Ir para conteúdo

Érica Martins

Colaboradores
  • Total de itens

    174
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    3

Érica Martins venceu a última vez em Novembro 1 2019

Érica Martins tinha o conteúdo mais apreciado!

Reputação

147 Excelente

6 Seguidores

Sobre Érica Martins

  • Data de Nascimento 26-07-1985

Bio

  • Ocupação
    Engenheira Florestal

Últimos Visitantes

3.234 visualizações
  1. Olha essa notícia que acabei de ver e lembrei dessa nossa conversa aqui https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=3627106914001565&id=522152554497032
  2. Super vale a pena ir até Param(á)ribo (aprendi lá que se fala assim rs). Ambas as cidades não são grandes e são muito fáceis de visitar em 2 ou 3 dias. Tem voo baratinho de Georgetown. Agora, sobre a possibilidade de fazer um curso de inglês por lá...eu não falo absolutamente nada, mas tava acompanhada com amigos fluentes que acharam bem complicado a compreensão e as expressões, para além do sotaque muuito peculiar. É uma mistura muito doida de inglês indiano com inglês caribenho. Só sentindo mesmo pra ver se vale a pena Abraços e boa sorte!
  3. Olha, 1 dia de boas pra passear por Bonfim e por Lethem é bem suficiente. São dois vilarejos muito pequenos e muito desertos. Em Lethem não sei indicar hospedagem, mas em Bonfim tem umas 2 ou 3 pousadinhas beeem simples e baratas, estilo aquelas ao redor de rodoviária no interior. Nem precisa se preocupar em fazer reserva. Se quiser garantir mesmo, pega a dica com os taxistas que fazem a lotação diária a partir de Boa Vista e liga pra pousada antes de ir. Se tu tiver as cara, dá até pra pedir abrigo pra galera brasileira que trabalha na receita e na pf da fronteira. Um dia batendo perna
  4. Na rodoviária de Lethem tem opções terrestres também, mas a viagem é bem longa porque a maior parte do trajeto é estrada de terra. Se tiver com tempo sobrando, é uma opção e não precisa contar com o dia certo do voo, jáque tem saídas diárias.
  5. Se tu for até Roraima, de Boa Vista basta seguir de taxi lotação ou ônibus até a cidade de Bonfim/BR, dar saída do Brasil, da entrada na Guiana e atravessar a ponte sobre o Rio Tacutu até Lethem/Guiana. Lethem é uma cidade meio espalhada, com comércio barato e tem um aeroporto pequeno com voos semanais para Georgetown. O "aeroporto" fica há uns 5km do posto da PF no Brasil. 5 anos atrás os voos saíam sábado de manhã, pela cia Trans Guyana Airways. Não sei te dizer como tá hoje. São aviões pequenos, pra 10 a 25 pessoas, com alto fluxo de garimpeiros. Vale muito pela aventura. Apesar do cenário
  6. A quarentena seria pós voo, antes de ir para casa deles de fato. Obrigada pessoal, mas queria mesmo um relato de alguém que tenha voado pra contar se tá muito caótico e zuado e o que a pessoa fez para minimizar a zuação.
  7. Aqui na Paraíba os hotéis, restaurantes, bares e praias estão funcionando normalmente. Somente algumas praias no litoral norte estão interditadas porque são em terra indígena. Pernambuco e RN, idem. Tudo liberado e já começando a encher por causa do verão que se anuncia. Os outros estados creio que igual.
  8. Pessoas sensatas, tenho feito pequenos passeios em locais próximos de onde vivo, mas moro distante 3,000km da família e a saudade aperta cada dia que passa. Gostaria de relatos sérios de pessoas que viajaram de avião nesses tempos estranhos para analisar os prós e contras e possíveis cuidados para uma viagem segura. Para os que foram visitar familiares idosos e em grupo de risco, fizeram alguma quarentena antes de encontra-los? Obrigada
  9. @VAN MNZ sim, fui por Macapá e de lá até a cidade de Porto Grande de onde saem os barcos rio acima. Vou te mandar detalhes por mensagem.
  10. Acabei de regressar da viagem com 3 trechos comprados pela Zupper. Deu super certo, nenhum problema e super economia. Paguei 862 por João Pessoa-Belém, Belém-Macapá e Macapá-João Pessoa. Quem mora fora dos eixos aéreos como eu sabe que esse valor foi mega barato. Zupper
  11. @Eleni não é muito longe. Se não me engano são cerca 50 minutos até Parnaíba mais uns 50 minutos até o Porto dos Tatus. A questão é que Barra Grande é um povoado, uma vila de pescadores. É linda, mas pode faltar opções pra noite ou mesmo de comércio. Mas se você estiver na vibe de sossego total, é legal.
  12. @Luka Izzo é bem menos complicado do que podemos imaginar. Em breve farei o relato, mas se tiver alguma dúvida pode mandar. Pôr do sol no Rio Araguari
  13. @Hiltonmc fui e voltei com ótimas notícias. Creio que a rota via Serra do Navio e Rio Amapari rumo ao CRV seja incrível, mas a rota via Porto Grande e Rio Araguari não deixa nada a desejar. E de cereja do bolo, a hospedagem, guia, alimentação, companhia e amizade da viagem foi feita por uma família de ribeirinhos incrível. Estou em estado de amor pela Flona do Amapá, seus moradores que resistem a um estilo de vida isolado e de amplo conhecimento da região e pelo Tumucumaque. Super recomendo subir ao parque por essa via, tendo como extra, vivência com moradores que conhecem cada plan
  14. @Ariene Dias fui e voltei de quarta a sábado passado. Pôxa!! Foi incrível, mas tão rápido. Em breve faço o relato. Agora tenho contato de guia local e família ribeirinha que recebe pessoas. Se quiser posso te passar Voltei em estado de amor pela tua terra
  15. Sigo e considero o melhor canal o Mundo Sem Fim, do Renan e da Michele. São mochileiros despretensiosos, fora do estilo instagramers em busca de likes. Estão dando uma volta ao mundo em estilo super econômico, sempre visitando aqueles lugarzinhos fora da rota convencional em contato com locais. Conteúdo bem legal. No momento estão na Mongólia. O único pesar é que não tem vídeos desde o início da viagem. https://www.youtube.com/channel/UCOJNw9aHGRkYuIOqwU7yK-Q
×
×
  • Criar Novo...