Ir para conteúdo

Jorge Soto

Membros de Honra
  • Total de itens

    850
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Jorge Soto postou

  1. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/271/Gruta-das-Aranhas-e-Caverna-Cheiro-Verde RETORNO Á GRUTA DE BELTENEBROS Não deu nem duas semanas de nossa iniciação “cavernosa” ao pitoresco Complexo de Beltenebros, região serrana de Biritiba-Mirim, q estes dias nos vimos perscrutando seus fundos e esguios corredores de rocha novamente. A oportunidade surgiu qdo recebi o convite irrecusável do Carioca e do Tuca em acompanhá-los numa exploração mais minuciosa dum setor desconhecido até mesmo por eles. O resultado da empreitada foi a descoberta de novas rotas subterrâneas, além de imponentes
  2. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/270/270 A ENCOSTA SUL DA SERRA DO GARRAFÃOZINHO A Serra do Garrafãozinho corresponde àquela respeitável elevação serrana q separa o Vale do Rio Biritiba-Mirim, próximo do km 77 da Mogi-Bertioga, da beirada do planalto onde se insere a propriedade da antiga Fazenda Simão. Rasgada ao meio por uma inconfundível vereda principal sentido sudoeste e pto de partida de várias aventuras pelos refrescantes remansos do Córrego do Simão (Poço e Lago), esta picada detém ramificações q se espalham em tds os sentidos, cujos destinos somente posso especular. Com
  3. Hasta la Vista Deliciosa comédia dramática belga q, em formato de “road movie”, resumidamente acompanha 3 jovens q desejam perder a virgindade num famoso zonão catalão, e pra isso embarcam numa longa viagem da Bélgica para a Espanha. A produção seria mais um “Férias Frustradas”, “Eurotrip” ou até “Sexdrive” não fosse o fato da trinca de carismáticos de personagens principais ser deficiente físico: um cadeirante terminal, um tetraplégico e um cego. Longe dos genéricos do Tio Sam, esta pelicula é tocada com mta sensibilidade sem tropeçar na vulgaridade, maniqueismos ou aquele blábláblá do pol
  4. Ótimo texto, Mochileiro. Sou dificil de dar braço a torçer, mas neste aqui vc se superou. Acredito q os foristas sejam os maiores beneficiados com o "upgrade' q deu a seus relatos.
  5. faca como eu, q tb nao disponho tempo em dias uteis : direcione suas energias nisso durante suas noites e madrugadas insones... q o sono vem rapidinho..
  6. Logicamente q vc precisa dar o primeiro passo, como td na vida. Com ele ja significa meio-caminho andado.
  7. Não desanime, um dia você chega lá!!! Eu não desanimo nunca (tem algo a ver com minha nacionalidade...), e um dia ainda vou escrever relatos completos como os do Getúlio, leves como os da Veronica, didáticos como os do Jorge e emocionantes como os do Divanei. Tente, Otavio! Ninguem nasceu sabendo, inclusive td essa galera q vc citou. Eu sou um dos q do inicio desta joca incentivei a escrita de relatos de modo a q fosse uma partilha de informacoes e experiencias de forma pessoal e legitima. Ce nao tem obrigacao de ser nenhum romance a la Eca de Queiroz, pelo contrario. Vc mesmo, com o t
  8. Gde Otavio.. é com enorme pesar e cuspindo meu ultimo respingo de orgulho q devo concordar plenamente contigo.. o relato dela de fato ta mto mais atrativo e interessante o meu.. e olha q é o primeiro dela! Pessoas qdo focam algo e metem as caras, conseguem surpreender! Nao custa nada e é indolor.
  9. Segue abaixo o relato da minha amiga, na ocasião. Convenci a simpática Verônica em gastar meia hr do seu dia a colocar no écran sua versão de nossa aventurinha, aproveitando o frescor da experiência em sua memória. Afinal, fotos td mundo tira; redigir algo de cunho próprio (por menor e simples q seja) já é pra poucos. Essa é a essência dos relatos, titulo alias q move este tópico desde o inicio da construção do site. Meu relato... vai ser um pouco editado ainda. Acordei cedinho para estar no ponto de encontro no metrô às 6h15. Estava preocupada em conseguir subir todas as informaçõe
  10. segue mais um relatinho informativo pra galera tirar bom proveito, e nao apenas mais uma enxurrada de fotos desconexas, sem utilidade pratica alguma pro forista. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/269/Gruta-de-Beltenebros A GRUTA DE BELTENEBROS Beltenebros é bem mais q o ermitão mateiro da “Peña Pobre”, celebrado por Miguel de Cervantes, em “Dom Quixote”. O ex-cavaleiro andante q largou td por conta de um pé-na-bunda da amada tb empresta seu nome a uma desconhecida gruta situada nas proximidades do bairro de Manoel Ferreira, as margens da Rodovia SP-098 (Mogi-Bertioga)
  11. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/267/267 O MURALHÃO DE TAIAÇUPEBA Muito céu, ventos frescos e caminhadas (e escaladas) revigorantes. Altos paredões de rocha negra prontos pra rapel e escalada, e td isso em meio a verdejante mata secundária. Pedreira do Dib? Não, é outra faceta da velha e pacata Taiaçupeba, bairro afastado de Mogi das Cruzes. E foi essa pedreira pouco conhecida da maioria q não deve em nada à sua ilustre de Mairiporã q fomos bisbilhotar neste ultimo domingo. Por se tratar de um programa tranqüilo e relativamente curto, emendamos a travessia até Paranapiacaba atra
  12. Sim, o Piscinao fica Rio Quilombo acima...mas se vc partir do Poco das Mocas subindo o rio ate la ce vai levar facilmente, dependendo do ritmo de caminhada, de 5hrs ate um dia inteiro pq o rio é mto acidentdo e cheio de obstaculos. Melhor acessar o Piscinao saindo da picada q d[a a Volta na Serra (aquela q sai da Estrada do Taquarussu)..mas ai ta cheio de bifurcacao onde e facil se perder. Ce tem q ter ja um previo reconhecimento da regiao pra se embrenhar por ai.. Mas se tempo nao for seu problema, vai fundo..
  13. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/265/Travessia-Norte-Alto-da-Bocaina TRAVESSIA NORTE DO ALTO DA BOCAINA Vales profundos e verdes encostas de pasto ralo são o cenário recorrente dos Altos da Bocaina. Longe da “Trilha do Ouro” e a oeste dos portões do famoso Pq Nac. Serra da Bocaina, esta vasta região é praticamente desconhecida da maioria, mas detentora de estupendos roteiros de pernadas q cortam o alto da serra em tds as direções. Sejam eles pela cumieira de suas largas e abauladas cristas ou através das encostas de seus fundos vales. Não bastasse, situadas em grotas em meio a e
  14. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/266/Estrada-do-Mirante A ESTRADA DO MIRANTE Dos setores menos visitados (e conhecidos) da Serra do Mogi (Paranapiacaba), o q guarda a Estrada do Mirante foi o q sempre ignorei por dois motivos: julgá-lo equivocadamente desinteressante, apenas pra dar apoio à outras empreitadas como, por ex, a subida de serra pela “Trilha do Padre”; e por se situar em área particular e, em tese, de acesso proibido. Entretanto, nada impediu neste ultimo domingo alguns desvios de rota q contornassem estes obstáculos de delimitação de propriedade, p/ assim alcançar
  15. http://altamontanha.com/Noticia/3451/aventura-ja-historia-de-uma-autentica-revista-andarilha Aventura Já: História de uma autêntica revista andarilha A revista Aventura Já, idealizada e editada pelo renomado montanhista Sérgio Beck, foi mais do que apenas uma publicação de aventura. Ela foi responsável pelo amadurecimento de idéias e valores do mundo da aventura, incentivando toda uma geração de montanhistas e caminhantes. Fonte: Redação Por Jorge Soto Em outubro do distante ano de 2002 quem fosse numa loja de equipos de aventura jamais imaginaria que aquela discreta, desprete
  16. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/262/Pedra-dos-Estudantes A PEDRA DOS ESTUDANTES SUZANENSE De altitude bem acanhada se comparada as gdes montanhas da Mantiqueira, os menos de 960m de altitude do Morro das Pedras já por si só constituem uma elevação significativa, senão uma das maiores, da região periferica de Suzano (50km da capital paulistana). Situado as margens da Estrada do Viaduto e paralelo a SP-031 (Rod. Indio Tibiriçá), este serrote doméstico se destaca por ser coroado por um conjunto de enormes e imponentes monolitos de rocha pura q atendem pelo curioso nome de Pedra do
  17. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/261/261 CIRCUITÂO PELO RABO DO DRAGÃO Rabo do Dragão é a denominação q recebe q Serra do Guararu, pedaço selvagem do Guarujá (litoral de SP) situado na região leste da Ilha de Santo Amaro. Suas encostas repletas de Mata Atlântica voltadas pro oceano abrigam seu maior atrativo, a Prainha Branca, antiga vila de pescadores e point badalado por surfistas, ripongas e turistas descolados. Entretanto, os arredores do Rabo do Dragão escondem outras atrações q fazem a festa dos andarilhos de plantão por serem acessíveis por trilhas. Umas batidas e outras
  18. Parabens, Cissinha e Divanei pela perseverança neste feriado de tempo modorrento e bem desanimador. Fica aqui minha sugestao de mais uma trip perrengosa ai mesmo, na Serra Fina, q apenas meia duzia de doidos ja encarou com sucesso: a conquista da Mina pelo Rio Claro, pernada pauleira de 4-5 dias q corta transversalmente no sentido norte-sul a tradicional Serra Fina.
  19. é vero, Leo...thanks! Como pude esquecer desse detalhe importante do pé esfolado do nosso jovial colega? vai ver pq parte das minhas anotações quase esfarelou naquele diluvio.. e pq minha memória nao possui o tal chip de armazenamento citado q possibilite reaver tds aquelas antigas lembranças..afinal, ja faz mais de dois anos isso, to certo?
  20. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/99/99 PIATÃS - CATOLÉS: TRAVESSIA DA SERRA DA TROMBA A Serra da Tromba é uma impressionante formação rochosa em formato de “V”, composta por duas serras q correm relitilieas por quase 30km no sentido norte-sul, sob a forma de enormes muralhas de quatzito irregular e enegrecido. Suas cristas escarpadas convergem num vertice rochoso numa altitude média de 1600m. No interior deste “triangulo de pedra” esparramam-se os chamados “gerais”, campos planos a 1300m de altitude, onde nasce o Rio de Contas. Interligando os vilarejos esquecidos de Piatã e Ca
  21. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/257/257 O ESCORREGA DO CABUÇU Serpenteando sinuosamente a porção continental da Baixada Santista, o Rio Cabuçu passa desapercebido a quem costuma frequentar sua diminuta área insular. Mas não pra quem procura trilhas e uma boa cachoeira pra se refrescar num domingo de calor, sol forte e céu azul. Situado oficialmente dentro de uma histórica fazenda q tb tomou emprestado o nome do ribeirão, o Cabuçu é detentor de uma respeitável cachu q não se destaca pelo volume dágua despejado e sim pelo q seu generoso formato q propicia um impressionante toboág
  22. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/256/256 TRAVESSIA SUZANO - PARANAPIACABA Situado a apenas 50km da capital paulistana, Suzano é um município do Estado de SP q compõe a microrregião de Mogi das Cruzes. De nome q homenageia um benfeitor local, a cidade é o maior pólo econômico e comercial da região com destaque pra industria de celulose, uma das maiores do país. É natural, portanto, q a paisagem recorrente seja uma sucessão de morros forrados de reflorestamentos, por sua vez rasgados por um sem numero de estradas ou picadas de manutenção. Muitas delas em desuso ou desativadas, e q
  23. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/255/255 A TRAVESSIA DO BAIXO GUACÁ Com nascentes brotando entre Casa Grande e a Serra do Juqueriquerê, o Rio Guacá é composto por três setores bem definidos: o Alto Guacá, q é o trecho mais extenso e vai da beirada do planalto até suas nascentes; o Médio Guacá, q compreende a parte mais acidentada e vai do Poço das Antas até a Mogi-Bertioga; e o Baixo Guacá, o pedaço restante do ribeirão q, sendo o menor de tds, se estende da SP-98 até sua foz, no entroncamento com o Rio Sertãozinho, pra juntos formarem o majestuoso Rio Itapanhaú. Pois bem, o Al
  24. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/254/254 O CÂNION DO VEADO Cânion do Veado é o pretensioso nome q recebe uma antiga (hj desativada) pedreira por conta do formato q seus altos paredões de granito fazem ao se encontrar com o relevo natural à sua volta, composto por morros de altura considerável. Desfiladeiro legitimo ou não, o fato é q o lugar além de se situar no vale q lhe empresta o nome e bem próximo da vila-presépio do Taquarussu - limite intermunicipais de Paranapiacaba e Mogi das Cruzes – tb já foi outrora roteiro e destino carimbado por agencias ecoturistas e grupos escot
  25. http://jorgebeer.multiply.com/photos/album/253/Arapongas A (QUASE) RECONQUISTA DO ARAPONGAS O Arapongas é a montanha mais ocidental da cordilheira do Ibitiraquire (PR). De difícil acesso e isolado no centro da floresta, não bastasse sua longa picada de aproximação ser repleta de obstáculos, existem ainda 3 paredões verticais consecutivos separando a base do cume. Por conta destas adversidades sua conquista foi tardia e se resume a apenas meia dúzia de aventureiros, sendo a última datada de década atrás. Logicamente q não titubiei em aceitar convite em integrar mais uma expedição p/ nova t
×
×
  • Criar Novo...