Ir para conteúdo

StanlleySantos

Colaboradores
  • Total de itens

    372
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    4

StanlleySantos venceu a última vez em Janeiro 30

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

261 Excelente

Sobre StanlleySantos

  • Data de Nascimento 19-10-1989

Bio

  • Ocupação
    Servidor Público/Entregador Uber Eats

Informações de Viajante

  • Próximo Destino
    Minas Gerais

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Primeiro de tudo: Vc realmente precisa de uma barraca desse tamanho? É realmente um uso para 3 pessoas? Para que uso vc pretende destiná-la? Pergunto isso pq se for para campings mais estruturados, sem grandes trilhas, ou escaladas, tipo praia ou sítios ou afins, até rola. Mas para algo mais selvagem ou extremo, não. Motivo: peso e espaço ocupados. E essa 2 seconds tem um problema de espaço, pq, como ela precisa ficar "encaixada" nessa forma na sua bolsa, fica fora de cogitação guardá-la numa mochila, tornando obrigatório seu carregamento por fora, o que, numa trilha selvagem, é um incômodo. Descarte essas barracas 2 seconds, por ora, pq a vantagem dela é a montagem rápida, e por mim acaba aí. Se vc for acampar com outras pessoas essa Arpenaz 3XL até serve bem, mas existem outras barracas no mercado que são menos pesadas/volumosas e podem atender suas expectativas. Outra coisa a ser considerada: barraca da quechua é fabricada levando em conta o clima europeu, e essa em particular tem um quartinho bem escuro, o que pode torná-la bem abafada em caso de sol forte durante o dia. Então se vc for usar ela mais em lugares de clima mais quente, descartaria também. Não é que eu esteja falando mal da barraca, eu confio na marca, e vc foi feliz procurando logo a quechua ao invés de Nautika, por exemplo. Mas barraca tem usos, características, etc.
  2. Concordo plenamente, povo vai precisar espairecer para superar o trauma, por assim dizer... Se aceita outras sugestões, caso seu plano A não der certo, tem os lugares que eu citei no meu relato (vale da lua, loquinhas, cachoeira morada do sol, mirante da janela), e vários outros lugares da região que favorecem um banho rápido, mas sem deixar de curtir. (almécegas, Raizama, cachoeira dos cristais...) Vc pode também fazer uma pesquisa pessoal no google maps, e ver que outras opções vc pode encontrar. O bom disso é que vc pode acabar descobrindo banhos que são bons, e menos visitados (até pq essas atrações que eu visitei ou cito, tirando a morada do sol são atrações de praticamente todo roteiro para a chapada, rs). E ah, veja a possibilidade de fazer a cachoeira do segredo também, caso não der pra fazer couros. Vale bem a pena. Bons ventos, que as coisas estejam normalizadas em setembro, e qualquer dúvida que eu puder responder, estamos aí
  3. Bom dia! Obrigado pelos elogios, fico feliz em ajudar de alguma forma. Primeiramente, como vc irá se locomover? Irá de transporte público/caronas, ou de carro alugado? Pq sem carro fica bem difícil fazer um roteiro que envolva lugares mais distantes, para esses 3 dias. E pessoalmente, eu recomendo que vc volte cedo para Brasília no dia da sua viagem de volta. São 3 horas de viagem da chapada para BSB, isso de carro, e a uma velocidade constante, sem muita parada. De ônibus vc tem o problema dos horários, atrasos das linhas, a viagem mais demorada, a remota possibilidade do bus quebrar na viagem, vc não ter vaga, etc......E carona nem sempre vai estar disponível, é uma questão de sorte (ou azar). * Catarata dos couros leva o dia quase inteiro por ser bem isolada no cerrado, mas é possível vc ir cedinho, carregar a trilha no Waze ou Wikiloc, e seguir seguindo, não sei o que pode ter mudado de 2018 para cá, mas basicamente vc vai passar quase uma hora rodando nas estradinhas de terra. Dá pra contratar guia em Alto Paraíso (o bolso chora um pouco), ou ir de carro próprio (tirando a possibilidade de se perder é de boa). Dá para fazer couros de manhã e no início da tarde retornar, para ir a outro banho ou descansar na hospedagem. *Santa Bárbara fica bem longe, nas proximidades de um quilombo, e funciona assim: vc pode pagar para acessar Santa Bárbara, mas eu recomendo que vc tire o dia para conhecer logo as 3 cachoeiras TOP de lá (Santa Bárbara, Capivara e Candaru), até pq vc já fecha tudo com o guia de lá e não tem estresse. E eu recomendo pq: Santa Bárbara tem limite de tempo de uma hora para ficar (isso se não fecharem ela de vez), então vc não vai passar o dia só lá, fora a viagem em si de Alto Paraíso para o quilombo que é bastante demorada. Um dia inteiro vai ser pros lados de Santa Bárbara, não tem jeito. *Saltos e corredeiras é bom, dá para fazer numa manhã (voltando tipo 13, 14 horas se for almoçar em São Jorge, ou levando um lanche bem carregado na bolsa e fazendo um piquenique lá). Daí vc emenda com outra atração ou continua no parque, vai por exemplo, para canions ou carioquinhas (mas vai preparado pra pegar sol pq as trilhas são bem expostas). Para seus dias na chapada, penso que dá para fazer num dia: a Santa Bárbara (mais Capivara e Candaru, voltando de noite para a cidade, pq não tem jeito, se for aproveitar as 3 vai voltar de noite), no segundo dia OU fazer couros OU ir pro parque e fazer as trilhas (pois parece que só dá para entrar no parque de manhã, e couros fica muito complicado de fazer de tarde, fora a distância entre essas atrações), e no terceiro dia retornar para BSB. Eu digo isso pq realmente não sei como vc estará de transporte, mas caso vc tiver de carro, no dia do seu vôo dá para ir para algum banho mais fácil, como Loquinhas ou Cristais de manhã cedo, retornando no almoço para ir embora da chapada. Estou considerando que vc vai ter como se deslocar para esses locais, sem problemas. Acho que vc escolheu bons locais para sua estadia na chapada. E ah, aproveita a noite bem para dar uma volta em Alto Paraíso, tem muito comércio e gastronomia ali. São Jorge fica meio parada durante a semana, mas também tem suas peculiaridades.
  4. Que a NTK tem uma qualidade questionável de seus produtos, não é de hoje tal realidade, uma pena que teve problemas com as varetas. As da falcon também são fininhas, isso que me impediu de adquirir elas quando tive a oportunidade (e olha que falam razoavelmente bem da falcon). Cara, vareta de alumínio vc teria que medir o tamanho das suas e comparar com as varetas de reposição que são vendidas por aí. Infelizmente a única vareta de alumínio de reposição da qual tenho conhecimento é a da everest, e esta não serve para a windy. Bem complicado oh.
  5. Cara, eu recomendaria que vc investisse em ilusionismo ou algo similar. Aqui na minha cidade passou um ilusionista que chegava a faturar entre 50 e 100 reais por espetáculo de rua, isso tudo de gorjeta no chapéu. Mas isso somente pq o cara era MUITO BOM nos números de rua (fazer o jornal derramar água, transformar ovo em pinto, etc). Se o cara era bom no ramo ou se era o capiroto agindo ali, não sei e nem quero saber mas que dava uma grana boa, e era um show muito elaborado, isso é fato. No mais, já ouviu falar em nomadismo digital? Fora que agora com a popularização das entregas de comida, creio que são alternativas que pagam o suficiente pra quem está de passagem.
  6. Tbm estou com a expectativa morrendo, com viagem para setembro tbm, e pior: pela LATAM (já naquele sentimento de "vou ter raiva com esse pessoal, tou até vendo"), maaaaaas é ter pensamentos positivos e viver um dia de cada vez O lance do Crivella é complicado de julgar, está girando em torno do prejuízo econômico que todos os segmentos do país estão levando (só como referência o setor hoteleiro de gramado vai ter um prejuízo mensal de quase 200 milhões, isso segundo uma matéria que li essa semana, agora imagina isso numa cidade cujo ganha-pão é o turismo? Como eles vão estar depois que isso passar?). Claro, aí já entra em dilemas morais e até um pouco de politicagem, mas como o fórum é de mochileiros, prefiro não misturar as coisas. Mas penso que o momento pede sim o isolamento social, até pq não tem nem um mês que começamos "o toque de recolher", e já tem gente gritando como se fosse o fim da civilização como a conhecemos, meio sem noção isso. O negócio é esperar e correr atrás do preju no futuro....afinal, somos mochileiros, ne? Improviso é nosso forte e espero que consiga planejar um plano B, C, etc.
  7. Fala rapaz.....olha, do jeito que o mundo está, talvez essa viagem até precise ser reconsiderada (mas estamos torcendo para que as coisas estejam normalizadas no fim de ano, até pq eu também tenho viagem marcada). Mas, sendo otimista, posso te dar um help em relação ao norte. Em Manaus vc pode poupar um cash ficando em hostels no centro da cidade (pois não tem camping na capital). Além de presidente figueiredo, podia considerar dar um pulo em Novo Airão (quase 200km da capital, umas horinhas de ônibus), onde vc poderia nadar/alimentar os botos ou se encaixar em algum grupo pra fazer passeio no arquipélago das anavilhanas (no final do ano é uma época boa pois já vão ter praias formadas). Para interagir com os botos e passar um dia ou dois na cidade vc não gasta muito, pra conhecer anavilhanas talvez sim se vc fizer sozinho, mas como fim de ano é temporada alta... Em P.F., não é preciso vc comer necessariamente nesse café da priscila, até pq em Presidente figueiredo, mesmo nas proximidades da rodoviária, tem uma feira e tem uns cafés regionais bons onde vc pode se servir. Restaurante a um preço acessível não falta por ali tbm. E ah, a passagem por ora está R$ 30,50 (talvez aumente um pouquinho ou não daqui para o fim do ano, então é bom atualizar a planilha). Ainda em Presidente figueiredo, é uma cidade boa para vc poupar dinheiro acampando, em quase todos os banhos vc pode fazer isso. É interessante vc pegar os horários do onibus de Balbina para p. figueiredo e pagar pouco para vir de um local afastado, ou combinar o taxi para lhe buscar, dependendo do local. De manaus para santarém, é mais ou menos isso que vc vai pagar de barco, e levando mais ou menos esse tempo de viagem mesmo. Vc não vai direto para Alter, provavelmente vai parar em STR, e recomendo que vc fique uns dias alternando entre a cidade e Alter, pois em ambos os locais tem muita coisa pra conhecer, sem gastar muito. Agora de Belém em diante vou ter que te deixar na mão, é território desconhecido para mim, rs. Mas creio que seu roteiro está bem organizado. Só recomendo que tome cuidado com esse lance de dependência de Ônibus, pq falam que em muito local do nordeste o coletivo é precário (ou inexistente). É interessante pesquisar a situação em cada lugar, particularmente.
  8. Já tinha uma idéia da reputação dos Xiaomi, mas não imaginava que a potência das suas câmeras chegava a tanto! Impressionante 👏
  9. Ótimo relato amigo, e parabéns pela conquista! Acredito que agora essa atividade pode virar uma rotina, não? Pico da bandeira tá bem pertinho daí, rs. As fotos ficaram MUITO boas, eu não sei se me perdi e passei batido no seu relato, mas qual câmera vc usou para esses lindos registros?
  10. Disponha! Boa viagem e curta bastante a vibe da chapada!
  11. @hhhessel , Salve! 5 dias na chapada vão ser suficientes se vc estiver com um transporte próprio, caso contrário vai ficar um pouquinho difícil de aproveitar bem as atrações que lá existem. Vamos lá, primeiramente sobre transporte: de BSB pra chapada, ou vc aluga um carro (opção mais cara), ou vc vai de ônibus pela real expresso (não sei como está atualmente, é bom contatar a empresa ou a rodoviária de Brasília para se informar, mas aí vc fica a mercê dos horários limitados dos ônibus, fora a viagem, que demora bastante, fazendo vc perder um dia inteiro, por exemplo), ou vc vai de carona, e nesse caso vc pode marcar com alguém em grupo no face, cito o CARONA BSB CHAPADA (solidário de verdade), existem outros grupos, mas ou são bagunçados ou têm suas regras próprias, e alguns discutem mais sobre assuntos que nada têm a ver com carona do que oferecem carona em si. E tem a opção de blablacar (uma espécie de Uber de carona, com aplicativo e tudo, pessoalmente acho mais confiável do que marcar carona no face, pq os motoristas têm reputação, avaliação e tudo no app). As caronas obviamente são as opções mais baratas. A chapada consiste de um IMENSO território no cerrado goiano, sendo que os principais destinos de hospedagem são: a pequena cidade de Alto Paraíso de Goiás, a vila de São Jorge e a pequena cidade de Cavalcante. Pro seu caso, recomendo Alto Paraíso, pq fica na proximidade da maior parte dos banhos de acesso mais fácil, e onde tem mais opções de hotel/hostel/camping. São Jorge é bom pra ficar pq fica do lado do parque da chapada, mas fica difícil de chegar em muitas atrações, se vc não tiver transporte. E em alto dá pra alugar bike. Não vou recomendar hospedagem em particular pq vai muito do gosto do cliente, vc pode procurar no booking se algum em particular lhe interessa, ou simplesmente chegar e escolher a dedo (não vão estar lotados provavelmente por março não ser alta temporada). De atrações, boa parte delas fica perto de alto e São Jorge: Almecegas, cach. dos cristais, cach. loquinhas, o parque em si, vale da lua, jardim de maytrea, raizama, mirante da janela...o roteiro fica a seu critério. E só de atividades no parque vc gasta uns 2 dias, pq são atrações distantes umas das outras que vão tomar bastante tempo, e não valem a pena serem feitas "na correria". Ah, leve capa de chuva e afins, pq vc vai estar indo na época chuvosa, e se vc estiver num banho, e começar a chover, SAIA sem pensar duas vezes pq dá muita tromba d'água nessas ocasiões. Passeio tem, diz que diariamente no CAT de Alto Paraíso costumam aparecer visitantes e agências/guias montando os grupos para passeio. Mas se vc estudar bem sobre as atrações, verá que tem lugares que podem ser visitados a pé, ou mesmo de bicicleta, mas como vc vai ter uma estadia bem curta, então melhor fechar com agências/guias mesmo. Nos lugares onde vc se hospedar vc pode pegar os contatos. E uma dica importante: recomendo que vc volte pra Brasília no penúltimo dia, pq, dependendo de quando vai ser seu vôo de volta, pode acabar ficando preso na chapada, por atraso do ônibus ou falta de carona. Quando estive lá isso quase ocorreu com um amigo com quem viajei, e o que salvou ele foi uma carona de última hora.
  12. Vc mesma já citou no título. A chapada toda em si tem essa vibe. Mas, recomendo que vá para São Jorge, que é uma vila pequena, simples, cheio de camping e com vários banhos ao redor. Não tem erro.
  13. Realmente, o peso que informei está errado, pois te mandei o peso da 3/4 pessoas. Peço desculpas quanto a isso. Mas a informação ainda persiste, em relação aos padrões para atividades mais esportivas. O ideal é abaixo de 3kg. Mas não fará muita diferença nesse caso Com a faixa de preço da katmandu, acredito que só as barracas da quechua (que por sinal são boas), que vc pode adquirir na decathlon....Ou as barracas da Naturehike, que também são muito bem conceituadas, se vc encontrar a um bom preço na Aliexpress. Mas decathlon não tem em todos os estados, e aliexpress...bom, se vc não tem problemas em comprar importados online, é um caso a pensar. Seguem duas referências https://pt.aliexpress.com/item/32971860255.html?src=google&src=google&albch=shopping&acnt=494-037-6276&isdl=y&slnk=&plac=&mtctp=&albbt=Google_7_shopping&aff_platform=google&aff_short_key=UneMJZVf&&albagn=888888&albcp=1626568036&albag=65942329430&trgt=743612850874&crea=pt32971860255&netw=u&device=c&gclid=CjwKCAiA4Y7yBRB8EiwADV1haftcAgi2oH6yQcWsS-QY5bsrvp-m_i916oGZZrxa4o1HQXp20NaaFRoCLQwQAvD_BwE&gclsrc=aw.ds https://www.decathlon.com.br/barraca-trekking-quick-hiker-2-fresh-black-quechua/p Mas vc não vai estar perdendo nada se usar essa barraca para aventuras no Brasil. Para extremos (vamos supor subir uma montanha famosa ou ir para um Torres del Paine da vida), já seria interessante pensar em uma barraca melhorzinha. Mas enfim.
  14. Pros padrões brasileiros ela serve bem. A azteq faz produtos no geral bons, embora essa katmandu seja a mais "fraquinha" das barracas da marca, o que justifica o baixo custo delas em várias lojas. As varetas são finas sim, e de fibra de vidro (o material mais básico pra qualquer barraca), mas não chega a ser motivo pra desistir da mesma, fora que as varetas de reposição são vendidas por aí. Vantagens: tem um avanço generoso na frente (pra guardar a tralha ou cozinhar longe da chuva, por exemplo), é autoportante (ou seja, se sustenta por si só se o habitáculo estiver montado), e um conjunto de cores claras (reflete boa parte da luz no dia, tornando-a menos quente e ajuda a achar ela no escuro). Desvantagem: peso (na faixa de 4kg, o que é muito, pros padrões de trekking, montanhismo, etc). E a impermealidade dela é media (1200mm de coluna d´água), dá para pegar umas chuvas e vento, mas nada muito extremo. Penso que pro Brasil ela é uma boa aquisição, melhor do que muita barraquinha que encontramos por aí.
  15. No platô não. Lá é natureba 0800.
×
×
  • Criar Novo...