Ir para conteúdo

LeoRJ

Membros de Honra
  • Total de itens

    3.263
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que LeoRJ postou

  1. A esse preço NÃO !!! Um bom hotel em Águas Calientes, quarto só pra você, com banheiro privativo e tv, sai a 25 soles. Uns 8 dólares. Tem alguém tentando te enganar. 20 dólares é papo de agência safada. O Celso tem razão, pois se conseguir pegar esse trem da noite, é melhor ir logo pra Cusco. Mas se tiver que voltar a tarde, vale muito a pena passar mais um tempinho por lá. O clima é bem bacana. Importante: Em toda sua viagem, nunca deixe alguém resolver nada por vc, nem te arrumar hotel, bus, comida... Nada Mesmo !!!! Existe um monte de malandrinho que vive de explorar turistas. Compre sempre suas passagens direto no terminal de buses. Compre sua passagem de trem a MP no Terminal de trem em Cusco. Somente use agências em último caso, pois na maioria das vezes, eles vão te cobrar o dobro do valor real da coisa.
  2. Santa Cruz de la Sierra é bem quente. Parece muito com o clima de praia no Brasil. La Paz no verão vc deve pegar 10 graus a noite e uns 27 de dia.
  3. LeoRJ

    Compras na Bolívia

    Tudo em La Paz é muito barato e não vale a pena comprar nada em Santa Cruz. O barato em La Paz, não é fazer compras no centro, e sim nas ruas de subida. Essas ruas são perto da Calle Sagarnaga e illampu. Lá por cima, tem rua vendendo tênis, rua vendendo casaco de couro, rua pra eletronicos, rua pra tudo que vc quiser. E a metade do preço de lá de baixo. Comprei um mochila da Fila original (a melhor mochila de attack que já ví) por 15 dólares. As cargueiras vc pode dar uma olhada no preço no Norte Shopping e comprar nessas ruas que falei. Outra oportunidade é dar uma olhada a noite na Calle Comércio (parte próxima a Plaza Murillo), pois lá vende de tudo e com o mesmo preço das ruas de cima. Lá tem como comprar casaco impermeável de fibra e pena de ganso, mochilas, casacos comuns e de alpaca, luvas de fleece, lã e outras sintéticas e um mundo de coisas. O melhor que vc faz é isso mesmo. Vai com tudo velho e compra tudo que precisar por lá. Abraço Leo.
  4. Frenético Voo Santa Cruz - La Paz sai a uns 100 dólares. A mochila de 50 litros deve ser cargueira. As mochilar de attack contumam ser um pouco menores. Vale apena levar uma mala velha e deixar pra comprar a mochila em La Paz, mas vai gastar uns 15 dólares. Uns 115 bolivianos. O guarda-volume do aeroporto também custa uma fortuna e não vale deixar nada lá. Andregi O lance do taxí e do hotel é esse o problema, pois vc vai gastar 30 dólares. Uma fortuna pra Bolívia. Pra vc ter uma idéia, um quanto só pra você, com baneiro privativo em um bom hotel em La Paz custa 50 bolivianos. Vc vai gastar 225 bolivianos nessa brincadeira em Santa Cruz. Daria pra pagar 4 diárias e meia em La Paz com essa grana. Na Bolívia tem que se pensar em boliviano e não no valor de nossos custos do Brasil. 30 dólares lá é muita grana !!!
  5. Vou responder em partes: Andregi O aeroporto fica aberto a noite inteira. Dá pra dormir lá sem problema nenhum, pois tem segurança e lanchonete aberta toda a noite. O bom de dormir lá, é que o aeroporto fica fazio e ninguém te incomoda. O melhor lugar pra ficar é no canto esquerdo do primeiro piso, pois tem uma lanchonete que as meninas são super legais e podem até guardar sua bagagem enquanto vc dorme. Pela manhã, tem um microbus que vai até o centro e de lá vc pega outro pro terminal de buses. Fica tranquilo que é bem fácil. ericsouza Vc pode dormir no aeroporto ou pegar um taxi até um albergue, hostal ou hotel, mas não tem como economizar, pois o taxí é muito caro e essa hora não tem bus. Melhor opção é dormir no aeroporto !!! Frenético Santa Cruz é uma bosta de cidade mesmo. O problema pra ir pra La Paz é que: Os ônibus só saem apartir das 16:00. Então, quem vai de Gol e chega + ou - 23:30 tá ferrado, pois só vai poder embarcar no bus pra La Paz na tarde do dia seguinte. Quanto a sacar... Fica tranquilo que o que mais tem na Bolívia é caixa eletrônico. Bem... Boa viagem aos amigos e qualquer dúvida é só falar.
  6. Pra chegar essa hora, vc vai de Gol né... O único transporte essa hora, são os táxis. O valor do aeroporto até o terminal de buses (onde os buses saem pra Uyuni, Sucre, Potosi, La Paz e assim vai) varia de 50 a 70 bolivianos. Esse terminal é o mesmo do trem da morte. Em frente ao terminal, tem vários albergues e hotéis, mas nada baratos, pois Santa Cruz é a cidade mais cara e mais nojenta da Bolívia.
  7. Ollantaytambo nem é considerado como rota alternativa. O que sai bem mais barato e é uma viagem super legal é: 1- Pegar o bus de Cusco a Quillabamba e pedir pra descer em Santa Maria. 2- Pegar van ou micro-bus de Santa Maria a Santa Teresa. 3- Em Santa Teresa, tem umas vans que te levam até a hidrelétrica, pois é de lá que se sobe pra Águas Calientes. 4- Da hidrelétrica a Àguas Calientes, você pode ir caminhando pelo trilho do trem, ou pode pegar um dos trens que sobe de lá até Águas Calientes (cidade onde se sobe pra Machu Picchu). O trem custa 8 dólares pra subir e 8 pra descer. Fui andando e o caminho demora umas 3 horas de caminhada leve em terreno quase plano. Ao contrário do que alguns acham, não é nada por trás dos panos, pois o caminho é livre pra todos e inclusive os policiais te indicam até um atalho por uma escada. E digo mais, a viagem de trem é super sem graça. Já a de bus, você passa pelos nevados, por Abra Málaga que é um lugar nas montanhas muito lindo, além de conhecer muito mais lugares do que ir de trem. E não se preocupe, tem muito mochileiro fazendo essa rota também. Bem... Se você subir caminhando pra Águas Calientes, ao invés de pegar o trem de 8 dólares, o trajeto todo, de Cusco a Águas C., sai por volta de 10 dólares ida e 10 dólares volta. Na minha trip, resolvi fazer o caminho de moto pelas montanhas e percorri de Cusco a Santa Teresa, 1900 km em 6 dias, pilotando a moto por 18 horas diárias sem direito a almoço nem lanche nem nada. Mas conheci um Peru que poucos conhecem. E lembre... Você é um Mochileiro e não um turista !!! Fuja do que te oferecem e do que é imposto aos turistas.
  8. Vele lembra que quem vai pegar fio de verdade... Em Cusco tem saco de fibra -9 graus por 40 dólares e de pluma de ganso -15 graus por 100 dólares. Boas marcas. Vale a pena !!!
  9. Não leve nada pra frio !!! Compre tudo que quiser por lá mesmo. Vai gastar 3x menos que aqui no Brasil. E pode esquecer o Anorak Sauna da Trilhas & Rumos, pois é uma porcaria e você acaba ficando tão molhado de suor que é preferível ficar sem camisa na neve. O perigo de uma hipotermia é o mesmo. Lá na Argentina você pode compra um Columbia ou um Ansilta, que são boas marcas e são transpiráveis e respiráveis. Dê preferencia a Ansilta, pois é marca Argentina e além de ser mais barato, é bem melhor e mais técnico que os Columbia. Pode comprar um Ansilta Expedition II com sistema Ultrex que vai sair ao preço de um Trilhas aqui no Brasil. Já o aluguel de roupas, só vale se você viaja pouco e vai acabar não usando o que comprou.
  10. Concordo... Não tive problema com nada e não conheci pessoas que tenham tido problemas também. Mas como fui conhecer algumas Comissarias de Policia no Peru (delegacias), digo que não são muito confiáveis. E o povo também, pois são pior que carioca. Querem tirar proveito de tudo e de todos e vivem aplicando golpes em turistas. Como o amigo disse: - É só não dar mole !!! Já na Bolívia, o povo e a polícia são nota 10 !!!! Só tome mais cuidado em Puno e San Blas em Cusco. Abraço.
  11. Ola Ticiana... Acabo de volta de lá e vou te responder esssas dúvidas. Pra ir de Cusco a Machu Picchu tem várias formas: 1- Ir de bus até Santa Maria, de Santa Maria pegar outro bus Até Santa Teresa, de Santa Teresa pegar uma van até a hidrelétrica e da hidrelétrica você pega o trem pra subir pra Águas Calientes por 8 dólares. E ao invés de pegar o trem e pagar os U$ 8, você pode subir andando pela linha do trem, que é uma caminhada de 3 horas, por um caminho praticamente plano e muito bonito também. Não se preocupe, pois é muito seguro e várias pessoas sobem juntas. Fiz esse caminho e é muito fácil. Quando eu fui, aluguei uma moto em Cusco e fui até a hidrelétrica com ela e de lá subi caminhando junto com um casal de franceses até chegar em Águas Calientes. Vale a pena. 2- Você pode sair de Cusco em direção a Ollantaytambo e de lá pegar o trem pra Águas Calientes. Cada hora tá um preço. Fica entre 40 e 50 dólares. 3- Sair de Cusco direto a Águas Calientes. Sai por uns 70 dólares. 4- Contratar em uma agencia, algumas das trilhas como: Inca, Salkantay, Choquequirao... Salkantay e Choquequirao dá pra ir sem agencia, mas não recomendo, pois vc ai ter que levar barraca, saco de dormir, fogareiro, comida e levar tudo sozinha nas costas ou alugar um burro. Obs: Alumas agencias oferecem um pacote chamado Conexion Valle Sagrado. Esse pacote são 3 dias e 2 noites e funciona assim: Dia 1- •Cusco - Pisac Mercado - Pisac Ruínas •Urubamba (Almoço) •Ollantaytambo •20:00 Trem Ollantaytambo - Aguas Calientes Dia 2- Visita a Machu Picchu com 2 noites num hotel Dia 3- 05:45 Retorno de Águas Calientes a Ollantaytambo E de Ollantaytambo você pega um bus pra Cusco por conta própria. Na Agencia Puma´s Trek esse pacote sai a 160 dólares, Salkantay 170 dólares e o caminho de bike via Abra Málaga até Santa Teresa e depois subindo de trem até Águas Calientes sai a 150 dólares. Em todas, se vc for estudante tem desconto de 20 dólares. Essa agencia fica na Plaza de Armas, em uma galerias ao lado da Agencia Marcelo´s. Se você for pela primeira alternativa(por Santa Maria) lembre que o ticket de entrada de Machu Picchu é melhor ser comprado em Águas Calientes e deve ser pago em soles, pois não é aceito dólar na compra do mesmo. E o que pouca gente presta atenção, é que o ticket é válido por 3 dias. Mas, atualmente, só vale para uma única entrada no parque. Quanto a Hotel em La Paz: Hotel Torino O hotel foi construído em 1626 e o prédio se encontra com uma conservação quase original. O restaurante é ótimo e é servido sopa à escolher, depois uma salada em buffet e depois o prato principal, que costuma ser truta, cordeiro e outras coisas bem legais. Tudo isso por 15 bolivianos com a sobremesa incluída. A diária do hotel fica em 50 bolivianos o quarto pra uma pessoa com banho privado e 30 bolivianos o quarto pra uma pessoa com banho compartilhado. Fiquei com o com banheiro. O clima do hotel é muito bom, os funcionários são todos gente boa e o hall fica cheio de gente do mundo inteiro e dá pra conhecer muita gente por lá. Muito Bom Mesmo !!! Esse hotel fica colado a Plaza Murillo, que é um lugar bem charmoso em que as pessoas param o dia inteiro pra pegar sol e tem um grande relógio que toca o sino de 15 em 15 minutos. Muito legal por lá. Chinchero: Fica no Valle Sagrado. Somente se passa em Chinchero, quando se esta voltando pra Cusco. É legal por lá, mas nada comparado ao resto dos lugares. Arequipa x La Paz : A única empresa que faz essa rota direto é a Ormenõ e custa 40 dólares. Muito Caro !!!! O melhor é se vc estiver com pressa, compre de Arequipa até Desaguadero e de Desaguadero pra La Paz. Vai gastar uns 50 soles no máximo nesse trajeto. Já pela Ormenõ saia a 124 soles. Se tiver muito tempo, pode ir por Puno, Copacabana e La Paz. A melhor empresa em Arequipa é a Julsa. A Cruz del Sur é melhor, mas custa uma fortuna. La Paz x Cochabamba : Acho o maior furada parar em Cochabamba, pois após conhecer tão lindas cidades, voce não vai querer passar por aquilo lá. A melhor opção é pegar um bus direto de La Paz a Santa Cruz de la Sierra. Por 150 bolivianos, pela empresa Mem. Trans Copacabana em um bus leito, com banheiro e com apenas e filas de cadeiras. Mas se você for voltar de Cochabamba via Tam pro Brasil, não vai ter jeito. A viagem dura em torno de 8 horas geralmente sem banheiro. Hotel em Cochabamba é a coisa mais fácil que tem. Só pedir ao taxista por um hotel bom e econômico. Vale Lembrar: Nunca compre passagem de bus em agencias, pois no terminal é a metade do preço pelo mesmo bus. Nunca deixe uma pessoa arrumar um hotel por você. E principalmente não caia no golpe do último ou único quarto, bus, acento hotel, pois com uma pequena procura você sempre acha coisa melhor e pela metade do preço que tinham te cobrado. Qualquer dúvida é só falar. Abraço, Leo
  12. Voltei de La Paz a 9 dias e tenho umas informações. De Santa Cruz a Cochabamba é tudo onibus precário e sem banheiro. De Santa Cruz a La Paz direto, fui pela empresa Trans Copacabana em um bus cama (leito) de 3 filas e com tv, banheiro e calefação. Essa é a melhor empresa que faz esse trajeto. Paguei 150 Bolivianos. Vale muito a pena, pois são quase 18 horas de viagem. Na volta fui pela empresa Copacabana (outra que não a Trans Copacabana) e foi cama de 3 filas por 130 Bolivianos. O acento de 3 filas é bem mais confortável que os onibus com 4 filas de acentos. O preço é o mesmo, então procure um 3 filas. A cidade de Cochabamba é bem dispensável assim como Puno que é um lixo. Mas Santa Cruz bate o record de cidade nojenta e cara pra caramba. O problema é que os onibus pra La Paz direto só saem apartir de 16:30, mas vale a pena esperar. A estação de chegada do trem é a mesma do onibus que vai pra Cochabamba, Sucre, Potosi ou La Paz. Se chegar de avião, se prepare pra gastar uns 70 bolivianos de taxi até o terminal de buses. Os hotéis em SC também são caros. Em média 80 bolivianos um quarto pra uma pessoa e com banheiro privativo. Se quiser um mais barato, o que eu não recomendo, o bus com acento que inclina pouco e sem banheiro pra La Paz custa uns 80 bolivianos. Melhor é um leito, pois vc vai ter uma ótima noite de sono, dispensando o tempo e o dinheiro gasto dormindo num hotel depois. Aproveitando... Em La Paz o Hotel Torino é o bicho e cheio de viajentes do mundo inteiro. O clima lá é muito legal e nem dá vontade de ir embora. Ia ficar 4 dias e acabei ficando 14. Achei o melhor hotel e fica colado na Plaza Murillo, que é bem legal. O quarto pra uma pessoa com banheiro custa 50 bolivianos e sem banheiro 30 bolivianos. O mais maneiro é que o predio do hotel foi construído em 1626 e é muito bem preservado. O restaurante de lá é lindo e a comida custa 15 bolivianos. Vem a sopa + o bufet de saladas + um prato principal que costuma ser cordeiro, truta e outras coisas bem gostosas. Bem... Quem tiver alguma dúvida é só escrever.
  13. Passaporte nessa viagem é só pra quem gosta de colecionar vistos. Mas pra trilha inca tradicional é pedido o número pelo governo do Perú. Se for fazer a trilha inca é melhor levar, pois a maioria das vezes dá problema e o povo lá é meio escroto. Fora isso não precisa mesmo. Levei o meu só por levar e carimbaram os vistos, mas com a identidade dava tranquilo.
  14. Não Compre Nada no Brasil !!!! Em La Paz e em Cusco vc pode comprar tudo que precisa por um terço do preço do Brasil. Lá vende material técnico de alta qualidade. Em La Paz dá pra comprar Anoraks da Columbia, tenis, camisas Dry, meias de trek, casacos de bluma de ganso, casacos de fibra, tudo que é tipo de luvas e cachecois, gorros, etc. No Shopping Norte em La Paz vc encontra tudo que é modelo de anorak Columbia e inclusive botas e Fleeces dessa marca. Um fleece custa uns 40 dólares e os anoraks de 85 a 145 dólares. As botas da Columbia são em média 90 dólares. Lá também tem uma loja chamada Fair Play que vende tenis Nike, Adidas e Puma. Um Nike Shox custa em média 50 dólares. Esse shopping fica atrás da Plaza Murillo. Colado no Hotel Torino. Em Cusco tem uma loja na Plaza de Armas que vende botas e anorak em Gore-Tex e muitos materiais de excelente qualidade. Lá tem muito equipamento da Black Diamond. Em Cusco é tudo muito mais caro que em La Paz !!! Levei um monte de coisa do Brasil, pois muita gente me disse que eu não conseguiria encontrar nada por lá. Conversa fiada !!!! Lá tem tudo e mais umas coisas. Fui com 13 kilos e voltei com 32 Comprei dois anoraks Columbia, um pluma de ganso, um Nike Shox, calça Titanium da Columbia, 3 luvas pra neve e um monte de coisas locais. Na Fair Play não rola desconto. Na loja da Columbia peça desconto e diga que não quer a nota. Um anorak de 100 dólares saia a 85 e um de 145 sai a 125. Abraço a todos e qualquer dúvida é só falar.
  15. Não Compre Nada no Brasil !!!!
  16. Também fiquei meio em dúvida, mas pesquisei muito e é muito bom esse modelo. Melhor que esse só os coloridos. Mas custam bem mais caro. Cai dentro que vale muito a pena. No Mercado Livre que tem os preços mais baratos. Abraço Leo.
  17. urubullino Pedra polida molhada escorrega com qualquer tipo de calçado mesmo. Cara... Pra vc usar no gelo e neve dura, vai de Salomon, pois quanto mais dura a sola for melhor pro gelo ela é. Agora... Em alguns casos vc vai ter que usar polainas e crampons mesmo. Se tiver grana sobrando e viajar sempre pra locais com neve, vai de Asolo Afs 8000 que é própria pra neve e gelo. Abraço Leo.
  18. Cara... Já tive Snake e Salomon e agora comprei uma Asolo. A Snake é muito boa, mas não pra ser usada em um lugar bem frio. A Asolo é o bicho, mas quando comprei, ví vários modelos e todos eram bem mais finos que os modelos da Salomon. Optei pelo modelo Fugitive GTX. Tenho uma Salomon Alp 6 GTX que considero ser uma ótima escolha pra neve. As Snakes são pra uso Brasil, igual as Nomade. Timberland não são boas botas pra uso pesado. Não compre, pois pode ter o azar de se arrepender. As Salomon seriam uma escolha mais adequada. Agora... Depende para o que vc vai usar. Se pretende usar crampons ou não, escalar gelo, usar em neve fofa e por ai vai. Se for usar pra escalar, a bota tem que ser com o solado bem duro e pra usar crampons também, pois senão machuca bastante o pé. Com a Salomon dá pra fazer tudo isso, mas se for fazer uma expedição com tempo prolongado na neve, ainda mais se for fofa, eu recomendo uma bota dupla de plástico. Uma opção pra uso por tempo prolongado é a Bota Asolo Afs 8000 que custa R$ 1267,00 Essa sim é pra neve mesmo. Mas se a grana não dá... Fica com a Salomon que aguenta bem o tranco. E lembre-se... Quanto mais rígido for o solado, melhor será pra o uso na neve !!! Se optar pela Salomon, compre o modelo Mtrek 6 ou Alp 6 ou Pro Trek 7 ou Alp 7 todos impermeáveis e com Gore-Tex. Os modelos REVO da Salomon são caros e não tem nenhum benefício diante dos outros modelos. A não ser um sistema de amortecedor que não dá pra sentir diferença nenhuma. A Alp 6 e 7, ao meu ver, são o melhor custo benefício. Uns R$ 490,00. Prefiro a Alp 6 a 7. Pois o solado intermediário de PU (entressola) deixa o couro sem contato com a sola de borracha. O PU resiste muito mais na troca de temperatura entre o gelo e seu pé. O que não acontece com a borracha.
  19. O que tá levando já está bom até demais. Cara... Só não esquece das Luvas que é maior furada não levar. As Solo X-Power são boas e baratas. As Black Diamond são merreca mais caro e são melhores que as da Solo. Óculos 100% UV categoria 3 ou 4 também. Se for pro Salar vai ter que levar. Pois senão, vai queimar a retina e isso é bem grave. Catarata na certa. ATENÇÃO: Não leve um óculos de camelô ou um de fabricante não confiável pois a maioria não tem filtro UV adequado. Sé não tiver nenhum e for comprar, dê preferencia aos modelos que fecham lateralmente. Tipo o Julbo Sherpa X5 que custa R$ 220,00 Lá no Salar costuma fazer -17 graus nessa época. Mas de roupa vc tá bem. Se quiser reforçar, compre só uma balaclava, pois muita gente fica ferrado com dor de garganta, febre, sinusite e outras porcarias por causa de vento frio na cara. Mas é opcional. Pra Trilha Inca, não esquece de levar meias próprias para trekking, pois meias de algodão vão te causar muitas bolhas. Uma meia Coolmax da Solo custa uns R$ 20,00 Cuéca também. Não pode ser de algodão. Tem que ser aquelas de poliester com elastano. Ou qualquer outra fibra que seja sintética. As de algodão vc pode usar pra passeios sem esforço nas cidades. As de algodão dão assadura até em quem nunca teve. Estou indo agora em 20 de Junho pra Bolívia, Peru, Chile, Argentina e Uruguai e estou levando: 3 calças/bermuda 1 calça underwear polar 100 1 calça termica em fleece 200 1 calça drytec 4 camisa dry fit manga curta 2 camisa dry fit manga longa 1 camisa longa underwear polar 100 1 jaqueta fleece solo warm 200 1 anorak ansilta ski thunder 1 casaco poliamida adventure gears 3 shorts de dormir 2 camisas de algodão 1 bermuda nylon 2 bermudas poliester trekking 1 balaclava x-power solo 1 balaclava lã 1 boné expedition curtlo 1 luva polartec 200 1 luva black diamond 7 pares de meia coolmax solo 1 par meias grossas de lã norway 1 gorro fleece duplo 1 óculos glacial julbo sherpa x5 1 bota salomon alp 6 gtx 1 par tensor de joelho alto esforço 5 cuecas algodão 4 cuecas poliester dry fit trekking 3 sungas poliester
  20. Vou fazer uma viagem de 35 dias pra Bolívia, Peru, Chile e Argentina. Estou querendo comprar um GPS mas não entendo nada do assunto. Adorei os modelos coloridos, os com rádio integrado e tudo mais, mas a grana tá baixa e só dá pra comprar um básico mesmo. O que gostei foi o Garmin Etrex Legend, pois diz vir com mapas das Américas e já vem com o cabo de interface serial. Ele dá pra colocar os mapas dos lugares que vou passar ??? Agora pergunto... Será que esse modelo presta pra o que quero usar. O que preciso dele é: • Não precisar levar mapas de papel • Calcular as distancias percorridas • Ter uma noção da altitude que estou • Marcar os locais em que passei • Saber a distancia entre cidades pra traçar uma rota mais rápida • Ver qual a melhor rota e saber o gráfico da trama rodoviária e ferroviária Será que um aparelho desse substituiria um mapa de papel ??? E se é fácil baixar mapas gratuitos pela internet e inserir nele ??? Os dados do aparelho: receptor-----------------------------------------------------12 canais número de waypoints--------------------------------------1000 memória --------------------------------------------------- 8 Mbytes número de rotas / waypoints por rota ------------------ 20/125 database ou basemap ------------------------------------ basemap adição de mapas adicionais ------------------------------ MapSource duração da bateria ---------------------------------------- 18hs (2 AA) display (tamanho - cm) ----------------------------------- 5.3 x 2.8 display (tipo) ----------------------------------------------- 4 níveis de cinza pixels ------------------------------------------------------- 288 x 160 antena standard ------------------------------------------- inclusa modo TrackBack ------------------------------------------ sim número de pontos do tracklog --------------------------- 10000 peso -------------------------------------------------------- 150 g alarmes sonoros ------------------------------------------ não à prova d'água ------------------------------------------- IPX7 (1 m / 30 min) tamanho (h x l x p) -------------------------------------- 11.0 x 5.1 x 3.0 cursor stick (5 posições) -------------------------------- sim backlight display ----------------------------------------- sim entrada antena externa --------------------------------- não capacidade WAAS --------------------------------------- sim bússula eletrônica --------------------------------------- não altímetro barométrico ----------------------------------- não calculadora de caça e pesca ---------------------------- sim informação celeste --------------------------------------- sim waypoints próximos -------------------------------------- não calendário ------------------------------------------------- sim voltagem (V) ---------------------------------------------- 2.5 ícones de waypoints -------------------------------------- sim Preço R$ 360.00 Agradeço qualquer ajuda, pois de GPS não entendo nada. Abraço aos amigos Leo. [/img]
  21. Sergio... Preciso de uma dica sua. Será que consigo comprar roupas técnicas para trekking e montanhismo em La Paz. Vc disse que dá pra comprar Underwears por lá. Perguntei pra um monte de gente e me responderam que eu somente iria conseguir comprar roupas de lã, alpaca e lhama. Será que lá vende roupas boas tipo Anoraks de boa fabricação e tudo mais. Estava pensando em deixar pra comprar lá: 1 Mochila Attack 1 Tenis Bom 1 Calça Térmica 1 Par de Bastões de trekking / neve 1 Par de Crampons 1 Par de luvas Polartec 1 Par de luvas Impermeáveis Será que tem algum lugar ou loja que trabalhe com produtos de ótima qualidade mesmo ??? Quero comprar produtos de boas marcas e nada de falsificado. Será que consigo essas coisa por lá ??? Agradeço se puder me ajudar. Abraço Leo.
  22. Comprei um bota Salomon Alp 6 GTX aqui no Rio de Janeiro por R$ 510,00 na loja On The Rock. Vou fazer uma viagem a Machu Picchu e depois de alguns relatos sobre a Salomon, estou com medo da sola dela descolar no meio do caminho. Essa bota que comprei, vem com uma etiqueta de borracha dizendo que foi fabricada na China em Janeiro de 2006. Será que é do lote maldito ??? Mas mesmo não sendo, ví muita gente falando que a sua descolou. Depois que comprei ela por R$ 510,00 achei uma Asolo Rusher GTX por R$ 435,00 Quase dei um tiro na cabeça de raiva. Mais e ai... Será que a Salomon aguenta o tranco ??? Meu trajeto é: Rio - Corumbá - P.Quijarro - ST.Cruz - La Paz - Puno - Cuzco (Trilha de Salcantay p/ Machu Picchu) La Paz (Chacaltaya) - Uyuni - Calama - Antofagasta - Santiago (Portillo e Valle Nevado) - Mendoza - Buenos Aires
×
×
  • Criar Novo...