Ir para conteúdo

834654

Membros
  • Total de itens

    37
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

834654 venceu a última vez em Fevereiro 27 2018

834654 tinha o conteúdo mais apreciado!

Reputação

25 Excelente

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Passagens para NY são mais baratas, mas o resto é tudo bem mais caro. Passagens para Europa no geral são mais caras, mas dependendo das cidades que você escolher visitar, o custo de vida é metade do valor de NY. Agora qual escolher, sinceramente não sei, ambos são ótimos...
  2. Uma das coisas que faz você gastar mais dinheiro com as passagens é querer pegar o voo de ida a qualquer custo ainda na sexta logo depois do trabalho ou no máximo no sábado, e o voo de volta no domingo a noite, último dia das férias. Quase todo mundo faz isto e por isto quase sempre as passagens são bem mais caras nestes dias. Mas se você não se importar de ir uns 2 ou 3 dias depois, numa segunda ou terça, e voltar 2 ou 3 dias antes, numa quinta ou sexta, aumenta bastante as chances de conseguir achar passagens mais baratas.
  3. Cara, não tem como saber o que vai acontecer... Pode ser que já na saída Hungria você seja multado receba um "banimento", também pode ser que o agente de imigração só lhe dê uma bronca e lhe deixe embarcar para Londres, ou mesmo faça vista grossa e nem comente nada, pois depois que você tiver ido embora da Hungria, você será problema do Reino Unido... Se você conseguir chegar em Londres e embarcar para Estocolmo, você ainda pode ter problemas lá na Suécia, como por exemplo ter a sua entrada negada e ter que ficar 3 dias no aeroporto esperando o voo para o Brasil. Também pode ser que
  4. Voltando ao VTM ele só é valido no exterior, se tentar usar ele no Brasil não vai conseguir finalizar a compra. Então sobrar dinheiro nele é ruim, por a cotação do resgate é ruim, e como você não pode usar ele no Brasil, acaba induzindo as pessoas a torrar todo o saldo nos últimos dias de viagem em coisas supérfluas ao invés de guardar o dinheiro para a próxima viagem, gastando mais dinheiro do que realmente gastariam na viagem. Este é um lado ruim do VTM, e um dos motivos de eu pessoalmente não usar mais, preferindo o cartão de crédito, uma vez que as taxas são as mesmas. Mas co
  5. Discussão política encerada aqui e acabou não toco mais no assunto.
  6. Este é um fórum de viagem, por favor vamos manter o foco. Peço desculpas antecipadas para outras pessoas do tópico, e para você também. Mas esta sua choradeira já encheu o saco, e não leva a nada, então faça um favor a coletividade e fique de boca fechada antes de falar merda e um monte de besteiras que não acrescentam nada ao que está sendo discutido no fórum. E não venha me chamar de "coxinha" ou militante de direita, do alto da sua ignorância e estupidez, aposto que sou militante da esquerda a muito mais tempo que você, também inicialmente votei neste governo incompetente que
  7. Agosto é bem no meio da alta temporada, em cidades muito turísticas, você corre sim o risco de não achar hostel com vaga se deixar para procurar lá na hora no dia em que chegar na cidade, ou então pode ter sobrado só os muito caros ou muito ruins. A maioria das cidades possuem campings, onde você paga uma taxa para acampar e usar a infraestrutura de banheiros, mas eles geralmente são meio longe do centro. Não costuma ser permitido acampar em qualquer local, fora dos campings legalizados, você até pode ficar 1 ou 2 dias, mas uma hora aparece um fiscal ou policial e lhe põe para correr
  8. Este "maldito" carimbo da Colômbia no passaporte me "incomodou" por uns 4 anos. Quase todo lugar que eu ia, eles viam este carimbo e perguntavam o que eu fui fazer na Colômbia, só pararam de perguntar depois que o meu passaporte venceu e fiz um novo. Colômbia é origem de 80% ou 90% da cocaína do mundo, e um local por onde muita gente passa só para servir de mula para os traficantes de drogas, e como isto é bem conhecido pelos agentes de imigração do mundo todo, e sabendo da má fama que Colômbia, Peru, Bolívia e Venezuela tem devido ao tráfico de drogas, sempre que eles vêem o carimbo d
  9. Mas agora voltando a questão do VTM. Alguns sites só aceitam compras de cartões que possuam o serviço "Mastercard Secure Code" ou "Verified by Visa" ativos, este é um nível adicional de segurança que pede alguns dados pessoais ou senha eletrônica da sua conta bancária para finalizar a compra. O prolema é VTM de algumas empresas não possuem estes serviços "Mastercard Secure Code" ou "Verified by Visa", e se você tiver o azar de comprar num site que exija eles, não vai conseguir finalizar a compra. Mas a complicação mesmo é descobrir se o VTM que você vai adquirir possui estes ser
  10. Primeiro uma questão bem prática, deixar para comprar passagens aéreas e de trens de longa distância com pouca antecedência, quando você já estiver lá na Europa é furada, vai ser muuuuuuuito mais caro do que se você comprar elas antecipadamente. Passagens aéreas locais lá na Europa e trens de longa distância costumam custar 3x ou 4x mais caro quando compradas lá na hora ou com antecedência de poucas semanas do que se você comprar elas com antecedência de 60 ou 90 dias. As únicas passagens que não são bem mais caras lá na hora são as passagens nos trens regionais, que ligam as grandes
  11. Quanto que você vai gastar depende muito do que vocês escolherem e fizerem lá na hora, por exemplo, vocês podem passar a viagem toda comendo lanche frio de supermercado e gastar 10 euros por dia com comida, podem almoçar num restaurante simples gastando 15 ou 18 Euros por pessoa, ou podem ir num local melhor onde um almoço para um casal custa 80 Euros... 1 mil euros daria uns 62 euros por dia para cada pessoa. Se não tiver que pagar hospedagem, não dá para esbanjar, mas se for consciente nos gastos e escolher bem onde gastar o seu dinheiro, dá para fazer um monte de coisas com 60 euros s
  12. Não é preciso levar cartão de crédito, mas um cartão de crédito lhe dá bem mais segurança durante a viagem. Já pensou que algo não saia como o planejado, e você tenha que comprar algo lá na hora, com por exemplo uma nova passagem, pagar um hotel, você ficar doente e precisar comprar remédio, etc... Se você só tiver os 1.000 Euros em espécie, de onde que você vai tirar mais dinheiro lá no exterior para pagar a emergência não prevista? Com o cartão de crédito, você paga a despesa de emergência não prevista, e depois que voltar para casa corre atras de pagar a fatura do cartão de cré
  13. Reduzindo para 3 cidades, você também teria mais tempo a disposição, e poderia se dar ao luxo de "perder" um dia de viagem no trem ou ônibus entre Paris e Munich, não teria tanta necessidade assim de pegar um avião para fazer render o seu pouco tempo livre. Uma viagem de trem de Paris a Munich leva umas 6 horas, e é só durante o dia, ou seja, você sai de manhã cedo de Paris e chega em Munich quando já está escuro, mas comprando antecipado, uns 90 a 120 dias antes, com um pouco de sorte você consegue passagens de trem por 40 Euros na Bahn ou no TGV... E se não achar trem barato, e se
  14. os custos variam muito de pessoa para pessoa, mas na minha experiência pessoal, eu dividiria os locais por níveis de "careza", sei lá se existe esta palavra, rss No nível mais caro eu colocaria: Paris, Amsterdam, Londres, Suíça, Luxemburgo, Áustria e países Nórdicos Num segundo nível um pouco mais barato eu colocaria: Munich, Bruxelas, Veneza, Barcelona, Florença, Dublin Num terceiro nível um pouco mais barato que o anterior eu colocaria: Berlin, Praga, Madrid, Roma, Milão Num quarto nível, mais barato que os anteriores eu colocaria: Lisboa, Budapeste, Cracóvia, Varsóvia, e p
×
×
  • Criar Novo...