Ir para conteúdo

poiuy

Membros
  • Total de itens

    2.029
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    50

Community Answers

  1. poiuy's post in Dúvidas sobre bagagem was marked as the answer   
    O Davi já comentou,  roupas tem peso e volume que variam muito dependendo do material que são feitos, por exemplo, uma calça jeans ocupa o mesmo volume na mala do que duas ou três camisetas, mas a calça jeans é mais pesada do que duas camisetas, então é super complicado converter volume de roupas em peso.
    Por exemplo, se eu for colocar o meu casaco de inverno numa mala de 60 litros, ele vai ocupar quase metade da mala, mas pesa menos de 1 kg, agora se eu for levar só camisetas, consigo levar umas 10 ou 12 camisetas no espaço que o casaco ocuparia na mala, e as camisetas pesariam quase 5 kg...
    A quantidade de bagagem que você pode levar também depende do meio de transporte usado, no ônibus os limites de bagagem gratuita são:

    - Uma bagagem de mão, que você leva junto com você dentro do ônibus, medindo no máximo: 42cm (Profundidade), 78cm (Largura), 26cm (Altura) e 5Kg de peso que equivale a uma mochila escolar ou uma mochila fina.
    - Uma bagagem de até 30 Kg, que vai no bagageiro do ônibus, medindo 100 cm de comprimento X 50 cm de largura X 60 cm de altura.
    Bagagens fora deste limite podem ir no bagageiro, mas são cobradas a parte e por kg, custa 0.5% do valor da passagem para cada kg.

    Já no avião, para viagens dentro do Brasil os  limites são:

    - Uma bagagem de mão com o peso e dimensões máximos abaixo, que são equivalentes a 48 Litros:

    - E mais um item pessoal, como uma mochila pequena, pesando no máximo :


    Você também pode pagar uma taxa adicional para despachar uma mala maior no porão do avião, neste caso a mala não pode pesar mais que 23 Kg, e medir mais que as dimensões abaixo, que equivalem a 112 litros :
      
    Se ficar dentro deste limite de peso e tamanho, despachar a mala no porão do avião custa em torno de R$ 100 por mala, quando comprado antecipadamente pela internet, se for deixar para pagar lá no aeroporto, é mais caro.
    Bagagem fora deste limite, pode viajar no porão do avião, mas é considerado bagagem especial, e tem preços e condições diferentes.

    No site da Latam tem uma pagina explicando direitinho os limites e regras:
    https://www.latam.com/pt_br/informacao-para-sua-viagem/bagagem/bagagem-de-mao/

     
    Mas repetindo, não tem como saber quantos Kg vão caber dentro de uma mala de 80 litros, pois o peso e volume das roupas varia muito de acordo com o material, então a melhor coisa que você pode fazer, é ir numa loja de malas e olhar o tamanho das malas, e avaliar se as suas coisas caberiam dentro da mala. Não dá para estimar simplesmente com base no peso e volume, você tem que olhar as malas pessoalmente e avaliar se as suas coisas cabem dentro.

     
     
  2. poiuy's post in Entrar no país só com passagem de ida was marked as the answer   
    Como o Davi já comentou, a primeira coisa que a imigração costuma perguntar é a data que você vai embora do país, e geralmente eles pedem para você apresentar o comprovante da passagem para provar isto.
    Ou seja, ao entrar no país, uma das coisas que a imigração quer se certificar é que você você vai ir embora de lá dentro dos prazos, não importa para onde você vá depois, desde que seja indo embora, não precisa ser necessariamente de volta para o Brasil, pode ser para um terceiro país. 
    Então ir com uma passagem só de ida, sem uma passagem indo embora, costuma dar problema em praticamente todos os casos.
    Para não ter problemas, ao entrar no EUA, você já teria que ter uma passagem comprada para o Canadá, e ao entrar no Canadá, você já teria que ter uma passagem comprada para a Europa, e ao entrar na Europa, você já teria que ter uma passagem comprada indo embora da Europa, e assim por diante...
  3. poiuy's post in Câmbio em Ezeiza (Buenos Aires) was marked as the answer   
    Estive este mês em Buenos Aires, e estava todo mundo reclamando que com as novas regras e burocracias que o governo Argentino implementou para o câmbio de moeda estrangeira, está tudo muito burocrático e demorado.
    Quando eu cheguei na casa de cambio, tinha só uma pessoa atendendo, e 3 pessoas na minha frente na fila, até eu ser atendido, levou mais de 30 minutos, e quando finalmente fui atendido, levou uns 10 ou 15 minutos até o atendente conseguir se livrar de toda a burocracia, ou seja, levei quase 1h para conseguir trocar dinheiro.
    Talvez você tenha sorte e tenha sorte e tenha mais atendentes trabalhando e seja mais rápido, mas se você tiver azar de ter poucos funcionários e uma fila grande, pode não dar tempo de fazer isto em 2h, considerando que você já vai perder uns 20 ou 30 minutos na imigração, e que as casas de cambio ficam na área pública do aeroporto, o que significa que você terá que passar pelo raio-x novamente para embarcar no voo de conexão, e que você precisa estar no portão de embarque no mínimo 30 minutos antes do próximo voo...
    Ou seja, até pode dar tempo, mas é bem apertado, pessoalmente eu não contaria como certo conseguir trocar dinheiro em Ezeiza neste intervalo de conexão.
     
  4. poiuy's post in Destino Ucrânia e Rússia com escala na Europa precisa de seguro viagem? was marked as the answer   
    Você não deveria pensar num seguro somente como uma formalidade para passar na imigração.
    Já pensou no fato de que você pode ficar doente ou sofrer um acidente durante a viagem?
    Não precisa ser algo grave, uma simples gripe mais forte, que evolua para um quadro de pneumonia devido ao ser organismo estar debilitado devido a alimentação ruim durante a viagem é motivo de você precisar consultar um médico.
    E também não precisa ser um acidente grave, um simples tornozelo torcido ao descer uma escada ou ser atropelado por um patinete desgovernado pode fazer você precisar de atendimento médico.
    E qualquer atendimento médico que você vai precisar no exterior será particular e custará uma fortuna.
    Uma vez torci o tornozelo ao descer uma escadaria em Paris, tinha uma pedra solta que eu não vi, como estava doendo muito e muito inchado, resolvi procurar atendimento médico.
    Como eu tinha seguro, liguei para a seguradora e fui na clinica indicada por eles, não me custou um centavo, o seguro de R$ 150 que tinha feito cobriu tudo, mas eu tive que assinar as faturas, e lembro que o custo consulta, mais raio-x e outros exames que fizeram ficou em mais de 500 Euros (R$ 2.500), que eu teria que pagar do bolso a vista se não tivesse seguro.
    Alem disto, o custo de um seguro saúde com cobertura básica é irrisório perante o que você vai gastar numa viagem a Russia, então se aceitar uma sugestão, faça um seguro, o custo é irrisório e viaje tranquilo de que se tiver algum problema você terá ajuda.
     
     
    Você pode sim sair do aeroporto durante a conexão, mas dependendo do local onde você for fazer a conexão, 6 ou 7 horas é muito pouco tempo para sair do aeroporto.
    Se você sair do aeroporto, você vai precisar passar pela imigração, achar onde fica a estação de trem, ou ponto de ônibus, comprar as passagens, esperar o próximo trem ou ônibus chegar, isto pode lhe consumir facilmente 1 hora.
    Dependendo da cidade, você leva 1h ou mais para chegar no centro.
    Na volta, você precisa separar uns 45 ou 60 minutos para voltar ao ponto de ônibus ou estação de trem, com algum folga, comprar a passagem, esperar o próximo trem/ônibus chegar.
    A viagem de volta até o aeroporto pode levar novamente 1 h.
    Mesmo não tendo que fazer um novo check-in, você vai precisar passar pelo raio-x, revista, imigração e precisa chegar no mínimo uns 45 minutos ates no portão de embarque, pois o embarque é finalizado 30 minutos antes do horário previsto de decolagem, ou seja, você precisa estar de volta no aeroporto pelo menos 2h antes do horário do voo para ter alguma folga para imprevisto e não perder o voo.
    Ou seja, só para resolver a burocracia da imigração, deslocamento entre o centro e aeroporto, e o tempo de antecedência para o próximo voo, você perde facilmente umas 6 ou 7 horas.
     
     
  5. poiuy's post in Conexão em Amsterdã! was marked as the answer   
    Caso resolva ir dar uma volta na cidade você precisará passar pela imigração em Amsterdam.
    Desembarcar, passar pela imigração, achar a estação de trem, comprar a passagem de trem até a estação Centraal, esperar o próximo trem chegar, etc, deve lhe consumir algo próximo a 1h
    O aeroporto fica perto da cidade, uns 20 minutos de trem até chegar no centro.
    Na volta, você não precisará fazer check-in, mas precisará passar pelo raio-x e imigração, que as vezes são demoradas, então é recomendavel estar de volta no aeroporto pelo menos umas 2h antes do segundo voo.
    Voltar até a estação de trem, comprar a passagem de volta, esperar o próximo trem chegar, e o tempo de viagem até o aeroporto deve lhe consumir em torno de 1h
    Ou seja, você vai perder umas 2h para ir até o centro, e umas 3h para voltar ao aeroporto.
    O que em teoria lhe deixaria com umas 2h livres para passear por Amsterdam.
    2 horas é pouco tempo, mas dá para ir dar sim uma caminhada rápida no centro e comer um lanche rápido.
    Só tem que ficar muito atento com o horário, cuidar para não se perder pela cidade e principalmente ter muito cuidado com os trens de volta ao arroporto, para não pegar o trem errado.
  6. poiuy's post in Qual site vende passagens de trem de Lisboa para Porto? was marked as the answer   
    Entre Lisboa e Porto, você compra passagem de trem no site da www.cp.pt
     
    Madrid fica longe demais de Lisboa e Porto para se ir de trem, há somente um único trem por dia, você viaja a noite toda no trem num assento super desconfortável onde você não vai dormir nada,  mas para viajar num leito, onde você ao menos pode cochilar uma pouco, a passagem é cara.
    Então entre Lisboa/Porto e Madrid, é melhor ir de avião, se você comprar a passagem com antecedência, consegue achar passagens de avião bem baratinhas, e mesmo pagando para incluir bagagem, ainda fica mais barato do que ir de trem.
    Pesquise qual companhia aérea tem os melhores preços e horários nas datas que você precisa usando o www.skyscanner.com.br
    Mas tem que comprar as passagens de trem/avião logo, pois faltando menos de 90 dias para a viagem, as passagens só aumentam de preço a cada semana que passar.
    E também tenha cuidado com os horários dos voos, voos que saem antes da 07:00 da manhã ou que chegam ao destino depois das 23:00 são baratos, mas são furada total! Pois você paga barato nas passagens, mas tem que pagar um monte de dinheiro num táxi de madrugada para ir ao aeroporto ou centro, pois não costuma haver transporte público barato entre 23:00 e 06:00 da manhã.
    Para não desperdiçar tempo e dinheiro com vai-e-volta desnecessários,  o ideal seria você chegar por Lisboa, ficar 4 ou 5 dias em Lisboa, aproveitar para ir a Fátima neste tempo, depois ir para Porto de trem, ficar uns 3 ou 4 dias em Porto, pegar um avião direto para Madrid, passar uns 3 ou 4 dias em Madrid, e pegar um avião de volta a Lisboa.
    Pessoalmente eu acho um grande desperdício de tempo e dinheiro você fazer este bate-volta a Madrid, vai ser super cansativo e caro fazer isto de trem viajando a noite toda num assento desconfortável de trem, para ter menos de 7 horas livres em Madrid, isto se você não estiver caindo de sono pelos cantos ou morrendo de dor de cabeça devido a noite mal dormida.
    Isto se o clima colaborar, vai que resolve chover justo no dia que você for a Madrid, será um dia perdido!
    Então se você quer ir a Madrid, eu recomendaria ficar pelo menos 2 dias inteiros lá, mas com somente 10 dias de viagem, você teria que sacrificar alguma coisa em Portugal para arrumar pelo menos mais um ou dois dias adicionais para Madrid.
    Isto se você realmente tiver 10 livres, você está contando os dias de chegada e o da volta como dias úteis, dependendo do horários dos voos estes dias podem ser dias inúteis, ou então sobrar livre mesmo só metade do dia... 
×
×
  • Criar Novo...