Ir para conteúdo

leonardo.abreu

Membros
  • Total de itens

    4
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

4 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. A estação de esqui fecha final de setembro. Quando chegamos na cidade ela havia acabado de fechar.. não sei exatamente te informar quando que ela abre.. tiramos algumas fotos lá, ela fica no Glaciar Marcial Cara, tenho sim nosso roteiro, fizemos tudo por conta então fizemos o que estávamos com vontade kkk próximo mochilão nosso será norte do chile, Bolívia e Peru kkk é bonito demais ! Abraço
  2. @FCRO Cara, para el calafate você não vai conseguir ir e voltar. Aconselho a você ficar um dia em El Chaltén. O traslado de El Calafate - El Chalten é 3h para ir e 3h para voltar. Saímos pela manhã as 8h e chegamos novamente em nosso hostel por volta as 20h da noite.. foi em torno de 25km ida + volta, porém o útlimo 1,5km é apenas de subida intensa no morro, demora 1h30 a 2h +- ! Mas vale muito a pena.
  3. O gasto que você vai ter depende da época que irá viajar!! Cada época tem um preço, mas nessa minha viagem, gastei 3 mil reais eu e 3 mil minha noiva. Vale muito a pena!
  4. Eai pessoal, tudo bem ? Neste meu primeiro relato, irei detalhar o dia a dia e dar algumas dicas sobre o que passei na patagônia Chilena e Argentina.. Quem mergulhou nessa aventura comigo foi minha até então namorada, e agora noiva Mariana, fizemos quase tudo que desejávamos! .. lá vai.. Roteiro: Ushuaia(ARG) -> Puerto Natales(CHI) -> El Calafate(ARG) -> El Chalten(ARG) -> Buenos Aires(ARG). Período: Minha viagem ocorreu do dia 09/10/2017 até dia 22/10/2017 - Início de temporada, início de verão e fim de inverno. Informação dos Trekkings: Parque Nacional da Terra do Fogo: As trilhas são muito bem sinalizadas com tacos amarelos. Não tem como se perder. El Chaltén: Optamos por fazer a seguinte rota de um full day: Saímos da cidade e andamos 12,5km até chegar na Laguna de Los Tres, passando pela Laguna Capri e retornamos passando pelo Mirador Del Fitzroy, com uma paisagem incrível do monte Fitzroy. Retornamos no mesmo dia para nosso Hostel. Ao todo caminhamos uns 25 km. Torres del Paine: Pegamos 3 dias de muita chuva, e optamos por não fazer o circuito W(infelizmente).. Fizemos um trekking de full day.. Há 3 tipos de hospedagem no parque, os não pagos, os pagos(que te dão direito a banheiro e cozinha), e os hotéis(caros e confortáveis) que tem no decorrer do parque. OBS: Todos os caminhos são bem demarcados, não tem perigo de se perder. Não aconselho para quem não tem preparo físico bom, exige muito ! Relato do dia a dia: Dia 09/10: Pegamos um vôo de Maringá-PR para Curitiba-PR , onde no mesmo dia pegamos um vôo para Buenos Aires(ARG), chegando na cidade no fim da tarde. Pegamos um táxi no aeroporto e fomos ao nosso hostel B.A Stop(um hostel excelente custo benefício). Fizemos o check-in e por sorte o funcionário da recepção era brasileiro, e nos deu dicas de onde cambiar por um bom preço. Pegamos um mapa da cidade com ele e fomos então a pé a rua florida(uma rua que corta a Av. Corientes) e cambiamos por lá. Na volta tiramos algumas fotos no Obelisco e paramos para comer uma pizza na cidade. O pessoal é muito hospitaleiro e demos bastante risada., DICAS: Faça reserva de hostel antes de chegar na cidade. Em Buenos Aires, todos os hostels praticamente, só aceitam clientes que já fizeram reserva. Não pegue o taxi de dentro do aeroporto, lá eles cobram preço fechado. Pegue os táxis que passam por fora ou chame um uber, muito mais econômico. Dia 10/10: Pegamos um vôo pela manhã com destino ao Ushuaia(ARG), com escala em El Calafate(ARG). Chegamos em Ushuaia perto do meio dia. No próprio aeroporto, tem uma central de atendimento ao turista. Lá, pegamos o mapa da cidade, e as informações dos passeio que eram possíveis a fazer na cidade. Pegamos um táxi no aeroporto e fomos ao nosso hostel, La Posta Hostel(recomendo bastante) para fazer o check-in. Após isto fomos ao centro, almoçamos e compramos o passeio do canal do beagle, um passeio bem bacana onde você pega um catamarã e faz um passeio de aproximadamente 3 horas pelo mar, onde de um lado é o Chile, o outro a Argentina até chegar no farol. É possível ver várias montanhas cobertas com neve, além de vários animais marinhos. Não conseguimos ver os pinguins, pois a época de pinguim nas "pinguineiras" começa em novembro. Mas o passeio foi muito bonito, recomendo. Após o passeio, andamos no centro para conhecer um pouco a cidade e tiramos a famosa foto na placa de fim do mundo. DICAS: Não comprem o passeio do canal do beagle com pinguineira, antes de novembro. As empresas vão te oferecer, mas não é época de pinguin, será dinheiro a mais gasto. Este passeio do canal do beagle até o farol, saiu 900 pesos por pessoa + 10 para entrar no porto. Dia 11/10: Acordamos cedo e pegamos um transfer que o hostel nos ofereceu para o parque nacional da terra do fogo. Pagamos 500 pesos por pessoa(ida e volta), para a van nos buscar no hostel e nos deixar no parque, e fazer o trajeto de volta. Chegamos no parque no início da manhã, recebemos na entrada do parque um mapa, com as trilhas possíveis a se fazer (são 4), e então, escolhemos a que fazia a Bahía de Lapataia, porque era beirando o oceano(lindo demais !) e finalizava no lago Roca (local onde pedi a Mariana em casamento.. rsrs).. As paisagens são incríveis e o vento patagônico é incrivelmente forte ! Andamos aproximadamente uns 10km neste dia. No fim da tarde, o transfer nos buscou no ponto combinado perto do lago Rocca, e nos deixou no hostel. Dia 12/10: Logo pela manhã pegamos um táxi no hostel em direção ao Glaciar Marcial. Ele fica no morro perto da cidade, e o taxista nos deixou na entrada. Logo de cara nós vimos neve(pela primeira vez, foi lindo!), e fizemos uma caminhada de cerca de 1h até a estação de esqui. Ela estava desativada porque não estamos em temporada, era início do verão. Após passarmos a estação, continuamos seguindo o morro e começamos uma caminhada até o cume, mas não chegamos até o topo, pois estava muito ingrime e perigoso. Começou a nevar conforme fomos subindo, foi demais! Na volta, retornamos por um trilha que começa ao lado da casa de chá acompanha a estrada até a cidade. Esta trilha é muito bem sinalizada com sinais amarelos, você também não se perde ! Esta trilha é muito bonita também, vale muito a pena fazer, ela é extensa mas é decida, não cansa muito ! No fim tarde e noite, andamos pela cidade, compramos a passagem para ir a Puerto Natales(CHI) no outro dia cedo, pagamos 1250 pesos por pessoa, compramos algumas lembranças e jantamos no centro. DICA: Para economizar, preferimos fazer mercado e cozinhar no hostel, com isso conseguimos salvar muitos pesos. Uma refeição sai em torno de 250 pesos por pessoa, o prato + bebida. Dia 13/10: Pegamos o ônibus as 7h da manhã no Ushuaia e chegamos as 22h em Puerto Natales, no Chile. Fizemos check-in no Nikos Adventure II, nosso hostel. Estava chovendo bastante a noite. Dia 14/10: Este dia tiramos para nos planejar. Estava chovendo bastante e resolvemos não fazer o circuito W do parque nacional torres del paine. Fizemos o câmbio e compramos o transfer de ida e volta do parque, pagamos 15 mil pesos chilenos por pessoa. Compramos passagem para o dia 17 pela manhã para El Calafate, pagamos 11 mil pesos chilenos por pesoa. Após isso a chuva deu uma pequena trégua e então andamos pela pequena cidade, não tem muito o que fazer. Tiramos algumas fotos no monumento de la mano que há na cidade e no miladón, bicho pré histórico da região. Fizemos mercado para o parque e jantamos no hostel. Dia 15/10: Logo pela manhã pegamos o transfer para o parque, cerca de 1h e meia de translado. Estava chovendo pra caramba, para nossa frustração..(mais uma no Chile).. A entrada do parque é muito salgada, pagamos 21 mil pesos chilenos por pessoa para ter direito a 3 dias no parque.(quem faz os circuitos, não precisa de mais de uma entrada). Se você quiser acampar no parque, deve reservar o lugar para sua barraca na entrada no parque. Logo pela manhã começamos a fazer a trilha em baixo de chuva forte, e traçamos o roteiro para a base das torres del paine. Andamos cerca de 6km até o acampamento Chileno, quando fomos subir até a base, nos deram a informação que por causa da chuva forte estava fechado a passagem para as bases, apenas quem tinha guia passava. Andando um pouco pra frente do acampamento Chileno, a ponte que nos levava para a próxima "montanha" caiu, pois o rio elevou o nível e com a enxurrada levou a ponte. Decidimos retornar para o início, e demos por fim nosso trekking. (Um dia voltamos lá para fazer o circuito W). DICA: A cidade é muito pequena, não há a necessidade de pegar táxis. Dá para fazer caminhando. Dia 16/10: Pegamos o ônibus logo pela manhã rumo a El Calafate e chegamos após o almoço. Fizemos o check-in na nossa Hostería, Los Gnomos, é excelente, só que não sabíamos a diferença de uma hostería para o hostel, (não se usa a cozinha em uma hostería, eles servem janta que deve ser paga se quiser). Neste dia, compramos a passagem para o perito moreno, e passagem para o dia 18 para El Chalten, pagamos 1150 ida e volta para el calafate(aeroporto). Andamos muito pelo centro da cidade, a cidade é muito pequena e muito linda. É carinha as coisas por lá. Compramos algumas lembranças e jantamos no centro. DICAS: Assim como Puerto Natales, a cidade é muito pequena e não há a necessidade de se pegar táxi, fizemos tudo caminhando. Dia 17/10: Neste dia, logo cedo a empresa com quem fechamos o passeio perito moreno nos pegou na hostería, e nos levou ao parque. Pagamos 450 pesos por pessoa. Este é o único parque que se paga entrada nesta região. Pagamos 500 pesos por pessoa para entrar ao parque nacional dos glaciales, onde o perito moreno ficava. A imagem de ver uma geleira não sai da cabeça. É simplesmente do caral** . chegamos pela manhã e o passeio dura cerca de 4 horas. Neste local o tempo é muito doido, chove e para toda hora. É muito frio, muito mesmo ! Você consegue andar por todas as passarelas tranquilamente. No final da caminhada tem uma casa de chá muito boa para se esquentar. Neste passeio também tem a opção de você pegar um catamarã para chegar mais perto na geleira, por mais 500 pesos por pessoa. Você também pode fazer um mini trekking em cima da geleira, que dura cerca de 1 hora e meia. Este trekking custa 3200 pesos por pessoa, ou por fim você pode fazer um passei que dura umas 8 horas em cima da geleira, que é bem mais caro e não nos lembramos no preço. Chegamos na cidade do meio da tarde, e no fim da tarde pegamos o transfer para El Chalten. Fizemos check-in na nossa hosteria também (havíamos reservado antes, não sabíamos da diferença para hostel ainda), era Los Ñires, muito boa por sinal. Preparamos nossas malas para a trilha do outro dia. Dia 18/10: A cidade de El Chalten é conhecida como a capital do trekking. É pequena, e vive para os turistas e as trilhas. Logo pela manhã saímos em direção a Laguna de Los Tres. Andamos cerca de 25km este dia. Este dia foi um dos melhores da nossa viagem, as trilhas são lindas, o vento é único, vimos neve, lago congelado, paisagens sensacionais. Foi do caral**. No caminho, encontramos o lago Capri, um lago lindo demais ! O último quilometro antes de escalar o morro Fitzroy é uma subida de 3 mil pés até a laguna de los tres. Cansou demais. Mas valeu a pena, o espírito, a sensação de estar lá... é foda ! Você é recompensado... Para nossa frustração, a Laguna esta congelada rsrs.. mas mesmo assim foi ótimo. No retorno, passamos pelo Mirador do Fitzroy.. Uma visão única também.. foda ! Retornamos então no fim do dia para a cidade, e chegamos a nossa hosteria. Jantamos uma pizza que era servida lá, e tomamos uma merecida cerveja. Dia 19/10: Pela manhã retornamos a El Calafate, e o transfer nos deixou no aeroporto. Pegamos um vôo para Buenos Aires. Chegamos de tarde na cidade. Fizemos o check-in no mesmo hostel que haviamos parado na ida, o BA Stop. Passeamos a noite na cidade, vimos a Casa Rosada, caminhamos no porto madeiro, e tomamos uma cerveja nessa noite. Dia 20/10: Nosso último dia de viagem, andamos pelo centro, conhecemos o teatro colón, compramos umas lembranças, tiramos fotos no obelisco, diversas praças na cidade.. enfim.. fizemos um mini tour na cidade.. Compramos muito alfajor para trazer ao Brasil rsrsrs, gostoso demais ! Jantamos no hostel, tomamos umas cervejas, compramos vinho e comemos bastante empanada, gostoso pra caramba também! Dia 21/10: Pegamos pela manhã um vôo de volta ao Brasil. Essa foi nossas férias pessoal.. espero que possa dar uma ajuda no roteiro de quem procura fazer um passeio parecido... só digo uma coisa. Vale muito a pena !
×
×
  • Criar Novo...