Ir para conteúdo

CarlosEdu38

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Valeu Carlos!! Com certeza, Mototurista pode ser considerado um mochileiro. Obrigada pela força, espero que sua esposa tenha respondido. Eu só vi sua resposta hoje, e quando fui responder o link da sua pesquisa, ele já estava encerrado Que pena, fechei hoje mas teremos outras, obrigado...
  2. Faltou o link da minha pesquisa: Pesquisa: Motivações para viajar com uma motocicleta Link da pesquisa: https://goo.gl/forms/KUAOeR1cF26GG3uo2
  3. Camila, vou repassar para minha esposa. Aventureira, ela viaja com a própria moto e já fomos ao Chile, Argentina e Uruguai, além de milhares de km no Brasil. Acredito que mototurista possa ser considerado mochileiro, ou não? Também estou realizando uma pesquisa sobre mototurismo. Link na assinatura abaixo. Boa sorte na pesquisa
  4. Já temos 378 questionários respondidos. É uma ótima notícia. Agradeço o apoio maciço dos motociclistas viajantes. Valeu galera... Mas vamos continuar...
  5. Já temos 367 respostas, faltam só mais 33 para poder validar a pesquisa. Neste ritmo vamos conseguir ultrapassar facilmente à meta.
  6. Fui para o Atacama no ano passado e o problema é que na Argentina não aceitavam cartão nem dolar pra abastecer, só pesos. É bom vc conferir isso, pra não ter problema.
  7. A CB é uma moto muito boa e confortável e vc vai curtir. Mas o problema é a carburação por causa da altitude.
  8. Já fui para o Atacama com uma XT660, que é injetada. Mas vi um cara com uma moto carburada sofrendo nas subidas. O cara foi, mas tem que ter paciência pq dependendo da moto não passa de 40km/h
  9. Tem um spray que custa uns R$30,00 que enche o pneu. Já usei e funciona bem.
  10. Eu vou dar o meu pitaco. Depende da custom. Pq ela não é confortável, já viajei com Harley (fui buscar para um amigo) e quase acabou com minhas costas. Pra viagem longa, eu sugiro big trail, XT660, Tenere, BMW GS, Triumph. Mas se a grana é curta eu sugiro Honda XRE, ou Yamaha Ténéré 250.
  11. Eu sou suspeito, pq sou muito fã da Yamaha. Já tive Falcon, que é excelente, mas a Yamaha é a minha paixão. Já tive duas XT660, mas se a grana é curta eu gosto muito da Tenere 250.
  12. Também acho que rola. É só respeitar o limite da moto. Essa é a parte legal da moto, quase não existe o impossível.
  13. Olá Luis, Se ainda não comprou a moto vou dar uma sugestão pela minha experiência. Moro em Brusque e trabalho em Balneário Camboriú, são 90km ida e volta todos os dias. Tinha uma XT 660 2006, que fazia 21km/l, manutenção praticamente zero. Ou seja, valia muito a pena, fiz isso por 5 anos (não tinha carro e nem precisava). Agora estou morando temporariamente na Alemanha, mas quando voltar em setembro, já vou ver outra moto, deste tipo. Já tive 125cc Falcon e Vstrom, mas 660 é imbatível no custo-benefício. Sobre sua altura a XT660 é perfeita, eu meço 1,80m. Espero ter ajudado.
  14. Olá amigos, Peço licença para postar um questionário referente à uma pesquisa que estou realizando, junto com o Prof. Dr. Paulo dos Santos Pires, apoiada pelo Programa de Pós-Graduação em Turismo e Hotelaria da Universidade Univali, Balneário Camboriú-SC. Link da pesquisa: https://goo.gl/forms/KUAOeR1cF26GG3uo2 RELAÇÕES ENTRE O MOTOTURISMO E OS ATRIBUTOS DA NATUREZA: motivações para viajar com uma motocicleta Esta pesquisa pretende identificar as relações entre o mototurismo e os atributos da natureza e, também, as motivações para viajar com uma motocicleta. A participação dos motociclistas (PILOTOS OU GARUPAS) é muito importante e levará menos de 10 minutos para responder ao questionário. Desde já agradecemos pela participação e pedimos que encaminhe o link para todos os seus amigos motociclistas. Abraço a todos, Me. Carlos Eduardo de Almeida Ramoa (Doutorando em Turismo e Hotelaria-Univali) Prof. Dr. Paulo dos Santos Pires Professor do Programa de Pós-Graduação em Turismo e Hotelaria, Mestrado e Doutorado (UNIVALI)
×
×
  • Criar Novo...