Ir para conteúdo

misarcinelli

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

Conquistas de misarcinelli

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

2

Reputação

  1. Olá, Estou morando por 4 meses na Itália e tenho usado muito o mochileiros para buscar informações de minhas viagens por aqui. Até então não tinha feito nenhum relato porque os lugares que fui já tinham muita informação, seria mais do mesmo. Mas não tive tanta facilidade em encontrar informações sobre Malta, por isso achei que poderia contribuir de alguma forma! Como é meu primeiro relato, peço desculpas por qualquer coisa hehehe. Qualquer dúvida é só falar! Informações gerais: Fui para Malta de 05/07/2017 a 09/07/2017 com uma amiga. Eu estou morando temporariamente na Itália por conta do meu doutorado e ela em Praga pelo mesmo motivo. Portanto, não tenho como falar sobre passagem do Brasil, porque ambas fizemos vôos internos, low cost. A viagem inteira, excluindo a passagem, mas contando com o Hostel e com lembrancinhas que compramos ficou em 362,65 euros, o que dá uma média de 46 euros/dia (e dava para ser mais barato. Fizemos 2 passeios fechados pelo hostel e uma loucurinha no último dia) Dia 1: Chegamos por volta de 14h e pegamos um mapa no centro de informações do próprio aeroporto. Lá também vende o passe ilimitado de passagens de ônibus, mas acabamos não comprando. Em seguida fomos tentar descobrir de qual ponto o ônibus que precisávamos pegar para ir ao hostel saía. Os pontos ficam logo em frente à saída do aeroporto, mas é uma bagunça. Pontos lotados, ônibus saindo de pontos que não eram os indicados nas placas, pessoas correndo de um lado para o outro. Depois de muito ir e vir, conseguimos pegar um ônibus. Quando chegamos no ponto indicado pelo Hostel, mais um mini perrengue: muitas ladeiras para subir até chegar lá. Observação sobre o Hostel: Ficamos no Hostel Malti. Pagamos 131 euros cada por 4 diárias em um quarto duplo com banheiro compartilhado. O lugar é muito bonitinho, organizado, limpo e com funcionários muito solícitos. Mas a localização era no alto de uma colina, o que dificultava muito nosso transporte. Chegávamos cansadas a noite e ainda tínhamos que subir uns 20 minutos caminhando. Continuando.. . Após nos instalarmos (já era por volta de 16:30), decidimos ir conhecer a cidade de Valletta. Amamos a cidade! Ela é toda fortificada, ruas fofas, mar maravilhoso. Uma curiosidade: Ao lado de cada portinha tem uma imagem de um santo (Parece que Malta é o país mais católico da Europa). Fomos andando com calma e entrando nos pontos turísticos que estavam abertos (a maioria das igrejas estava fechada por conta da hora). Começamos pelo Upper Barrakka Gardens, um parque muito lindinho e com uma vista bem bonita! Caminhamos pelas ruazinhas, admirando as casas e parando onde desejávamos, sem muito roteiro. Estávamos morrendo de fome, mas a maioria dos locais estava fechado por conta da hora. Foi difícil encontrar um lugar para comer, mas paramos no restaurante La pira. Ele fica perto da St Paul's church (que estava em reforma, e por isso não conseguimos entrar). Decidimos pedir 2 pratos típicos de Malta e dividir tudo para provar o maior número de coisas. Comemos o Coelho e ravioli de salmão! Os dois pratos estavam incríveis, muito bem temperados, com erva frescas. O molho do ravioli era maravilhoso. Nossa conta com os 2 pratos mais água de 34 euros. Recomendo esse lugar, apesar do preço não ser tão em conta. Depois de alimentadas, continuamos nossa caminhada, entramos numa basílica (não encontrei o nome aqui =/ ) que tem entrada gratuita e é bem bonita. Tinha um coral treinando lá dentro, foi bem legal. Apertamos o passo porque vimos o sol descendo e queríamos assistir ao pôr do sol em algum lugar legal. Subimos no primeiro espaço alto que vimos na nossa frente, que era o Siege Bell war Memorial (em frente Lower Barrakka Gardens) e ficamos ali admirando a beleza das cores mudando no céu conforme o sol ia se ponto. Incrível. Nossa viagem à Malta começou com o pé direito. Depois disso, agora já de noite, decidimos voltar para o hostel em St Julians. Andamos uns 20 minutos até chegar ao terminal dos ônibus e a loucura recomeçou. Chegamos no ponto indicado às 20:40. A tabela de horários indicava que o ônibus passaria às 21h, o que não aconteceu. Os seguintes seriam às 21:15, 21:30 e 21:45. Somente esse ultimo passou, de modo que ficamos mais de 1h esperando em pé no ponto, já super cansadas. Além disso, com frequencia parava um ônibus com o número que tínhamos que pegar. Ìamos na direção dele e quando perguntávamos ao motorista se ele ia para o lugar que queríamos ele dizia que não, que ia mudar o número. Aí mudava e as pessoas tinham que sair do ônibus. Uma bagunça. O ônibus 35 parava no ponto do 22 e simplesmente o motorista transformava o número em 26! Horrível mesmo! Enfim, a parte de transporte deixou MUITO a desejar. Uma última observação sobre esse dia: Recomendo usar tênis ou calçados que dêem firmeza. As calçadas escorregam muito e vimos pessoas caindo, inclusive idosos. Por 2 ou 3 vezes quase fui parar no chão também. Apesar do desgaste e do cansaço, Valetta nos surpreendeu muito e amamos a cidade e o nosso primeiro dia! Continua...
  2. Bom dia, Estou tendo dificuldades para comprar o ingresso para Alhambra. O site diz que os dados do meu cartão não podem ser validados. Já entrei em contato com o banco, mas a compra não está nem entrando para eles. Meus dados estão certos, já fiz outras compras com ele para ter certeza. Só que como estou fazendo intercambio fora, só tenho esse cartão comigo, e pelo que vi não adianta pedir para outra pessoa tentar porque preciso ter o cartão no dia para retirar os ingressos, certo? Existe uma forma alternativa de realizar essa compra? Alguém tem alguma sugestão? Obrigada
  3. Muito obrigada! Era bem o que eu estava imaginando mesmo. Agora, você sabe me dizer qual das estações de ônibus de Madri fica mais perto do Centro? Tem várias opções, não sei de onde comprar..
  4. Olá pessoal, Estou fechando os trechos internos da minha viagem e achei relatos aqui que fazem os trechos Madrid-Granada e Granada-Sevilla de trem e outros que fazem de ônibus, sendo este um pouco mais longo e mais barato. Pelo que entendi não tem trem direto para e de granada, certo?! Seria um trecho combinado com ônibus de toda forma... Então qual a grande vantagem do trem (porque achei a economia de tempo curta para ser esse o grande benefício). Estou em dúvida se compro esses trechos de trem pela RENFE ou de ônibus pela ALSA. Alguém poderia me ajudar?
  5. Ok! Muito obrigada pela rápida resposta mais uma vez, Adriano. Outra coisa, algum desses lugares vale mais a pena se instalar lá do que fazer bate-e-volta? Como é alta temporada, já está quase tudo esgotado, estou precisando fechar com urgência esse roteiro e decidir onde ficarei para fechar as reservas. Você recomendaria dormir em algum desses locais? Obrigada de novo pelas ajudas!
  6. Estou aqui estudando e fechando quantos dias em cada cidade em Portugal para fechar os lugares para ficar. Queria saber se os bate-e-voltas tradicionais (ainda não decidir quais vou fazer mas, por exemplo: Sintra, Cascais, Estoril, Óbidos, Batalha e Alcobaça) são viáveis a partir de Porto estando de carro ou apenas de lisboa. Porque tenho família em Porto e uma casa disponível para ficar lá, de modo que estou tentando deixar o máximo de dias lá para economizar com a hospedagem em Lisboa. Então, resumindo, minha dúvida é: Quais bate-e-volta são tranquilos de serem feito a partir de Porto e quais devem ser feitos a partir de Lisboa? Obrigada =)
  7. Oi Mike, tudo bem? Estou fazendo intercâmbio na itália e minha situação será muito semelhante à sua. Vou ficar 15 dias em Portugal com minha mãe, mas antes disso tinha exatos 7 dias de férias sobrando que não sabia o que fazer. Daí tive a ideia de encaixar a Espanha. Como já vou ter ido à Barcelona (assim como você consegui a viagem em um feriado emendado com final de semana aqui), Pensei em Madri, Granada e Sevilha. Mas adorei seu roteiro. Você acha que vale inserir Córdoba ou você achou muito corrido? Se fizesse novamente essa mesma viagem com esse mesmo número de dias, repetiria todos os lugares ou tiraria algum do roteiro?
  8. Estou com uma dúvida... Para comprar os trechos internos de avião na europa por sites como easyjet, por exemplo, eu pago IOF no cartão? Como vocês costumam fazer?
  9. Voltei! Li muitos relatos aqui no fórum e me animei em fazer um roteiro Portugal-Espanha. Vou deixar Amsterdam para uma outra oportunidade. Baseado nos relatos que li, montei mais ou menos um roteiro, mas ainda é só uma ideia e estou bem aberta a sugestões. Também gostaria de tirar algumas dúvidas.. Esboço roteiro inicial: 03/08 - Roma- Lisboa (avião) 03 a 07/08 - Lisboa (sendo um dia para Sintra) 08/08 - Lisboa - Porto (trem) 09 a 11/08 - Porto (com bate-e-volta na casa de uns parentes que vou passar o dia) 12/08 - Porto - Albufeira (trem) 13/08 - Albufeira 14/08 - Albufeira-Sevilha (trem) 15 a 17/08 - Sevilha 18/08 - Sevilha- Barcelona (avião) 19 a 21/08 - Barcelona 22/08 - Barcelona-Roma (avião) Dúvidas: 1) A divisão de dias está coerente? Dá para conhecer cada lugar com esse roteiro? 2) Além de Sintra, seria possível fazer mais um bate-e-volta com esse número de dias? Ou 2 dias inteiros para Lisboa seria muito pouco? 3) Acrescentei Albufeira no roteiro porque pelo que vi em alguns relatos ela fica meio que no "meio do caminho" para Sevilha, e eu poderia quebrar a viagem em duas menos cansativas. Mas não pretendo alugar carro. Acham que vale a pena? Existe alguma forma mais prática de ir para a Espanha sem fazer 6h de viagem direto? Foi uma boa solução? 4) 3 dias inteiros em Sevilha é muito? Seria possível fazer um bate-e-volta a Granada? 5) De alguma forma seria melhor inverter as ordens dos locais? (Lembrando que preciso sair e voltar para Roma por conta da minha passagem Brasil-Itália-Brasil que está sendo paga para mim pelo doutorado) Muito obrigada pela ajuda!
  10. Oi Adriano! Muito obrigada pelas respostas! Então, ano passado eu já fiquei 3 meses na Itália e consegui conhecer bastante lá! Conheci muitas cidades e pretendo sim nesses 4 meses aproveitar os feriados e finais de semana para conhecer tudo o que for possível. Mas como não sei quando terei outra oportunidade de voltar e já tenho as passagens de ida e volta para o Brasil pagas, acho que devo aproveitar para conhecer também outros lugares. Esses 4 mil euros seriam já o que vai sobrar ao final do intercâmbio, não incluiriam os passeios de final de semana na Itália não! Dei uma olhada em algumas passagens de avião entre os locais e está em torno de 90 euros mesmo. Você acha que tem algum tempo certo de antecedência que eu consiga menos que isso? Estava preocupada justamente com as distâncias entre os lugares. Talvez eu elimine então Barcelona e Amsterdam e fique só em Portugal mesmo, conhecendo tudo o que eu tenho direito. Minha família é de lá, então é um lugar que eu não gostaria só de "dar uma passada". Obrigada pela ajuda!
  11. Oi Beatriz, E ai?! Fez a viagem? Deu tudo certo? Manteve esse roteiro? Me interessei pelo seu roteiro e queria saber se foi adequado e quanto ficou mais ou menos! Obrigada
  12. Oi Mariane, tudo bem?! Só posso te ajudar no que se refere à Roma, pois por enquanto só conheço a Itália. Mas, como morei 3 meses lá, acho que dá para falar com propriedade hehehe. Considerando que você tem 4 dias em Roma, acho que deve sim incluir o Vaticano em seu roteiro. Os 4 dias serão intensos, mas você conseguirá ver a maior parte das coisas. E o Vaticano é ali do lado! De metrô você chega super rápido! Já Nápoles acho que pode ficar para uma próxima. Eu, particularmente, depois que entendi Nápoles e aprendi como e o que ver por lá, me apaixonei. Mas não é uma cidade que as pessoas amam de primeira. Ainda mais se estiverem na correria. Por isso, sugiro não fazer o bate-volta dessa vez. Você prejudicará seu roteiro em Roma e, provavelmente, não aproveitará tanto Nápoles também.. Qualquer outra coisa que eu possa ajudar no que se refere à Itália, é só falar! Espero ter ajudado!
  13. Outra coisa, 4 dias em Positano me parece MUITA coisa. O que você pretende fazer? Lá não tem nada. É um cartão postal que você vê inteiro em meio dia hahhaa.
×
×
  • Criar Novo...