meu passaporte pra turismo mesmo. Não costumam nem me fazer perguntas nas imigrações, só comparam a foto com a minha cara e as vezes soltam "hmm dupla cidadania". Boa viagem!
  4. @Clark Ewerton acabei de voltar do Uruguai e de fato, se pá, é o país mais caro em que já estive, até mais dos que eu já conheci da Europa. No entanto, confesso que optei por hospedagens mais confortáveis, o que encareceu bastante o orçamento, principalmente em Cabo Polonio que qualque quarto qu não seja compartilhado já sobe o preço nas alturas. Passei por Cabo Polonio, Montevideo e Colonia. Cabo Polonio é maravilhoso, eu gostei demais do lugar e acho que vale muito tua visita. Só fico na dúvida quanto a chegar lá em Novembro porque muitas companhias de ônibus só param na porta lá na alta temporada a partir de Dezembro... Mas deve a ver um jeito. Montevideo vale ficar uns 2 dias mas no geral não tem muitos atrativos além de curtir a vibe da orla da praia e trocar ideia com os locais. Colonia eu não gostei, fiz um bate volta lá que trocaria facilmente por mais um dia em Cabo. Agora Punta del Este dizem ser a cidade mais cara entre todas estas e justo por isso resolvi abortar a ida pra lá. Mas acredito que com o combo hostel e fast food dá pra ficar de boa um dia lá pelo menos. Sobre a Patagonia, como disseram, pelo menos metade desses 30 dias tem que ficar só por lá. Pessoal a em cima já deu boas dicas mas eu incluiria Ushuaia se der pra encaixar no tempo e orçamento.
  5. @Mochileiro experto eu possuo cidadania italiana mas foi feita no Brasil há muitos anos pelo meu tio (eu era criança na época). Sei que esse mesmo processo hoje é inviável. No entanto, conheço alguém que está tentando tirar a cidadania na Italia há mais ou menos um ano, ainda não conseguiu, mas segue na luta com forte esperança que dê certo. O que adianto é que você vai ter muito trabalho pra encontrar documentos, vai gastar uma grana considerável (entre viagens até lá, assessoria e documentação) e terá q ter muita paciência com uma possibilidade de dar errado. Mas se esse for seu grande objetivo, acho que vale a pena a tentativa.
  6. @joaoptsantos Se você só andar de metrô e comer coisa de mercado e rua como citou, tiver com a hospedagem e passeios pagos, eu acho que 300 libras é bem suficiente sim para 4 dias. Levando o cartão de crédito como 'back up' acho que rola tranquilo.
  7. Aliás @Claudia Ognibene, aproveitando que você tocou neste assunto, eu queria muito entender o porque um país da américa do sul, que tem seus principais turistas vindos de outros países da américa do sul tem seu turismo cobrado em dólar. Qual o sentido? Estou indo para lá este mês mas isso me deixou bem frustrada. Será uma vez pra nunca mais, o país nem tem tantos atrativos assim pra querer cobrar tudo em dólar, se ferrar viu.
  8. @Eduardo Juriatti as datas estão fechadas? estarei por lá entre 24/12 e 30/12
  9. @Davi Leichsenring olha, eu ouvi dizer que a caverna não existe, é CGI mesmo. Eu vi no Instagram um pessoal tirando foto na casa do Jonas (a vermelha) mas o local parecia ser bem pro interior, não sei dizer exatamente onde é.
  10. @Elizabeth Reis de Jesus oi Elizabeth! Poderia nos abrir quanto é o seu orçamento? Porque poderia lhe indicar ficar uns dias em alguma cidade da Patagônia para curtir natureza e depois esses dias em Buenos Aires. No entanto, Patagônia não é lá um destino MUUUUUITO barato então talvez você pode diminuir a quantidade de dias da viagem para conseguir fazer essas duas coisas. Por exemplo, pode escolher ficar 3 ou 4 dias em El Calafate ou Bariloche e esses mais 3 ou 4 dias em Buenos Aires. Se agregar mais dias em Buenos Aires também dá pra fazer alguns passeios de balsa até o Uruguai.
  11. @RodrigoDigão HAHAHA então, quando vi o tobogã pensei que fosse pago também, mas ai fomos lá em cima para conferir e não tinha nada impedindo de descer, e tinham várias pessoas, cranças e adultos descendo daí a gente foi tbm E sim, o banheiro dentro do shopping era pago! Achei isso O CÚMULO, dentro do shopping gente? Como que pode, mas nem no Brasil HAHAHA Mas fazer o que né =/
  12. @Davi Leichsenring Então, tem lugar que é gravado mais pro interior mas pelo menos esses três cenários é lá próximo. Tem verdadeiras florestas perto de Berlim hahaha. Eu me perdi muito no meio do mato pra achar os dois primeiros lugares mas pelo menos não senti assim como sendo um 'tempo perdido' porque de fato são bem bonitas as trilhas entre as árvores
  13. 3) A escola Bom, a escola é muito fácil chegar porque fica na cidade, do lado do metrô, vou passar só o endereço. Ela chama Reinfelder Schule: Maikäferpfad 30, 14055 Berlin. É uma pena que tem uma grade em volta dela e a gente não vai pular né, então só dá pra tirar as fotos meio longe. É isso pessoal, sei que deve ser 1 pessoa em um milhão que vai procurar esse conteúdo, mas se procurar saiba que ele está aqui.
  14. 2) A capela no cemitério Pra chegar aqui também é a partir da estação Wannsee. Só que dessa vez, você saí pro outro lado da estação onde tem um ponto de ônibus bem grande, ele fica na Avenida Kronprinzessinnenweg, olha a foto abaixo: Nesse ponto você tem que pegar um ônibus que vá até a parada Stahnsdorf Waldschanke. Não vou lembrar o número do ônibus mas tem uma placa no ponto com todos os ônibus e todas as paradas que eles passam. Procura esse nome lá. Essa parada fica perto de uma rotatória e um mercado Lidl. Descendo lá você entra na rua Alte Potsdamer Landstrabe e vai reto toda a vida até o final que dá no cemitério. O que confundiu a gente é que o cemitério tem dois lados pra direita e pra esquerda nesse ponto. Eu achava que a capela ficava pra direita e andei muito mais do que o necessário. Então é o seguinte, quando chegar no final da rua você vira pra esquerda que é pra onde a rua continua propriamente dita. Vai descendo até que vai ver do o portão do cemitério bem grande e chamativo. Dentro do cemitério é muito fácil achar a capela mas vou deixar um mapinha com todo o caminho abaixo:
  15. Pessoal, acabei de deixar um relato sobre minha viagem a Berlim (caso você queira conferir, clique aqui) mas abri esse tópico pra deixar uma informação MUITO ESPECÍFICA de uma das atividades que eu fui fazer lá que é conhecer alguns cenários em que a série Dark foi gravada. Alguns deles são bem dificeis de achar e não achei muita info em português. Tem o canal Alemanizando que falou um pouco sobre isso no Youtube mas ainda assim consegui me perder, por isso vou deixar aqui pra ajudar quem por acaso quiser ir, tudo de transporte público! Então prepare-se para andar distâncias consideráveis. Leve um lanchinho pra fazer durante o dia e muita água! 1) O túnel com os trilhos de trem abandonado: Vá até a Estação de Wannsee - Linha S1 (última da linha) ou Linha S7 sentido Potsdam. Saia em direção a avenida larga de mão dupla com um canteiro central que chama Potsdamer Chaussee. Você vai notar que tem uma ponte do seu lado direito, atravessa a avenida ali e vai andando pela ruazinha bem do lado da ponte. Você vai passar por um club de tiro e por um restaurantezinho até que o asfalto acaba e você entra numa trilha no meio das árvores mesmo. Vai andando até encontrar uma encruzilhada que tem um banco de madeira. Nesse ponto, vira a direita. Daí você segue andando por mais um tempo até encontrar uma ponte de paralelepipedo. Você chegou, tem um caminhozinho pela lateral pra você descer e voilá.
×
×
  • Criar Novo...