Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Alinny Miranda

Membros
  • Total de itens

    11
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

14 Boa

3 Seguidores

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Bem, logo depois de sair da casa da humilde e doce senhora, seguimos nossa caminhada até Fortaleza. A verdade é que não tinhamos nem ideia de como seria ir pela praia, se em algum punto haveria um encontro de rio com o mar ou outras adversidades pelo caminho, não estavamos pensando muito sobre isso, a ideia principal era aproveitar, sem importar o que viria. Assim saímos caminhando pela praia, olhamos no mapa e mostrava 12 lindos Km de pura areia, mar e muitas dunas. Talvez estivamos próximo alguma avenida principal, mas as dunas eram tão altas que só arriscaríamos subir e buscar uma avenida se realmente não fosse possível chegar até a cidade seguinte. A praia era de areia brancas e a terra bem batida, haviam algumas marcas de pneus de carro e moto pelo chão, então talvez íamos conseguir uma carona.. Isso mesmo, na beira da praia!! Literalmente na areia. Foto 1 Mais ou menos 3km depois, ouvimos o barulho de uma moto se aproximando, era apenas uma moto e eramos duas. Cony já estava um pouco cansada, não pelo sol ou pela caminhada mas sim pela sua perna que começa a incomodar um pouco, então, fiz sinal com a mão para a pessoa que vinha na moto. Era um rapaz, ele parou e perguntou se estávamos bem, pedi para que ele levasse a Cony um pouco mais adiante e que eu iria andando, ele disse que não iria muito longe, que mais ou menos em 1km já sairia da praia sentindo a um povoado que vive, bom, era apenas 1km mas já era alguma coisa, ainda tinhamos 8km pela frente economizar algumas passadas sem dúvida ajuda bastante. Ele levou Cony pelos próximos 1km e voltou por mim, não esperava que ele voltaria. mas foi bom porque o sol tava do CarL*** kkkkkkkk. Foto 2 Seguimos caminhando, em poucas horas chegaríamos ao meio dia. Mesmo com muito protetor solar já sentia a pele arder e areia por toda a cara e o sabor do mar que não saia de nossas bocas. Sim, verdade uma caminhada dura mas é uma das coisas que temos que fazer uma vez na vida. aproveitar o sol, o mar e a areia, não ter pressa de chegar e sem se importar com o que próximo passo. Foto 3 Foto 4 Mas 5km caminhando, foi quando ouvimos outra vez o barulho de moto e a possibilidade de uma nova carona. Viramos para ver de onde vinha o som e vimos que eram dois motoqueiros, porém um deles levará uma caixa superrr grande no lugar do passageiro, então outra vez só tinha uma moto. Disse para Cony seguir com eles, porque a perna dela já doía bastante, ela não quis ir, não achava justo. O rapaz que levava a caixa grande me perguntou se queria ir sentada na caixa... Bom, na verdade já estavamos as duas super cansadas e o sol estava muito forte e ainda faltavam mais 3km, então subi na caixa e eles nos levaram até um grande encontro de rio com mar, era impossível a travesar caminhando. Havia um barco pequeno, bom, não era bem um barco, vou deixar uma foto aqui para vocês verem. kkkkkkkk WhatsApp Video 2019-07-18 at 18.39.49.mp4 Vídeo 1 Foto 5 Foto 6 Depois do encontro do rio com o mar já era conhecido como Mundaú-CE, a cidade vizinha. Caminhamos pelo povoado, paramos na praia para observar a paisagem e o mar. Dessa cidade tínhamos que conseguir uma carona direto para Fortaleza, pensávamos em ficar uma noite em Mundaú, mas a cidade era bem mais movimentada que a praia da Baleia e Jericoacoara. Saímos da praia e buscamos um mercadinho na pequena cidade, compramos atum e pão, comemos ai mesmo. Foi quando parou um senhor para conversar com o dono do mercadinho e ele disse que ia para Fortaleza, bom de uma vez falamos e perguntamos se ele poderia levar-nos, disse ele que sem problemas e assim terminamos nossa pequena viagem pelas praias do Ceará. Alguns dias depois ia para a Colômbia, viver umas das maiores experiencias da minha vida. Cheguei na Colômbia dia 15 de setembro de 2018 e hoje(18/07/2019) sigo por aqui, bom mais isso é outra história e vou contar para você logo logo... OBS> Desculpem por demorar tanto tempo para subir a 2 Part como havia prometido. Foto 7
  2. Iaeww Glrr, eu outra vez por aqui. O tema hoje é sobre uma viagem por algumas praias na região do Ceará. Fortaleza x Jericoacoara x Praia da Baleia x Trilha pela praia do Mundaú x Fortaleza. Depois 4 dias e chegamos em Bogotá, mas essa já é outra historia Voltei para Fortaleza depois de 7 meses de estrada, chegando na cidade não poderia buscar outro trabalho que não fosse um HOSTELLLL, hahahaha. Consegui um em Fortaleza mesmo, fiquei trabalhando com eles por 4 meses e por incrível que pareça no último dia de trabalho conheci a Cony, uma jovem viajante de 60 anos, ela me mostrou que para ser feliz nos só precisamos realmente querer. Nessa mesma noite conversamos sobre meus últimos dias em Fortaleza, viagens e muito mais, ela me falou que queria muito ir para Jericoacoara, e eu poucos dias antes sem nem imaginar que iria há conheceria estava me programando para ir a Jeri, só que não queria ir sozinha. Entãoooooo Adivinhem o que aconteceuuuuuu!! Perguntei; o você acha se vamos juntas, ela me respondeu: "SERIOOOOOOOOOOO!! Aiiii meu DEUSSSSS". Juro foi exatamente assim, estava muito emocionada por não começar sua viagem sozinha. Então Parrrrtiuuuuuu JERI/CE Como eu tinha pouco tempo em Fortaleza e saímos da cidade de ônibus tive a ideia de chamar minha mãe. Que ficou com a gente apenas 2 dias e voltou para Fortaleza de ônibus (Mami Nutella), que ela não leia isso. Porfiz Deus kkkkkkkkkk Com ônibus por pessoa R$ 35 reais, saindo de Fortaleza e chegando a uma cidade chamada Preá/CE, localizada a 10km de Jeri. Sempre tem muitos carros indo para Jeri, então super tranquilo de conseguir carona. Resultando que em Preá pegamos carona até a vila de Jericoacoara, procuramos um camping, porque minha mãe ia ficar com a gente por 1 noite então com certeza não ia deixar minha mãe dormir em qualquer lugar ^-^ Mas a economia foi muito boa, porque um ônibus de Fortaleza para a Vila de Jericoacoara custa entre R$80.00 a R$100.00 dependendo da época que você vai. 1º Dia - Praia da vila e Mirante Pedra Furada No primeiro dia saimos para aproveitar a praia da vila, minha mãe estava cansada da viagem, então não queria ir muito longe. Praia da Vila, Jericoacoara/Ce Tivemos a grande ideia de subir esse morro logo atrás, esse tem uma vista muita bonita da pedra furada. Ficamos nessa praia praticamente todo o dia, o mar de águas tranquilas, é possível caminhar muito e não chega nem até a cintura, porém é necessário sempre muito cuidado com os períodos de maré, a noite saímos para ouvir um pouco de música, a noite em Jeri é realmente uma das melhores, tem música para todos os gostos desde o Rock ou Funk hahahaha, caipinha no preço e muita gente, voltamos ao camping e pronto primeiro dia finalizado com sucesso. Hora de agradecer e descansar. 2º Dia - Duna do Por do sol Na manhã do dia seguinte tomamos café e saimos novamente a praia, minha mãe já levou todas as coisas dela para a pequena rodoviária na Vila de Jeri e tiramos o dia para fotos, por do sol e boas gargalhadas. mi mama é linda de mais!!!! Pôr do sol nas dunas de Jeri, realmente não tem nada como essa vista. Vale muito apena, para mim é a melhor parte de Jeri é aproveitar esse entardecer. Praia da Duna, Jericoacoara/CE Nessa noite minha mãe voltou para casa de ônibus, Cony e eu continuamos nossa aventura. A partir dessa noite já nos tocava dormir na PRAÇA principal da vila, já estávamos preparadas psicologicamente para isso. kkkkkkkkkkkk Chegamos na praça, colocamos os isolantes térmicos com nossos sacos de dormir, estávamos tão cansadas do dia que quando nos despertamos já havia sol, organizamos as mochilas e saímos com destino a Lagoa do Paraíso. 3º dia - Lagoa do Paraíso Uma longa estrada, com 2 caronas caronas para ir e uma para voltar, mas conseguimos!! Chegamos na tão esperada Lagoa. Video_20190107214722562_by_videomaker.mp4 Lagoa do Paraíso/CE Ao final do dia, já estavamos super cansadas e assim que chegamos a vila, direto para a "cama"; Antes só uma parada para a foto, pra não perder o costume sabe! kkkkkkk Vila de Jericoacoara/Ce No final do terceiro dia já haviamos conhecido tudo,Praia da vila, pôr do sol na duna, mirante da pedra furada e lagoa do paraíso, já estava na hora de ir embora. Então pensamos e decidimos que iamos voltar para Fortaleza logo na manhã, mas a volta seria de carona. 4º / 5º Dia - Vila de Jericoacoara x Praia da Baleia Bom, a gente realmente ia voltar para Fortaleza, mas o motorista passou tão perto da praia da Baleia que a gente pulou do caminhão e decidimos passar uma noite nessa praia, mas onde íamos dormir???? essa é uma cidade um pouco menos movimentada e como não tínhamos barraca estávamos muito expostas. Bom, mesmo assim!! não importa, vamosssss.. Mas duas caronas e chegamos na praia, compramos comida em um mercadinho, na cidade tinha uma praça principal com uma igreja que fica bem em frente a descida para a praia, nos informamos onde estaria o melhor pôr do sol, nos falaram que deveriamos ir a uma subida de terra que fica logo atrás da igrejinha, o caminho começa bem, até com algumas casas durante a subida, depois um pouco mais íngreme e com uma areia muito fofa e muito difícil de subir, nos encontramos com umas galinhas que por ai andavam buscando comida, seguimos subindo até que chegamos ao topo e foi possível ter uma vista muito linda da cidade, antes que ficasse completamente escuro começamos a descer, com muito cuidado por conta da areia e quando chegamos à beira da praia, ainda de boca entre aberta pelo entardecer que presenciamos em cima do morro nos emociona ao ver a cor alaranjada que se que vinha do céu até a areia em baixo dos nossos pés. Praia da Baléia - Entardecer haviamos deixado nossas coisas em uma barraca de praia, então voltamos pelas mochilas, cuando estavamos descendo encontramos com uma Sra que nos perguntou de onde eramos, Cony é colombiana, mas vive em Toulouse/França e a Sra se admirou com a coragem de Cony en viajar como mochileira e nos convidou a sua casa por essa noite, bom ficamos duas noites. No dia seguinte aproveitamos para descansar, ajudar a Sra que cuidava muito bem do seu jardim Glr pra não ficar super grande eu fazer a 2 parte... 6º Dia Caminhada de 12km da praia da Baleia para o Trairi. Até a mais!!!!
  3. Neste mesmo período resolvi viajar sozinha pela primeira vez, um mochilão de 13 dias, uma mochila pequena, nada além do necessário e a procura de grandes histórias, aventuras e conhecimentos. Sai de Fortaleza de ônibus até Recife, foram algumas horazinhas, mas logo cheguei a capital Pernambucana, a empresa para qual trabalhava tinha sede em Recife, assim que, uma colega de trabalho que me hospedou em sua casa, ficamos juntas 3 dias, fomos para o Vila Mix de Pernambuco, dançamos toda a noite, uma experiência de muitas que viriam pela frente. Só nos conhecíamos por e-mails e foi um enorme prazer conhece-la pessoalmente, uma pessoa incrível. Vila Mix PE, com Laís e suas amigas Já estava em Recife, então, porque não conhecer Porto de Galinhas? Procurei por caronas compartilhadas em um aplicativo chamado BLABLACAR e conheci um casal, ele brasileiro e ela argentina, nunca tinha usado o aplicativo, era minha primeira vez e estava com muito medo. Foi aí que combinamos o local de encontro e quando começamos a conversar, bom, Marcelo Oliveira também morava em Fortaleza, na verdade até bem próximo do bairro onde eu morava e Lucila Quevedo, encantadora ^_^. Praia de Maracaípe - Recife/PE Eles iniciavam uma viagem que ia de Fortaleza, passando por Pernambuco, Maragogi, Aracaju e na volta uma breve parada em Pipa. Eram ótimas pessoas, assim que, me tranquilizei e seguimos viagem. Chegando a Porto de Galinhas, fui para um hostel, também minha primeira experiência, e por incrível que pareça conheci Adélia Cristine. Aiii Deliii eu tenho nem o que falar, minha irmã de coração. Bom, Adélia e sua família tem um espaço muito especial no meu coração, mas essa é uma outra história. Porto de Galinha, PE Nós encontramos a noite, na praia com um bom vinho branco e melão, bebida que me foi apresentada por 3 hermosas chilenas, que estavam em Fortaleza por um Intercambio Social e uma delas, Thamara, estava hospedada em minha casa, assim que, un Melón com Vino y mucha charla seguido de um banho de chuva para fechar a noitada. Kkkkk Decidi seguir com Marcelo e Lucila até Maragogi, chegamos a cidade e tínhamos tanta fomeeee que a primeira loja de comida que vimos, paramos, não era lá essas coisas, mas com fome tudo fica gostoso, compramos salgadinhos e comemos na praça, depois nem queiram saber do resultado. Um barato que saiu caro. Kkkkkk Comparando com Porto de galinhas, Maragogi é uma cidade maior, porém com pouca estrutura, conhecida por suas praias de aguas transparente e suas piscinas naturais. Em Maragogi fiz um mergulho lindo, com uma diversidade e quantidade de peixes, muitos corais e diversas cores, também foi a primeira experiência de mergulho com cilindro, é muito pesado. De Maragogi resolvi voltar para Recife e ficar mais alguns dias na casa de Laís, conhecer um pouco mais a cidade e descansar. Mas não acabou por aí, Marcelo e Lucila estavam voltando de Aracaju e me perguntaram se queria ir para Pipa com eles, que iriam passar por Recife e poderiam pegar, outro destino realmente incrível, Pipa. Mergulhando em Maragogi/AL Piscinas Naturais, Maragogi/AL Chegamos a Pipa no dia do meu aniversário, exatamente hoje, 11/08, fiquei no Hostel Mandela, na mesma noite conheci uma turma que por incrível que pareça, estavam fazendo o mesmo intercambio que Thamara, mas na cidade de Natal. Saímos na intenção de tomar todas, mas acabamos com suco de laranja e joguinhos no bar. No dia seguinte Marcelo, Lucina e eu saímos bem cedo para conhecer a Baía dos Golfinhos, para mim era só um nome, quando chegamos a praia de longe já era possível ver os golfinhos próximo a área, a maioria estavam em grupos de 2 a 3 e nadavam bem próximo das pessoas, uma outra grande experiência, eu jamais havia visto um golfinho e nadar com eles é uma sensação incrível de medo e admiração. Baía dos golfinhos, Praia da Pipa/RN No mesmo dia 19/08 saímos de Pipa com destino a Fortaleza, avisei minha família que estava voltando, a minha colega de apartamento e a Thamara, a menina chinela que estava hospedada na minha casa, como Marcelo morava muito próximo a minha casa, ele praticamente me deixou no portão de casa, o que foi perfeito, porque eu só pensava em tomar um banho, comer, dormir e no dia seguinte separar os presentes que comprei, mas me fui pegue com um pequeno niver surpresa, também minha primeira experiência, minhas amigas, mãe e irmãos estavam lá com bolo e salgadinhos, no escuro, esperando eu entrar, eu tomei um susto então de cara mandei todo mundo pra aquele lugar, mas depois tudo de boas. Depois de comer, aproveitando que já estavam todos ali, separei os presentes e já entreguei, corri para o banheiro para tomar banho e coloquei todo mundo para correr kkkkkkkk. Estava muito cansada queria muito, muito dormi, eu precisava, tinham sido hora e horas de viagem e muito sono atrasado. Voltei para casa e logo o desejo de viajar novamente surgiu e sentia que não podia e não queria esta ali naquele momento , pequenas viagens começaram a surgir para os finais de semana, um bate e volta ali e acolá, grupos e grupos de viagens e idiomas, locais incríveis no mundo e todos possíveis, bastava apenas querer, então me surgiu uma oportunidade de sair e viajar por um tempo mais longo, a empresa para qual eu trabalhava estava encerrando suas atividades em Fortaleza e no mês de setembro era possível que já não estivesse trabalhando, comecei a olhar roteiros e ficar bem mais atenta aos detalhes da viagem, por onde ir, o que conhecer e outros. Foi assim que dia 21 de setembro de 2017 sai de casa sem data de volta e sem um destino preestabelecido, a ideia era viajar por 90 dias, mas acabei ficando 198 dias longe de casa. Graças a essa primeira viagem tive coragem de sair do "meu mundo" e ver a vida a outro modo, logo quando retornei para casa soube exatamente até onde queria ir, e aprendi que é quando mudamos que enchermos que os limites são apenas imaginários para aqueles que realmente sabem o que buscam. Obrigada por dedicar um pouco do seu tempo lendo minha história, ainda vou publicar outros relatos sobre como cheguei ao Rio de Janeiro, como fiz para consegui um trabalho e os de mais destinos que conheci durante meu segundo mochilão. Até a próxima!!!
  4. Saindo de Fortaleza Com destino a Belém-PA com o pensamento de subir até o Acre e fazer fronteira com Peru, Chile, Argentina e Voltar para Fortaleza pelo outro lado. Hahaha Obs. Hoje aprendi que devo planejar apenas a cidade seguinte e deixar que o restante acontece como tem que acontecer. Em Belém Fiquei na casa de um couchsurfing durante 1 semana, foi a primeira vez pelo aplicativo e foi uma grande experiência. Quando cheguei na cidade comecei a ver que sairia muito caro ir por cima por conta das passagens de barco que são obrigatórias e impossíveis de pegar carona, decidi voltar para Fortaleza e ir com um amigo para Pipa-RN. Por do Sol na Praia do Amor - Ilha do Mosqueiro-PA Pipa-RN Antes de sair e Belém busquei em um aplicativo chamado WorldPackers hostels que fazem a troca de hospedagem por trabalho. Trabalhei durante 3 semanas na Pousada do Sol, as pessoas que trabalhavam no local muito atenciosas e hospitaleiras, meu amigo não conseguiu ficar no mesmo local mas topou fazer uns vídeos por troca de hospedagem em outro lugar e então tudo certo! Quando estava em Pipa-RN, um rapaz chamado Daniel me contatou pelo Couchsurfing solicitando hospedagem em minha casa em Fortaleza-CE, mas como eu estava em Pipa neguei a solicitação, conversando com ele vi que estava viajando de carona e perguntei até onde ele pretendia ir e disse; Rio de Janeiro. Eu parti de casa com pouquíssimo dinheiro e precisava tomar coragem para viajar de carona, perguntei se ele ia passar por Pipa a caminho do Rio, resumindo seguimos viagem juntos para Pernambuco, no hostel onde ele estava hospedado havia duas pessoas indo para Recife-PE e nos deram uma carona até Igarassu-PE. Obs. Vídeos da cidade e praias https://www.youtube.com/watch?v=bL2h1wPtoKA - As piscinas naturais de Simbauma https://www.youtube.com/watch?v=Atp6CKX63HI - Pipa e Golfinhos Chegando em Pernambuco Buscamos um couch para nos receber em Pernambuco, conseguimos em Igarassu, tivemos muita sorte pois Laís é uma pessoa maravilha que nos recebeu de coração aberto. Saímos para conhecer o Recife antigo, O museu do Frevo (dança típica da região e mais tocada durante o carnaval), Casa da Cultura (antiga casa de detenção, ainda possuía uma cela com marcas e desenhos que os presos faziam naquela época). Obs. Em Pernambuco é possível rodar muito com apenas uma tarifa de ônibus, pois todos os terminais de integração têm ônibus para as cidades vizinhas, rodamos como 100km saindo de Pernambuco sentido a BR-101 onde fomos buscar carona, pagando apenas R$ 4,60. Recife Antigo - PE Marco Zero - PE A caminho de Maceió Saímos da Casa de Laís por volta das 10h e pegamos ônibus para a Br-101 dentro no ônibus os locais foram nos indicando os melhores lugares para carona, passamos por quase todos os terminais de integração até chegar no Terminal de integração de CABO DE SÃO AGOSTINHO, desse terminal é possível pegar ônibus para Porto de Galinhas sem pagar nada a mais por isso, nesse dia pegamos várias caronas curtas foi bem intenso, ficamos como 12h as 17h em frente a um posto de combustível com plaquinhas escrito; MACEIO mas com graça deu tudo certo e chegamos a Maceió no mesmo dia. Obs. Maceió tem as praias mais lindas que eu já vi. Mesmo a praia do centro onde fica muitos prédios e barracas possuem as aguas claras e areias brancas, quase não se ver lixo nas ruas e na praia, realmente uma cidade muito linda. Praia da Pajuçara - AL #Semprebuscandoomelhordestino Salvador-BA Saímos de Maceió de carona até a AL-101, seria muito mais fácil ir pela costa ao invés do que que fizemos. Pegamos a avenida a AL-104 até a AL-101, ficamos embaixo de um viaduto e não demorou muito já conseguimos carona, estávamos com duas plaquinhas uma dizia ARACAJU e a outra SALVADOR, estávamos apostando que na cidade mais próxima que era Aracaju-SE, porem surgiu Ricardo caminhoneiro que está vindo de Pernambuco e ia para Entre Rios-BA. Chegamos em Entre Rios-BA as 2:00AM e não tínhamos onde dormir, mas Ricardo nos deixou descansar no caminhão e pela manhã, ainda nos ofereceu café e nos deixou próximo a BA-101 para buscar carona sentido Salvador-BA. (Realmente foi uma das melhores caronas até agora nessa trip) Obs. Em Salvador-BA conhecemos o Pelourinho, Praias, Forte, Teatro de Castro Alves e Rio Vermelho. Também passamos pouco tempo, com muita sorte conseguimos um couch e foi supertranquilo. Praça do Pelourinho - BA Barra Grande – BA Eitah!! Nessa teve história, saímos de Salvador para o Ferry boat, empresa Internacional Travessias, durante a semana o valor é de R$ 5,00, pegamos o transfere até Bom Despacho-BA que fica na ilha de Itaparica, na ilha tem uma cidade chamada Barra Grande, mas você tem que procurar pela Ilha de Barra Grande, que fica em outra ilha, então vai ser preciso pegar um ônibus de Bom Despacho x Camamu e de Camamu uma lancha até Barra Grande. O ônibus de bom despacho para Camamu custou R$ 38,00, leva como 4h de viagem e a lancha tem um valor de R$ 30,00 por volta de 30min até a ilha, como chegamos no final do dia e eles queria encher os lugares conseguimos baixar o preço (eles fazem preços diferente para pessoas que são locais, conversamos e explicamos nossa forma de viagem, conseguimos pagar R$ 30,00 ida e volta da ilha), ao chegar na ilha existe uma taxa no valor de R$ 10,00 que é cobrada para a preservação do local. Obs. Para entrar na ilha é obrigatório o pagamento de R$10,00, podendo ficar no máximo de 10 dias na ilha. Valor não negociável! Não possui caixa eletrônico na cidade, então leve dinheiro. http://internacionaltravessias.com.br/horarios-ferry-boat-salvador-ba/ - Horários do Barco Existe alguns lugares onde é possível comprar comida mais barata, porem esse são bem distantes da vila, o ideal é ficar em um local onde possa cozinhar sua própria comida e assim consegui economizar bem. Por do sol - Barra Grande-BA Saímos de Barra grande no Sábado dia 28/10, seguindo para Vitoria-ES. Até a próxima!! Alinny Miranda
×
×
  • Criar Novo...