Ir para conteúdo

Elder Walker

Membros
  • Total de itens

    218
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    5

Elder Walker venceu a última vez em Maio 7 2019

Elder Walker tinha o conteúdo mais apreciado!

Reputação

167 Excelente

2 Seguidores

Últimos Visitantes

1.476 visualizações
  1. Que legal! Estou no PC, mas depois vou procurar seguir no IG pelo celular. Também tenho um roteiro planejado bem parecido, porém dando uma esticada e trocando parte da descida da 40 pela Carretera Austral no Chile, entrando na altura de Futalefu e saindo em Chile Chico. Muito bacana esse arranjo do mapa em formato de imagem, com os pontos de pernoite e abastecimento. Como fez isso? Ficou excelente! Gostaria de fazer no futuro para compartilhar também as viagens e ajudar com informações fáceis de visualizar como essa que você fez...
  2. Apesar de ter uma DSLR com diversas lentes, essas fotos do céu estrelado eu faço com uma compacta Sony RX100 com lente integrada equivalente a uma 24-70 f/1.8-2.8.
  3. Show! Sou leitor assíduo dos relatos de carro pela Patagonia. Já tenho meu roteiro desenhado e é praticamente igual ao de vocês, indo pelo lado da Carretera Austral e voltando pelo litoral. Ainda não tenho previsão de concretizar a viagem, mas fico lendo e acompanhando sempre. Tenho curiosidade sobre as condições do trecho de Futalefu à Puerto Rio Tranquilo rodando com um carro "normal" assim como o Creta de vocês...
  4. Cheguei agora no post e vou pegar pra ler a sequencia toda de posts! Fico lendo esses relatos dos colegas e, cada vez mais, sonho em realizar essa viagem! Acompanhando os próximos passos...
  5. Que legal @Juliana Champi Fico muitíssimo feliz que meu relato tenha ajudado/inspirado ou confirmado seus interesses pela roadtrip por estas bandas! Eu mudei de emprego e de cidade e estou numa correria danada nos últimos 3 meses, até por isso dei uma sumida aqui do forum, mas assim que der vou retomando e contribuindo novamente. Além, é claro, de planejar as próximas viagens... Abraço!
  6. Oi, Juliana. Foi ótima! Fomos em março sim e deu tudo certo! Ainda não escrevi o relato pois estou num momento bastante agitado aqui com troca de emprego e de cidade, mas pretendo contar tudo certinho depois num relato bacana. De qualquer forma, apenas para antecipar e compartilhar com quem for pesquisar pelo seu tópico, ficou assim: chegamos em Joanesburgo num vôo pela manhã, pegamos o carro e já partimos para Graskop, sem nem entrar em Joanesburgo. No dia seguinte, saímos de Graskop e passamos em praticamente todas as paradas da Panorama Route e depois pernoitamos em Hoedspruit. De lá,
  7. @MaluAlves, Seja bem-vinda ao fórum! Sugiro que entre na seção de relatos de viagens e veja os posts mais focados em Buenos Aires. Tem MUITA dica por lá. E o mais legal é que cada um viaja de um jeito, então pode encontrar relatos dos mais econômicos aos mais elaborados, com mais ou menos dias, diferentes interesses etc. Aí você pode filtrar quais se encaixam melhor com o que você imagina da cidade. Digo isso não por não querer responder, mas porque é difícil alguém entrar aqui e te dar todas as dicas possíveis, sendo que a pessoa já fez isso escrevendo um relato super-completo
  8. O contato que tenho aqui é o da Carol Munareto: (49) 9171-2500 Eles possuem uma propriedade na beira da estrada, antes do acesso para a pedra da águia e subida para o cânion do espraiado, e tem inclusive uma plaquinha de "passeios/informações" em frente. Lá em cima eles possuem outra casinha, parece que ficam revesando entre elas! Eles oferecem passeios de 4x4 ou à cavalo, mas certamente podem dar maiores informações sobre as trilhas à pé e autorizações. Se esse contato não funcionar (fui já faz quase um ano), pode chegar na cidade e perguntar sobre quem autoriza as trilhas ao esprai
  9. Também já tive essa curiosidade. Não tenho e nem pretendo ter carro blindado (moro no interior, região tranquila), mas fiquei me perguntando isso, especialmente pois é solicitado que se abaixe o vidro para passar pelas "blitz" de rotina na Argentina, e imagino que os carros blindados tenham um deslocamento reduzido nos vidros laterais, correto? Fora esse limitante de baixar completamente os vidros, acho que não teriam com o que implicar, não dá pra saber que o carro é blindado...
  10. Eu já fiz algumas trilhas por lá e as informações que o @lucband postou estão corretas. A única informação que eu gostaria de antecipar é que boa parte do trajeto passa por propriedades particulares e, neste sentido, é importante pedir autorização. Eu fiz inclusive uma trilha com o proprietário que tem uma casa lá na parte alta, beirando os platôs (aquele casal que saiu numa matéria do Globo Repórter sobre o campo dos padres) e eles são bem tranquilos, não vão recusar o acesso à ninguém, mas gostam de ser avisados para evitar qualquer mal entendido.
  11. Apenas uma observação: você não vai conseguir fazer o tour astronômico E o treking da lua cheia no mesmo período (mesma semana). O tour astronômico nunca é feito com lua cheia. Se a empresa for séria, ela só confirma as saídas em lua nova e nos quartos crescente ou minguante, e ainda fica acompanhando a nebulosidade durante o final da tarde. Tudo para garantir uma excelente experiência para o tour. Só daria para fazer os dois se o treking sair com luas intermediárias. Se tiver que ser cheia mesmo, vai ser ou um ou outro.
  12. Acho que é bem isso mesmo. O povo é bem unido e, de alguma forma, conseguem fazer com que todos colaborem nessa questão da preservação. As empresas de turismo e guias, em sua maioria, são muito respeitosos e não tentar "tirar vantagem" para ir além do convencional, o que, eventualmente, estaria quebrando alguma regra definida por lá. Ainda sobre o tour astronômico e a forma como ele muda a nossa percepção sobre olhar para o céu, alguns meses após essa viagem para o Atacama, fui para a serra catarinense e, mesmo com lua cheia, consegui essa foto aqui: Porteira para o céu by Elder Walk
  13. Então deixa eu falar uma coisa: eu passei mal na ida para os gêiseres! Na verdade acho que teve mais a ver com a forma "acelerada" que o guia dirigia a van, somado ao fato de estar escuro e eu não estar enxergando o trajeto... acho que fui ficando enjoado, nauseado com a estrada mesmo. Mas aí o guia parou, eu dei aquela vomitada básica na beira da estrada, ele foi bem atencioso, mediu minha oxigenação e estava tudo certo. Depois tirou algumas coisas que estavam no banco da frente e deixou eu sentar lá e foi mais tranquilo. Sobre o Salar de Tara, hahaha, é uma questão muito pessoal. Não fo
  14. Que legal o relato! Só de ler cada post com o "diário" de viagem já bate uma saudade danada! Legal que tenha aproveitado. Apenas para interagir, posso dizer, orgulhosamente, que fui o único dentre duas vans da agência para os gêiseres que encarou entrar nas piscinas termais no dia em que fomos! hahaha! E que pena que o Salar de Tara está fechado. Para mim, foi o passeio mais fotogênico e mais contemplativo em SPA. Sobre ele estar fechado, acho que é bem o que foi comentado aí: como não existia estrutura, tanto nele quanto nas Piedras Rojas, devem estar criando algo para controlar o acesso
  15. Apenas retomando o assunto dos passeios em SPA, tentando contribuir: Eu também tentei ir para as Lagunas Escondidas por conta mas não deu. Tinha olhado pelo mapa e parecia super simples, mas a estrada é muito ruim e com várias pedras (não se se pedras mesmo ou sal) pontiagudas, com inúmeros relatos de pneus furados. As vans usam pneus maiores e mais resistentes, o que ameniza o problema do terreno acidentado e diminui bastante a chance de cortes e furos. No meu caso, acabei não conseguindo com agência pois ficou em cima da hora e fui por conta para a Laguna Cejar, que não é tão bonita mas
×
×
  • Criar Novo...