Ir para conteúdo

Tati dos Santos

Membros
  • Total de itens

    8
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

16 Boa

2 Seguidores

Sobre Tati dos Santos

  • Data de Nascimento 16-08-1991

Últimos Visitantes

628 visualizações
  1. @luizh91 Olá Luis! Eu fiz os passeios com a agência de uma moça chamada Ana Karla, segue o contato: (82) 8883-4112. Esse é o whatsapp dela, agenda todos os passeios por lá. Quando ao bate e volta, acho que Maragogi e São Miguel dos Milagres merecem dois dias cada. O ideal é alugar um carro e ir pra Maragogi e ficar dois e na volta ficar mais dois em São Miguel... Mas como fui sozinha foi impossível fazer isso, ficaria muito mais caro. Tinha me programado pra ficar 2 dias em Maragogi e desisti d última hora, fui na van do passeio e iria voltar no dia seguinte em outra van, mas acabei desistindo e me arrependi muito. Pq o bate e volta em maragogi dá pra você conhecer só as piscinas naturais. Não dá tempo de ir à Praia de Antunes que gostaria de ter ido e não fui... Lá dizem não ter nada à noite, mas acho que vale a pena sim ficar lá dois dias. São Miguel também achei corrido pelo mesmo motivo... Consegui conhecer tudo que queria lá... Mas foi muito rápido, não dá tempo de curtir a praia direito. No passeio de buggy você fica uns 20 minutos em cada praia só. Ai é bem corrido. Se tivesse de carro teria aproveitado mais com certeza. As outras praia achei bate e volta suficiente... Se você for com mais pessoas te aconselho alugar o carro
  2. 1º dia – Passeio no calçadão conhecendo a Praia de Ponta Verde e Praia de Pajuçara + Passeio de barco às piscinas naturais da Praia de Pajuçara. Valor: R$30,00. 2º dia – Praia do Francês +Barra de São Miguel + Praia do Gunga. Passeio bate-volta realizado por agência. Valor: R$25,00. Passeio de quadriciclo até as falésias e lagoa. Valor: R$50,00. Total: R$75,00. 3º dia – Maragogi e piscinas naturais do centro de Maragogi. Passeio bate e volta realizado por agência. Valor: R$40,00 transporte + R$80,00 catamarã para as piscinas naturais + R$120,00 mergulho com cilindro e fotos subaquáticas. Total: R$240,00. 4º dia – São Miguel dos Milagres + Praia do Patacho + Praia de Lajes. Passeio bate-volta realizado por agência. Valor: R$45,00. Passeio de buggy para conhecer a Praia do Patacho, Praia de Lajes e Mirante. Valor: R$50,00. Total: R$95,00. 5º dia – Praia do Francês. Fui para o Centro de Uber (R$7,00 reais da Praia de Ponta Verde), conheci o centro de Maceió, fui até a praça da faculdade e peguei uma van no valor de R$4,75 para Praia do Francês. Total: R$11,75. 6º dia – Praia de Ponta Verde e Praia de Pajuçara. *Como fui no Verão acredito que os valores estavam bem mais salgados. Em baixa temporada deve ser mais em conta.Quando foi realizada: Janeiro de 2018Quantidade de pessoas: 1 pessoaDuração: 6 DiasGastos total com Transporte: R$ 451,75 (passagem avião ida e volta de Belo Horizonte-Maceió + uber + ônibus)Gastos com Comidas: +/- R$ 300,00Gastos com Hospedagens: R$ 360,00Custo total: +/- R$ 1.111,75 Gastronomia: Chiclete de Camarão em Maceió é perfeito, num restaurante chamado Parmegiano! Sensacional. Hospedagem: R$60,00 a diária com café da manhã. Porém não indico o Hostel que fiquei e não conheço nenhum outro bom para indicar. Maceió é bem fraco de Hostel, mas nada que estrague a viagem. *Quanto a Maragogi, um amigo que conheci na viagem ficou em um Hostel chamado PRAIAS e disse que é excelente. Compartilho este roteiro pois tive muita dificuldade de encontrar roteiros e valores para Maceió. Espero ajudar. Qualquer dúvida é só chamar aqui ou no Instagram: @tatidosantos
  3. @abreu.amanda Oi querida! Não vi nenhum Camping... Mas com certeza tem por lá! Pesquisa aqui no grupo
  4. @Viviane Teixeira Gomes Eu fiquei no Vintage Hostel e indico! Fica na Lagoa da Conceição, muito bem localizado. Abraços.
  5. @Lais19962011 Eu fiquei no Vintage Hostel e indico! Fica na Lagoa da Conceição, muito bem localizado. Abraços.
  6. @renata menezes Olá Renata! Eu fiquei no Vintage Hostel e indico! Fica na Lagoa da Conceição, muito bem localizado. Abraços.
  7. Voltei da minha primeira viagem sozinha. Sim, sozinha, apenas eu e minhas malas. Você deve tá ai pensando: “nossa, que louca!” ou ainda “coitadinha, que pessoa abandonada na vida”. Que nada! Eu sou é solta! Eu sempre tive muita vontade de viajar sozinha, muita mesmo, mas justamente por esse tipo de pensamento eu nunca fui. Quando eu comentava com qualquer pessoa que queria fazer uma viagem sozinha, elas me desencorajavam com esse tipo de comentário e eu desistia. “Nossa, mas você vai viajar sozinha? E se te roubarem? E se te matarem?” … São tantos “e se” ruins que se a gente for considerar todos, não sairemos de casa nunca mais, ainda mais para viajar sozinha. Um belo dia eu simplesmente acordei e decidi: “vou marcar minhas férias”. Nem cogitei a hipótese de chamar alguém para ir junto. Eu queria muito realizar essa experiência de viajar sozinha. Escolhi um destino que ainda não conhecia (Floripa ♥) e que coubesse no orçamento, reservei um hostel, li 1000 blogs de dicas viagens, montei meu próprio roteiro com lugares q gostaria de conhecer na ilha... E eu fui! Viajar sozinho(a) não é nada triste, pelo contrário, é empoderador, é libertador, é aventura, é confiança, é introspecção, é fazer o que você quer, na hora que quer, como quer… É você ser dono(a) de você e das suas decisões por completo! Não é uma experiência solitária, é uma experiência plena e completa. Se o medo de viajar sozinho(a) é pela solidão, não tenha! Você vai ter tanta coisa para ver/fazer, que a solidão vai passar longe! Viajar sozinho(a) por aí é muito mais comum do que a gente pensa... Entendam: sozinho sim, solitário, só se você quiser! O que eu mais tive nessa viagem foi companhia. Muito mais até que qualquer outra viagem que tenha feito. É a magia de se hospedar em hostels. Neles, a possibilidade de socialização é bem maior. Conheci pessoas inspiradoras que também estavam viajando sozinhas ou já viajaram e isso abriu ainda mais minha cabeça. Já no primeiro dia me joguei num forró e conheci pessoas incríveis que moram na ilha que me proporcionaram rolés insanos! As pessoas de Floripa são muito acolhedoras! E não tem essa de "ah, mas eu sou tímido...", as pessoas chegam pra conversar contigo quase que instantaneamente. E se não chegarem, qual o problema? Sua própria companhia não basta? O único responsável pela sua felicidade é você! E claro, tive vários momentos sozinha que foram momentos de introspecção total! Eu me senti extremamente realizada, auto suficiente e feliz! Foram momentos tão sensacionais quanto os que estive acompanhada dos amigos que fiz durante a viagem. Quanto a famigerada frase: “Nossa, tá rica hein?!”? Qualquer pessoa que já tenha viajado ao menos uma vez na vida já ouviu essa. As pessoas querem nos convencer o tempo todo de que tudo que é bom não é para o nosso bico. E me lembro de um detalhe: A maioria das pessoas que me abordavam com esse comentário tinham carro. Que, por mais popular que seja, custa mais caro, por mês, que esta viagem que fiz. Não estou julgando ninguém, mas, dentro do que a sociedade estabeleceu como certo/errado, bacana/arrogante, ter um carro é ok, mas viajar é ostentação. Deixamos de sonhar, imaginar, planejar. Fazer uma viagem, qualquer que seja, depende muito mais de planejamento do que de qualquer outra coisa. Viajar é barato - e não menos incrível - se você abrir mão de mordomias supérfluas como ficar em hotel 5 estrelas, comer em restaurantes caros ou fazer passeios com guias caríssimos... E claro: poupando e até mesmo vendendo coisas que você não precisa! Sabe aquele sapato que vc comprou e usou uma vez? Lança na olx! Sabe aquela academia que você pagou por 12 meses e foi 2 semanas? Vende pra alguém que realmente tenha interesse! (12xR$59,00 é R$708 reais! Vc compra uma passagem pra Argentina com esse dinheiro!). Sabe aquele Mc Donald's q você paga R$30,00? Pense que com esse mesmo valor você paga uma diária em um hostel. Vá com menos frequência a baladas, barzinhos, restaurantes... Faça uma poupança pra tua viagem e pinga lá um pouquinho todo mês. A gente tem mania de ficar lamentando que nunca tem dinheiro. Dinheiro todos que trabalhamos temos, só gastamos ele de outras maneiras. Eu, por exemplo, passei dias pesquisando passagens, de olho em promoções, procurando indicações de hostels (a título de curiosidade: diárias em hostels giram em torno R$35,00 – com café da manhã), analisando opções, pesquisando os restaurantes mais baratos da região, pesquisando sobre o transporte público da região, e claro, poupei meu dinheirinho e vendi coisas também! Enfim, sem muito glamour dá sim para viajar até para o outro lado do mundo com pouco dinheiro! Ah! Não tenho nada contra ir acompanhada! Viajar acompanhada é muito bom. Mas nem sempre as pessoas que você ama terão disponibilidade/dinheiro/interesse pra te acompanhar. E tá tudo bem. Isso não pode te impedir de realizar uma viagem! Claro que são experiências diferentes, cada uma com suas vantagens e desvantagens. Mas viajar sozinho, meus amigos... é uma experiência única e acho que todos deveriam fazer isso ao menos uma vez na vida. Eu conheço muitas pessoas que já deixaram de viajar por falta de companhia e todas se arrependeram. Parem de colocar a felicidade de vocês nas mãos de outra pessoa! Você é autossuficiente, acredite! Se eu já não tinha medo nenhum de me arriscar por aí sozinha, aconteceu que comecei a tomar gosto pela coisa. Ferrou! Foi uma das melhores viagens da minha vida! Já estou contando as moedinhas para programar a próxima trip. E quem tiver interesse de viajar, sem muito glamour, é só chegar junto! E como diz uma frase que circula por aí: "viajar é a única coisa que você compra e que te deixa ainda mais rico. De histórias, de experiências, de conhecimento, de momentos inesquecíveis, de sonhos..." (Tati dos Santos) Mais fotos no Instagram: @tatidosantos Se quiserem dicas de hostels, praias, baladas e qualquer outra coisa que consiga ajudar, podem me perguntar aqui ou no Instagram
  8. Bom dia, pessoal. Estarei em Florianópolis entre os dias 30 de setembro e 05 de outubro sozinha. Se alguém estiver com planos de ir para lá esta época. Procuro companhia para fazer, principalmente, a trilha da lagoinha do leste. Abraços.
×
×
  • Criar Novo...