Ir para conteúdo

poiuy

Membros
  • Total de itens

    2.029
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    50

poiuy venceu a última vez em Novembro 11 2020

poiuy tinha o conteúdo mais apreciado!

Reputação

759 Excelente

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Estas chuvas torrenciais não acontecem todos os anos, e quando acontecem, geralmente duram poucos dias, e uma semana depois já está tudo praticamente normal. Ou seja, precisa de um pouco de azar para acontecer justo com você. Mas tem formas de minimizar os efeito disto caso justo vocês sejam os azarados, uma deles seria ter o roteiros um pouco mais folgados e flexíveis, onde você possa fazer alguma atividade em outro dia caso necessário, e cortar alguma coisa caso precise apertar um pouco o passo para recuperar o cronograma. E principalmente ter alguma folga no orçamento da via
  2. Se ver neve não for algo muito importante para vocês, pessoalmente eu iria em dezembro ou janeiro, quando o frio não atrapalha tanto. E uma estratégia para as chuvas não atrapalharem tanto, é deixar o roteiro mais folgado, com mais dias em cada local, assim 1 dia de chuva não atrapalha tanto, você ainda tem o dia seguinte para tentar fazer os passeios. Mas se quiser ver neve, vai ter que encarrar o frio de julho.
  3. Putz!! Isto está ficando cada vez mais complicado! rsss Agora tem a questão de Santiago, vocês gostariam de ver neve, tentar esquiar ou pelo menos brincar na neve? Se gostariam de ver neve, teria que ser obrigatoriamente em julho, que é quando tem neve no Valle Nevado próximo de Santiago... Eu fui a Cusco em Janeiro e não peguei nenhum dia de chuva, mas uma colega de trabalho também foi em janeiro, 2 anos depois, e ela teve azar e pegou uma chuva torrencial e ficaram ilhados por 3 dias em Àguas Calientes (Machu Picchu), sem conseguir voltar a Cusco e por causa disto perderam voos e d
  4. Uma outra recomendação que eu daria, seria: Faça Argentina e Uruguai numa viagem, e Peru e Bolívia em outra viagem. Fazer tudo numa unica viagem só vai complicar as coisas e deixar a viagem mais cara.
  5. Depende do destino da viagem. Se for viajar para a Argentina ou Uruguai, é melhor viajar em dezembro e janeiro, pois será verão, julho é muito frio nestes locais, e a menos que o objetivo de vocês seja passar frio, não vale a pena viajar em julho. Dezembro e Janeiro é temporada de chuvas no Peru, e por causa disto é comum as estradas ou trem até Machu Picchu e algumas trilhas ficarem fechadas alguns dias ou semanas caso ocorra alguma chuva mais forte. Os fechamentos de estradas , trilhas e trem não ocorre todos os anos, e não duram muito tempo, geralmente uma semana depois já estão
  6. poiuy

    Alemanha

    Depende... O que você teria que pagar com estes 1.000 Euros? Só alimentação, transporte e alguma outra atividade de lazer e passeios não previstos que for fazer? Ou a hospedagem teria que sair também destes 1.000 Euros? Uma cama num quarto coletivo de hostel custa em média uns 20 Euros por noite, ou seja, se tiver que pagar a hospedagem com estes 1.000 Euros, e 30 dias x 20 euros, daria uns 600 Euros só com o hostel. Gasto com alimentação é algo complicado de estimar, pois realmente varia muito de acordo com as suas escolhas. Você pode ir no supermercado, comprar as coisas
  7. O Dólar aumentou muito em relação ao Real, mas por outro lado, o dólar também aumentou muito em relação ao Peso Mexicano, o que anula boa parte da alta do dólar, pois os seus Reais compram menos dólares, mas estes dólares compram mais Pesos Mexicanos. Ou seja, você não deve olhar só a relação Real/Dólar, pois isto pode lhe dar a falsa impressão de que seria muito melhor levar Reais, mas na verdade não ser tão bom assim como você pensou. Como já falaram, Pesos Mexicanos são difíceis de achar no Brasil, e quando você acha, o preço não costuma ser dos melhores. E levar Reais tem o
  8. Você vai sair de onde? De Porto Alegre? São Paulo, Recife? Já é meio complicado estimar o gasto por causa da variação do preço da gasolina e cotação do peso Argentino, mas se você não falar de onde vai sair, ai sim fica totalmente impossível de estimar. Mas em todo caso, entre no Google Maps, e busque a rota da sua cidade até Buenos Aires, a estimativa de distância do Google Maps é bem próxima da real. Sabendo a distância da sua cidade ate Buenos Aires, e sabendo quantos Km a sua moto faz por litro de gasolina, você consegue estimar quantos litros de gasolina vai precisa
  9. Não existem perguntas "erradas", a única coisa que existe é desconhecimento e desinformação, e nestes casos perguntar é uma das melhores forma de aumentar o seu conhecimento, e nós sempre vamos tentar responder e ajudar. As vezes a resposta pode não lhe agradar muito, mas quando isto acontece, é por que que a realidade nua e crua é esta mesmo e não aquela que a pessoa imaginou. Eu só insisti um pouco na questão das "ilegalidades", pois em vários dos seus comentários e perguntas você deu a entender que estava tentando ficar alem do permitido ou buscando algum jeitinho de burlar as reg
  10. poiuy

    Resort sozinho

    Como já falaram, o público alvo e prioritários dos resorts são casais e familiais que estão em busca de relaxar um pouco e não se preocupar com nada, não querem se preocupar em procurar um lugar para almoçar ou jantar, ou qual passeio fazer, onde ir beber algo, etc, e por isto a maioria é "all inclusive" Ou seja, relaxar o dia inteiro, só acordar, tomar o café da manhã que já está pronto, relaxar a beira da piscina com o garçom passando a cada meia hora perguntando se quer algo para beber, já incluso na diária, na hora do almoço, está tudo pronto e pago, só ir lá restaurante, depois do a
  11. Não sei como é a realidade do colega, mas pra tirar estes 2 mil, mesmo trabalhando em casa, é preciso ralar bastante, geralmente é preciso ficar horas e horas no computador, com uma conexão de internet decente, não dá para ficar por ai vivendo um mochilão roots, acampando em qualquer lugar e trocando trabalho por acomodação, pois você precisa arranjar tempo de correr atrás de fazer os trabalhos que garantem os seus dois mil reais mensais, e pode não sobrar tempo para trocar trabalho por acomodação, e também precisa de uma conexão de internet decente e eletricidade, que muitas vezes não está
  12. Cada um faz o que quiser da vida, mas você está disposto a dormir na rua embaixo de uma marquise usando um pedaço de papelão como colchão, comer comida do lixo ou ficar mendigando por um prato de comida na porta de um restaurante? Ou ainda pretende ficar vivendo as custas dos seus pais, pedindo dinheiro para eles sempre que a coisa ficar complicada? Se estiver, sem problema, mas não ache que a vida real é um mar de rosas onde tudo sempre dá certo, sem grana e sem saber fazer muita coisa, na segunda semana de estrada você estará dormindo na rua e mendigando, pode parecer exagerado de min
  13. Encarnación e Foz do Iguaçu ficam muito fora de mão neste roteiro. Eu sugeriria dividir isto em duas viagens diferentes, na primeira viagem você faz Peru e Bolivia, até por que na sugestão de roteiro que eu dei só com Peru e Bolivia já estava dando 16 ou 18 dias, nem estava inclusa a Laguna Humantay e nem a Montaña Arcoiris, que exigiria pelo menos 2 dias adicionais em Cusco. Pois a Laguna Humantay fica bem longe da cidade e meio fora de mão nos tour pelo Vale Sagrado que "terminam" em Ollantaytambo, de onde você vai para Águas Calientes, e por causa disto não costuma estar inclusa
  14. Mas tem outro detalhe, quando que seria esta viagem? As fronteiras atualmente estão fechadas devido ao COVID, e pode continuar a haver restrições para turistas estrangeiros por vários meses, e isto pode complicar os seus planos.
  15. Olá, seja bem vinda. O que você vai fazer todo este tempo no Paraguai? O Paraguai não oferece muita coisa de interessante em termos de turismo, pessoalmente nunca encontrei nada no Paraguai que me agradasse e que justificasse mais do que 1 dia de estadia no Paraguai. O pessoal costuma usar o Paraguai só como ponto de passagem, ou se tiver muito tempo sobrando, e já tiver conhecido tudo o que os vizinhos oferecem. 7 dias no Peru, pode ser suficiente ou não, vai depender de quais locais você quiser visitar, dos meios de transporte que for usar e de por qual cidade você
×
×
  • Criar Novo...