Ir para conteúdo

LeoRJ

Membros de Honra
  • Total de itens

    3.263
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que LeoRJ postou

  1. Jeans é a pior escolha pra uma viagem, pois é pesado, volumoso, absorve muito suor e a secagem é bem lenta. Com o que vc está levando, não vejo nenhuma necessidade de comprar nada. Mas não se preocupe, lá tem como comprar tudo que precisar e mais um pouco. Se estiver com muito frio (bem difícil tendo fleece + anorak), você pode comprar um casaco de fibra ou de pena de ganso por lá.
  2. Fala Leandro... A Asolo é uma excelente marca italiana. Esse preço que você tem deve ser da loja Equinox. Esse modelo é muito bom pra trekking, tem membrana Gore-tex XCR, mas é fina e não aguenta muito frio. Se for pra Bariloche no inverno, vai caminhar em neve mesmo não querendo. Se estiver muito frio por lá, é só procurar uma loja e comprar meias em Primaloft, pois é o melhor isolamento térmico que existe. A maioria custa em média 25 dólares o par. Bem... Pros: • O modelo e marca são ótimos (pra Trekking) • O preço está bom pro Brasil • Gore XCR vai ser bom pra usá-la no Brasil (transpira melhor em climas quentes) • Solado Vibram®. Contras: • A bota é fina (pouco revestimento interno) • Não recomendada pra uso prolongado em neve. Na Equinox, não me lembro se tem ainda o modelo Fugitive, mas posso te dizer que é melhor e custa relativamente o mesmo preço. Espero ter te ajudado. Qualquer dúvida, só falar. E quanto ao Nick, não se preocupe. rsrsrs
  3. Bando de safados !!! A um tempinho atrás, o de 3 dias custava 60 dólares !!!
  4. Bem Melhor !!! Gostei. Bem mais enxuto e leve. E barato né !!!
  5. Os modelos com moquiteiro não são melhores não ??? Achei esse da foto legal, mas o ruim é que pesa 3 quilos. Nesse site tem uns mais leves também.
  6. Depende... Se for usar em camping e não for exigente, você pode até gostar. Comprar uma headlamp da melhor marca, significa investir uma boa quantia se tiver que comprá-la no Brasil. Então... Você tem que pensar em que utilidade ela vai ter. Pra você ter uma ideia, possuo uma lanterna 32 leds e uma com somente 1 led Luxeon de 7w. A de 1 led ilumina mais de 20 vezes o que a de 32 leds ilumina. A marca da lanterna pouco importa, mas a procedencia dos leds que é a questão e esses modelos genéricos utilizam leds chineses da pior qualidade e sem ótica nenhuma. Resultando em alto consumo e baixo rendimento na emissão de lumens. Tenta ir em alguma loja e pede pra testar, se gostar e se seu uso for pra camping ou coisas bem simples, não vejo porque não comprá-la.
  7. Fala Ricardo Vou em Junho, mas podemos nos falar por lá. Vou eu e um amigo. De 25 de Junho até final de Agosto. Legal levar sua mãe !!! Só manter contato pelo forum ou email que tem como encontrar várias pessoas quando vc estiver lá.
  8. Calhau A Myo XP Belt com certeza, é o melhor modelo entre todos, dessas tres marcas. Com certeza é a que eu mais gostaria de ter. Se eu achá-la no Chile, será minha próxima compra. O sistema de aquecimento das baterias com o próprio calor do corpo é excencial pra uso em montanha. Cai dentro que sua escolha é ótima !!!
  9. Esse modelo da Princeton é mesmo top de linha, mas o grande problema do material deles é que a bateria descarrega muito mais rápido que os modelos da Black Diamond e Petzl. A Princeton tem uma ótima iluminação e tem um ''plus'' de alguns modelos utilizarem bateria CR123 de Lithiun que produzem consideravelmente mais lumens, mas são bem caras. O problema é que, os leds usados na Princeton, não são tão bons quanto os usados pelos outros dois fabricantes acima citados. Um bom led deve ter não somente uma grande emissão de lumens, mas também um baixo consumo. E por isso prefiro modelos Black Diamond e Petzl aos Princeton, pois meu uso é em alta montanha e isso exige muito das baterias, devido ao frio. Mas é um ótimo modelo.
  10. A Princeton é muito boa também. Considero melhores pela ordem: Petzl - Black Diamond - Princeton Lógico que depende dos modelos. Os ótimos são: Icon da Black Diamond e Myo XP da Petzl. Mas entre os dois fico com o Icon sem sombra de dúvidas.
  11. sem reservas Esse bastão da Petzl é muito bom mesmo. Tem certeza que o GR11 é Deuter ??? Que eu saiba é da Lucky, marca italiana. E tem uma galera falando do Dyno... O Dyno também não é fabricado pela Deuter e sim pela Jacko. http://jackopoles.netstorekeeper.com/ Muita gente gosta do Leki, mas de todos que pude usar, os da Black Diamond com sistema Flicklock foram os mais fortes e evoluídos que já ví. O último que comprei foi um Quechua Forclaz 500 Light. Embora ache o material da Quechua bem inferior as boas marcas, achei esse bastão muito bem elaborado e me parece muito seguro. Digo isso, pois ainda não o coloquei em teste pesado, mas de Junho a Agosto vou usá-lo em 7 nevados na Bolívia e ai sim vou poder dizer se é mesmo confiável. As caracteristica dele são: Peso, longitude máx, compacidade 240 g / 129 cm / 60 cm. Materia de Confecção: Aluminium Aeroespacial 7075-T6 Particularidades de comodidade: Empunhadura de espuma, correia de neoprene. Tipos de arandela: Verão (diâmetro pequeno) + Inverno (diâmetro grande). Fabricação: Italy O que muita gente não dá importancia na hora de comprar os bastões é saber de que tipo de aluminio ele é fabricado. A grande maioria é fabricado em liga 6061 ou 7075 A diferença é muito grande pra um bastão fabricado em alumínio 7075 para um 6061 anodizado. 6061 - Liga tratada termicamente de média resistência: Dureza Brinell: 95 Hb. Limite de resistência à fadiga (MPa): 95 Contêm magnésio e silício e possue elevada resistência à corrosão, mas perde um pouco da sua capacidade de ser trabalhada. Utilizado em carrocerias de ônibus e de furgões, equipamentos rodoviários e veículos em geral, estruturas solicitadas, reboques, vagões ferroviários, elementos estruturais, utensílios domésticos, equipamentos para indústria química e alimentícia, telhas, cumeeiras, rufos, calhas, forros, construção civil, fachadas e embarcações. 7075 - Liga tratada termicamente de elevada resistência: Dureza Brinell: 180 Hb. Limite de resistência à fadiga (MPa): 180 Contém zinco, magnésio e cobre, possui proteção contra corrosão menor que a liga 6061, mas apresentam ganhos significativos de dureza e atingem os níveis mais elevados de resistência mecânica entre as ligas de alumínio. É tão resistente quanto o aço estrutural, mas necessita de proteção superficial, pois suas propriedades anticorrosivas não são tão fortes como a liga 6061. Esta liga é utilizada quando o fator resistência/peso for o principal, como na aviação. Utilizado em peças sujeitas aos mais elevados esforços mecânicos, em indústria aeronáutica, militar, máquinas e equipamentos, moldes para injeção de plástico e estruturas. Alguns bastões utilizam titanium misturado ao alumínio. Alguns modelos Leki por exemplo. Essa liga é extremamente forte e leve, mas são bem mais caros. Os Black Diamond em alumínio são todos em 7075-T6. Os Leki em alumínio usam a mesma liga, mas dão o nome de Alumínio HTS (High Tensile Strength) Alumínio de alta resistência à tração, produzida em um processo especial de endurecimento a ar quente, dando força pendente. Que nada mais é, que a liga 7075-T6. Os de fibra de carbono não vou abordar, já que não gosto do desempenho, não os utilizo e por isso não posso ter uma visão clara. Carbono só acho legal os de seção única e pra uso em ski. Trekking nunca. Já da pra ver que a diferença entre materiais é brutal !!! Fotos do Quechua Forclaz 500 Light
  12. Concordo com o Fábio. A Nômade está bem mais evoluída que a Snake.
  13. O Chacaltaya é bem legal. Tenta caminhar até a casinha da antena. O valle de la Luna é um saco. Vale só pra tirar meia duzia de fotos. Legal em La Paz é sair pra caminhar no Prado, pois é bem bonito por lá. Quanto estão cobrando por um quarto pra uma pessoa com banho no Hostel Copacabana ???
  14. A Myo XP tá U$ 116.00. O modelo comum. Esse da foto que postei não vende no Chile ainda.
  15. As lanternas de leds são muito superiores as halógenas. O grande problema é que mesmo o led sendo muito mais economico que as de bulbo halógeno, em ambientes abaixo de 0 graus, as baterias são praticamente reduzidas a 1/3 de duração. Por isso, é muito importante a lanterna possuir leds de boa procedência. Uso uma com somente 1 led japonês que se chama Luxeon de 7 watts. Ilumina quase 200 metros em montanhas totalmente escuras, mas as baterias (duas CR123A Li-ion 3V cada) duram somente 3 horas no modo mais forte. O modelo abaixo, Petzl MYO XP Belt, considero ser o ideal pra quem vai usá-la em clima negativo, pois as baterias ficam quentes em contato com o corpo dentro da roupa.
  16. Fala Haole... Se quiser e não tiver muita pressa, posso trazer do Chile pra você. Tá custando uma média de 60 dólares esse modelo em Santiago. Mas só volto no final de Agosto. Abraço, Leo.
  17. Pessoal que fez a trilha ??? Bem... O ticket de entrada pra Machu Picchu é comprado em Águas Calientes. O valor gira em torno de 38 dólares, mas somente pode ser pago em soles. Melhor já sair de Cusco com soles, pois cambiar em Águas Caliente é perder dinheiro. Atualmente 38.00 dólares são 103.00 soles Não precisa reservar e os tickets não acabam. Não precisa de guia. Eu e todos que conheci por lá não foram com guia. Somente a Trilha Inca que é obrigatório a contratação de guia. OBS: Não levar Bastão de Trekking sem a capa de proteção da ponteira e evitar levar muito volume, pois o guarda volume de Machu Picchu custa mais de 10 dólares. Melhor pedir pra deixar em um hotel em Águas Calientes. Levar bebida e comida !!! Pois lá é tudo muito caro.
  18. Os valores são de alta temporada de julho de 2007. Nunca feche nada antecipado. Vão sempre te cobrar muito mais caro. E lá na hora, procure várias agências e chore sempre pra baixar o preço.
  19. LeoRJ

    Mochilas QUECHUA

    Como disse... Tudo é uma questão meramente financeira. Equipamentos excelentes são caros. Meio termo é custo benefício !!! Ogum777 você está certo, mas pra quem tem como comprar equipos top lá fora pelo preço das pretenciosas marcas brasileiras, eu não vejo o porque de comprar os meia-boca daqui. E uma boa mochila e um bom anorak realmente respirável são muito bem vindos até pra uso no Brasil. Mesmo pagando caro e comprando no Brasil. Prefiro investir em um material que não vai me deixar na mão, super confortável e que terá uma duração maior. Gosto muito das mochilas Equinox e da antiga Mont Blanc, mas prefiro investir e comprar Lowe, Deuter ou Kelty. Embora a minha, que mais gosto, seja uma Coleman External Frame. Tudo se resume em se vc prefere ter uma Ford Ranger ou um Land Rover e se está disposto a pagar por isso. Uma escolha pessoal. Cada um tem a sua. Agora... Concordo com o aznegrao. Apertar a grana da viagem pra comprar equipamento. Prefiro comprar tudo Nautica e viajar numa boa. Alguém já usou bastão Quechua ??? É confiável ??? Hoje comprei 2 Forclaz 500 Light. Ótimo custo benefício
  20. LeoRJ

    Mochilas QUECHUA

    A pergunta foi: A síntese da minha resposta foi que: A Quechua não é boa lá fora, mas é melhor que a maioria de nossos produtos nacionais e que seria um bom custo benefício. Os produtos Quechua são fabricados sim pela Novadry, que não é somente a detentora da película, mas responsável por todo corte e montagem dos mesmos. Participei da semana Outdoor em Versailles e tiveram apresentações da Lafuma, Quechua e Novadry. Quanto a usar produtos elitistas, não os uso por status ou luxo, mas porque passo, em média, três meses do ano em regiões de clima abaixo de zero. Agora... Não conheco nenhuma pessoa (consciente) que compra uma mochila Trilhas & Rumos por escolha, ao invés de uma Deuter, Lowe ou Kelty. São questões meramente financeiras e não de qualidade. E nisso o Haole tem plena razão. O fato de eu adquirir meus equipamentos das melhores marcas possíveis, é que não os compro no Brasil, pois se aqui comprasse, provavelmente me limitaria roupas Quechua. Para uso no Brasil é claro !!! Por apresentarem um bom custo benefício. Entre mochila Quechua e Deuter... Nem preciso falar qual é a melhor escolha né !!!
  21. Prefiro Salkantay a Inca. Preço: U$ 170.00 pra não estudante. U$ 152.00 pra estudante. Agencia Puma's Trek
  22. LeoRJ

    Mochilas QUECHUA

    A Quechua é uma boa marca ao se comparar com os produtos brasileiros. Mas lá fora é considerada bem aquém. Todo mundo que pratica atividades como trekking, alpinismo, andinismo, escalada, corrida de aventura, etc. Sabe que a Quechua deixa muito a desejar em seus produtos. Não é a toa que todos acabam optando por The North Face, Mountain Hardware, Arc'teryx, Lafuma, K2, Nordica, Patagonia e por ai vai. Na frança, muitos preferem comprar produtos da Columbia aos Quechua. Fora que a Quechua não fabrica quase nada, pois quem faz a maioria dos produtos é a Novadry, que é a detentora da membrana e fabrica quase todos os produtos na integra. Bem... Tenho material da Quechua, Black Diamond, Marmot, Ansilta, Columbia, The North Face, Lowe Alpine entre outros. Por isso sei muito bem que Quechua deixa muito a desejar, especialmente em esportes extremos em que se necessita de bons equipamentos. Agora... Pra realidade brasileira, seria um ótimo custo benefício. Mas não espere grande desempenho em seus materiais.
  23. É... Eu só fiquei sabendo na véspera da reunião. O reajuste acabou ficando 15% nas barraca e 5% nas roupas. Quando for mesmo comprar, avisa pra ver se dá pra baixar alguma coisa. Abraço Leo.
  24. Tranquilo Discovery Light R$: 571,55 Discovery Mountain R$: 626,75 O Sedex pro Rio de Janeiro custa uma média de R$ 30,00.
×
×
  • Criar Novo...