Ir para conteúdo

Felipe Grandi

Membros
  • Total de itens

    21
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    Analista de Sistemas
  1. Olá Givaldo, Olha só, depende muito do que você gosta de fazer, pois a ilha oferece diversas opções. Para quem faz mergulho (como eu), 5 dias é pouco, pois a ilha tem dezenas de pontos de mergulho. Se você gosta de sentar na beira do mar e admirar aquele azul sensacional da água, 5 dias está ótimo. No meu caso eu pensei que para valer a pena sair de Porto Alegre e viajar 12 horas, tinha que ficar pelo menos 8 dias lá. Aí dividi 5 dias pra S. Andrés e 3 em Providencia. Se não tivesse ido a Providencia teria ficado os 8 dias em S. Andrés. Isto por causa da distância que viajamos. Porém se ti
  2. Olá pessoal, Acabei de voltar de San Andrés e deixei um relato detalhado no link: http://www.mochileiros.com/san-andres-hospedagem-t59060-30.html#p764345. Tem dicas de como reservar outros hotéis além do Sirius em Providencia. Espero que ajudem! Abraço Felipe
  3. Felipe Grandi

    San Andrés

    Olá pessoal, Acabo de voltar de San Andrés e Providência. As ilhas são realmente tudo o que dizem. Eu e minha esposa passamos duas semanas maravilhosas lá. Poderia contar o roteiro que seguimos e as atrações que visitamos, mas provavelmente cairia nos mesmos tópicos já bastante discutidos aqui (e que por sinal nos ajudaram bastante a montar nosso roteiro!). Prefiro discorrer sobre um tópico em que tive dificuldades de obter detalhes através das opiniões postadas aqui e no Trip Advisor: a hospedagem em hotéis da rede Decameron. Já fizemos algumas mochiladas no Peru e na Itália, mas dest
  4. Olá Rafael, A forma mais fácil e prática para visitar Valparaíso e Viña del Mar em um dia (e a que utilizei) é contratar um passeio com guia no seu hotel quando chegar em Santiago. O preço fica ao redor de 80-100 reais por pessoa. Acredito que possa fazer por conta em um dia, mas aí vai precisar de carro e um bom estudo prévio pra não perder muito tempo e ir direto nos lugares de interesse. Dá uma olhada no meu roteiro pra pegar umas idéias: chile-rotas-e-meios-de-transporte-t2809-570.html#p686385 Abs. Felipe
  5. Olá, Espere um pouco mais pra comprar. Coloque o site da Trenitalia nos seus favoritos e pesquise regularmente. Aparecem promoções e reduções de preços de passagens toda semana. Minhas passagens de trem comprei com 2 meses de antecedência. Pratique o seu italiano e entenda como funcionam as regras de tarifas e promoções. Está tudo explicadinho no site, e esse tipo de informação também muda regularmente. Concordo com o Marcos, é um desperdício fazer bate e volta pra Veneza. Fiquei dois dias inteiros lá e gostaria de ter ficado mais. Se mudar de idéia segue uma boa opção de hospedagem: w
  6. Oi Francine, Estava com a mesma dúvida que você. No final achei mais vantajoso levar o meu GPS (tenho um TomTom Ease). Funcionou tranquilo. Porém, como o Marcos já falou aqui, você precisará baixar o mapa da Itália nele. Se você vai ficar vários dias com o carro pode valer a pena levar o seu GPS com o mapa instalado. Ou então comprar um GPS lá. Neste último caso, porém, você teria que instalar o mapa do Brasil quando retornasse para utilizá-lo aqui. Procure por marcas mais conhecidas como TomTom e Garmin, esta questão de atualização de mapas é mais fácil com eles. Referente ao preço qu
  7. Oi vinnnie, Sim, pagamos EUR 70,00 para duas pessoas com café da manhã. A casa ficava na Via de Torre Rossa (procura no google maps para ver a localização). A casa ao lado do Vaticano cobrava EUR 80,00 e não tinha café da manhã. Mesmo assim, comparando com preços de hotéis, é barato (falando-se em Roma, claro). Tenta enviar um e-mail pra este endereço: [email protected] Capricha no italiano! Abs. Felipe
  8. Olá João, Os museus me falaram que abrirão somente em 2013. Parece que as reformas são devido aos estragos causados pelo último terremoto. O único museu que visitei foi em Viña del Mar, museu Fonck, muito interessante por sinal. Na verdade fiquei quatro dias em Santiago. Foi bom, mas teriam muito mais coisas pra se ver e fazer. Alguns museus de arte que gostaríamos de ter visitado não deu pra ir. Referente à visita da Concha, chegamos ao centro de metrô as 16hs. Mas isso porque decidimos almoçar na vinícola. Abs Felipe
  9. Oi Francine, Não conheço estas cidades que você citou. Lhe aconselho verificar os horários de trens pelo site da Trenitalia (ou procurar por companhias de ônibus) e ver se consegue se deslocar facilmente e com tempo para as cidades da Toscana. Porém você provavelmente terá que tomar a mesma decisão difícil que eu, cortar cidades. Referente à hospedagem de Roma, na casa que eu fiquei eram quartos privativos com banheiro para 2 pessoas. Paguei EUR 70,00 a diária com café da manhã. Corra, pois você precisa reservar com bastante antecedência pra conseguir lugar. Abs. Felipe
  10. Oi Francine, Como o Rafael falou realmente vale aumentar o número de dias para a Toscana. Para conhecer bem Firenze vai pelo menos uns 2 dias. Em dois dias mais, estando de carro, dá pra fazer um bom tour pela Toscana. Claro, você terá que selecionar. Sugiro conhecer Greve in Chianti (se você gosta de vinhos, a Cantine di Greve in Chianti), San Gimignano, Montepulciano e Pienza (além de Pisa, Lucca e Siena que vc já comentou. Referente a Roma costuma se dizer "Roma, non basta una vita". Realmente na cidade tem muito o que se ver e fazer. Procure focar naquilo que realmente gostaria de
  11. Olá pessoal, Primeiramente gostaria de agradecer as inúmeras dicas que obtive através deste fórum. Voltei no domingo de uma viagem ao Chile, e posso dizer que tudo correu conforme o esperado. Gostaria de postar aqui detalhes da minha viagem, pois tenho visto que muitas pessoas ficam em dúvida quanto a possibilidade de cobrir Santiago e a região dos lagos em menos de 10 dias (eu também tinha dúvidas!). No meu caso foram nove dias, vou dar detalhes de como planejei. 1o dia: Porto Alegre-Santiago, vôo pela Gol, R$ 640,00 (comprado em promoção), previsto para as 00:17. Por problemas técn
  12. Olá pessoal, Sei que é recorrente perguntar se uma determinada rota é factível com o tempo, mas como meu roteiro está bem customiado realmente apreciaria sua opinião. Vou ficar 2 dias em Firenze e 2 dias dirigindo pela Toscana. O roteiro é o seguinte: 1o dia) - Firenze-Pisa pela E76 - Pisa-Lucca pela E76 - Luca-Greve in Chianti pela SS439, SP12 e SP92 2o dia) - Greve in Chianti-San Gimignano pela SR222 e SR429 - San Gimignano-Siena pela SR429 e SR222 O objetivo é conhecer as cidades e o que der. Gostaria da opinião de pessoas que já viajaram por estas estradas para saber s
  13. Obrigado pela resposta. De qualquer forma já voltei de viagem. Para os próximos viajantes posso dizer que é possível fazer o 3 dia de trem. Não tem atendimento ICE para estas rotas, mas com o Bayern ticket dá para pegar trens regionais e chegar a todos estes pontos. No meu caso fui de Munique (4 trens) até Rothenburg ob der Tauber. De lá mais 2 trens até Würzburg. Os horários entre os trens costumam ser bem apertados, ao redor de 4 minutos, mas é perfeitamente possível. E conhecer estas duas cidades com tranquilidade no mesmo dia também. Espero ter ajudado! Abraço
  14. Pessoal, Embora não tenha recebido respostas vou deixar o meu depoimento para que possa ajudar outros viajantes. No final, como tinha pouco tempo (somente três dias) decidi deixar Fussen (e o Neuschwanstein) para outra vez. E não me arrependi! Munique tem muita coisa pra se ver e fazer, daria pra ficar uns 5 dias lá e teria coisas pra se fazer e conhecer. Eu cheguei à cidade de trem, procedente de Heidelberg, umas 3 horas de viagem bem tranquila. No domingo fui de trem até Rothenburg ob der Tauber, uma cidade medieval que parece ter saído de um conto de fadas! Não há trens diretos de M
  15. Olá Pessoal, Planejo ficar três dias na região da Bavária. Eu sei, é muito pouco tempo, mas é o que dá. Meu roteiro seria mais ou menos assim: dia 1) Munique e Fussen dia 2) Munique dia 3) Nördlingen, Rothenburg ob der Tauber e Wurzburg Todo o trajeto será feito de trem. Neste último dia pretendia pegar o Bayern Ticket e subir de Munique para as demais cidades, parando, visitando e continuando. Minha dúvida é quantas horas de viagem daria num trem comum, coberto pelo Bayern Ticket, de Munique para Wurzburg. Quero ver se não estou botando os pés pelas mãos, achando que dá pra fazer t
×
×
  • Criar Novo...