Ir para conteúdo

raquelmorgado

Membros
  • Total de itens

    38
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

raquelmorgado venceu a última vez em Setembro 23 2018

raquelmorgado tinha o conteúdo mais apreciado!

Reputação

47 Excelente

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. A cidade andaluz celebra em 2019 o V Centenário da 1ª Volta ao Mundo. A 10 de agosto desse ano 329 marinheiros da cidade saíram para Sanlúcar de Barrameda, de onde a expedição partiria a 20 de setembro do mesmo ano. Tinham o objetivo de encontrar uma nova rota para a India que respeitasse o Tratado de Tordesilhas com Portugal. Não é por isso que visitámos Sevilha. Escolhemos a cidade porque fica a caminho do Caminito del Rey e, apesar de ser um destino repetido para ambos, já nenhum se recordava bem da cidade. Outrora foi uma cidade algo perigosa, suja, mas soube lavar-se da má fama e tor
  2. A maior atração do local é o Desfiladero los Gaitanes, com 300m de profundidade e menos de 10m de largura. O rio Guadalhorce cruza o desfiladeiro e as pombas aproveitam-se da zona mais estreita para, sozinhas e a salvo de predadores, o povoarem. Já na zona mais larga habitam aves de rapina e outros animais. O turismo não surge no Caminito para contemplar o leito do rio, mas com um propósito profissional de manutenção. Este percurso, ao ser desativado mais tarde, foi-se deteriorando, e passou a ser procurado por aventureiros em busca de adrenalina. Rafael Benjumea Burín, nomeado conde
  3. Junho é o melhor mês do ano em Lisboa. Há a Feira do Livro, começa o verão e é o mês dos Santos Populares, dos arraiais e dos casamentos de santo António. Se milhares de turistas visitam a cidade todo o ano, muitos portugueses vêm a Lisboa neste mês para as festas da cidade. A capital portuguesa veste-se de todas as cores, de música, de sardinhas, caldo verde, cerveja, arroz doce e manjericos. Quem conhece a cidade das 7 colinas sabe que há bairros ainda muito tradicionais, em que a boa vizinhança é lei e onde (ainda) “toda” a gente se conhece. Falamos em “ainda” e em “toda”, porque o esp
  4. Na semana santa fomos visitar a Extremadura, uma região que conhecíamos mal. Decidimos ver, não só as cidades grandes, mas também fazer alguns desvios para conhecer atrações naturais ou mosteiros. Foi assim que parámos em Cuacos de Yuste, num mosteiro onde viveu o rei D. Carlos I, de Espanha, até morrer. O edifício foi construído em 1402 para servir de casa para os eremitas de la pobre vida, mais tarde designada por Ordem de São Jerónimo. O que deu fama a este mosteiro foi D. Carlos, rei de Espanha, que em 1556 decidiu que os seus últimos anos de vida seriam passados em recl
  5. Tem ônibus até bem próximo do aqueduto, metro não tem. para os outros museus também tem ônibus e metro. O guia não está incluído, nós fomos com guia através de tour privado.
  6. O que fazer em Istambul? TUDO!!! Comecemos pelo óbvio, a cidade é gigante, tem dezenas de mesquitas, museus, bazares e outras atrações, conforme a disponibilidade, gosto pessoal e vontade de cada um. Nós temos por hábito esgotar o tempo diário, principalmente diurno, de forma a fazer e ver o máximo possível, o que é muito cansativo, mas não nos arrependemos de fazer este tipo de férias mais culturais. Apesar de regressarmos cansados, voltamos de cabeça fresca. Vamos dividir as atrações por bairros. Sultanahmet - é um bairro com mais atrações, mais cultural, mais calmo. Aqui encontram
  7. Quando regressámos da viagem pelas américas trouxemos connosco a mesma vontade de conhecer coisas novas e acabámos por transportar isso para as cidades portuguesas. Em outubro fomos viver para Lisboa e começou a caça às atividades giras, preferencialmente gratuitas. Foi dessa forma que a Raquel, pelo Facebook, encontrou as visitas guiadas ao aqueduto de águas livres que se realizam ao sábado de manhã. Nenhum de nós tinha visitado o museu da água e apenas conhecíamos o aqueduto visto da estrada, em trânsito. Quem leu em adolescente os livros da coleção Uma Aventura quase de certeza não falhou o
  8. Chegando a Peniche no porto há várias empresas que fazem a viagem. Nós fizemos bate e volta, e fomos de Lisboa, foi uma hora e meia mas fomos na nacional. Fica mais a norte de Lisboa, perto de Óbidos. Sei que no inverno o mar fica muito agitado e a viagem de barco é dura, mas penso que não funciona só na época alta.
  9. BERLENGAS, UMA ILHA ALI TÃO PERTO (PORTUGAL) Anos e anos passados em Portugal e nenhum de nós se lembra de ter ido às Berlengas. Já tínhamos reserva feita para as galegas Cíes e não quisemos deixar o arquipélago português para trás. Bem mais fácil e rápido de lá chegar e preparar a visita. Bastou procurar uma empresa que fizesse a travessia, escolher o dia e fazer a viagem de pouco mais de uma hora de Lisboa a Peniche. A viagem de barco foi feita pela Viamar, mas também se pode ir pela AOMT. O arquipélago é reserva da biosfera da UNESCO desde 2011. É habitat natural de diversa
  10. Fizemos as duas coisas, fomos ver o museu no fim da visita à arte rupestre. Gostávamos de ter feito a visita noturna também, mas não deu.
  11. Argentina, Chile, França, África do Sul e Portugal são considerados países com bom vinho. Em Portugal, há duas grandes regiões de vinho: o Alentejo e o Douro. Existem outras, como a região da Bairrada, zona da Raquel, onde um bom espumante acompanha o leitão assado à moda da região. O que torna especial a região do Douro para a produção de vinho é também o que a torna única e imperdível de ser visitada. A região pode ser visitada de carro, barco ou comboio. Pode-se fazer uma viagem apenas com o intuito de conhecer os vinhos da região, com a maioria das quintas de produção de vinho b
  12. No nosso caso, fomos a partir de Luanda. O voo não é muito longo, apenas cerca de 2 horas de viagem, mas ter parte do avião sem ar condicionado não abonou muito a favor do conforto. Mas o Tiago não se pôde queixar: nas datas que queríamos só conseguíamos um lugar em económica, tendo o outro “desgraçado” de ir em executiva. Como o Tiago tinha mais milhas na TAAG, lá foi ele em executiva, sem autorização para trocarmos de lugares e partilharmos as regalias (um na ida e outro no regresso). Já vos dissemos que tínhamos tudo organizado a partir de Luanda, algo que foi fácil, a partir da intern
  13. MANHATTAN DOWNTOWN Lower Manhattan fica a sul da Rua 14 até ao limite da ilha (na junção dos dois rios, a baía de NY). Aqui ficam o Financial District, Little Italy, World Trade Center, SoHo e o local de partida de ferry para Staten Island. Wall Street: A maior bolsa do mundo e alguns bancos ficam nesta rua. Pertence ao que se chama o Financial District, pois a Bolsa, bancos e sedes de repartições públicas estão aqui sediados. O touro de Wall Street, da autoria de Arturo di Modica, foi colocado em 1989 em frente ao edifício do Mercado da Bolsa de Nova Iorque. A estátua r
×
×
  • Criar Novo...