Ir para conteúdo

Bel_e_Ale

Membros
  • Total de itens

    22
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

5 Neutra

2 Seguidores

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Dicas valiosas: O Beto Carrero é dividido em áreas temáticas (Brinquedos radicais, Velho Oeste, Ilha dos Piratas, Zoológico, área das crianças, entre outros.) Vocês verão que as 13hs acontece o Show de Carros (imperdiiiivel), e existem 2 formas de assistir ao espetaculo: uma delas é assistir da arquibancada, onde cabem cerca de 3 mil pessoas, e a outra é assistir do restaurante, onde cabem cerca de 50 pessoas, mas que precisa ser reservado às 09hs. Deste restaurante você pode almoçar e assistir ao show ao mesmo tempo, assim ganha-se tempo e não precisa chegar tão cedo pra conseguir lugar na arquibancada. Em nosso primeiro dia assistimos da arquibancada, o que também é muito legal, e no segundo dia assistimos do restaurante, ainda mais emocionante. Após fazer a reserva, se você gosta de brinquedos radicais não deixe de ir nas 2 montanhas russas e no elevador que despenca a 100km por hora, é demais. Mas importante: estas atrações lotam, portanto, ao chegar no parque corra para estes brinquedos. As filas são vazias no inicio e ao final do dia. Se for encarar a fila ao longo do dia a fila pode chegar a 02 horas. Se for com criança pequena, atente-se a colocar logo na entrada do parque uma pulseira que indica a altura da criança. Além dos brinquedos e parque é cheio de atrações. Não perca: Show dos carros às 12h30 Blum (show similar a apresentação do cirque de soleil) às 16hs Show do Cowboy às 18hs Tem também o show do Madagascar às 18hs, mas não fomos. Sobre comes e bebes: O parque conta com uma praça de alimentação e com quiosques que vendem água, refrigerante, sorvete e cerveja. Cuidado, é tudo muuuuuito caro rs Uma água custa R$ 7,00 e uma cerveja R$ 9,00. Sem chance. Agua, cerveja e os lanches do primeiro dia de parque nos compramos no supermercados e deixamos gelando no frigobar do hotel. No segundo dia almoçamos no restaurante onde assistimos o show dos carros. Os lanches custam até R$30,00 e o almoço R$ 40,00. Enfim... Desejamos uma boa viagem e muita diversão
  2. SOBRE O BETO CARRERO: O parque está localizado na cidade Penha/SC, a 25 minutos de carro do aeroporto de Navegantes/SC. Pagamos cerca de R$20,00 de uber do aeroporto ao hotel. Existe a opção de ir de ônibus, mas fomos informados que o ponto de ônibus fica um pouco distante do aeroporto, então não quisemos ariscar. O Beto Carrero é um parque de diversão, com atrações para todas as idades. Funciona das 09hs às 19hs e a bilheteria abre as 08hs para aqueles que quiserem comprar ingressos na hora. Após ler muuuitos relatos de pessoas que estiveram no parque em dias muito cheios decidimos comprar ingressos para 2 dias de passeio, contudo, percebemos que 1 dia seria suficiente. Ainda assim, aproveitamos o segundo dia para curtir os brinquedos que mais gostamos e conhecer outros lugares que não havíamos visto no parque. HOSPEDAGEM: Super recomendo o Hotel Panorâmico. Fica exatamente em frente ao Beto Carrero. É só atravessar a rua e estará no parque. Bem localizado, limpo e com café da manhã farto e delicioso. Tivemos problemas com nossa cama de casal (colchão fino) que foi rapidamente resolvido pelo dono. No demais, tudo ok. Detalhe importante: nosso checkin estava marcado para quinta-feira às 14hs e check out no domingo às 12hs. Como iríamos curtir o domingo no parque e nosso vôo só sairia a noite tivemos que pagar um taxa adicional de R$60,00 para ficar no quarto no domingo. O que foi ótimo, não foi preciso pagar uma diária (valor cheio) a mais. Importante: algumas pessoas alugam carro e aproveitam para se hospedar em Florianópolis, Camboriu e Navegantes , mas lembre-se que depois de um dia inteiro de parque, caminhando, embaixo de sol, tudo que você quer é chegar logo no hotel, tomar um banho e dormir, então tente se hospedar na cidade Penha. VOO: O vôo dura 50 minutos. Você fica mais tempo no aeroporto aguardando horário de embarque do que no próprio vôo kkk Se você só tiver o final de semana disponível para a viagem, compre um vôo de saída na sexta a noite com retorno para domingo a noite. Assim você pode curtir o parque no sábado e domingo na praia. Lembre: agora as CIA´s possuem novas regras para despacho de mala. Mochilas podem ser levadas na aeronave, desde que não ultrapasse 10kg por pessoa. Lembre também que não é permitido embarcar com desodorante aerosol, objeto cortante e líquidos com mais de 100ml. (levamos protetor solar em uma embalagem pequena e desodorante roll-on)
  3. Olá, vamos para mais um relato de viagem, desta vez da nossa viagem para Santa Catarina – Beto Carrero que aconteceu em Dez/17. Dica inicial: VÁ!!! rs Trata-se de uma viagem barata e divertida. Perfeita para ser feita em família. Fomos em 3. Eu, meu esposo e meu enteado, de 16 anos. Vamos aos gastos: Voo: R$390,00 por pessoa, com taxas. De SP x Navegantes/SC pela decolar.com Hospedagem: R$ 576,00 - Hotel Panorâmico – 3 diárias para 3 pessoas. Ingressos Beto Carrero: R$ 99,00 ingresso por pessoa / por dia. NOSSO ROTEIRO: Quinta-feira a noite, chegada no aeroporto de Navegantes/SC, ida para o Hotel. Sexta-feira: Parque – Beto Carrero Sábado: conhecemos a praia da Paciência (que fica a 20 minutos de caminhada do Beto Carreto) Domingo: Parque pela manhã e tarde, a noite retorno para SP.
  4. Olá Fischer e LU_Alcantara. Por favor, me enviem um email: [email protected] que encaminho para vcs minha planilha de gastos. (Não sei anexar planilhas por aqui). Nela consta o valor gasto por mim e meu companheiro, por dia. aguardo. Izabel
  5. Olá Fischer e LU_Alcantara. Por favor, me enviem um email: [email protected] que encaminho para vcs minha planilha de gastos. (Não sei anexar planilhas por aqui). Nela consta o valor gasto por mim e meu companheiro, por dia. aguardo. Izabel
  6. Olá Fischer e LU_Alcantara. Por favor, me enviem um email: [email protected] que encaminho para vcs minha planilha de gastos. (Não sei anexar planilhas por aqui). Nela consta o valor gasto por mim e meu companheiro, por dia. aguardo. Izabel
  7. BUENOS AIRES 8º Dia – Buenos Aires Chegando a Buenos Aires decidimos por fazer inicialmente o passeio com o ônibus Turístico. O guichê de venda dos bilhetes fica na Rua: Av. Pres. Roque Sáenz Peña 728 – Centro, pertinho da estação de metro Diagonal Norte. Pagamos 460 pesos por pessoa – R$ 109,00 (não aceitam real). Todo percurso dura 3h30 minutos. O trajeto conta com 33 paradas e atravessa a cidade de ponta a ponta. Eles possuem 3 tipos de ônibus que fazem 3 trajetos distintos. Para pegar estes 3 ônibus é preciso se atentar aos locais onde eles fazem conexão. Site com itinerário: http://www.buenosairesbus.com/ Você pode descer e subir para o ônibus quantas vezes quiser em 24 pontos pertencentes a lugares turísticos. Estes ônibus são pintados de amarelo e possuem 2 andares. A frequência entre cada um dos ônibus é de aproximadamente 20 minutos. Foi fundamental e maravilho este passeio. Passamos pelos bairros: Centro, San Telmo, La Boca, Porto Madero, Recoleta, Retiro, Belgrano e San Nicolás. Certamente fazer estes trajetos por conta tornaria tudo bem cansativo. Paradas que fizemos e curtimos bastante: (ônibus com identificação azul e vermelho no painel): Parada 0: Obelisco Parada 1 – Av de Mayo e Casa Rosada Parada 7 – Estádio La Boca Vá caminhando até a parada 8 – Caminito (fica bem próximo) Parada 10 – Porto Madero Parada 15 – Floralis Genérica Ônibus com identificação amarela (que faz um trajeto mais distante do centro da cidade) Parada 5 – Estádio River Plate (pra quem curte futebol) RS Buenos Aires é também uma cidade que você pode explorar de metro e trem. Eles possuem muitas linhas de metro, que funcionam de forma rápida e organizada, sem tumulto. Dá pra chegar a todo lugar e a passagem é super barata. Não deixe de baixar os mapas das linhas de metro e trem no celular. Como estávamos hospedados na casa de alguns amigos, nos dias seguintes aproveitamos para conhecer outros pontos da cidade, como a Cidade de Tigre (que fica próximo da estação de trem De LaCosta, bem como outros locais na cidade de Vicente Lopes onde ficamos hospedados. Caso fique hospedado em Buenos Aires, pela nossa experiência, creio que 3 dias sejam suficientes para conhecer todos os principais pontos turísticos e viver a agitada capital argentina. Importante: quase não aceitam Real em Buenos Aires, procure trocar dinheiro nas casas de cambio no centro. Dica útel: baixe um aplicativo chamado Currency. Ele faz a conversa de moedas na hora, sem uso de internet, e te indica o valor em reais. Como geralmente ficamos “perdidos” com o uso de outra moeda, assim fazendo a conversão você pode se sentir mais seguro na hora de comprar ou pagar algo. Sendo seu verdadeiro valor. Espero ter ajudado. Viva a experiência de curtir o Uruguai e Argentina, são países lindos que deixaram gostinho de quero mais.
  8. COLONIA DO SACRAMENTO 7º dia – Colônia do Sacramento e ida para Buenos Aires: Saímos do Hotel cedinho e partimos para a rodoviária de Montevidéu que fica no bairro Três Cruzes, onde compramos nossa passagem para Colônia do Sacramento. Pagamos 360 pesos por pessoa = R$ 40,00 no bilhete. A viagem durou cerca de 2 horas. Chegando à rodoviária de Colônia há um local onde você pode deixar as malas guardadas para seu passeio na cidade. Como ficaríamos pouco por lá (pois ao final da tarde iríamos para Buenos Aires) guardamos nossas malas por 40 pesos cada= R$ 5,00 por um período de 2 horas, mas é possível deixar por mais tempo. Como estávamos ao lado do Buque Bus, serviço marítimo que faz a travessia para Buenos Aires já aproveitamos para comprar as passagens. Pagamos R$75,00 por pessoa (aceita real) com horário de saída previsto para as 16hs. Neste período vago aproveitamos para conhecer o centro de Colônia do Sacramento. Fomos conhecer o centro histórico e aproveitamos para almoçar. As 15hs retornamos para pegar as bagagens na rodoviária e ir ao Buque Bus, pois fomos orientados a chegar com 1 hora de antecedência para fazer a Imigração. A travessia até Buenos Aires levou cerca de 1 hora e foi bem tranquila. Chegando em Buenos Aires, como ficaríamos hospedados na casa de um casal de amigos que moram em Vicente Lopes (cidade vizinha) pegamos um taxi, porém soubemos que o Uber funciona super bem por lá e que inclusive aceitam pagamento em cartão de crédito, pena que não havia wifi no Buque Bus para solicitar a corrida.
  9. MONTEVIDEU 4º Dia – Ida pela manhã para Montevidéu Pela manhã pegamos o ônibus COT na rodoviária de Punta e partimos para Montevidéu. Pagamos 280 pesos por pessoa = R$30,00 na passagem, que levou cerca de 2h e 45 minutos para chegar a Montevidéu, na rodoviária Três Cruces. Ficamos hospedados no Centro de Montevidéu (que fica a 10 minutos de carro da rodoviária). Há quem diga que é perigoso se hospedar no centro e que o ideal é ficar hospedado nos bairros Pocitos ou Punta Carretas, porém, preferimos por ficar perto do centro histórico, onde de fato tudo acontece. Esta foi nossa melhor escolha, pois os bairros que mencionei são um tanto distantes. Ficamos hospedados no Hotel Viewport Montevideo que fica a 3 quarteirões da Praça da Constituição (Centro). Pagamos R$ 326,00 por 3 dias de Hospedagem – super recomendo este Hotel (Quarto espaçoso, limpo diariamente e café da manhã gostosinho). Decidimos por fazer o passeio com Ônibus Turístico no primeiro dia. Este ônibus te permite descer em até 11 paradas pelos principais pontos turísticos da cidade. O guichê que faz a venda do bilhete fica na região central, precisamente ao lado da Porta da Cidadela – monumento turístico. Pagamos R$ 80,00 por pessoa (aceita real). Foi fundamental o passeio com este Ônibus, pois ele possui fones que simultaneamente explicam em vários idiomas sobre os principais pontos da cidade por onde se passa. Não deixem de conhecer: Parada 0: Mercado do Porto (e comer uma Parrila com uma cerveja Patrícia bem gelada RS) Parada 1: Centro de Montevidéu – Porta da Cidadela, Praça da Constituição (que possui na parte de baixo da praça o mausoléu do General José Artigas e toda terça-feira as 11hs apresentação dos Guardas Municipais em sua reverencia) e o Teatro Solís (que possui visita guiada toda Segunda e quarta-feira. As segundas às 11hs a visita é gratuita e com guia falando português) Parada 3: Palácio Legislativo (Onde trabalha o antigo Presidente Pepe Mujica). De lá você pode ir caminhando para a Parada 4: Mercado Agrícola Parada 8: Estádio Centenário (tem um museu e entrada permitida no estádio, além de uma vista excepcional da cidade) Parada 9: Próximo a esta parada que fica no bairro Pocitos fica o letreiro de Montevidéu onde você pode tirar belas fotos. Importante: comprando o ticket você pode usá-lo por 24 horas. Caso compre no período da tarde, pode ainda usá-lo na manhã seguinte. Neste link constam mais informações sobre o BUS turístico e um mapa com indicação de todos os pontos de parada: https://www.busturisticomontevideo.com.uy/ No 5º e 6º dia em Montevidéu aproveitamos para conhecer a cidade a pé. Passeamos pela Av. 18 de Julho, principal avenida da cidade e onde tudo acontece. Esta Avenida conta com muitos restaurantes, lojas e casas de cambio. Nestes três dias em Montevidéu gastamos aproximadamente R$1030,00 com: transporte ao hotel, hospedagem, ônibus turístico, alimentação, compras em supermercado e Souvenirs.
  10. PUNTA DEL ESTE 1º Dia – Aterrizamos em Montevidéu e partimos para Punta Del Este Na parte externa do Aeroporto de Carrasco (Montevidéu) tem um guichê das empresas COT e COPSA que fazem viagens rodoviárias para Punta Del Este e outras cidades. Importante: o guichê só fica aberto até às 17hs de Seg a sábado, como chegamos após o horário de funcionamento pagamos as passagens direto no ônibus que só aceita peso uruguaio. Sendo assim, leve um pouco de real e troque no aeroporto para essas eventualidades. Como já é sabido, os aeroportos tem as piores cotações, R$1,00 compra cerca de 7 pesos uruguaios, enquanto nas casas de cambio das cidades, principalmente nos centros, R$ 1,00 compra 8,20. Troque apenas o necessário para a ida ao hotel (Taxi, ônibus ou como for). No site da empresa COT tem os horários e valores dos ônibus: http://www.cot.com.uy/site/horarios.php?dest=punta&ciu=pde Gasto com ônibus COT: 280 pesos = R$ 32,00 por pessoa Chegando em Punta Del Este ficamos hospedados no The Trip Hostel reservado antecidamente pelo Booking, que indica ter a melhor avaliação de Hostel da cidade. E de fato é. Super limpo, organizado e o café da manhã é simples, mas bem gostosinho. Importante, o Hostel fica ao lado da rodoviária COT e próximos aos principais pontos turísticos de Punta. Dá pra ir a pé ao centrinho de Punta e à praia. Gasto com hostel para 2 dias de hospedagem: R$ 391,00 o casal (eles aceitam pagamento em real) Dica útil: utilizamos muuuuito um aplicativo chamado MAPS.ME, que é similar ao MAPS porém não necessita de pacote de dados para funcionar. Funciona como um GPS, assim fica mais fácil a locomoção pela cidade. 2º Dia – Punta Del Este / Piriápolis e Casa Pueblo Sabendo ser fundamente conhecer a cidade de Piriápolis e a Casa pueblo, optamos por alugar um carro, uma vez que estes locais ficam um pouco distantes de Punta. Reservamos antecipadamente através da decolar.com com a Locadora Europcar, que fica na Av Gorlero (Principal av de Punta) e pagamos no ato o valor de R$94,00, com retirada as 09hs e devolução no dia seguinte até às 12hs. E uma noticia ótima também, tanto aluguel de carro quanto restaurantes no ato da compra o estabelecimento gera um desconto de 22% para pagamento com cartão de crédito. Soubemos que esse é um incentivo que o governo uruguaio concede aos turistas. Importante: é necessário apresentar CNH válida e também deixar os dados do cartão de credito como garantia, caso haja alguma avaria com o carro. O carro é retirado com o tanque cheio e precisa ser devolvido com o tanque cheio. Gastamos R$ 60,00 com combustível. Nossos passeios do dia: Parada 1: Cidade Piriápolis – fica a 45km de Punta – cerca de 50 min Não deixe de pegar o teleférico e ver a vista da cidade lá de cima. Piriápolis é uma cidade linda. Parece parada no tempo. Parada 2: Quesaria Nono Antonio (Cidade Punta Ballena – colada com Punta Del Este) onde fizemos uma degustação de queijos e vinhos. Francamente, role dispensável... o gosto dos queijos e vinhos não nos agradou.. RS Parada 3: Casa Pueblo – Rua: Carlos Páez Vilaró, 20003- Punta Ballena. Deixe para conhecer ao final da tarde. Perto das 16hs. Assim você aproveita para conhecer o museu instalado na casa do artista plástico e arquiteto Carlos Paez Vilaró e curtir o por do sol perto das 18hs. É absurdamente lindo. Entrada na Casa Pueblo – 120 pesos = 28 reais por pessoa Parada 4: Ponte Ondulada - Av. Eduardo Victor Haedo, La Barra (Punta Del Este) Não deixe de conhecer. É uma ponte linda que fica na região de La Barra. Parada 5: Restaurante L'Auberge para comer Waffle - Endereço: Parada 19 Brava, Carnoustie y Av. del Agua | Barrio Parque del Golf – Punta Del Este Não deixei de conhecer este restaurante, ele fica anexo ao Hotel L´auberge. Tem o Wafle mais gostoso que já comi no mundo RS. Mas só funciona das 16hs as 20hs. Gastos com 1 Wafle e 1 garrafa de água = 640 pesos = R$ 73,00 3º dia – Punta Del Este Aproveitamos para conhecer a cidade a pé. Tudo é próximo. Abaixo alguns pontos turísticos: 1. Monumento La mão (próximo ao centro de Punta – Região da Av Gorlero) 2. Cassino Hotel Conrad (procure conhecer a noite) 3. Igreja de La Candelária 4. Puerto de Punta Del Este 5. Farol 6. Restaurante La Vista – que estava fechado para reforma. Ele fica no 22 andar de um prédio e dizem ser um restaurante giratório, que faz 360 graus em 40 minutos. E passamos o resto do dia caminhando pela Av Gollero, onde almoçamos e aproveitamos para comprar alguns solvenirs. Ficamos em Punta por 2 dias e meio e tivemos um gasto aproximado a R$ 1400,00 reais com: Transporte para aeroporto de Guarulhos/ Transporte de Montevidéu para Punta / Hostel / Aluguel de carro / Combustível / Alimentação / Passeios / compras em supermercado / Solvenirs. Punta é uma cidade cara. Prepare o bolso. Importante: a maioria dos locais aceitam Real e dólar, porém, fazendo o pagamento em real eles fazendo um cambio que desvaloriza nosso dinheiro, sendo assim, tente andar com alguns pesos todo dia para não perder dinheiro. As melhores cotações estão nas casas de cambio da Av Gorlero. Dica: procure se hospedar perto da Av Gorlero. Quase não vi transporte publico em Punta Del Este, sendo assim, se ficar distante certamente terá que utilizar taxi ou uber para locomoção.
  11. Olá Pessoal, Depois de ler muitos relatos aqui no Mochileiros que foram fundamentais pra a construção do nosso roteiro de viagem ao Uruguai e Argentina, me sinto na obrigação de dividir com vocês um pouquinho da nossa experiência de viagem à Punta Del Este, Montevidéu, Colônia Del Sacramento e Buenos Aires. Nossa viagem durou 12 dias, de 02 a 14/06/2017 e posso dizer que foi mais que perfeita! Compramos nossas passagens áreas com 2 meses de antecedência, com a CIA Aerolíneas Argentinas através da decolar.com, pagamos na época R$ 1090,00 com Seguro viagem incluso. Optamos por comprar a ida para Montevidéu e a volta por Buenos Aires, uma vez que todos que já fizeram essa rota indicam conhecer primeiro o Uruguai e depois Buenos Aires por uma questão de transporte e confesso que foi nossa melhor escolha. Fechamos nosso roteiro da seguinte forma: 02/06 – Chegada em Montevidéu – Ida para Punta Del Este 03/06 – Punta Del este 04/06 – Punta Del este 05/06 – Saída de Punta Del este - Chegada em Montevidéu pela manhã 06/06 – Montevideu 07/06 – Montevideu – 08/06 – Saída de Montevideu – Chegada em Colônia do sacramento pela manhã – A noite Ida para Buenos Aires 09/06 – Buenos Aires 10/06 – Buenos Aires 11/06 – Buenos Aires 12/06 – Buenos Aires 13/06 – Buenos Aires 14/06 – Buenos Aires – Pela manhã retorno para SP Concluindo, ficamos 2 dias em Punta Del este, 3 dias em Montevidéu, 1 dia em Colônia do Sacramento e 5 dias em Buenos Aires. Foi tempo suficiente e mais que perfeito para conhecer todos os cantinhos das cidades.
  12. 8º Dia – Puno / Lima / São Paulo Partimos de Puno com destino a Lima, onde nos hospedamos para guardar as malas e aproveitamos para dar um passeio na cidade. Ficamos no bairro Miraflores. Neste ultimo dia que reservamos para curtir a praia da capital peruana, sentimos um terremoto de 7.8 graus, pra fechar a viagem com chave de ouro. rs
  13. 7º Dia: Puno / Lago Titicaca / Ilhas Uros e Taquile Em Puno embarcamos em excursão fluvial até as ilhas Uros criadas por um povo considerado um dos mais antigos da América. Os Uros levam uma vida tranquila, baseada na pesca e no artesanato, vivendo sobre enormes balsas feitas de Totora onde constroem suas casas. Por uma pequena taxa pode-se passear pelo lago nos barcos de Totora. Depois de aproximadamente uma hora, seguimos nossa viagem até a ilha de Taquile, uma ilha montanhosa do lago Titicaca, conhecida pelo seu artesanato em lã. Ali fomos recepcionados pelos habitantes locais que se vestem conforme seu estado civil ou cargo político. Nesta ilha fizemos uma caminhada até a vila principal onde pudemos almoçar com a população local e conhecer um pouco mais de sua cultura e culinária. Hospedagem: Casa Andina Tikarani - http://www.casa-andina.com/classic-puno-tikarani/
  14. 6º Dia: Cusco / Puno Neste dia saímos de Cusco em direção à cidade de Puno com ônibus turístico. Esta viagem teve duração de 9 horas e conta com diversas paradas e passeios, além de atravessar uma região chamada Altiplano (acima de 3.500 metros), seguindo entre vulcões, planaltos e pequenas vilas andinas. A primeira parada foi em um vilarejo onde visitamos uma igreja colonial de quase 400 anos, repletas de pinturas e ricamente ornamentada com ouro e prata. A parada seguinte foi na ruína do templo do Deus Wiracocha na base de um vulcão extinto. Depois do almoço, seguimos pelo Altiplano até o paso La Raya (4.300 m.) onde, entre cordilheiras nevadas nasce um dos principais afluentes do rio Amazonas. Voltamos a cidade de Puno (3.830 m.) às 17 horas.
×
×
  • Criar Novo...