Ir para conteúdo

edufehrer

Membros
  • Total de itens

    23
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

7 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. 6° dia – 20/05/2019 (segunda-feira) o grande dia, Machu Picchu! pegamos o bus as 6am, ingressamos na cidadela as 7am e já fomos direto para Wayna. sei que voltamos pra cidadela só 12h. demoramos muito, fomos devagar, muuuita subida e acompanhados de um casal de Miami, com seus 70 anos, estavam mais preparados que a gente, inclusive. foi uma experiência sensacional, todo mundo muito alegre, eles faziam piadas com a gente a todo momento... lá no topo fiz uma surpresa pra minha namorada e pedi ela em casamento, ouvi muito "ual" com sotaque gringo, foi engraçado. ahaahah voltando para Machu Picchu, começamos nosso percurso, fizemos tudo sem guia, ficamos livres, longe de grupinhos, no nosso tempo...machu picchu é tudo que dizem e mais um pouco, mágico. pegamos o bus de volta pra aguas calientes, inka cola e doritos e ja emendamos a trilha da hidreletrica, chegamos por volta de 17:40, com medo de não ter taxi, mas grazadeus tinha bastante, fomos diretão para os banhos termais de colcamayo, meuzamigos, que lugar foda...3 piscinas com água fervendo, rodeada de montanhas e com pisco sour em dobro...vale muito passar por lá...fica aberto até 23h. a piscina nos deu muita fome, fomos para o centro de Santa Teresa, onde dormiríamos. jantamos (a comida mais brasileira da viagem)...na manhã seguinte fariamos a trilha da hidreletrica pela terceira e ultima vez. ufaaa
  2. 5° dia – 19/05/2019 (domingo) Rumo a Aguas Calientes> acordamos por volta de 5am, a van encontrou a gente no hotel para irmos sentido hidrelétrica, mais ou menos umas 6hrs de viagem... tem momentos cansativos, mas nada demais, foi até mais tranquilo do que eu imaginava.... muitas curvas, pedras em na via em certos trechos, mas a paisagem é linda. a van para duas vezes para comer e usar o banheiro. chegamos por volta de 13:30 na hidrelétrica, almoçamos e pegamos a trilha para Aguas Calientes juntos com uma galera, fomos no nosso ritmo, trilha plana, sossego total...tão tranquila que fizemos ela 3 vezes (depois explico).3 chegamos em AC umas 17:50...a trilha leva de 2h30 a 3h, depende do seu ritmo. compramos os tickets do bus para Machu Picchu, ida e volta. (a ideia inicial era fazermos esse trajeto também por trilha, mas ficaria muito cansativo...até porque fizemos wayna picchu). estava um frio daqueles, dormimos pra acordar as 4:30am, nosso bus sairia as 6am.
  3. 4° dia – 18/05/2019 (sábado) Vale Sul, pra quem quer experimentar o verdadeiro Cuy. Fechamos no dia anterior com uma agencia na av. El sol (existem muitas agencias) Pagamos 25 soles por pessoa. Esse é um tour de meio dia (das 10 as 15h). Encontramos a guia em frente ao hotel, ela estava a pé, fomos caminhando até o ônibus, mais ou menos uns 10min de caminhada, ficamos um tempo esperando o onibus, ou seja, já saímos de Cusco atrasados e como teríamos que estar pontualmente as 15h na Plaza de armas de cusco (pois tem gente que faz esse passeio e vai direto para o city tour) já imaginava que seria tudo corrido...ou seja, já deu saudades do Alfredo e seu táxi privado. A primeira parada foi em Tipon: área agrícola, assim como Moray, totalmente perceptível pelos infinitos degraus gramados, onde eram produzidas as papas, o trigo, frijoles, arroz, etc… Mas também tem uma área de banhos termais, alguns anos atrás ainda havia água fervendo descendo em alguns dos canais...hoje em dia a água continua, porém em temperatura ambiente. Valeu muito a visita! A segunda parada foi em Pikillaqta , ruínas pré inca – wari. Tem paredões que lembram a muralha da China, pela proporção e imponência. Não está no circuito mais comum dos turistas então é excelente para lindas fotos, as construções são mais rústicas e cobertas de barro...aqui foi onde passei raiva, pois queria ter explorado mais esse lugar e suas incríveis muralhas, porém a guia disse que só teríamos 20min ali...ou seja, a agencia atrasada quem paga o pato são os turistas. A próxima parada foi em Andahuaylillas, onde tem uma igreja super famosa...15 soles de cada para entrar. Optamos por ficar admirando de fora mesmo, ia ter um casamento e observamos toda a movimentação, a Plaza é simples, mas curtimos a paz do local. No caminho de volta pra Cusco paramos para almoçar em Tipon (a guia fechou o almoço no ônibus com todos, pagamos 45 soles no Cuy)... Sobre o Cuy? Confesso que não curti muito...ele veio recheado de ervas não comestíveis, achei estranho,mas isso é bem pessoal, vi gente lambendo os dedos...curti mais minha Cusquena. Na volta o ônibus passou em frente o Monumento Pachacutec (incluso no boleto turístico), pedi pra descer ali, tem uma vista incrível lá do topo, tiramos belas fotos, vale a pena ir...dali fomos caminhando até a Plaza de Armas, bem tranquilo, devagar pra não faltar o ar. As 19h fomos no tetro, também incluso no bolero turístico, vimos um espetáculo de danças andinas, muito divertido...a fila pra entrar é bem grande, mas fique tranquilo que todos entram de boa, o teatro é grande e praticamente só vão turistas. Saímos de lá e fomos jantar na padaria Valeriana, tudo fica na av. El sol. ( precisava tirar o gosto das ervas do Cuy da boca, fiquei enjoado.) No dia seguinte acordaríamos as 5am, destino: de Van para a Hidrelétrica...
  4. 3° dia – 17/05/2019 (sexta-feira) Alfredo chegou no hotel por volta das 9am, fechamos esse tour privado por 180 soles. o roteiro ficou o seguinte: Chinchero centro textil, Chinchero Ruínas, Moray, Salineras de Maras. optamos por fazer privado por conta de se encaixar melhor em nosso roteiro, pois o tour que envolve Chinchero é o tour que tem também Pisac (visitamos no dia anterior) e Ollantaytambo (viémos a conhecer na volta de Machu Picchu). além, claro, de toda liberdade que um tour privado proporciona. Chinchero centro textil: incrível ver a produção dos tecidos, conhecer os diferentes tipos de lãs. Chinchero Ruínas: aqui é imenso, um silêncio, uma catedral bem descoladona por dentro, ficamos um tempão passeando. Moray: demora um tempinho de chinchero até aqui, estrada de terra, muitas fazendas e plantações, subimos muito até chegar nesse lugar incrível, o famoso laboratório agrícola. Vale muito conhecer! na ida para as Salineras, Afredo parou na Plaza de Moray, onde demos uma volta e compramos água, inca cola, choclo (milho). mais estradas de terra, muitos penhascos e chegamos. Salineras de Maras: não faz parte do boleto turístico, pagamos 10 soles por pessoa pra entrar...vale a visita. De repente desce água salgada da montanha e ninguem sabe explicar como...é incrível esse mistério todo...não deixe de molhar o dedo nas poças pra sentir o gosto do sal. na volta paramos em um mirador para algumas fotos. chegamos em Cusco 17pm mais ou menos, pedimos pro Alfredo nos deixar em San Blas e ali ficamos. depois de umas voltas pela Plaza de San Blas, catedral, pelas lindas calles, fomos descendo pra plaza de armas, procurar um lugar pra almoçar/jantar, nesse dia optamos por não parar pra almoço no meio do tour, mas pra isso comemos umas besteiras. Fomos na Valeriana... queríamos conhecer a catedral de cusco sem pagar (15 soles por pessoa), eu tinha lido antes que em horário de missa fica aberta para todos...e demos a sorte de estar na Plaza de Armas ás 18h, quando de repente, plift ploft still, a porta se abriu...fomos lá e entramos, vimos a missa, aproveitamos pra agradecer por essa viagem incrível...tirei uma foto proibida e voltamos para o hostal. No 4° dia faríamos o Valle Sur...esse fomos com agencia, infelizmente.
  5. Olá. Tem como me passar o contato do sr Alfredo.Desde já agradeço. Meu zap 35 999757111

  6. 2° dia 16/05 (quinta-feira) O Alfredo chegou no hotel as 8h, horário combinado. Nosso roteiro desse dia ficou assim: Saqsayhuaman, Q’enqo, Puka pukara Tambomachay, Cristo Blanco, Awana Kancha, Pisac Ruínas, Pisac mercado artesanal, Almoçamos em Pisac, e paramos em um mirador pra tirar uma foto incrível do vale sagrado, voltamos pra Cusco umas 18h. O valor desse tour privado foi 200 soles, que achei muito bem gasto, afinal ele ficou todo o dia com a gente, fizemos no nosso tempo, deu pra morrer umas 10 vezes visitando as ruínas de Pisac, fazer umas comprinhas no famoso mercado artesanal...um city tour convencional faria apenas “Saqsayhuaman, Q’enqo, Puka pukara Tambomachay”, e sem muito tempo para explorar tudo, sem conhecer o Cristo Blanco (no qual vimos até uma missa ao ar livre) e sem parar em Awana Kancha. Compramos o Boleto Turístico General (completo 260 soles duas pessoas ) na bilheteria da 1° atração do dia, em Saqsayhuaman...o boleto turístico é indispensável, no final do 10° dia de viagem, já tínhamos completado ele, todas as principais atrações solicitam o boleto. Saqsayhuaman: é sensacional, vale a pena ficar muito tempo lá. Q’enqo: a visita é bem rápida, lugar pequeno. Puka pukara: tem uma vista incrível das montanhas. Tambomachay: ao lado de um lindo riacho, interessante. O city tour das agencias termina por aqui e retorna pra Cusco. nós seguimos para: Cristo Blanco: vista sensacional da cidade de Cusco, no horário que fomos estava tendo uma missa ao ar livre, foi incrível, fica bem ao lado de Saqsayhuaman (lembrando que o city tour de agencia não para aqui) Awana Kancha (vê e alimenta lhamas e alpacas, vê a produção artesanal de tecidos e uma variedade de tipos de batata e milho cultivados na região. Muito legal! Entrada gratuita, tem até um museu explicando sobre a evolução das Ilhamas) Pisac Ruínas, Pisac mercado artesanal: ficamos mais de 2hrs explorando as ruínas de Pisac, é imenso lá, tem muita coisa pra ver...achei a construção tão perfeita quanto em Machu Picchu, esse foi o primeiro lugar do dia que sentimos pra valer a altitude, as ruínas ficam lá no alto, paramos pra descansar diversas vezes...se estivéssemos com agencia, não teríamos essa opção, é tudo uma correria (tenho certeza disso pois fiz o Valle Sur com agencia e me arrependi). Após as ruínas, paramos para almoçar na Plaza de Pisac, depois andamos pelo mercado artesanal, é muito grande, variações de preços, comprei uma touca que me acompanhou até o fim da viagem. Chegamos em Cusco já era noite...fomos em uma padaria ao lado do Hotel, na Av. El Sol, se chama La Valeriana, lugar super aquecido, cappuccino bão demais. Estávamos mortos, fim do 2° dia, já com o passeio do 3° dia fechado com o Alfredo.
  7. 1° dia – 15/05/2019 (quarta-feira) Chegamos em Cusco as 15h, horário local. Ficamos hospedados no HOSTAL LUCERITO - Av. El Sol, 524 (frente ao museu/sítio de Qoricancha). Recomendo esse Hotel, fica 8 minutos de caminhada agradável até a Plaza de Armas, fiz a reserva pelo booking sem taxa de cancelamento e sem pagamento antecipado. Sobre esse hotel em Cusco: Pontos positivos: próximo ao centro, oferecem transfer do aeroporto (20 soles), tem depósito para bagagens, a dona Sra. Norma é muito atenciosa, chuveiro esquenta bastante, chá de coca sempre que solicitar, bons cobertores, wifi bom. Ponto negativo: não oferecem café da manhã. Chegamos no aeroporto de Cusco e fomos recebidos com uma plaquinha escrita meu nome, este era o taxista enviado pelo hotel, Sr. Alfredo (com o qual fechamos dois tours privados, que descrevo logo abaixo). O trajeto do aeroporto até o hotel levou cerca de 25 minutos, pagamos os 20 soles no desembarque e pegamos o whatsapp do Alfredo (taxista). A tarde fomos almoçar e experimentar a famosa Inca Cola e a cerveja Cusquena (na emoção, fomos em um restaurante um pouco caro, porém com uma linda vista da Plaza de Armas). Trocamos alguns dólares por soles, em média valendo 3,30. Na Av. El Sol, que liga o Hotel a Plaza de Armas, existem mais casa de cambio e agências de turismo do que qualquer outra coisa. Quase anoitecendo, fomos ao museu Inca (pago a parte, 10 soles por pessoa) e a pedra dos 12 ângulos, passeamos pelas calles de cusco e voltamos para o Hotel. A noite chamei o taxista pelo whats e negociei com ele o city tour privado para o dia seguinte, o city tour das agencias inclui (Saqsayhuaman, Q’enqo, Puka pukara e Tambomachay) e daquele jeito, naquela correria...optei pelo privado, pra ter mais liberdade...ele cobrou 200 soles, achei um pouco caro e pedi pra ele incluir no roteiro mais 4 atrações, ele aceitou e por isso recomendo ele...além de ser muito gente boa.
  8. esse foi nosso roteiro, ordem dos passeios: · Cusco · Valle Sagrado (Pisac, Salinas de Maras, Moray, Chinchero, Ollantaytambo) · Valle Sul (Tipon e Pikillaqta, Andahuaylillas) · Macchu Pichu + Wayna Picchu · Banhos Termais de Colcamayo (Santa Teresa) · Laguna Humantay · Cerro Colorado/Montañas de Colores/Rainbow Mountain
  9. me chamem quem quiser dividir táxi pra fazer os passeios (Pisaq, Maras e Moray, Chinchero, Vale Sul) 11974239818
  10. de 15/05 a 26/05 e você?
  11. meu roteiro está meio definido, 16, 17 e 18, quero fazer city tour, Valle sagrado e vale sur...explorar o boleto turístico, museus. Dia 19 pego a van pra subir Machu Picchu dia 20... Podemos ver de rachar o táxi para algum rolê
  12. Cusco do dia 15 até 26/maio Procurando gente pra dividir uns rolês em táxi privado
  13. @joshilton meu roteiro está meio definido, 16, 17 e 18, quero fazer city tour, Valle sagrado e vale sur...explorar o boleto turístico, museus. Dia 19 pego a van pra subir Machu Picchu dia 20... Podemos ver de rachar o táxi para algum rolê!
×
×
  • Criar Novo...