Ir para conteúdo

r1c4rd0f3r

Membros
  • Total de itens

    9
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Vou deixar aqui mais um report que tenho em atraso. A viagem foi feita em Novembro de 2016 para aproveitar os voos baratos dessa altura. Decidimos ficar 5 dias, 4 noites A estadia num apartamento alugado pelo Booking ficou a 240€ para as 4 noites O trajecto aeroporto-Milão-Aeroporto foi feito nos onibus da Terravision cujo bilhete custa 10€ ida e volta O resto das deslocações em Milão foi feito de metro (que funciona de forma bastante eficiente), sempre comprando passes de 24h a 4,5€ cada. Dia 1 O voo saiu de Portugal às 9h00 e chegou a Milão (Bergamo) às 12h30, hora local. Daí, apanhámos o onibus para Milão. A viagem durou cerca de uma hora e a paragem final é a estação de comboio Milano Centrale. Fizemos o check-in e fomos dar uma volta a pé pela cidade. Visitamos a Basilica de Sant’Ambrogio e andámos pela zona da Santa Maria delle Grazie. Como naquela altura do ano anoitece bastante cedo decidimos ir espreitar a praça do Duomo e as galerias Vittorio Emanuele II à noite. Acabámos o dia a apreciar o famoso Aperitivo Milanês que para quem não conhece consiste em ir a um Bar e comprar uma bebida (preços rondam os 8€ a 20€, dependendo do bar) e aproveitar o Buffet gratuito, onde é servido tudo e mais alguma coisa (Pizza, pasta, lasagna, etc) Dia 2 Fomos de metro até à estação de Cadorna e caminhámos até à Santa Maria Delle Grazie para visitar não só a igreja mas principalmente o famosíssimo Cenacolo Vinciano, onde podemos apreciar a Última Ceia de Leonardo da Vinci. De seguida visitámos o San Maurizio al Monastero Maggiore e fomos até à estrela da cidade, o famoso Duomo. Para além da espectacular visita ao interior da catedral subimos até aos telhados (dá para ir de elevador mas decidimos ir de escadas) para apreciar a privilegiada vista da praça e da cidade. Fomos de novo até às galerias Vittorio Emanuele II (desta vez de dia) para apreciar o interior com outra luz. De seguida caminhámos desde a praça até ao Castelo Sforzesco, onde para além das torres e muralhas é possível apreciar, entre outras coisas, um interessante espólio de armas e instrumentos musicais antigos. Atravessando-se o Castelo chega-se ao Parque Sempione que vale a pena ser calmamente atravessado, chegando por fim ao Arco della Pace. Como era quinta-feira, a Pinacoteca di Brera tem uma promoção (Brera Nights) em que os bilhetes custam apenas 2€ a partir das 18h00, o que é um preço muito bom para a qualidade das obras que se podem ver Dia 3 Fomos de metro até à estação do Duomo, saindo na praça, atravessando as galerias e chegando à Piazza della Scala, onde se situa a estatua de Leonardo da Vinci e o famoso Teatro alla Scala. Visitámos o Museu e a sala de espectáculos. Visitámos a Igreja de Santa Maria presso San Satiro e de seguida fomos de metro até ao Cemiterio Monumentale que sem estar à espera, foi das coisas que mais me marcou. Nunca esperaria que um cemitério tivesse obras tão impressionantes. As famílias mais abastadas da cidade, pelos vistos sempre se esmeraram por ter uma obra melhor do que a do “vizinho do lado”. Visitar o cemitério levou-nos cerca de 2h. Almoçámos e fomos dar a volta da praze nos autocarros de Sightseeing, a partir de onde pudemos ver o Hipodromo e o estádio do Milan/Inter. Terminamos o dia a passear na zona dos canais onde apanhamos um mercado de velharias e afins. De noite fomos apreciar os arranha céus desde a praça Gae Aulenti Dia 4 Dia dedicado ao Lago Como. Fomos até à estação Central de onde apanhámos um comboio até Varenna. Comprámos os bilhetes nas máquinas da estação e a viagem demorou 1 hora. Chegando a Varenna, dexemos até à vila (a estação encontra-se num ponto mais alto) e apreciamos as ruas. Estava tudo muito calmo porque a época é baixa. Passámos cerca de 1 hora em Varenna e desde lá apanhámos o ferry até Bellagio. O cenário era idêntico ao de Varenna: tudo muito calmo e comércio fechado. Contudo a vista era fantástica pois como estávamos em pleno outono as árvores nas encostas do lado tinham os tons típicos da estação a dar um ar melancólico a todo o cenário. Bellagio é maior do que Varenna pelo que a volta a pé que demos por lá demorou cerca de 3horas. Decidimos voltar de Ferry para Varenna para apanhar desde lá o comboio de volta. Podíamos ter ido até Como e apanhado o comboio desde lá, mas os horários não nos eram favoráveis. Gostaria de voltar ao Lago mas desta vez num cenário de Verão. Deve ser qualquer coisa Dia 5 Acordar, dar um passeio matinal num parque secundário da cidade (perto do apartamento) e arrumar as malas para ir até à estação Centrale e daí apanhar o onibus para o aeroporto Deixo aqui alguns vídeos que mostram as melhores partes da viagem MILÃO: LAGO COMO: Qualquer dúvida é só falar Ricardo
  2. Parte das unidades estao em euro (€) e outra na moeda tailandesa (Baht ou THB)
  3. r1c4rd0f3r

    Escala em Zurique

    História Como já reportei aqui no Mochileiros, em Dezembro estive 2 semanas pela Tailândia. No voo de volta (Qatar Airways) fizemos uma pequena escala em (2 horas, Doha, Qatar) e uma senhora escala em Zurique: 10 horas!!! Note-se que podia ter escolhido uma escala menor (3 ou 4 horas não me lembro bem) mas decidi pelas 10 horas para me aventurar na cidade, aproveitando uma viagem de avião que de qualquer forma estava paga e evitando estadias numa cidade em que um cafezinho custa 5-6€ Informações práticas Ir do aeroporto de Zurique até ao centro da cidade não podia ser mais simples. Por várias razões: Pode sair e entrar no aeroporto sem estar a realizar checkins nem verificações de passaporte (foi apenas necessário o controlo de segurança) Basta ir para o terminal de comboios situado no próprio aeroporto e apanhar um comboio até ao centro (Hauptbahnhof) Uma boa parte de pontos de interesse estão situados numa pequena área. Como disse foi só deslocar-me até à estação do aeroporto e comprar um bilhete de comboio. Custou-me 13€ pp e dava para usar durante esse dia em todo o sistema de transportes. A viagem durou cerca de 15min Na volta viemos num comboio de superficie cuja viagem era mais lenta (30-40 min) apanhado do lado de fora da estação mas que deu para apreciar a cidade no quentinho da carruagem. Desde que aterrei até que voltei a passar no controlo de segurança passaram-se 3h30. Podia ter ficado mais tempo mas o jet lag estava a actuar e vir de um país com temperaturas superiores a 30ºC para uma cidade a 3ºC não estava a ser fácil. O que ver Planeei o que ver da forma mais preguiçosa possível. Já tinha a cabeça em papa de planear 2 semanas na Tailândia e não quis perder muito tempo. Fui ao Tripadvisor, apontei as top atractions e coloquei-as num mapa. Percebi que com uma pequena volta dava para ver muita coisa. Decidi não entrar em Museus porque tinha gasto o meu dinheiro todo em Pad Thais e street food Ainda assim deu para apreciar as vistas. Está aqui um mini-video da mini-aventura Qualque coisa é só falar
  4. Tenho sim. Não me lembro o valor exacto de tudo mas no total foi 1600€ tudo (comidas, voos, hoteis, tours) Voos: 600€ por pessoa Hotel Bangkok: 160€ para o casal HOtel Chiang Mai 80€ para o casal Hotel Phi Phi: 160€ para o casal Entradas Bangkok: cerca de 1000 Baht por pessoa Doi Suthep Tour: 400Baht por pessoa Tour Bicicleta Chiang Mai: 1100 Baht por pessoa Elefantes: 1500Baht por pessoa Tour Chiang Rai: 800Baht + 300Baht long neck tribe (Não aconselho) Long Tail Phi Phi: 3000Baht @3 horas As refeições ficavam a cerca de 250 Baht para 2
  5. Desta vez, deixo aqui um report da viagem que fiz a Madrid e Toledo. Foi feita em Novembro de 2016 e decidimos passar 3 dias na cidade e mais um em Toledo. No geral não tínhamos grandes expectativas em relação à cidade pois já tínhamos estado em Barcelona uns meses antes e a opinião geral que ouvíamos de várias pessoas é que Barcelona dá mil a zero a Madrid. Contudo a cidade surpreendeu-nos muito. Continuo a preferir de longe Barcelona mas achei Madrid muito limpa, luminosa e de aspecto monumental. É uma cidade que vale a pena ser vista. O Roteiro O voo chegou às 22h45 a Madrid. Decidimos ir de metro até ao Hostal já que este ficava muito perto da Porta do Sol. Escolhemos essa localização por ser bem central em relação a muitos pontos turísticos da cidade Para se chegar à estação de metro do aeroporto é preciso andar um bom bocado. Entre esta caminhada e a viagem em si só chegámos ao destino à meia noite. Dia 1 – Acordámos e fomos a pé até ao Prado. Visitámos o museu (o que nos levou umas 2,5 horas). Almoçámos e fomos dar uma volta pelo parque do Retiro. Fizémos um dos circuitos de Bus Turistico pela cidade e no final fomos visitar o museu Thyssen Bornemisza. Ao final da tarde, já com pouca luz solar, fomos até à Plaza Mayor e ao Mercado San Miguel para fazer algum “people watching” Dia 2 – Fomos a pé em direcção ao Palácio Real. Como chegámos antes da hora de abertura visitámos a Basílica de São Franscisco e a Catedral de Santa Maria (em frente ao Palácio). Visitámos o Palácio e após isso caminhámos até ao Templo de Debod seguindo-se uma visita ao museu Casa Cerralbo. Almoçámos e fizemos o segundo circuito de Bus Turistico. Terminado o percurso, subimos até aos telhados do Palácio de Cibeles e dedicámos o resto do dia a visitar o gigantesco museu Reina Sofia. Dia 3 – Dia dedicado à cidade de Toledo. Comprámos previamente e online os bilhetes de comboio no site da Renfe. Chegámos cedo à estação de Atocha pois esta merece ser vista com algum tempo. Após uma revista ao estilo de aeroporto lá apanhámos o comboio e seguimos viagem. Os comboios são excelentes. Os 70km de viagem foram feitos em 20 min! Ao chegar à estação de Toledo reservámos algum tempo para apreciar a sua arquitectura. Decidi comprar online em Portugal bilhetes para o sighseeing Bus de Toledo. É certo que o circuito não é extenso mas o preço era acessível (10€). Apanhámos o autocarro logo na estação e decidimos fazer desde logo quase todo o circuito porque este passava (e parava 10 min) desde logo no mirador del Valle e deixávanos bem no centro da Cidade. Visitamos a Catedral inclusive subindo à Torre. Até à hora do comboio de volta (18h30) deu tempo de sobra para percorrer as ruas da cidade e pontos-chave como a Ponte de San Martin, o Mosteiro de San Juan de los Reyes, a Sinagoga, entre outros. Dia 4 – Este foi o dia de regresso. Com voo marcado para as 19h30, apontámos para estar no aeroporto às 17h30 e por isso decidimos apanhar o metro para o Aeroporto às 16h30. Ou seja tínhamos uma boa parte do dia para disfrutar da cidade. De manhã fomos ao Museu Arqueológico situado no edifício da Biblioteca Nacional. De tarde visitámos o Museu Sorrolla (gratuito ao Sábado de tarde). No resto do tempo disponível caminhámos de novo até ao centro, voltando a passar pela Plaza Mayor e pela Porta do Sol, onde havia vários street performers e de onde apanhámos o metro para o aeroporto, terminando assim mais uma viagem. Os vídeos da viagem são os seguintes: MADRID: TOLEDO: Se puder ajudar em alguma coisa falem.
  6. Viva, Já lá vão os meses mas aqui vai o meu report (acompanhado de vídeo) da minha viagem de uma semana a Roma e Pompeia. O plano das festas foi o seguinte: Dia 1 – Voo até Roma (Fiumicino) com escala em Lisboa. Do aeroporto fomos de autocarro até à Termini e chegada ao Hotel (ao lado da embaixada da Grã-Bretanha) às 18h30. Passeio noturno a pé com passagens pela praça da República, pela zona do Forum/Coliseu seguindo para a Fontana di Trevi Dia 2 – Acordar cedinho e seguir até à Igreja San Pietro in Vincoli. De seguida visita ao Coliseu, Palatino e Forum. Subida até ao telhado do Monumento a Vítor Emanuel II, caminhada até à Villa Borghese com passagens pela Fonte de Trevi, Piazza di Spagna e Praça do Povo. Visita até à Galleria Borghese para terminar o dia Dia 3 – Dia dedicado ao Vaticano: Visita ao Museu e Basílica. Visita ao Castelo Sant'Angelo e caminhada a pé pelo Corso Vittorio Emanuele II passando pelas várias Igrejas no caminho e pelo largo Torre Argentina Dia 4 – Visita às igreja Sopra Minerva, Sant' Ignazio di Loyola, San Luigi dei Francesi e pelo Panteão. Passagem pela Piazza Navona, Campo di Fiori e deambulação pelo Trastevere e bairro Judeu. Já ao fim do dia fomos visitar a Basílica de São Paulo Dia 5 – Visitas à Stª Mª Maggiore, BasilicaSan Giovanni e San Clemente in Laterano. Tarde dedicada a visita às termas de Caracalla e Appia Antica: alugámos umas bicicletas e percorremos cerca de 10 km para cada lado parando em locais como Mausoleu di Cecilia e Villa dei Quintilli Dia 6 – Visita ao Forum de Trajano, ao Palazzo Valentini e ao Museu Capitolini. Da parte da tarde fomos de comboio até Ostia Antica Dia 7 – Acordar de madrugada para apanhar comboio às 6h20 para Nápoles. Daí apanhámos outro comboio (linha Circumvesuviana) até Pompei Scavi onde visitamos a mítica cidade. Depois disso subimos até ao topo do Vesúvio para poder encarar a cratera olhos nos olhos Dia 8 – Viagem de volta ao Porto Note-se que optámos por comprar o OMNIA pass e o ROMA PASS Os Videos da viagem: Parte de Roma Parte de Pompeia Estes foram os primeiros videos que alguma vez fiz pelo que não se admirem que não estejam por aí além :confused: Espero que gostem. Qualquer dúvida que possa ajudar é só dizer
  7. Vou deixar aqui os vídeos mais completos referentes a cada parte da viagem para quem quiser consultar com mais pormenor. (Os vídeos têm legendas referentes a cada sítio/monumento) Pt. 1 - Bangkok Pt. 2 - Ayutthaya Pt. 3 - Chiang Mai Pt. 4 - Experência com Elefantes Pt. 5 - Chiang Rai e Triângulo Dourado Pt. 6 - Ilhas Phi Phi
  8. Boas, Apesar de já der feito a viagem há alguns meses, só agora tive disponibilidade de deixar aqui o meu relato. Depois de uma temporada a visitar cidades como Barcelona, Madrid, Roma ou Milão segui para a Tailândia. Esta foi a minha primeira grande viagem. Já tinha feito um circuito de uma semana pela Turquia, mas esta é especial não só porque foi mais tempo (2 semanas) como foi toda organizada por mim. Parti do Porto, Portugal (29 de Novembro) em direcção a Bangkok com uma escala em Istanbul pelo meio. Como foi a minha primeira viagem ao país decidi fazer um circuito pelos locais chave do país: A capital Bangkok, a histórica Ayutthaya, o mais sossegado norte (Chiang Mai e Chiang Rai) e as ilhas paradisiacas do sul (PHI PHI) O plano era: Dia 1 – Chegada a Bangkok: chegada ao hotel, mesmo em frente ao Wat Pho. Só deu tempo para um passeio de fim de tarde e noite Dia 2 – Bangkok/Old City (dia Bastante Intenso: Wat Pho, (Grand Palace estava fechado por causa da cerimonia de coroação do novo rei), Wat Arun, Wat Traimit (salto à Chinatown) Wat Saket, Jim Thompson House, Wat Suthat e Khao San Road Dia 3 – Viagem até Ayutthaya: Viagem feita de comboio. Visita à cidade em Tuk Tuk. Ainda deu tempo para uma massagem Dia 4 – Dusit / Baixa: Grande Palácio (estava em falta!) e seguimos para Dusit. Visita ao Ananta Samakhom, Templo de Mármore de manhã. Viagem no Chao praya express até ao sky train com paragens no parque Lumphini e centros comerciais Siam Paragon e Central World Dia 5 – Chianatown/ Thon Buri: Saída do Hotel de manhã cedo e caminhada até à Chinatown onde explorámos os mercados (flores e produtos) e a mítica Yaowarat Road. De tarde explorámos a zona de Thon Buri. Caminhámos até ao King Taksin Monument e voltamos, sempre a pé, pela Memorial Bridge Dia 6 – Voo até Chiang Mai / Visita de alguns templos de tarde e Night Bazar ao fim do dia Dia 7 – Doi Suthep de manhã e tempo com os elefantes de tarde (daquelas coisas que ficam para a vida!). Tudo marcado no hotel Dia 8 – Viagem de dia até Chiang Rai e triângulo dourado: marcado no hotel, viagem em carrinha Dia 9 – Tour de bicicleta pela cidade. Combinei antecipadamente por email com guia local. Foi das melhores coisas que fiz porque nos permitiu ver um lado menos mainstream da cidade Dia 10 – Voo para Phuket e directos ao ferry para Phi Phi. Chegada ao hotel (um bungalow) e descanso Dia 11 – Caminhada matinal até ao Viewpoint e por volta das 10h30 alugámos um Long Tail por 6 horas para explorar os melhores spots do arquipelago (Bamboo island, Maya Bay, Monkey Beach,etc...) Dia 12 e 13 – Praia ou na rede do alpendre do hotel Dia 14 – Ferry de volta para Phuket e voo de volta para Portugal pela Qatar Airways com escala no Qatar e em Zurich (ainda deu para passar umas 3/4 horas em Zurique) Isto tudo resume-se neste video: Nesta viagem provámos muita street food, apaixonámo-nos pela confusão de Bangkok, pela simpatia das pessoas, pela diferença cultural, pela viagem no tempo em Ayutthaya,... enfim...definitivamente para voltar. Qualquer dúvida é só dizer
  9. Boas, Gostaria de deixar aqui o link para o meu canal do youtube. https://www.youtube.com/channel/UCkkRcgnqt2S2p5ADh9l22SA O canal tem videos das cidades que visito. São videos centrados, não em mim, mas no que se pode ver e fazer em cada sitio com o objectivo de ajudar cada um a montar o seu plano de viagem. Ricardo
×
×
  • Criar Novo...