Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Karen M.

Membros
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

6 Neutra

Sobre Karen M.

  • Data de Nascimento 19-07-1982

Outras informações

  • Lugares que já visitei
    Lá fora: Tailândia, Peru, Vancouver, Nova York, Aruba
    Aqui: Foz do Iguaçu, Jalapão, Japaratinga, Petar, Praia do Forte, Rio de Janeiro, Florianópolis......
  • Próximo Destino
    África!

Últimos Visitantes

302 visualizações
  1. Karen M.

    África do sul sem carro?

    Olá Tatiana, Viajei por 40 dias lá no começo do ano e sem alugar carro pois não dirijo e, principalmente para a parte de safáris, fica mais difícil ir sem contratar algum tipo de tour, mas acho que já li relatos de pessoas que foram de ônibus / van / etc. para a região do Kruger e dependendo da reserva que você se hospede, já tem a oferta de safáris durante o dia.. então, pesquisando um monte acho até que é possível. Eu acabei resolvendo fazer o Kruger através de um overland com a empresa Nomad Tours, em um roteiro que foi de Joanesburgo a Durban, passando pela Suazilândia, em 8 dias (veja aqui). Mas existem diversos outros tipos de pacotes (inclusive com menos dias de duração) que saem e voltam para Joanesburgo.. Para o restante da viagem (de Durban até Cape Town pela costa), comprei um passe da empresa Bazbus que são vans com uma rota que cobre grande parte do país estilo hop on hop off, que te buscam no hostel onde você está hospedada e te levam até o hostel no próximo destino que você quer ir. O esquema é simples e funciona muito bem, mas não é tão barato assim (paga-se pela comodidade de não precisar ir de/para a rodoviária). Mas já li relatos também de quem viajou em ônibus comuns, inclusive conheci garotas por lá viajando desta forma, só com transporte local.. Se ficar com mais alguma dúvida que eu puder responder, é só mandar! Vá sim! É um país maravilhoso e vc vai amar!
  2. Karen M.

    Ajuda com Roteiro - 2 semanas África do Sul

    Olá, @viajarpoai ! Estive na África do Sul entre março e abril deste ano.. comecei a viagem por Joanesburgo e terminei em Cape Town por alguns motivos: em Joanesburgo vc encontrará muita informação sobre a história do povo e do país, irá compreender melhor aonde você chegou. E Cape Town é muito mais descontraída, até mesmo por ser praia, ter muita natureza aonde quer que você vá (não que não tenha muita história também, mas a atmosfera é mais festiva e relaxada que a cidade). Eu prefiro sempre deixar a última parada da viagem aonde ou vá relaxar mais! mas é muito de gosto pessoal mesmo... Sobre o seu roteiro: em CT, o Kirstenbosch Botanical Garden é muito bonito, mas fica um pouco longe... não sei se vc estará de carro, mas talvez fique meio corrido no mesmo dia de chegada na cidade (não sei a que horas vc chegará e se isso vai mudar no seu roteiro). Aos sábados tem uma feirinha meio hipster, o Neighbourgoods Market, com muita comida boa, cerveja, música, coisas pra se comprar (meio caras), mas é um ótimo passeio para o sábado de manhã.. qdo fui, emendei numa visita na Woodstock Brewery perto dali. Na Table Mountain vc pode subir pela trilha e descer de bondinho.. ou o contrário, mas a descida também não é tão fácil (eu fiz dessa forma e acho q preferia ter subido pela trilha). Lion's Head tb tem um por do sol incrível! A trilha só é meio tensa e não acho que seja pra qualquer pessoa, mas a vista compensa! Comes e bebes que curti: Addis in Cape Ethiopian Restuarant, Lola's (café da manhã), Beer House, The Village Idiot O Tsitsikama National Park é fantástico e tem várias trilhas pra se fazer. Não sei se interessa, mas vc pode inclusive se hospedadar lá dentro. Até mesmo porque Plettenberg Bay é bem perto de Knysna (talvez escolha pernoitar 1 noite em 1 dos 2 e depois já segue para o parque, parando na Bloukrans Bridge pro bungy-jump) O Kruger eu fiz com um overland tour que contratei, então acho que não tenho tantas dicas sobre acomodação e tals.. fiquei acampada na Nkambeni Safari Camp e a estrutura era ótima! Lá fiz apenas 1 dia inteiro de safári em carro 4x4, 1 manhã no próprio caminhão do overland (fiz mais safáris em outros parques, por isso ficamos pouco por lá).. Para mim ficou faltando apenas o safári noturno que eu gostaria de ter feito.. Em Joanesburgo, acho 1 dia apertado para os museus + soweto. A cidade é bem espalhada e os pontos turísticos não ficam próximos uns dos outros.. Pra ter ideia, no dia que fui no Apartheid Museum, fiquei quase 5 horas lá dentro e quase não consigo conhecer o Constitution Hill no mesmo dia... (peguei a última visita guiada). Fui ao Soweto em outra manhã, para um tour de bike que agendei com o Lebo's Backpacker, é uma maneira interessante de se conhecer o bairro, ainda mais porque todos irão te dizer para nunca ir lá sozinho e fechar um tour. Maboneng é um bairro bem descolado (fiquei hospedada lá).. durante a semana cai bastante o movimento, mas ainda tem bastante cafés / barzinhos / restaurantes deliciosos pra ir. O melhor mesmo é ir no domingo que tem o Markets on Main e o bairro se enche de vida! Em Joanesburgo tb tem o Neighbourgoods Market aos sábados, mas não cheguei a conhecer. Comes e bebes que curti: Market on Main tem muitas opções, Restaurante Pata Pata, Little Addis Café (comida etíope de lamber os dedos), Eat Your Heart Out (café da manhã). Todos esses ficam na Fox St. e não são muito baratos, mas deliciosos... O bar do hostel Curiocity é animadinho pra uma cerveja, mas tem vários outros também lá pelo bairro. Espero ter ajudado!
  3. Karen M.

    África do Sul e Suazilândia - 35 dias - MAR-ABR/2018

    Olá, @Chicharito ! Putz, comecei a fazer o relato este mês, mas não to nem na metade ainda... vou acelerar aqui e tentar publicar aos poucos, pq tá ficando gigante! Sobre a Otter Trail, pra mim foi uma experiência e superação indescritíveis! Foi a 1ª vez que me meti numa trilha independente e foi surreal! O desafio, a paisagem, as pessoas que conhecemos na trilha, os perrengues e limitações que aprendi a superar, enfim... TUDO valeu a pena! Mas fique de olho que ela é bem requisitada e por ser restrita a 12 pessoas por dia (por conta das acomodações noturnas, são apenas 2 cabanas para 6 pessoas cada) fica difícil reservar. Dá uma olhada neste link https://www.sanparks.org/parks/garden_route/camps/storms_river/tourism/otter.php#check (antes de reservar, é bom checar a maré no 4º dia da trilha para a travessia do Bloukrans Rivers, pois é recomendável iniciar o dia de 6 a 7h antes da maré baixa - http://www.satides.co.za/) Qualquer coisa é só perguntar!
  4. Caraca, Rodrigo! Cheguei neste relato através do seu outro do Sudeste Asiático e mesmo não tendo nenhuma previsão de fazer um roteiro semelhante, suas histórias e o seu bom humor me envolveram de uma forma que não consegui parar de ler! Estou tentando montar um relato sobre a minha última viagem à África do Sul e estava me preocupando por ficar muito extenso.. lendo os seus relatos, além de me sentir incentivada a terminar de escrever, fico aqui só esperando que agrade e ajude outras pessoas tanto quanto o seu! Abraço!
  5. Karen M.

    África do Sul usando o celular....

    Olá Artur, O chip da Vodacom (imagino que os outros também) assim que configurados te dão um número local apenas pra você realizar ligações. O whatsapp e outros apps do seu celular continuam utilizando o seu número daqui, nada muda. Pelo menos foi assim com o meu... o meu único problema foi que como meu celular só permite 1 chip, funções como ligações e mensagem de texto para meu número do Brasil ficaram desativadas, então as vezes quando precisava receber sms pra confirmar uma transação eu não recebia.. mas de resto deu tudo certo! Boa viagem!
  6. Karen M.

    Capa Transporte Arienti - R$ 100,00

    Olá @fábio.loezer , já vendeu a capa? Estou precisando urgente e estou em SP capital. Vc entregaria aqui ou poderia mandar?
  7. Karen M.

    África do Sul - 12 dias

    olha, @Eduardo Eid Ambrosio nas minhas pesquisas não consegui encontrar uma forma de fazer isso de maneira econômica que não envolvesse contratar um tour ou alugar um carro e ir por conta... sei q reservando acomodações em reservas particulares ou até mesmo dentro do kruger as vezes o safári já pode estar incluso.. eu só não saberia te dizer como chegar até lá! o site oficial do parque é esse aqui https://www.sanparks.org/parks/kruger/ e nele vc já pode fazer a reserva de acomodações lá dentro mesmo sem intermédio de agência e têm muitas opções de preço, desde barracas com instalações para cozinhar suas próprias refeições a acomodações luxuosas, mas mais uma vez: pesquise antes como fará pra chegar lá sem um tour ou carro alugado! (ou de repente pense em alugar um carro apenas para este trecho da viagem) tem este site aqui que tb aparece com certa frequência em relatos e pesquisas http://www.siyabona.com/ que é de uma agência que faz alguns pacotes de 3-4-5 dias partindo de joanesburgo.. dá uma olhada se vale a pena... pra mim percebi q a melhor maneira seria encarar o overland!
  8. Karen M.

    África do Sul - 12 dias

    O overland é um tour em ônibus / caminhão adaptado para percorrer os mais diversos terrenos e grandes distâncias.. este que vou fazer sai 8.950 rands + 2.000 do pacote de atividades (é opcional, mas se vc não adquire, não participa das principais atividades, então julgo praticamente obrigatório).. estes valores incluem o transporte + acomodação em camping (eles fornecem barraca e colchonete - só precisa levar saco de dormir) e praticamente 3 refeições diárias (acho q somente os dias no kruger não incluem almoço).. então acaba sendo um bom custo-benefício.. existem outras empresas tb e que são mais baratas.. acabei tendendo para a Nomad pois foi a que encontrei mais opiniões e indicações (inclusive de brasileiros) e que tinha o tour e a data que se encaixava no meu roteiro.. isso eu tb só irei decidir quando estiver indo... pq fico imaginando trocar grana pra 35 dias de uma só vez por uma moeda que é desvalorizada em relação ao real.. não sei onde enfiarei tantas notas... hahahaha imagino que trocar em joanesburgo seja mais vantajoso (por ser menos turístico que as demais regiões) mas não sei se é bom negócio trocar essa grana toda no início da viagem.. Qualquer nova descoberta compartilhe aqui!
  9. Karen M.

    África do Sul - 12 dias

    Olá @Eduardo Eid Ambrosio !! (desta vez não tão rápida... hehehe) Então, realmente não vou estar de carro.. vou com uma amiga e nenhuma de nós dirige, então a solução mais cômoda que achamos foi o baz bus (em 2 pessoas acho q alugar carro vale mais a pena, pois não achei os tickets da baz bus baratos... mas não é uma possibilidade para nós) Pra vc ter ideia, publiquei meu roteiro aqui África do Sul e Suazilândia - 35 dias - MAR-ABR/2018 Daí o trecho q sai de Joanesburgo e vai até Durban estou contratando esse overland da Nomad que menciono do roteiro, pois já cobre vários pontos de interesse que eu não sabia muito bem como fazer por conta e sem carro... o restante vou de baz bus! Quanto ao dinheiro, ainda sigo um pouco em dúvida... estava quase certa sobre levar apenas reais pois li umas respostas de pessoas que estiveram lá recentemente e apontaram esta maneira como fácil e prática (para não perder 2 vezes com câmbio) mas tb já me sugeriram levar dólares pela facilidade de trocar dinheiro pois qq casa de câmbio aceita.. (além do volume de notas ser menor) O mais comum certamente é levar dólares, mas acredito q no final levarei as 2 moedas... QQ coisa pergunta aí... Vamos trocando informações!
  10. Karen M.

    África do Sul - 12 dias

    @Eduardo Eid Ambrosio tb estou planejando minha viagem (março/2018) e irei utilizar o baz bus.. por tudo que já li, estes 10 dias seria uma estimativa para fazer o pernoite apenas nas paradas principais, mas de qq forma me parece que seria corrido.. pra ter ideia, no meu roteiro q tenho mais dias, farei Durban - Cape Town em aproximadamente 13 dias (mas estimo ficar mais de 1 noite em alguns lugares).. talvez seja uma opção pra vc priorizar e explorar melhor apenas parte da rota: garden route, por exemplo, e pegar um voo em Port Elizabeth > Joanesburgo, ou então voar de CT > PE e explorar a wild coast e subir passando por Suazilândia até o Kruger... quanto à sua questão do voo, dá uma pesquisada na taag, pois em todas as minhas pesquisas, sempre comparei o cenário ida e volta por Joanesburgo (que teoricamente seria o mais barato) e ida por Joanesburgo e volta por Cape Town (irei fazer o contrário da sua rota pq quero começar sentindo a história local em JNB e finalizar relaxando na praia ), e por incrível que pareça a segunda opção está saindo mais barato... no início cogitava tb voltar para Joanesburgo de trem (dizem q a rota é linda...) mas como encontrei estas passagens mais favoráveis, desisti... (tenha em mente também que os voos de SP para lá fazem escala em JNB, ou seja, pelo seu plano, vc passaria por Joanesburgo 3 vezes, na chegada, no fim do seu roteiro e depois novamente com o voo CPT-SP..) abraço!
  11. obrigada, @adrianolb e @lobo_solitário pelas dicas!
  12. Pessoal, Como vocês levam grana para um mochilão desta duração? Em 2018 vou para a Africa do Sul e gostaria de levar dinheiro em espécie para gastos com alimentação, transporte, passeios, alguns hostels que ainda não estiverem pagos etc para tentar economizar em taxas e impostos.... levarei cartão de crédito apenas para emergências. Como vocês fazem? Deixam o dinheiro em locker nos hostels? Carregam a grana o tempo todo em doleira? Se alguém puder opinar também sobre o câmbio, agradeço! já li algumas pessoas sugerindo levar reais mesmo e trocar por rands diretamente lá mas a maioria parece levar em dólares (fazer câmbio 2 vezes vale a pena?), enfim... Valeu!
  13. li estes dias algo que me pareceu bem engraçado de absurdo, mas agora vendo esta pergunta acho que pode até ser útil a alguém: levar uma fralda para a viagem e quando for entrar no mar, enrolar seus pertences na fralda como se fosse uma fralda usada.. a ideia aparentemente é que ninguém irá mexer numa fralda suja abandonada! sei lá, me sinto idiota só de replicar a ideia, mas............
  14. Karen M.

    África do Sul e Suazilândia - 35 dias - MAR-ABR/2018

    Olá, @lianemochileira O tour da Nomad é esse aqui ó https://nomadtours.co.za/next-year/kruger-and-swaziland-south/ . A opção em camping, incluindo o pacote de atividades que é opcional (mas recomendável adquirir, senão vc não fará alguns passeios) custa aprox. R$ 2.550, lembrando que inclui todo o transporte, hospedagem (a barraca já está inclusa) e a maioria das refeições. O baz bus tem várias opções de tickets dependendo do percurso e duração da viagem, dê uma olhada no site http://www.bazbus.com/ticketoptions.html mas é somente o transporte.. daí eles têm uma lista dos hostels que atendem em cada destino para vc escolher e reservar.
  15. Olá pessoal, Sou nova por aqui e iniciante como mochileira... Estou planejando para março / abril de 2018 o meu 1º mochilão e para o destino que sempre sonhei conhecer! Já li muitas dicas aqui que me ajudaram horrores a montar o roteiro, mas sempre fica aquela dúvida, então, agradeço qualquer palpite! Conforme avancei nas pesquisas, me deparei com uma trilha fantástica no Tsitsikamma National Park que virou minha obsessão! A Otter Trail é uma trilha com duração de 5 dias no Cabo Oriental e foi a 1ª coisa que reservei e terá início em 02/04/2018. O restante do roteiro foi montado para se encaixar, mas como ainda não comprei as passagens nem nada, tenho alguma flexibilidade... Meu roteiro até o momento está assim: 4 dias em Joanesburgo 7 dias de Overland Tour incluindo Kruger, Suazilândia, St. Lucia e terminando em Durban 1 dia em Durban 2 dias em Coffee Bay 3 dias em Chintsa 2 dias em Port Elizabeth 1 dia em Jeffrey's Bay 1 dia em Storms River 5 dias percorrendo a Otter Trail e retornando para pernoite em Storms River (onde deixarei parte da bagagem que não será útil durante a trilha) 1 dia em Wilderness 2 dias em Mossel Bay 4 dias em Cape Town Para resolver meu deslocamento interno, já que não dirijo, decidi fazer esse overland para cobrir a parte do Kruger e Suazilândia (quase certeza que vou fechar com a empresa Nomad Tours) e no restante do percurso, de Durban a Cape Town, farei de ônibus com a Baz Bus (vans que transportam mochileiros de porta a porta nos hostels). Por favor, opinem nisso aí! Se puderem dar dicas sobre os locais de parada, ou se tem algum lugar imperdível faltando... (sempre fico em dúvida ao ler sobre Plettenberg Bay ou Knysna porque não consegui encaixar no roteiro, ou então ao ver outros roteiros de aproximadamente 30 dias que vão para mais 3 países... sei lá, enfim, não dá pra conhecer tudo ) Valeu!!
×