Ir para conteúdo

Victorcolonna

Colaboradores
  • Total de itens

    132
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Victorcolonna postou

  1. Fala Lilyane Duarte!! É já faz um tempo né kkkk mas dá pra pegar a essência da coisa toda.. me passa seu e-mail q eu envio sim abraço
  2. Fala Nix1982! Não foi tranquilo não kkkkkk Acho que fiquei mofando umas 3 horas na fronteira porque além dos U$25 do visto eles queriam cobrar mais U$35 de uma taxa para uma empresa de turismo intermediar o processo, pois não era permitido fazer sozinho, absurdo! Depois de muito bate boca e de falar com todos os oficiais e superiores do lugar minha unica alternativa seria voltar para Israel e pegar o visto na embaixada, como era sabado estava fechado ai não teve jeito... Morri nos U$ 60 Recomendo fortemente já chegar lá com o visto, mas é aquilo né, foi a minha experiência posso ter dado azar. Abraço
  3. Que bacana Natalia! Também sou suspeito pra falar do Japão Fiquei feliz que deu tudo certo, coloca seu relato no fórum que com certeza vou ler suas aventuras! Abraço
  4. Poxa que legal, aquele relato tem história kkkkk Viajar é bom demais né, quando pega o gosto já era... Sou doido pra ir no Marrocos deve ser um país bem interessante, e não deixe de visitar o Egito em outra oportunidade não vai se arrepender. Abraço boas trips
  5. Fala Bruno beleza?! Desculpe a demora na resposta Então vamos lá, roteirinho 5 dias em Kyoto: Dia 1 - Chegada na cidade, rolezinho básico pelo centro e ruazinhas Dia 2 - Templo Fushimi Inari e Tenryo-ji (Arashiyama - floresta de bambu) Dia 3 - Templo dourado (Kinkaku-ji), Templo Ryoan-ji (pertinho do templo dourado) Templo Yasaka (bairro de Gion) e depois assistimos a uma apresentação das gueixas no teatro Dia 4 - Bate volta para Nara Dia 5 - Distrito de Higashiyama e templo Kiyomizu-dera Claro que Kyoto tem mais centenas de templos, mas os que escolhi foram esses, no final já tava quase enjoando kkkk. Abraço
  6. Fala Mau Mau martins blz!? Cara o Japao é simplesmente meu destino favorito, prepare-se para dias inesqueciveis O Hakusan Kan, não tem site em inglês e ninguém la fala tb, ele não fica em Shirakawa go, fica em outra vila próxima, quem fez a reserva pra mim foi uma amiga japonesa que ligou pra lá e ajeitou tudo, infelizmente nao tenho os contatos. Eu buscava os ryokans por este site aqui http://www.japaneseguesthouses.com/ tenta ver se acha algo, se bem que se sua viagem for para o próximo mês ou abril é possível que já tenham se esgotado dentro da vila. Espero que encontre algo e desculpe não poder ajudar. Abraço
  7. Fala Natalia blz!? Desculpe a demora na resposta my bad Poxa que legal q vai para o Japão, com certeza vai ser uma experiência única e memorável, o Japão e demais! Eu fiquei lá do dia 17 de abril a 4 de maio, foi um periodo bom ao meu ver, peguei o festival de Nikko (não perca vc vai estar por lá) peguei o festival de Furukawa, peguei as cerejeiras em Takayama, o mês de abril em Kyoto que é quando tem as apresentações de dança das Maikos, enfim.. Um pouco de cada coisa. Suas bases estão excelentes, Tokyo e Kyoto são padrão, Osaka eu só fiquei um dia mas pode ser uma opção realmente fazer bate volta em Hiroshima. Eu quis ficar em Hiroshima porque deixei um dia inteiro pra cidade e outro inteiro para Miyajima, além do que a hospedagem lá foi a mais barata da minha viagem. As Sakuras mudam um pouco de ano pra ano, mas os japas tem um site que acompanha em tempo real onde tem flor, eu perdi o endereço mas não deve ser dificil de achar no google na época, mas lembre q a floração começa no sul e vai subindo então se programe neste sentido, estive em Takayama pelos dias 20 a 24 e vi bastante. O lance da Golden Week pelo q eu senti foi mais o preço do hotel, se vc já fez reserva, acho q não precisa se preocupar, como são vários dias de feriado o povo japonês aproveita pra viajar, então a tendência e ficar tudo meio lotado. Qualquer dúvida que apareça é só perguntar, será um prazer poder ajudar! Abração
  8. Quem não viu ainda tem um relato em video desta viagem, segue o link: 1-relato-em-video-bolivia-chile-peru-imagens-e-dicas-sobre-albergues-transportes-e-muita-diversao-t49910.html
  9. Valeu meu irmão!! Precisando de alguma dica mais especifica é só falar Abraço
  10. Ei CatarinaBR, Realmente não é o mais aconselhável, mas se é o seu sonho vai com tudo Quando quiser é só perguntar e o que eu puder te ajudar será um prazer... minha viagem no Oriente Médio passou por Jordânia e Israel então se precisar de dicas é só falar E se quiser ler especificamente sobre as cidades do Egito fiz posts detalhados no meu blog dá uma olhadinha lá http://vamocomagente.com/category/egito/ Abraço
  11. Valeu Paulodf78 Obrigado pelas dicas Também não vejo a hora de voltar para o Japão Abraço
  12. Que o Egito é um dos lugares mais fascinante e misteriosos do planeta muita gente concorda, a civilização que habitou por estas bandas era tão complexa e a frente de seu tempo que até hoje estudiosos tentam decifrar os detalhes, hábitos, rituais religiosos, técnicas de construção e todo o resto ligado ao Egito antigo. Uma boa volta ao mundo não poderia nunca deixar de passar por aqui, afinal aqui estão as grandes pirâmides um dos maiores ícones mundiais do turismo e sonho de qualquer viajante, mas o Egito não é só pirâmide, acabamos descobrindo em pesquisas antes de viajar que o país tem muitas atrações interessantes e em cima destas pesquisas montamos nosso roteiro para viajar por 17 dias pelo país, parece muito mais acredite daria pra ficar um mês inteiro por aqui visitando sempre coisas novas e interessantes. Nosso roteiro ficou assim: Ps: viagem realizada entre novembro e dezembro de 2014, como parte de uma volta ao mundo. Se quiserem acompanhar e ver os posts sobre o país acesse http://vamocomagente.com Dias 1 a 6 - DAHAB Vamos lá, estávamos na Jordânia então cruzamos a fronteira com Israel na cidade de Eilat e no mesmo dia cruzamos novamente para Taba no Egito, de lá pegamos um ônibus de 3h para Dahab, uma cidade delicinha na região do Sinai e nossa primeira parada, ficamos 6 dias relaxando em suas praias, fazendo snorkel, comendo uma comida deliciosa nos restaurantes de frente para o mar vermelho, experimentando shisha e curtindo a vibe do lugar. Hospedagem: Planet Oasis Resort 32 dólares a diária para o casal com café da manha. Passeios imperdíveis: snorkel no Blue Hole, hiking ao monte Sinai com passagem pelo monastério de Santa Catarina Dicas: Restaurante Friends, melhor comida que tivemos no Egito, shisha barata e equipe super amigável. Dahab é um dos lugares mais baratos do mundo para fazer curso de mergulho programe-se. Dias 7 - SHARM EL SHEIK Vários ônibus fazem trajeto de Dahab para Sharm, a viagem dura somente 1 h e custa cerca de 3 dólares, ficamos só um dia na cidade que é famosa por seus mega resorts e pelos mergulhos no mar vermelho, achamos artificial demais pra ser sincero, mas se o objetivo é férias tranquilona sem muito o que se preocupar acho que vale, tem gente que gosta. Hospedagem: Falcon Naama resort 38 dólares a diária para o casal com café da manhã. (não gostamos do lugar) Passeios imperdíveis: mergulho no parque Ras Mohamed um dos melhores locais do mundo para a prática. Dicas: geralmente os resorts são regime all inclusive, mas opções não faltam nas avenidas principais, Sharm tem aeroporto com algumas boas conexões e a preços baixos. Dia 8 a 11 CAIRO Pegamos um ônibus para Cairo saindo do terminal de Sharm el Sheik, existem duas empresas que fazem o trajeto e os ônibus são freqüentes. A viagem dura de 7 a 9 horas e foi relativamente tranqüila. Passamos 3 noites e 4 dias na capital, tempo suficiente para explorar a cidade. Na verdade nos hospedamos em Giza de frente para as pirâmides, usamos bastante os táxis que são baratos por aqui, mas não tivemos interesse de explorar a cidade por completo, talvez por isso saímos com uma boa impressão do lugar rsrs. O Cairo é muito grande e bem caótico, o ideal seria ficar uns dias perto do centro para explorar as coisas por lá e depois procurar uma hospedagem em Giza para ai sim, conhecer as Piramides. Hospedagem: Guardian Guest House 50 dólares a diária para o casal com café da manhã incluso e uma vista fenomenal para as pirâmides. Passeios imperdíveis: as grandes pirâmides de Gize, pirâmide de Saqqara, museu egípcio Dicas: se você ficar em Giza tem um Pizza Hut e um KFC em frente a entrada das pirâmides, podem te salvar em dias difíceis. Passeios a cavalo ou camelo dentro das pirâmides negocie bastante, preço inicial era 120 fechamos por 40 passeio de uma hora no pôr do sol. Dia 12- ASWAN Pegamos um trem noturno do Cairo para Aswan, são 12 a 13 horas de viagem e custa cerca de 20 dólares, existe um sleeping train turístico, custa 100 dólares por pessoa , mesma duração de viagem mas com cama, janta, café da manhã. Aswan é uma cidade bonitinha a beira do rio Nilo, ficamos só um dia por aqui e infelizmente não conseguimos explorar muito a cidade, viemos pra cá para pegar um cruzeiro de 2 dias pelo rio Nilo até a cidade de Luxor. Hospedagem: Nubian holiday house 30 dólares a diária para o casal com café da manhã. Lugar tranqüilo isolado de tudo de frente pro Nilo. Passeios imperdíveis: Philae Temple, passeio de felucca pelo rio Nilo, Abu Simbel (este é um dos tempos mais impressionantes do Egito, geralmente as excursões saem de Aswan, são quase 4 horas de viagem pra ir e mais 4 pra voltar, se tiver disposição vale a pena) Dicas: os cruzeiros partem daqui para Luxor em viagem de 2 ou 3 dias, a forma mais barata é ir diretamente nos barcos que ficam ancorados em Aswan e fechar com eles, pagamos 100 dólares por dia o casal em regime all inclusive, o barco era o Sunrise, dá pra pagar menos só descobrimos depois hehe Dias 13 e 14 - CRUZEIRO PELO NILO Foi um período de luxo nas nossas vidas mochileiras, dois dias navegando pelo rio Nilo com comida a vontade, pegando sol, relaxando, festinha a noite e algumas paradas para visitar templos no trajeto. Sem duvida é algo bem turistão diferente do que estamos acostumados mas foi super legal, conhecemos pessoas ótimas e aproveitando para descansar um pouco do ritmo pesado de viagem. Dica: o barco parte normalmente às duas da tarde de Aswan e chega em Luxor na noite do segundo dia, se optar por ficar os 3 dias no cruzeiro o terceiro dia será de passeios por Luxor e volta pra dormir no barco, não é mal opção, mas se quiser economizar faça dois dias e no terceiro faça o check out encontre um hotel barato e conheça Luxor por conta própria. Dias 15 e 16 - LUXOR Chegamos de barco, encontramos um hotel barato para nos hospedarmos por dois dias e explorar essa que é uma das cidades mais importantes historicamente do Egito. O turismo aqui é explorado no sentido ruim da palavra, eles te vêem como uma nota de dinheiro e vão tentar te pegar a todo custo. Aqui estão muitos templos importantes do antigo Egito e o Vale dos Reis onde grande parte dos faraó importantes foram enterrados, a cidade em si é meio zuada, mas os passeios valem a pena. Hospedagem: Bob Marley Peace hotel 12,50 dólares a diária para o casal com café da manhã, (muito bem avaliado no Tripadvisor) Passeios imperdíveis: Vale dos Reis, Karnak Temple, Luxor Temple, Hatshepsut Temple, voar de balão. Dicas: para ir ao Karnak temple você pode pegar uma van local custa somente 1 pound e para na frente do templo que é um dos templos mais tops, lindo demais. Na volta pegue uma dessas carruagens á cavalo, pagamos EGP 5, já para ir nos outros templos terá que contratar uma excursão, fechamos com o hostel um passeio pelo chamado West Bank por EGP 50 por cabeça, fora o valor das entradas. Passeio de balão pelo Bob Marley foi muito barato e com a mesma empresa que eu tinha como referencia do Lonely Planet, a Sindbad. aproximadamente EGP 150 por cabeça. Dia 17 Hurgada Não estava nos planos, mas acabou que encontramos uma passagem barata de avião saindo de lá para Israel acabou que aproveitamos para conhecer. Nos pareceu uma cidade bacaninha com praia linda água bem azul, nível caribe em alguns trechos, mas é aquilo, pouca autenticidade, grandes hotéis e resorts e povo russo dançando esquisitamente no lobby do hotel a noite. Apesar disso, valeu super a pena, a praia é linda e os mergulhos são ótimos. Pegamos nosso vôo de madrugada pela companhia Pegasus Airlines com destino a Tel Aviv em Israel. Passeios imperdíveis: não conseguimos explorar a região, mas a praia sem dúvida é a maior atração. É isso ai galera, assim foi minha passagem pelo Egito, com certeza muita coisa ficou de fora, queria ter mais tempo para explorar os desertos branco e preto, para ir ao Siwa Oásis, talvez fazer uma visitinha em Alexandria, mas fiquei super feliz com o roteiro. No geral não tive nenhum problema, exceto na fronteira que eles me cobraram um valor acima do valor oficial para o visto, depois de mais de 3 horas de espera resolvi pagar porque ainda tinha chão pela frente e não queria viajar a noite. As pessoas são boas mas você precisa saber ser duro e as vezes ignorante, porque tem muitos vendedores inconvenientes que não param de te seguir, seguram em você, continuam falando.. mas depois vc se acostuma. Em relação a segurança, o país parece viver numa tensão, existe check points do exercito regularmente, algumas vezes tivemos que descer do ônibus tirar todas as bagagens para revistar, em algumas cidades vimos muitos tanques de guerra preparados e muitos soldados armados fortemente. Bom espero ter ajudado, se tiverem qualquer dúvida é só falar. Abraço a todos
  13. Ei Ana, Pois então a conta que eu uso é a do HSBC mesmo, é bom pq tem bastante representatividade no mundo inteiro, até hoje não tive nenhum problema. Em relação ao blog, testei hoje e pedi um amigo também pra deixar um comentário, segundo ele sem problema, não precisa de cadastro pois normalmente ele reconhece o login do facebook. De qualquer forma obrigado por avisar. bjos
  14. Valeu Luka Izzo e Bobwolf viajar é preciso com certeza!! Ana Cristina, respondendo sua dúvida sobre a grana, nós levamos um pouco do dinheiro em espécie cerca de 10%, compramos o dolar barato na epoca e nos salva em casos de emergencia quando o cartão resolve nao funcionar, além disso trouxemos cartão de crédito e cartão de débito os dois habilitados para saque internacional, então a cada lugar que chego saco em moeda local direto da conta corrente. A grana ficou aplicada em um investimento bacana com rendimento bom e vou transferindo de acordo com a necessidade. Agora pra deposito não sei como funciona pois não usei, mas se informa com o seu banco, ou procure saber sobre remessa de dinheiro internacional através do Western Union. Abraço a todos
  15. Fala meu camarada beleza? Dá uma olhada neste link aki http://vamocomagente.com/preparativos/grana/ lá coloco uma estimativa de gastos por região e por casal, daí é só vc ver quais lugares pretende ir, dividir este valor pela metade e numa conta bem aproximada vai ser a estimativa hehehe Até aki temos conseguido manter os valores planejados, e não nos arrependemos nem um dia da decisão, se tem vontade de fazer, vai fundo e aproveita que a vida passa rapido Qualquer dúvida que tiver estamos ai pra ajudar abraço
  16. Cara infelizmente não lembro o nome da empresa, mas Japão é Japão né pode ir em qualquer uma que não tem erro rsrs Acho que seu roteiro está muito top e ficar em Ryokan é sempre uma experiência a mais.. Que bom que o Himeji está aberto, fiquei só na vontade hehehe Abraço
  17. Fala Alexandre beleza? Prepare-se para um mês inesquecível, o Japão é top demais! Então, Takayama o Jr cobre sim, já Shirakawa não fomos de ônibus e sinto lhe informar que foi um pouco caro, mais pra mim valeu a pena. O Jr comprei neste site http://www.jrpass.com/pt-pt é o site oficial em português, chegou no meu endereço alguns dias depois. eu dormi duas noites em hiroshima e fui em um bate volta pra Miyajima, acho q o importante é vc escolher uma e ficar pois evita check out e check in de hotel que é um saco, Fukuoka não conheci mas se o Jr cobre e vc tem tempo porque nao? Rsrs Ah uma dica, se vc quer ver um dos principais castelos do Japão vá a Matsumoto proximo a Takayama, eu não fui porque iria passar em Himeji (que é o maior) mas depois descobri que ele estava em reforma por um longo período, ai tive que me contentar com o de Osaka mesmo hehe, mas esse de Matsumoto é original ainda e bem bonitao. Fica a dica.
  18. Fala Tanaguchi blz!? Então, o que o maikley falou é isso mesmo assino em baixo Em relação a grana, eu sempre saco com cartão de débito em moeda local, como estou viajando por muito tempo é a unica forma de levar o dinheiro. Não tive problemas, mas alguns ATMs no Japão nao aceitam cartão extrangeiro, para nao ter erro saque sempre nas lojad do 7 eleven. Jr pass eu comprei o de 14 dias, foi super facil comprei pela internet e com alguns dias chegou na minha casa. Pra mim valeu a pena, a pesar de ser bem caro se eu fosse fazer todas as rotas que fiz sem ele eu pagaria muito mais, se quiser comparar os preços faça simulações no site do hyperdia dai vc consegue saber os preços trecho por trecho. Sobre lugares imperdiveis eu diria todos que eu fui e um tanto que eu nao fui hehe, derrepente me fala o que vc ta pensando como roteiro que eu dou uns pitacos. Tokyo, kyoto, Nara e Takayama pra mim são imperdiveis, sem falar em hiroshima que é fantástico mas pode ficar meio fora de mão dependendo do roteiro, e se quiser ver o Mt fuji, prefira Kawaguchiko à Hakone. A minha experiencia no Japão com certeza teve uma potencializada por conta dos 2 festivais que participei, alem de ser época de floração das cerejeiras, então acho que vale a pena voce pesquisar as datas que voce estará lá e se tiver algum festival faça de tudo pra ir. Se voce vai no inicio de maio, cuidado com a semana do golden week, nessa epoca pode ser muito dificil e caro encontrar hotel por lá. Acho que é isso, qualquer coisa estamos ai Abraço
  19. Fala Simone tudo bom!? Desculpe a demora na resposta Em relação a parte final do relato, não tenho muita previsão hehehe mas o que voce quiser perguntar sobre o monte fuji e kawaguchiko pode falar que te respondo rsrs Sobre o guest house em kyoto segue o link no tripadvisor http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review-g298564-d1203503-Reviews-Guest_Inn_Chita-Kyoto_Kyoto_Prefecture_Kinki.html É um guest house bem simples, banheiro compartilhado, quarto estilo japones com tatami e futon ao inves de cama, eu gostei fiquei 5 dias lá, e é pertinho da estação de Kyoto, aliás aqui vai uma dica, ao escolher hotéis se voce quer economizar e ter fácil movimentação, sempre escolha perto das estações. Já o Ryokan de Shirakawa go, ele nao tem site em inglês, só em japones hehe uma amiga minha japonesa que fez a reserva pra mim Se quiser ficar em um Ryokan em Shirakawa entre por este site https://www.japaneseguesthouses.com/ ele é muito bom, mas é bom fazer reserva com antecedência, eu mesmo não encontrei vaga dentro da vila por isso fiquei no outro que era mas afastado. Acho que é isso, abracao qualquer dúvida é só falar
  20. Fala Simone tudo bom? Achei que valeu super a pena o JR se não tivesse comprado ele com certeza teria gastado muito mais, se você tem intenção de rodar o Japão pode comprar sem dúvidas. Ah se quiser fazer simulação das passagens nas cidades onde voce vai usa este site aqui http://www.hyperdia.com/en/ eu me programei todo atraves dele como ele é um pouco complexo assista este video antes Gastei uma média de USD200,00 por dia o casal, incluindo o preço do JR Pass que é salgadinho, achei alimentação preço normal como no Brasil, hospedagem voce viu lá em cima quanto paguei, o caro mesmo é transporte. O detalhe é que no Japão não economizei como costumo fazer em outros lugares rsrs, quis viver todas as experiencias possíveis e me dei ao luxo algumas vezes por este motivo, poderia ter economizado mais, mas Japão era o meu Top 1! Quanto a comunicação pode ir de boa, eles são muito amáveis e vão te ajudar em tudo o que precisar, literalmente eles te carregam pelo braço Em relação ao inglês quanto mais voce souber menos aperto voce vai passar, em hoteis e lugares turisticos sempre tem gente que fala, e no geral os jovens se comunicam bem tambem. Se tiver um tablet ou Iphone baixe o pacote de idiomas ingles e japones e carregue sempre com vc, é possível traduzir mesmo off line. Acho que é isso, to aqui te respondendo e morrendo de vontade de voltar pra lá já Abraço e se precisar de algo é só perguntar
  21. Só uma dúvida como fez pra tirar o visto? Pois essa questão de visto influencia muita na hora de montar o roteiro da volta ao mundo né? Ei Ana, O visto para o Japão é muito fácil de tirar e barato também, pra você ter uma ideia nem precisei ir ao consulado, um amigo fez para mim Mas ele tem uma peculiaridade, só pode ser tirado no Brasil e tem validade de 3 meses a partir da data da emissão, isso fez com que minha volta ao mundo fosse em sentido anti horário, tendo que passar pelo Japão nos 3 primeiros meses de viagem, o mesmo vai valer pra você se for dar a volta ao mundo, a não ser que tenha passaporte europeu dai vc é livre pra entrar quando quiser Abraço
  22. Fala Makiley blz! Realmente ficou faltando a parte de Kawaguchiko hehe a volta foi meio corrida, fui pra tailandia em um ritmo frenetico e acabei nem postando a segunda parte de Toquio tambem que tem bastante informação legal. Vou ter que tirar um tempinho para escrever sobre essa parte dai eu posto aqui. Eu fiquei quase 20 dias no Japão e ja estou com saudades voltaria pra la sempre que possivel. Abraço
  23. Show! Qualquer dúvida é só perguntar, o Japão foi meu destino mais inesquecivel sem dúvidas. Quando estiver planejando datas, faça o possivel para ir na época de algum festival não vai se arrepender Abraços
×
×
  • Criar Novo...