Ir para conteúdo

RU_gente

Membros
  • Total de itens

    53
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    Consultor Segurança
  1. Vou dar algumas razões porque se deve consultar um medico, quer dizer uma agencia de turismo. 1. É grátis visitar uma agencia para se informar. Então por que não ir consultar uma agencia? 2. Automedicação pode induzir a erro. Consulte sempre um especialista profissional antes de gastar dinheiro. Em geral quando temos uma necessidade vamos consultar a internet e ver como podemos resolver o problema. Como o Mauro disse o que é bom para um pode não ser indicado para outro. Aí um bom agente de turismo pode ajudar na escolha das melhores alternativas. Na duvida peça uma segunda e até terceira opinião profissional ou seja pesquise o maximo possível para ter certeza que pegou as melhores dicas de cada um. Evite tomar o remédio errado. 3. Tem muita gente dando suas opiniões em sites e blogs. O que eu visualizo de problema é que na maioria das vezes a pessoa só conheceu uma coisa ou outra da cidade e ai como se fosse especialista da cidade da as dicas sobre o que fazer. Como o Mauro disse o que foi bom pra um pode não ser bom pra outro. Imagine um cara chegando em São Paulo e conhecendo praça da sé e Jardim Angela. Vai voltar pra casa dizendo que São Paulo é suja, violenta e que só tem prédio velho. Uma visão parcial mas a sua opinião fica na internet para todo mundo ver e pode induzir a erro. Um profissional de turismo estuda muito e tem assessoria especializada para evitar repassar visões parciais e distorcidas do destino aonde você quer ir. Eu me divirto muito vendo as opiniões do pessoal sobre Buenos Aires. Tem gente que vai conhece La Boca e Caminito, as favelas de Buenos Aires e acha que Buenos Aires toda é uma favela. Voce confiaria numa dica vinda desta forma? Por isso leia todas as opiniões que existem e consulte mais de uma fonte de informação. E por que não algumas visitar agencias aonde tem pessoal especializado no destino aonde você quer ir para tirar duvidas? 4. Existem dezenas de tarifas, tanto em hotelaria como em aviação. Uma das tarifas é a internet. Mas tem outras mais especiais e até mais barata. Quem pode indicar a mais adequada é o agente de viagem. Como exemplo se vai fazer curso as vezes tem tarifa especial, se vai num congresso tem tarifa acordo, se for a serviço de uma agencia de turismo tem a tarifa para agente de viagens, etc... Em geral eu já consegui tarifas até 20% menor que a menor tarifa que achei na internet. A excessão são as tarifas promocionais, mas só vale naquela promoção então aproveitou aproveitou, senão acabou. 5. A internet tem pouca flexibilidade no roteiro. Vejo muita gente aqui nos mochileiros dando cabeçada e comprando passagens ponta a ponta sucessivas cuja soma total sai muito mais caro que uma tarifa desmembrada em varias pernas. Como exemplo quando fui para a Europa eu negociei uma passagem para o destino mais longe e desmembrando a volta em 3 a 4 paradas. O agente refez meu roteiro básico e conseguiu uma tarifa que era praticamente a mesma da ponta a ponta. E assim não precisei comprar as passagens low fare que te deixa em aeroportos distantes e pude usar aeroportos de primeira linha e aviões e rotas normais. Sem custo adicional. Excelente vantagem. Agora estou negociando uma viagem para Las Vegas. Descobri que posso desmembrar em uma parada seja em Dallas, seja em Miami ou por outra empresa em New York. Se a mesma passagem for comprada na internet, pelo mesmo preço só da opção do vôo ponta a ponta, apesar do vôo parar nestes lugares. Não é uma vantagem? 6. Uma agencia em geral é um supermercado e pode oferecer muitas opções as vezes inesperadas. Uma vez eu decidi ir para a Bahia fazer um mochilão. Estava vendo umas passagens baratas da GOL e ai quando apresentei a minha planilha Excel na agencia o agente ofereceu um pacote da CVC para Porto Seguro que custava mais barato que a passagem da GOL e ainda me dava uma semana de hospedagem e no pacote mais barato em quarto triplo. A idéia era so usar a passagem e chegando no local tomar meu busão para fazer o mochilão. Mas ai o destino me colocou no mesmo quarto triplo, mais duas pessoas , Darci e Eli, que pensaram ser do sexo masculino, mas eram duas irmãs muito legais. Na hora, no hotel eu abri o jogo contei o que ia fazer e convenci a meninas a ir comigo no mochilão. Deixamos as coisas no hotel, fizemos uma mochila de ataque, pegamos um ônibus e passamos 3 dias mochilando e na volta ainda desfrutamos o hotel que já estava pago e as bebidas e comidas incluídas no pacote que custou menos que a passagem que compraria pela Internet direto na GOL. Tenho usado a mesma estratégia para ir com amigos para Buenos Aires. A gente compra o pacote mais barato em geral pela British Airways e o hotel mais fuleiro (mas sempre melhor que hostel) para ser o mais barato possível e usamos a passagem e as vezes o hotel, marcamos a volta para a semana seguinte e ainda ganhamos city tour e traslado ida e volta pro aeroporto, economia ai de uns 80 pesos por pessoa. Não é bom pagar mais barato e conseguir mais coisas usando inteligentemente a vantagem de um pacote de agencia de turismo como base de transporte para o seu mochilão? 7. E no final com as opções na mão você escolhe o que vai comprar. Isto é o espírito do viajante independente. O direito de escolha, seja compra direta, seja um pacote vantajoso. E então, não vale a pena pesquisar mais e comprar o melhor e mais barato? E como o Mauro disse, com a agencia intermediando, fica mais fácil reclamar em caso de problemas na prestação do serviço contratado.
  2. Paula As cayos ou keys são um grupo de ilhas interligadas sendo a penultima delas key west. Tem mais uma aonde tem um forte mas so se chega de barco ou helicoptero (eu fui) Uma das pontes de interligação mais famosa é a 7 mile bridge. A US1 é a rodovia que leva de Miami ate key West. Em geral os habitantes de Miami pegam seus carros nos fins de semana e lotam a US1 em direção sul alguns malucos vão ate Key West. São 100 milhas no trecho de ilhas e umas 50 pontes. No total, uns 250 km de Miami. Por causa do transito leva umas 5 horas para fazer o trajeto todo durante a semana. Eu quando morei em Miami (na verdade Miami Gardens) ia ate Key Largo aonde meu chefe tinha um barco na Marina. Programa de indio aos fins de semana do povo de Miami. Eu morava perto da I95 e pegava a I95 sul até ela se juntar a US1 em Kendall e dai pra baixo é US1. É um passeio até bonito, mas não no meio de trafego pesado. Não recomendo a ninguem se aventurar pelas keys aos fins de semana, só durante a semana que fica mais vazio. O maravilhoso em key West é ver o por do sol no mar. Vale a pena fazer uma vez na vida. Alguns americanos fazem o trajeto de barco o que é mais legal, mas demorado e sujeito a constantes abordagens pela guarda costeira para prevenir trafego de droga vindo das ilhas do caribe e venezuela
  3. Tem um excelente hotel perto do TTU que eu costumo usar que é o Tarobá Express A dairia que eu pago single é de 60 reais hotel 3 estrelas, com frigobar, tv a cabo, farto cafe da manha frutas, cereais, ovos mexidos no rechaud (scrambled eggs) a moda americana e tem ate piscina http://www.loumarturismo.com.br/hotel-taroba-express-hotel-em-foz-do-iguacu.html http://www.hoteltaroba.com.br/ Eu não sei quanto é a tarifa balcão mas vi folhetos oferecendo o hotel por 70 reais (60 é a tarifa corporate) E este hotel foi a minha salvação no mes passado quando fui assaltado em plena av. Brasil. Sofri um arrastão de um bando de moleques drogados e me levaram tudo inclusive tudo que estava nos bolsos pois fui revistado sob ameaça de revolver, documento, dinheiro, cartões, fiquei so com a roupa do corpo. Ai como so dava para registrar BO no dia seguinte, cheguei no hotel, contei o meu caso e como ja tinha historico por la eles me ajudaram muito. Me arrumaram um quarto e no dia seguinte a empresa me enviou dinheiro por eles para eu comprar as coisas basicas, roupas intimas, etc... e de manha pude registrar o BO para poder pegar o avião, pois tinha ticket eletronico da TAM então consegui recuperar a passagem com o BO. Serviço nota mil para a recepção deste hotel
  4. Livia Puerto Iguazu é uma cidade minuscula. o hostel fica na rua que sai da rodoviaria e ai andando são uns 400 metros. A rua é iluminada e tranquila, mas em lugar nenhum do mundo aconselho a dar bobeira no meio da noite. Eu quando fico no marcopolo Inn que fica em frente da Rodoviaria, ou no Anahi, fico zanzando até meia noite porque tem vida noturna por lá. Mas não é seu caso. Fique tranquila, o hostel é seguro e vc vai chegar de taxi então não tem erro. Puerto iguazu é bem pacata.
  5. No ano passado, fui para a França e a passagem mais barata eu consegui na American Airlines por 950 dolares, com o inconveniente que tinha que fazer um pit stop em New York ou Miami. Mas tinha uma vantagem. Pela american, vale duas malas e ate 54 kilos enquanto que direto para europa é 20 kilos de bagagem. Na epoca a mais barata e direta custava mais de 1200 dolares. Quem me conseguiu a passagem foi a agencia interpoint. direto no site da American saia tambem por 1200 dolares. Segundo eu soube, a American Airlines nunca pode anunciar passagens mais baratas mas sim a tarifa padrão para não caracterizar concorrencia desleal com as empresas brasileiras. Assim mesmo na net é dificil conseguir as tarifas praticadas pelas companhias diretamente com as agencias. Com a nova lei, espero que os preços anunciados baixem, pois os praticados já eram baixos, mas só via agencias. Se comprarmos a passagem em sentido inverso, sempre é mais barata. Façam o teste e pesquisem o preço quando estiverem fora. Vejam que mesmo na TAM e GOL o que eles cobrar é menor la fora pelo mesmo trecho, do que o que cobram aqui dentro dos brasileiros
  6. Uma dica eu sempre planilho uma viagem no excel anotando os melhores preços que encontro na internet Dai eu pego a planilha e saio pelas agencias vendo se podem melhorar alguma coisas. Eu diria em em media uma a gencia consegue reduzir em até 20 % o menor custo que eu consigo pela internet. E sempre quem tem as melhores barganhas são a CI intercambio estudantil e a françatur no caso Europa. E sempre no caso são as passagens e alguns hoteis conveniados. Eu ja consegui hotel na Europa por uma tarifa 40% menor atraves de agencia do que diretamente no proprio hotel. e passagem as vezes até 10% mais barata. cuidado que ao pesquisar na net, o preço vem sem as tarifas e quando clicamos para comprar e se junta as taxas, levamos susto.
  7. Acho que ainda fazem muita confusão entre agencia x operadora x viagem independente Muitos acham que só porque comprou uma passagem pela submarino ou decolar é viajante independente, mas eles tambem são agencia. As passagens eu compro pela CI agencia de intercambio, porque eles conseguem umas tarifas incriveis para estudante. Muito mais baratas do que pela internet direto na companhia aerea. Agencia é uma loja que pode vender tanto passagem como pacote feito (PF) criado por uma OPERADORA DE TURISMO Uma CVC da vida é ao mesmo tempo agencia e Operadora. Mas tem centenas de lojinhas por ai que não fazem pacotes mas vendem os pacotes e passagens e hospedagem Viajante independente é aquele que faz o seu proprio roteiro e sabe utilizar as melhores passagens e os melhores pacotes para complementar a viagem. Como poucos devem saber, uma operadora tem um poder de barganha muito grande por comprar em volume e conseguem bons preços e que são repassados atraves de pacotes. Assim muitas vezes sabendo comprar o pacote, a viagem independente fica mais barata. Vou dar um exemplo. Pacote para Europa com hospedagem na chegada e carro. Ja fiz muitas contas e sempre acabo comprando um pacote fly&drive aonde sou livre para fazer o meu roteiro, e as passagens são pela classe K que só as operadoras conseguem e que custa até 25 % mais baratas que as compradas pelo site da empresa. E o hotel da chegada em geral tambem é muito mais barato do que se consegue pela internet. Precisamos acabar com o preconceito de que se é pacote é mais caro, se souber pesquisar as vezes sai muito mais barato e a partir do pacote, voce monta o seu roteiro. Idem para Buenos Aires, aonde se consegue o pacote com 2 diarias de hotel, mais barato do que comprar a passagem diretamente na companhia aerea. E dai voce marca a volta para dai a uma semana e faz o seu roteiro livremente. em alguns lugares como Machu picchu, tudo é centralizado em operadoras oficiais pelo governo e ai nem consegue escapar de agencias. Viajar independente é criar o seu proprio roteiro sabendo comprar a logistica mais barata, seja na submarino, seja na companhia aerea, seja direto, sempre aproveitando as promoçoes das agencias. Turista é comprar o PF de alguma operadora na agencia de turismo da esquina ou na submarino ou decolar.
  8. Se quiserem evitar as filas do El Desnivel eu recomendo La Brigada Estados Unidos 465 y Bolivar A Estados Unidos é travessa da La defensa em San Telmo e perto do El Desnivel http://www.labrigada.com/ Enquanto o El Desnivel é tipo sujinho, o Brigada é toalhão, mas o preço é o mesmo e a carne é até melhor e maior Perto tem o bar Federal tambem muito famoso, adoro as saladas que tem ali. Vejam materia e fotos aqui http://viajeaqui.abril.com.br/blog/direto-buenos-aires/cafe-el-federal/
  9. Galera eu viajo muito pela america do sul e Brasil e uma coisa posso afirmar, sair carregando grana por ai é roubada. Se vcs virem os gringos, eles so usam cartão visa, mastercard ou amex. Sacam a grana no caixa eletronico e pagam tudo com cartão. Eu ja vi muita gente roubada em albergue. Tem uns larapios, que nem se hospedam , mas de noite entram nos quartos e tentam abrir os cadeados para surrupiar as coisas. Eu durmo com uma lanterna led a mão e uma noite escutei ruidos, pensei que era um rato, mas era um raton, com a mão no meu cadeado de segredo. O cara ja tinha aberto o cadeado. Disse que tinha se enganado de armario e saiu de fininho. Sai, avisei a recepção que pegou o cara e que nem estava hospedado e ja tinha roubado outros armarios naquela noite. Mes passado chegando na cidade, fui assaltado indo pro hotel em Foz do iguaçu num arrastão de moleques drogados. Nem preciso dizer que me levaram tudo que tinha nas mochilas e nos bolsos inclusive minha doleira na cueca. O meio mais seguro para carregar grana é Visa VTM. Acreditem, mesmo em caso de roubo vc não perdce nada se vc bloquear o cartao a tempo. e mesmo que o cara use, tem limite que é o saldo do cartão. Eu so uso vtm e o meu mastercard com chip e ai sem a senha do cartão o cara não faz compra
  10. Gente pelo que entendi a Livia so vai passar a noite e depois tomar outro voo Então o hostel park iguazu aonde ela tem reserva tá de bom tamanho. Qual o problema de ficar em rua escura e pouco longe, afinal são só 4 quadras da rodoviaria, mas ela não vai ficar perambulando porque eu entendi que ela chega depois da meia noite e acho que vai dormir para viajar no dia seguinte. Livia, se vc já tem reserva ho park Iguazu, fica la mesmo. Vc vai chegar de taxi e sair de taxi e eu não vejo problema nenhum. Alem disso o hostel é seguro. Se ela fosse ficar uma semana ai a conversa seria outra. Sejamos praticos. E pela data, vai ser dificil arrumar vaga em qualquer hotel, porque os argentinos vão estar em ferias e lotando os hotelis pra passar o ano novo em Puerto Iguazu então a cidade vai estar cheia e a maioria dos hoteis so vende pacote de 3 dias pro ano novo e junto com o pacote da caminhada da lua cheia se for epoca. Da outra vez que fiquei ano novo por la tive que comprar o pacote todo.
  11. Buenos Aires tá um pouco mais cheia por causas do povo que vai fazer compras de natal então está um pouco dificil achar vagas em hotel Vagas no IBIS qualquer dos dois não tem mesmo, os brasileiros invadiram o hotel e so tem gente carregado de sacolas por la. So tinha vaga par dia 28 e so para este dia. Os hoteis de 3 estrela estao lotados de argentinos e brasileiros So restam as pousadas e hostels que estão ate bem mais vazios que o normal. Eu achei que tinha pouco mochileiro nos hostels que visitei. Acreditem se quiser, tinha vaga ate no milhouse e portal del sur. Parece que os ingleses e australianos sumiram ou estão em casa fazendo compra de natal.
  12. Já presenciei a cena algumas vezes e morri de rir com a situação Em geral as brasileiras ficam revoltadissimas quando no meio de uma conversinha amigavel no hostel de repente o argentino ou chileno encara uma menina e diz que ela é "exquisita". Gente elas se levantam na hora xingam todo mundo e se retiram Por outro lado quando o assunto é sexo, muitas vezes os caras dizem que as brasileiras são "desechables" e elas se derretem toda com o sujeito e ate acabam a noite dando um pega nele confirmando o dito. Ah esses falsos cognatos
  13. Cara tu tá mordido mesmo parece que entrou no site so para denegrir a decolar hua hua hua A novela começou aqui hotel-no-site-decolar-com-cuidado-t38927.html
  14. Ja que o topico foi criado seria interessante relacionar hoteis ja conhecidos como forma de orientação quanto a localização, serviços e preços
  15. Livia Permita-me dar uma intrometida no seu tópico. Só vi seu tópico agora. São Paulo – Foz/Puerto Iguazu – Buenos Aires tem sido a minha rota pelo menos uma vez por mês nos últimos 18 meses desde que meu colega se apaixonou por uma argentina residente em Puerto Iguazu e que trabalha no Hostel Inn de Puerto Iguazu. Toda semana meu amigo viaja para Puerto Iguazu para ficar com a amada e mensalmente tem reunião da equipe em São Paulo e ai volto com ele via Foz do Iguaçu. Como conhecemos bem a região nós pegamos o ônibus do aeroporto em direção ao centro, descemos na estrada assim que passa a bifurcação para a argentina, tomamos o ônibus amarelinho para a rodoviária de Foz. Ai se formos ficar no Marcopolo Inn vamos ate a rodoviária atravessamos a rua e pronto. Se vamos para o Hostel Inn na estrada das cataratas argentinas ai descemos na Vitoria Aguirre atravessamos a rua e pegamos o ônibus para as cataratas. Isto durante o dia. Quando estamos com muita mala, ai é impraticável tomar o busão então precisamos tomar um taxi do aeroporto de Foz para Puerto Iguazu. Se tomar o taxi brasileiro, embora o centro de Puerto Iguazu seja um pouco mais perto que o centro de Foz, a turma vai querer cobrar 60 reais incluindo a volta. Dependendo do hotel que a gente vai ficar, podemos pedir um Remise argentino que sai 50 a 60 pesos e eles vem buscar a gente no aeroporto de Foz. Não pode ser taxi porque os taxistas de foz não deixam pegar passageiro no aeroporto. Tem que ser remise que é carro sem identificação de taxi. Os hostels não oferecem este serviço. Apenas o antigo Hotel Parana e o Anahi Cataratas apart hotel me ofereceram este serviço. E custa em reais a metade do preço do taxi brasileiro. Pode combinar do cara ficar com a plaquinha te esperando ou então você ligar quando chegar e em 20 minutos o remise chega para te pegar. No seu caso por ser quase a meia noite a logística tem que ser bem diferente. Eu não sei se eles atendem a meia noite que é seu caso. Quanto a hotel, eu tenho as alternativas: Hostel Inn que fica na estrada das cataratas argentinas e mais perto do aeroporto. Sai uns 40 pesos por pessoa (20 reais) E para ir pro aeroporto de Puerto Iguazu tem o ônibus especial (airport tourist suttle) acho que é 15 pesos por pessoa que para no hostel. http://www.hostel-inn.com/ Hostel Marcopolo Inn , 34 pesos por pessoa (17 reais) em frente da rodoviária de Puerto Iguazu. A vantagem é que dá pra pegar o ônibus para o aeroporto na rodoviária ou mesmo um remise. http://www.marcopoloinniguazu.com/ Anahi Aparthotel, 100 pesos o casal em um aparthotel com geladeira, fogão, ar condicionado. Fica a 3 quarteirões da rodoviária, no centro de Puerto Iguazu, e eu gosto muito porque colado nele fica o Yuca bar onde dá pra comer um rodízio de pizza a meia noite por 17 pesos por pessoa. Do outro lado da rua tem uma boa sorveteria e o famoso Cuba Libre a melhor balada da região. Aos sábados a noite fica lotado de brasileiros de foz. E fica a um quarteirão da feira de conservas aonde os brasileiros vão comprar azeitona, queijos, salame, e pêssegos em calda. http://www.anahicataratas.com/apart.php Se fosse eu na sua situação eu faria o seguinte: Reservaria um flat por 100 pesos (50 reais) no Anahi cataratas http://www.anahicataratas.com/tarifas.php Verificaria por email com eles a possibilidade deles mandarem uma Remise pega-los no aeroporto de Foz as 23 horas e quanto custa. Chegando no hotel ainda dá pra comer algo, sanduiches, pratos e até rodízio de pizza no Yuca restaurante-bar colado ao hotel. E de lá eles no dia seguinte te arrumam uma remise para o aeroporto. Eu não tomo taxi pro aeroporto porque sempre a namorada do meu amigo nos leva ao aeroporto com o carro dela. Já fiz isto algumas vezes e é a melhor opção na minha opinião. Converse por email com eles. [email protected] Se tiver alguma duvida por favor é só perguntar. Ou me enviar um email.
×
×
  • Criar Novo...