Ir para conteúdo

sem reservas

Membros
  • Total de itens

    56
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que sem reservas postou

  1. serão 7 dias em 7 lugares, ou seja 1 dia em cada lugar é suficiente, Penedo é a Ouro Preto do Nordeste, é bem interessante e fundamental que voce faça reservas pois nesse período é alta temporada e muita gente de Arapiraca principalmente ocupam os leitos disponíveis. Boa viagem e desfrute do visual!
  2. Para conhecer Gocta não tem segredos tanto vc pode ir a partir de Chachapoyas com guia a 60 soles com tudo incluso inclusive comida, quanto pode ir independente e dormir lá por 5 soles... Super barato. Kuelap a mesma coisa ta 60 soles pelo dia. Fiz ano passado o Caminho Grand Vilaya, imperdível, sensacional, resumindo já estive 4 vezes em Gocta e Kuelap. Visite Lamud e fique 1 semana desbravando muitos pontos turisticos excepcionais que nunca divulgam nos meios de comunicação. Procure o guia Jose Espinoza que te dará dicas excepcionais. Quanto a selva o melhor ambiente para se ter informações ainda é a Comissaria de Policia(Delegacia), pois sempre foram refugios de laboratórios de cloridratos de cocaina, então para sua segurança é melhor se informar com os "ômi" se o lugar que voce pretende visitar é "limpeza" ou não... Qualquer outra dica mande uma MP que respondo com atenção! sem reservas Paracatu - Minas Gerais (em transito)
  3. sem reservas

    Parkas Kailash

    não quero ser advogado do diabo, mas a minha "doce, amoravel e rica" mãe quando viu e tocou a peça, disse que ficou assim porque é composta de fibra de bambu... sem reservas Paraiso do Tocantins - TO (em trânsito)
  4. sem reservas

    Parkas Kailash

    caramba! se a North Face de San Isidro em Lima esta comercializando produtos piratas, imagino a (lembrei o nome para não falar besteira) dona Joyce da DASLU(mais suja que pau de galinheiro) que é a testa de ferro da North Face aqui no Brasil vendem o que então?! Aonde fomos parar. Só falta agora colocar ela(a dona Eliana Tranchesi) como ministra da Fazenda, Fernandinho Beira Mar como como ministro da Industria e Comercio e Edir Macedo para Presidente. A muxiba que comprei é essa aqui: http://www.thenorthface.com/webapp/wcs/stores/servlet/ProductDisplay?productId=120758&storeId=207&catalogId=10201&langId=-1&from=subCat&parent_category_rn=11705&variationId=04H Quando passar em casa irei coloca essa peça pra forra a casa do meu cachorro. sem reservas Paraiso do Tocantins - TO (em transito)
  5. sem reservas

    Parkas Kailash

    sou cliente da North face a alguns anos e no dia 18 de maio comprei uma camiseta térmica na north face em Lima, fiz a trilha Grand Vilaya(4 dias) em Chachapoyas - Amazonas e a famosa camiseta esta cheia de BOLINHAS, bem peba mesmo esse produto. Como tenho outras de outras marcas famosas e uso a anos nunca tive problemas. Então North Face não está com esta bola toda não. Fiquem com um pé atrás quando optar por esses produtos. Compre pela razão e não pela emoção... Voltei ao Brasil 6 de agosto e soube que já tem north face em SP, enviei um email bem diplomatico a eles explicando meu interesse em adquirir umas calças e eles não responderam. Irei pesquisar bem para não fala besteira, mas se eu não me engano é aquela importadora que sonega impostos que estão representando a north face aqui no Brasil. Se for mesmo acho que eles tem mais interesse em lavar dinheiro do que atender os clientes. Interessante que no site brasileiro da north face eles não divulgam preço de nada. No minimo é para não assustar os consumidores. Acho melhor comprar alguns(não todos são confiáveis) produtos north face no Peru e Chile pois os preços são os mesmos dos EUA e o atendimento é digno. Resumindo tudo: Fujam a léguas da North Face Brasil sem reservas Barreiras - Bahia (em trânsito)
  6. passei em manaus retornando de San Andres- Colombia, que também é zona franca, onde comprei 3 perfumes the one da dolce gabana a 45 dolares cada, em manaus na TOP INTERNACIONAL estava a 80 dolares, lojas vazias e atendentes com cara de TPM... heheheheheh sem duvidas a zona fraca esta falida a tempos... sem reservas Balsas - Maranhão (em trânsito)
  7. Estive na Aviatur que é um agencia de turismo importante e presente em varias cidades colombianos e me informaram que existem voos para Kingston - Jamaica via Panamá e Cuba - Jamaica e se der sorte pode encontrar voos charters do Canada - San Andres - Jamaica(sao super baratos), porem nao frequentes... sem reservas Lua cheia na Ilha de San Andres - Caribe - Colombia (em transito)
  8. >Ola Haroldo, estive 70 dias no Peru e andei por Huaraz duas vezes(nesta viajem) e ñ querendo colocar areia na sua viajem, deixo uma advertencia com relacao as chuvas de janeiro que sao fortes e quase incessantes... Jan e Fev. sao os meses mais chuvosos(na serra e selva peruana) e quando entram menos turistas por estas zonas... Bom planejamento de viajem! sem reservas Riobamba - Equador (em transito)
  9. ola rita tudo em paz! realmente o mundo é um ovo para internet heim!!! acho que a maria deve estar em lencois na bahia, entre na comunidade de lá no orkut e boa sorte! sem reservas Lambayeque ' PERU
  10. Estive 3 vezes em Iquitos e em breve retorno, realmente é uma cidade impressionante, daquela que muito viajante acaba ficando por lá, é uma minúscula capital isolada no meio da selva, e com total segurança para turistas(coitado do bandido que tirar onda com turista lá), pois eles querem tirar uma má fama de que a grana que corre na cidade é fruto no narco... E a grana do turismo é "limpa", entendeu?! Iquitos é para todos os bolsos, recomendo o amigo dirigir-se ao Órgão Estadual de Turismo(eu fiz isso a primeira vez que estive lá) e simplesmente quando identifiquei-me como brasileiro, me colocaram pra fala simplesmente com "secretário estadual de turismo" (igual aqui no Brasil não ehehehehehe, que piada!). O cara foi super atencioso, explicou-me através de um grande mapa onde eu deveria andar e onde evitar, bem como o que fazer... Realmente posso dizer pro amigo que me senti um IMPERADOR naquela cidade. Tenho duas profissões, se um dia proibirem de exercê-las vo pra Iquitos e até me naturalizo peruano eheheheheheh A rede hoteleira é vasta de mochileiros a vários LODGES que se comparado aos preços brasileiros, são barbadas!!! Iquitos é o tipo do lugar que merece umas férias inteiras só ali. É uma pena que raríssimos brasileiros aparecem por aquelas bandas... A culinária é sensacional e muito barata, e não querendo ser maquiavélico e incentivar o turismo sexual, Loreto(Estado) é onde encontram-se as mulheres mais bonitas do Peru. Existe uma certa rivalidade com as norteñas(de Chiclayo e Piura) que dizem que lá estão as gatas peruanas... Não fui esclarecedor, só agucei mais sua curiosidade! sem reservas Balsas-Maranhão (em trânsito)
  11. Olá pessoal, conheço a triplice fronteira onde estive duas vezes(1997 e 2007). Conheço gente que já viveu ali e quero deixar minha contribuição neste tópico. Quando Pablo Escobar era vivo ele escolheu seu "escritório' a cidade de Letícia-Alto Amazonas-COLOMBIA, (fronteira seca com Tabatinga - Amazonas - BRASIL e separadas pelo rio Amazonas/Solimões de Santa Rosa-Loreto - PERU)a facilidade que ele tinha de escoar o pozera via Brasil para o mundo existe até hoje, pois o DEA que está instalado no lado Peruano em Iquitos chega até Santa Rosa(Loreto). Essa facilidade de escoamento existe(infelizmente) até hoje...pois existem estatísticas que mais de 60 % da coca consumida no mundo sai dali. Se vc realmente é um turista afim de fazer incursões na selva, existem várias agências em Letícia, existe um excelente Parque Nacional próximo a Letícia (Parque Nacional Natural Amacayacu), tem tbm o Puerto Nariño(onde tem as comunidades yaguas e ticunas), Raudal de Jirijirimo(60 mts. de cachoeira), o único perigo na região são as BOAS ou ANACONDAS(cobras de até 8 mts., sem contar com as piranhas, jacarés e os famosos sapinhos minúsculos com cores reluzentes que se encostarem neles, morrem em pouco minutos); no entanto a região não tem sido alvo e nunca foi das FARC's, justamente para não atrapalhar a onda deles. agora se tem algum turista usuário, ai são outros 500,(eu não sou) ai o cara vai conhecer o submundo da pozanfa...Viajar por aquelas bandas é super tranquilo, muito mais tranquilo do que nos rios próximos a Belém e Macapá(onde estão cheios de piratas). Existem relatos de que guerrilheiros das FARC's atravessam a paisana, é claro, a fronteira e fazem compras de mantimentos em São Gabriel da Cachoeira - Amazonas - BRASIL(bem mais ao norte) e NUNCA houve problemas com brasileiros justamente para que não militarizem a região contra eles(FARC's). O s militares ali instalados estão mais preocupados com uma iminente invasão americana do que com as FARC's. Li no inicio do tópico sobre ônibus por aquelas bandas, acho que o lugar mais perto que tem onibus ali é em Iquitos. O acesso a Letícia-Tabatinga-Santa Rosa só é feito por barco e avião. De Letícia saem voos para Bogotá a US$ 200. De Tabatinga a Manaus saem barcos 5 dias e 4 noites a R$ 220,00(os preços alteram com a demanda) tem voos pela Rico a R$ 500,00 (+/-) e lancha rápido (31 hs. a R$ 360,00). De Santa Rosa chega a Iquitos de barco(4 dias e 4 noites a 100 soles, lancha rápido(8hs. a US$ 65 e hidroavião a US$ 85(só nas quartas-feiras). Prefiro a amazonia colombiana e peruana do que a brasileira(caríssima e bem destruída). Portanto amigos vms conhecer um pouco mais, do que detonar com o lugar! Tá parecendo sulista detonando o Nordeste só pelas notícias que ve na televisão e nunca foi conhecer...Letícia é capital do "Estado" Alto Amazonas, é mil vezes mais moderna e bonita do que a atrasada e abandonada Tabatinga-Amazonas, que a única construção moderna é o Hospital do Exército e Banco do Brasil. Qualquer dúvida estou a disposição! E literalmente dizendo que qualquer um cuide do seu nariz!!! heheheheheh sem reservas Balsas-Maranhão (em trânsito)
  12. estude a possibilidade de ir pra Jamaica a partir de Isla de san andres, ela pertence a colombia e fica apenas 400 km da Jamaica, tem voos(pra san andres), saindo de bogotá a partir de US$ 100 e sai barcos de cartagena tbm. Particularmente de tudo que já li, estudei e conversei com pessoas que andaram por aquelas bandas, acho san andres muito melhor que a jamaica... sem reservas Balsas - Maranhão (em trânsito)
  13. sem reservas

    Huaraz

    finalmente os brasileiros estão descubrindo a Cordilheira Branca, estive destrinchando aquelas bandas em 96 e 97 e não encontrei nenhum brasileiro, só alpinistas e pouquíssimos trekers(do 1o. mundo)... Estou regressando a 3a. vez a Huaraz e parece que dessa vez irei encontrar muitos hermanos! Eu fiz Llanganuco Santa Cruz em 97 sem guias, e só encontrei 6 pessoas no parque. O canal para especular preços em Huaraz é o clube andino, pois o turismo lá é qualificado e achei tudo meio caro(visando mais turistas de primeiro mundo), mas especulando bem ou se deslocando até os vilarejos próximos é possivel conseguir verdadeiras pechinchas. Fiquei num Hotel onde o filho da proprietária trabalhou com turismo 11 anos e me disse que o canal barato é Caraz e não Huaraz... Fiz o W nas torres do pânico ano passado tbm, e não gastei nada! só a entrada, transporte e o rango que trouxe todo de Natales, então acho que esse detalhe de ir com guia ou não é uma questão de perfil. sem reservas Balsas - Maranhão (em trânsito)
  14. Fujam a léguas da Bull Terrier, pura propaganda enganosa. Comprei uma EVEREST ANTILOP - 521 WATERPROOF no Shopping Iguatemy em Belém do Pará, para amaciar e concluir meu roteiro Ushuaia - San Andres e após poucos meses de uso em Belém do Pará, caminhando do apto ao Cartório(1.500 mts.) 5 dias por semana durante 6 meses e vcs nem imaginam o tamanho do buraco que saiu na danada, o material é de última qualidade, sem contar os vários escorregões, o que me custou uma distensão na virilha; pena que nesse país não tem justiça senão eu ia sugar uma $$$$ da bull terrier... É uma pena eu não ter blog e/ou saber postar fotos deste site para verem essa MUXIBA heheheheheheh Como sou macaco véio(27 anos na estrada) estou com 2 pares da HI TECH sendo que um deles está cheio de costuras no couro sendo que o solado esta quase virgem... E é com elas que farei a partir de setembro meu roteiro final! sem reservas Balsas-Maranhão (em trânsito)
  15. O trecho entre Iquitos e Tarapoto que só é percorrido por barco(40 hs. até Yurimaguas) mais 3 hs. de rodovia recém inaugurada; num futuro breve será percorrido em estrada de ferro, ligando assim Belém do Pará(Atlântico) ao Puerto de Paita em Piura, norte do Peru. É um investimento chines que irá baratear muito o transporte de mercadorias, evitando assim o Canal do Panamá... Com certeza a Amazonia terá mais atenção, não só com a questão do aquecimento global, mas para com vistas a expansão do turismo. sem reservas Belém do Pará (em trânsito)
  16. usei um NIKKO italiano na Patagônia até Chaiten(Crretera austral), onde na capotagem do carro perdi eles. Estou comprando um GR11 da Deuter aqui em Belém do Pará por R$ 265,00, mas quero comprar esses em Huaraz(Peru) ou Isla Margarita(Venezuela): http://en.petzl.com/petzl/SportProduits?Produit=654 Infelizmente a Serelepe que representa a Petzl no Brasil não comercializam esse produto!
  17. sem reservas

    Viajem p/ Maceio

    Olá Paula, acho que vc já deve ter feito a viajem a Maceió, mas irei postar algumas dicas para que outros viajantes possam desfrutar das maravilhas do litoral alagoano! Alagoas é um Estado minusculo, permitindo assim uma grande liberdade de deslocamento, principalmente no litoral que tem uma rodovia que margeia todo litoral. Sendo assim vc pode ficar em Maceió e a cada dia deslocar para praias tanto para o norte quanto para o sul. Caso vc realmente queira mordomias(mas com tempo limitadíssimo), procure as tais agências. Recomendo a Aeroturismo que fica na Rua Barão de Penedo(não lembro o número) no Centro de Maceió. Quanto aos lugares a visitar depende muito do seu perfil: Se vc tá afim de encontrar até seus vizinhos(heheheheh) vá até Ponta Verde, Pajuçara e Jatiúca em Maceió, e no sul: Frances, Barra de São Miguel, Duas Barras e Piaçabuçu(acesso a fóz do rio São Francisco). Ao norte: Barra de Santo Antonio e Maragogi. Mas se vc tá afim de paz, sossego e muita tranquilidade existem dezenas de praias com pequenas vilas de pescadores que estão localizadas entre as praias citadas acima. Recomendo ao sul: Peba, Barreiras de Coruripe, Pontal de Coruripe, Lagoa do Pau e Pituba(o acesso é meio complicado, pois a Teresa Collor "comprou" a praia e está construindo o primeiro resort 6 estrelas da américa do sul. Ao norte: Marceneiro(em São Miguel dos Milagres, Porto de Pedras e Japaratinga. Não se esqueça de observar sempre a tábua de marés, pois o litoral alagoano é raso(devido a formação de corais) e na maré cheia não tem a mesma magnitude de beleza do que na maré seca. Snorkel e nadadeiras são indispensáveis. Boas viajens! sem reservas Belém do Pará (em trânsito)
  18. Olá storm, acho que tu já deve ter feito a viajem para Maceió e Porto de Galinhas, mas irei postar uma dica para que outros viajantes possam desfrutar do visual desta região. A Empresa de ônibus Real Alagoas tem 11 horários diários que ligam Maceió a Recife, os ônibus são super confortáveis e pontuais, mas se vc fizer este trajeto a noite e madrugada o motorista não irá parar en nenhum ponto entre essas capitais, pois existem o risco de assaltos. Vc saindo de Maceió terá que pagar até Recife e peça pra descer em ESCADA, de escada vc pega transporte alternativo até Nossa Senhora do Ó e posteriormente Porto de Galinhas. Em Maceió existem tours (caríssimos) até Porto mas vc fica na dependência total da agência, limitando de conhecer outros picos próximos(Maracaípe, Muro Alto, Paraíso). Boas viajens! sem reservas Belém do Pará (em trânsito)
  19. olá Russo e dudu, com certeza vcs já devem ter feito a viajem para Alagoas, mas irei postar algumas dicas sobre a dúvida para que outros viajantes possam defrutar das maravilhas pouquíssimas conhecidas do litoral sul de Alagoas! A pousada mais recomendada no Pontal de Coruripe é a da Ada, eis o site de lá: http://www.adapousada.com/ Se for baixa temporada ela pode fazer um descontinho e o café da manhã é reforçadíssimo e bem variado. Ficando no Pontal é possível conhecer da fóz do rio São Francisco(divisa de Alagoas com Sergipe) até Maceió, pois existe muitas opções de transporte alternativo que fazem esta linha, pois os preços de Maceió são bem mais salgadinho e vc jamais irá encontrar em Maceió(ou no Frances e Barra de São Miguel) uma pousada com tanta paz e tranquilidade como a da Ada. Entre maio e julho chove muito no litoral de Alagoas e vcs podem decepcionar ao não encontrar aquele visual hipnótico do mar azul turquesa e verde esmeralda típico do litoral alagoano. Observem sempre a tábua de marés para desfrutar dos passeios principalmente na maré baixa e não se esqueça de levar um snorkel e nadadeiras que são indispensáveis para observar a intensa variedade de vida submarina... sem reservas Belém do Pará (em trânsito)
  20. Ola Fequinta, tudo em PAZ?! Eu já "desci" duas vezes do Peru(uma de Pucalpa e outra de Yurimaguas) a Belém do Pará, e conheço alguma coisa. Posso adiantar-lhe o seguinte: Não existe tranporte direto de Manaus a Iquitos, vc tem que dormir uma noite em Tabatinga e atravessar cedinho para Santa Rosa(Peru) de onde saem barcos grandes(é necessário rede) ou lancha rápido(US$ 60). Nos barcos grandes são 4 dias até Iquitos e na lancha rápido 8 horas. É necessário passaporte e vacina contra febre amarela. Apesar de poder viajar com identidade prefira levar o passaporte, pois tem muitos lugares que podem te barrar(discotecas, museus, etc) por não tê-lo. Não existem voos de Santa Rosa a Iquitos. De Manaus a Tabatinga saem barcos grandes praticamente todos os dias, com preços módicos de R$ 150 a 180,00(necessário rede), a viajem não sai por menos de 5 dias. Apesar de não terem respondido meu tópico, descobri o nome da lancha rápido até Tabatinga é a AJATO 2001, são 30 horas de viajem por R$ 310,00, A Empresa Rico voa para Tabatinga por R$ 495,00. Até junho está chovendo aqui na selva, tudo fica meio isolado e feio, digo isso pois já viajei por estas bandas em outras épocas e estou trabalhando aqui em Belém desde agosto de 2007. Eu não consigo dormir em rede, sempre troquei idéia com o comandante e dormia no saco de dormir no andar superior, só contando estrelas(em períodos que não caiu uma gota de chuva), sem dúvidas viajar pela amazônia assim é ter muitas histórias pra contar pros netos ehehehehe. Não existe agencias de viajens de Manaus a Iquitos, exsite uma tremenda rivalidade entre esses polos turísticos aqui na Amazônia, mas prefira Iquitos que é no mínimo 6 a 8 vezes mais barato que Manaus, sem contar que Iquitos turista pode "contar dinheiro na rua", o que não sugiro a ninguém fazer isso na violentíssima Manaus! Enfim, o melhor transporte depende de quanto tempo vc tem pra viajar e quanto quer gastar! Qualquer dúvida mande as ordens! sem reservas Belém do Pará (em trânsito)
  21. Hola, yo y mi namorada pensavamos en quedar em Pousada Caiuia em Japaratinga, todavia estaba R$ 350,00 y llena. Quedamos en Porto de Pedras donde alquilamos una casa mui cheveri, la casa es nueva y toda amueblada por R$ 40,00 diária. Llame por Tom tel. (82) 3298-1430 (fijo). La casa esta ubicada acerca de puerto de la balsa y tiene una vision hermosisima, aproveche, és uno regalo... Estando en Porto de Pedras és posible conocer de Barra do Camaragibe(ao sur) hasta São José da Coroa Grande(Pernambuco. En Japaratinga y Maragogi todo és mui caro, hay muchos resorts. No deje de conocer la Praia do Marceneiro(en maré seca) queda en São Miguel dos Milagres. En futuro penso en comprar uno sítio de cocos alla y tener una buena vida tropical! Buen viaje! Cualquier duda, estoy a disposición! sem reservas Belém do Pará (em trânsito)
  22. Olá Chris, tudo em PAZ?! Realmente temos um grande espírito de renuncia e muita resistencia psicológica... Certamente na Chapada vc conheceu minha galera(Avi e Kamadeva do Sítio Bonfim, suas filhas Paula, Maria e Joana, o seu parceiro guia Rao e o grande Kalil), poxa que saudades daquele chão abençoado, um dia volto a terceira vez por lá! Tenho uma certa afeição por lugares pequenos e inóspitos, exemplo: Não vejo a hora de sumir daqui de Belém do Pará(onde estou trabalhando desde agosto do ano passado). Considero Belém uma das piores cidades do Brasil para viver, no entanto estou eufórico com a possibilidade de aprovação de trabalhos(pelo Tribunal de Justiça do Amapá) para trabalhar nas cidades de Laranjal do Jari e Oiapoque. Desde criança penso em conhecer Oiapoque(fronteira com Guiana Francesa). Vc acha que ficarei feriados e fins de semana trabalhando por lá, impossível, com certeza atravesso a fronteira e me meto na selva heheheheh No entanto aqui em Belém estou trabalhando de 7 da matina as 6 da tarde(sabado, domingo e feriados também). A um mes cheguei de Alagoas onde caminhamos(eu e minha namorada) pelos 260 km do litoral que considero o mais bonito do Brasil. Passamos uns 2 minutos viajando nesta foto, meu camarada que lugar massa é esse, vamos entrar em contato com Stephan que é amigo nosso, é um alemão que tem uma ONG no Peru, foi ele que "descobriu" a cachoeira Gocta, certamente ele dará algumas informações preciosas... Em setembro irei fazer o restante dessa viajem Ushuaia a Salto Angel, começo pela Venezuela, Colombia, Equador e fico un 2 meses no Peru. Vc visitou o leprosário onde Che Guevara trabalhou, fica perto de Cabalococha, visitou Pebas, lá tem a arte exótica de Francisco Grippa e na comunidade indigena de Puca Urquillo procure outro artista - Gabriel Ordoñez(amigo do Juruna)... Aproveite Iquitos, no século passado os exportadores de borracha daqui de Belém e Manaus é quem iam curtir por estas bandas! Cuidado com as charapas, elas conquistam qualquer viajante solitário eheheheh Forte abraço! Na PAZ! Sem reservas Belém do Pará (em trânsito)
  23. Olá Valéria, tudo em PAZ?! Eu não fiz um resumo técnico, mas tenho um pacote com folders, cartões de visita, recibos, notas fiscais e várias anotações... O problema é que tudo isso está em casa(Assis-SP) e como viajo muito raras vezes apareço por lá. Pra vc ter uma idéia, no ano passado de 52 semanas, estive em casa duas vezes, a primeira 4 dias e a segunda 3 dias, ou seja, fiquei 1 semana em casa e 51 semanas viajando. Uma vez fiquei 2 anos sem ir em casa, quando cheguei de viajem o cachorro não me reconheceu e avançou em mim... eheheheh O fato de gostar ou não de determinados lugares, fez com que eu fizesse 4 viajens pela américa do sul, os que gosto retorno e os que não gosto passo batido. Sucesso pra ti e boas viajens!
  24. Olá Patty, essa questão de alguém achar que tal lugar é melhor do que outro depende do perfil de cada visitante. Conheci(a pé) essas praias pernambucanas que vc citou em 1997 e digo a vc o seguinte: Se vc procura badalação com certeza Pernambuco é o canal, se vc procura paz, sossego, tranquilidade e privacidade; Alagoas é a sua praia. Das 62 praias alagoanas, eu que sou fã de total privacidade, escolhi Marceneiro(em São Miguel dos Milagres), Pituba(em Coruripe) e Miaí de Baixo(tbm em Coruripe), estávamos(eu e minha namorada) em total harmonia com a natureza, ou seja, pelados, sem ninguem pra incomodar ou oferecendo bugigangas. Analise bem o que vc quer, depois me diga, que eu posso te dar uma sugestão massa!!! Bons planos! sem reservas Belém do Pará (em trânsito)
  25. Caros leitores viajantes, eis nosso roteiro executado. Partimos(eu e minha namorada) de Belém do Pará com destino a Maceió e posteriormente Piaçabuçu(extremo sul de Alagoas) que faz divisa com o Estado de Sergipe. Nesta pequena, pacata e encantadora cidade(onde foi filmado “Deus é Brasileiro”) é o ponto de partida das escunas e lanchas que “descem” o rio São Francisco até a fóz. Este circuito é procurado por um grupo seleto de turistas que buscam em Alagoas o tradicional(e famigerado) pacote de 1 semana para conhecer “apenas” 7 praias das 62 existentes. Como o nosso objetivo era a comunidade quilombola do Pixaim, sempre rejeitamos o assedio maciço dos pilotos de lanchas e agências que vão até a fóz. Estávamos bem equipados e preparados, pois o Pixaim não é para qualquer turista desavisado, pois trata-se de uma minúscula comunidade encravada nas dunas do Peba(18 km). Lá vivem 45 remanescentes de escravos, que buscavam ali a verdade paz e liberdade! E foi isso que encontramos, foram 3 dias de muita ação, pois apesar da extrema beleza natural, qualquer caminhada exige muito esforço físico. Quem já teve o privilégio de caminhar em dunas imensas, sabe do que estou falando, é como se caminhasse 3 passos e só rendessem 2... Mas sempre vale qualquer esforço para estar neste pequeno paraíso. A hospitalidade acolhedora do Seu Aladim, que é uma espécie de conselheiro da comunidade é impressionante, assim como sua memória, pois lembrou-se das outras duas vezes que estive visitando-o, com vários amigos. Apesar dele(Seu Aladim) ter sido âncora das duas reportagens que já saíram na revista Terra(Os Caminhos da Terra), e com a promessa dos repórteres de que a partir de então os turistas iriam aparecer, isso infelizmente nunca ocorreu, pois em Piaçabuçu não se ouve sobre outro lugar a não ser a fóz... São raríssimos os turistas que lá aparecem, bem como ajuda do governo, transportando assim a comunidade a um total abandono e desalento. Quando citei sobre a extrema beleza natural do lugar, lembro-me do relato dos moradores sobre a visita de um fotógrafo profissional que após dias de convívio e muitas fotos tiradas, conseguiu com essas imagens o primeiro prêmio em um concurso internacional, o título de suas fotos eram: O povo que faz tudo sobre as areias... Após 120 anos da abolição da escravatura, o Pixaim continua o mesmo, sem as modernidades e confortos da cidade, nada de água, energia ou transporte. Tudo tem que ser programado para que uma aventura no paraíso não torne um pesadelo! Após a estada no Pixaim, que também incluiu uma visita a fóz(3,5 km de caminhada) fomos ao Pontal do Peba. São 18 km de dunas móveis que formam a Estação Experimental de Piaçabuçu, protegida pelo IBAMA e reservada para a desova das tartarugas marinhas. Quando chegamos no Pontal do Peba já se notava o avanço do mar em conseqüência do aquecimento global. Muitos imóveis na orla com placas de Vende-se e outros abandonados... Parece que o espírito tinha ficado no Pixaim, a impressão era de que estava faltando alguma coisa, aquela paz e tranqüilidade era(nem tanto) substituída pelo conforto e segurança da Pousada Chez Joulie que tem como proprietário um ex-embaixador belga, quando aposentou-se em Brasília decidiu viver no Brasil e radicou-se no Pontal do Peba. No outro dia fomos ao Miaí de Baixo, que apesar do belo visual parecer que é uma praia só, mas são 5 praias passando pelos municípios de Piaçabuçu, Feliz Deserto e Coruripe. Praias de sul ao norte: - do Peba - do Pontal do Peba - da Flexeira - do Toco - Japu - do Poço - Miaí de Baixo Do Miaí de Baixo fomos direto ao Pontal do Coruripe onde permanecemos 12 dias e caminhamos pelas praias de Miaí de Baixo até Lagoa Azeda no município de Jequiá da Praia. Em Barra do Jequiá encontramos um pequeno alvoroço de turistas, esta praia é uma das 7 do pacotão da EMBRATUR, CVC, etc... Nos 12 dias que montamos nossa base no Pontal do Coruripe, hospedamos na eclética e poliglota Pousada da Ada que apesar de existirem outras 8 Pousadas na região(Pontal de Coruripe e Lagoa do Pau) é a única que tem uma atenção diferenciada, área verde exuberante e um café da manhã e jantar no melhor estilo europeu. A proprietária é italiana e está radicada no Pontal a 24 anos, fala 5 idiomas e conhece muito bem as necessidades dos viajantes que lá buscam o “descanso do guerreiro” fazendo com que os mesmo se sintam muito a vontade... - Miaí de Cima - Barreiras - Pontal do Coruripe - da Lagoa do Pau - da Pituba - Barra do Jequiá - da Lagoa Azeda Da Lagoa Azeda ao Gunga foi possível observar o devastador avanço do mar, fazendo com que as famosas da Lagoa Azeda venham a desabar... Sem dúvidas nesta parte de Alagoas seria um excelente cenário para enriquecer o documentário Uma Verdade Inconveniente de Al Gore. Após o Gunga começamos a caminhar pelas famosas, badaladas e fervilhantes(de banhistas) praias urbanas. Com tudo isso vem a poluição, péssimo atendimento e assaltos. Ah que saudades das vilas de pescadores, lá sim é que existe paz e relax total! - do Gunga - Barra de São Miguel - do Francês - Saco da Pedra - do Pontal da Barra - do Sobral - da Avenida - Pajuçara - Ponta Verde - Jatiúca - Cruz das Almas - Jacarecica - Guaxuma - Garça Torta - Riacho Doce - Pratagi - Ipioca - Costa Brava - Paripueira - Sonho Verde - Tabuba Na travessia da Barra de Santo Antonio sincronizamos novamente com a paz local e o que nos chamou mais a atenção foi a coloração azul turquesa da água, realmente estava demais, um visual hipnótico que nos acompanhou até São José da Coroa Grande. Neste trecho estão as praias menos conhecidas(pelos próprios nativos) do Estado de Alagoas. Neste trecho abusamos do snorkel e fotos submarinas, com destaque para a praia do Marceneiro em São Miguel dos Milagres. - Barra de Santo Antonio - Carro Quebrado - Pedra do Cebola - da Ponta do Gamela - do Morro - da Barra do Camaragibe - do Marceneiro - do Riacho - São Miguel dos Milagres - do Toque - Porto da Rua - Tatuamunha - Lages - Patacho Em Porto de Pedras alugamos uma casa mobiliada com ótima localização(próximo do porto da balsa). Dali percorremos a parte sul até a Praia do Riacho e a parte norte até São José da Coroa Grande. Passando por Japaratinga e Maragogi constatamos outra vez o avanço rápido do mar, alterando até o trajeto da rodovia original. O visual estava incrível. Com certeza volto a morar em alagoas num futuro próximo. Das 62 praias visitadas, as escolhidas foram Barreiras em Coruripe ou Marceneiro em São Miguel dos Milagres. Que todos tenham vida, venham e vejam!!! Foram 260 km caminhados em 40 dias com o custo de R$ 6.000,00. - Porto de Pedras - do Pontal - Boqueirão - Barreiras do Boqueirão - Bitingui - Japaratinga - São Bento - Maragogi - Burgalhau - Barra Grande - Xaréu - Ponta do Mangue - Peroba
×
×
  • Criar Novo...