Ir para conteúdo

darthVader

Membros
  • Total de itens

    2
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1 Neutra
  1. @LF Brasilia Por sorte, quando fui atualizar os dados do título de eleitor, acabei colocando o nome antigo da minha mãe, sendo assim permaneceu o mesmo da certidão de nascimento. Mas foi por pura sorte e costume de usar o nome anterior dela. Meu novo passaporte ainda não chegou e realmente o anterior era de antes de 2016; não sabia que agora consta a filiação. Já editei meu comentário lá para não gerar confusão com outras pessoas. Obrigado :D Realmente no seu caso foi pior, e pensar que isso tudo é pensado milimetricamente só para gerar receita é de dar raiva. Evitaríamos todos esses problemas com o documento único que já é usado em diversos países.
  2. Olá Pessoal, fiz um cadastro nesse site só para comentar o que aconteceu comigo, talvez ajude outros que possam ter o mesmo problema. Quando forem preencher a filiação para solicitação do passaporte, PREENCHAM com os nomes que constam em sua CERTIDÃO DE NASCIMENTO e TITULO DE ELEITOR. Não importa se depois os nomes foram ou quantas vezes foram alterados. Simplesmente não faz sentido (e muitos órgãos/estados NÃO alteram) termos que alterar todos nossos documentos (CPF, RG, TITULO, etc) toda vez que nossa filiação alterar o nome. E as pessoas que não têm contato com suas filiações? E os que nem sabem onde estão? Se assim como eu, você preencheu com um nome diferente e na hora de agendar apareceu a mensagem: "Houve divergências entre as informações fornecidas e as informações constantes da base de dados eleitoral. Procure uma junta eleitoral para regularização da sua situação OU, caso se encontre em situação regular, apresente toda documentação que comprova a regularidade no dia do atendimento presencial no posto de emissão de passaportes." Não se preocupe, faça o agendamento normalmente e leve toda documentação possível, cpf, rg, Título de Eleitor, CERTIDÃO DE NASCIMENTO, etc, leve tudo que puder e caso possa, leve a certidão de alteração do nome de sua filiação. Sugiro que compareçam ao cartório eleitoral de sua região e peçam uma CERTIDÃO DE QUITAÇÃO ELEITORAL que vem assinada e carimbada pelo técnico judiciário. Essa certidão também pode ser retirada pela internet, porém obviamente sem assinatura e carimbo. Link -> http://www.tse.jus.br/eleitor/certidoes/certidao-de-quitacao-eleitoral O Policial só precisa confirmar sua filiação e como no passaporte não consta essa informação, o Policial usará o nome que consta em sua CERTIDÃO DE NASCIMENTO e TITULO DE ELEITOR. Espero que tenham entendido. Boa viagem a todos! Este link diz um pouco sobre o caso -> http://www.pf.gov.br/institucional/ouvidoria/orientacoes-frequentes/equivoco-no-preenchimento-de-dados-na-solicitacao
×
×
  • Criar Novo...