Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

GuilhermeLAR

Membros
  • Total de itens

    15
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

3 Neutra

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Acho que é de mais também. Pra fins de referência tenho uma viagem de 24 dias planejada pra agosto e vou percorrer 10 cidades de 7 países e já acho que exagerei, mesmo alguns destinos apenas de passagem rápida, pra passar uma tarde antes de pegar um voo no fim do dia, e outros que só vai contar 1 cidade e país a mais porque fica bem perto (Viena - Bratislava). Na época que você vai já estará mais frio, e os destinos do norte podem não ser tão interessantes porque anoitece mais cedo, tendo menos locais abertos também. Por exemplo se você pegar um trem de Praga pra Berlim na hora do almoço, vai chegar no fim da tarde e praticamente não tem mais nada pra fazer naquele dia. Eu sei que a vontade de conhecer as cidades mais conhecidas é grande mas se eu fosse você refaria o roteiro focando em uma região menor e conhecendo mais locais da região, começando pela Itália eu não iria à Milão, optaria por Florença, Turin, Genoa. O sul da França é interessante também, bem como a região da Catalunha, como disseram o clima estará mais ameno nesses locais. Se optar por outra região, tem a Europa Central, ao invés de ir apenas a Praga, dá pra conhecer Viena, Salzburgo, Bratislava, Budapest. Tentar focar em menos tempo se deslocando e mais tempo efetivamente conhecendo os locais. Eu deixaria pra conhecer o norte da Europa em uma estação de temperaturas mais amenas, final de primavera ou inicio de verão. Já pensou que chato seria chegar em Amsterdam pra passar 2 noites por causa de um roteiro apertado e só tomar chuva de outono na cabeça?
  2. Estou na mesma procura, depois de olhar muito cheguei aos seguintes modelos. DEUTER ZUGSPITZE 24: Tem medidas ideais pra mala de mão e segundo fabricante dá pra levar até 8 Kg. Deuter Transit 40: Maior e mais robusta, porém mais cara. Osprey Farpoint 40: Mesma faixa de preço da Transit 40 mas pelas análises que vi a Deuter é melhor. Estou pensando em comprar pela amazon.es e entregar no meu primeiro destino, onde tenho amigo residente. Sai um pouco mais em conta do que aqui.
  3. @poiuy Então, a ideia é economizar o máximo que der mas sem comprometer completamente a qualidade da alimentação, provando pratos típicos de certos lugares quando o preço não for tão alto. Terei uns €50 pra gastos diários (alimentação, transporte, atrações), em certas cidades e certos dias irei gastar o mínimo necessário, em outros casos posso dar uma folga no orçamento. Sobre os preços sob a ótica de um local, acredito que isso vai variar na forma como cada um aborda sua viagem, se estará correndo pela cidade de lugar pra lugar mal tendo tempo pra parar e comer, se não fez pesquisas anteriores, fazendo perguntas sobre a região em que você estará... Quanto a isso estou tranquilo.
  4. Também estou na mesma, vou fazer um mochilão de 30 dias pela Europa e já pesquisei muito sobre qual mochilha comprar, a maioria com um tamanho ideal (40~50L) passa do limite, principalmente na altura. Essa DEUTER ZUGSPITZE 24 que o amigo postou acima parece ser ideal, agradeço a dica, só não entendi se esse 24 é de 24 litros mesmo, porque pelas dimensões ela é parece ter bastante espaço pra ter capacidade de só 24 litros.
  5. Pois é, coloquei a média de 15~20 pra poder sobrar, porque vou tentar economizar em certos momentos. Só não quero comprometer completamente a qualidade da alimentação, vivendo de fast food e industrializados. Como meus planos são de sempre acordar bem cedo e no anoitecer (20:00) já estar no hostel para dormir, vou tentar preparar a janta no hostel sempre que der...
  6. Será que essa Forclaz de 50L vai ser barrada como bagagem de mão aqui no Brasil e nas lowcost europeias? Ela estoura o limite na altura, que geralmente é de 55cm, já que tem 62cm. Dizem que até alguns cm é comum passar se não estiver muito cheia, será que é o caso dessa também? Foda que tá dificil de mais pra achar uma mochila interessante nessa faixa de 40L com tamanho ideal pra ser bagagem de mão e um preço atrativo. Melhor opção seria aquela Osprey Fairpoint 40 mas R$1000 em uma mochila é complicado, melhor até comprar lá fora.
  7. Bom, fiz pesquisas individuais, perguntando pessoas que residem em algumas das cidades citadas, mandando mensagens aos hostels que irei me hospedar e pesquisando no google mesmo. Vou deixar aqui pro caso de alguém ter a mesma dúvida no futuro. Cidades mais caras (Barcelona, Florença, Viena) uma refeição de almoço sai na faixa dos €10~15 a depender do dia da semana e local, sendo possível gastar menos (€4~7) em redes de fast food locais, comida de rua e comprando algum lanche em minimarkets ou supermarkets. Pra economizar nas demais refeições dá pra comprar em mercados, de preferência os maiores, coisas como pão, cereal, pasta, preparar a noite no hostel e tal. Na minha estimativa eu vou focar em um gasto diário com alimentação na casa dos €15~20, variando pra menos em cidades mais baratas e pra mais quando eu optar por refeições mais completas.
  8. Vou fazer um mochilão de uns 30 dias pela Europa em agosto e estou tentando fazer estimativas dos gastos que terei, será meu primeiro mochilão. Busquei reserva em hostels que oferecem café da manhã, e também ficarei na casa de amigos/conhecidos em alguns lugares, vou visitar cidades como: Barcelona, Florença, Viena, Praga, Berlim. Sei que o custo de vida varia, irei visitar cidades menores e menos badalados ao longo do caminho também. Mas queria ter uma ideia do quanto devo esperar gastar por dia, em média. Minha ideia é focar no supermercado, sempre preparando a janta, comendo fora no almoço pra não ter que interromper os passeios diários e provar da gastronomia local. Quero economizar o máximo possível buscando alternativas baratas, fast food em certos casos, mas sem comprometer completamente a qualidade da alimentação.
  9. Aproveitando o tópico, meu nome é composto mas eu praticamente nunca uso o segundo nome (Luiz) No entanto na hora de comprar a passagem internacional SP -> Portugal eu coloquei como pedido no formulário, primeiro nome com o composto, e o último nome. Aí pra compras de passagens internas dentro da Europa eu não segui o mesmo padrão, mas o que havia sendo pedido. Na Vueling eu coloquei o primeiro nome, e o resto dos sobrenomes. Na Ryanair eu só botei o primeiro nome e o último nome. Será que pode dar algum problema?
  10. Amigo, vou fazer meu primeiro mochilão pela Europa também, agora em agosto (alta da alta temporada) e vou compartilhar a minha experiência em relação à montagem do roteiro da viagem. Primeiro de tudo, não será minha primeira vez na Europa, fui com minha família há 6 anos atrás mas estava às custas deles então não conta em questão de experiência de planejamento e gastos, mas deu pra eu ter uma ideia de como a banda toca em questão de transporte, alimentação e etc. Dessa vez vou para estudar em Portugal, como não queria chegar e começar as aulas direto, estou indo no final de julho pra ficar um tempo viajando (pelo menos 20 dias) e depois voltar pra Portugal pra me estabelecer e começar os estudos. Pra começar, compre uma passagem barata daqui pra lá, tem boas opções na internet de monitoramento de promoção de passagens (skyscanner, passagens imperdíveis), no meu caso consegui por R$900 (SÓ IDA) pela Royal Air Maroc, saindo de Guarulhos com uma escala de 3h em Casablanca e destino Porto. Está certo que é só ida, mas já vi Ida e Volta pra Portugal e Itália por R$1000! R$1500~2000 não é tão incomum mesmo em alta temporada, mas o ideal é viajar na média temporada (Abril-Maio-Setembro-Outubro). Não procure passagem barata se você mora de grandes centros, geralmente as passagens baratas são saindo de São Paulo, Rio, BH ou alguma cidade maior do nordeste (Salvador, Recife). Então procure sair desses lugares e compre uma passagem até lá da sua cidade, sairá muito mais em conta. Sobre o planejamento da viagem, viajantes mais experientes dirão que o ideal é nunca engessar de mais o roteiro, mas pra um iniciante eu não vejo isso como algo aconselhável, vou explicar minha experiência na montagem do meu roteiro. 1 - Eu sabia que ia chegar em Porto em 30/07, é uma cidade que eu já conheço então não pensei em ficar muito tempo por lá, procurei reserva em hostel pra 2 noites e achei uma boa opção por 40 euros (as 2 noites). Daí procurei passagens baratas de Porto pra outro lugar, nesse caso usei o Skyscanner com a opção de múltiplos destinos, só coloquei a data. Achei uma passagem por 15 euros pra Barcelona e comprei. 2 - Em Barcelona as coisas são mais caras, especialmente nessa época do ano, então o Hostel saiu mais salgado, 100 euros 3 noites, sendo que eu vou ficar por lá 4 dias inteiros, mas na última noite tomei a decisão de dormir no aeroporto, já que consegui um voo (usando a mesma ferramenta do Skyscanner) pra Turin por 20 euros, que sai bem cedo, sendo assim, pra evitar pagar uma estadia a mais só pra dormir e ter que acordar com as galinhas pra fazer check out e não perder o voo, vou ter essa experiência. Lógico que pesquisei antes sobre as condições de dormir no aeroporto de Barcelona, tudo que precisava saber pra não ir no escuro. 3 - De Turin eu percebi que seria melhor conhecer o norte da Itália, são distâncias menores e o ticket de trem sai por 10 euros em média, nunca sendo mais do que 2 horas de viagem, daí tracei um roteiro pra ficar 2 noites em Turin, 2 em Genoa e 3 em Florença. Fiz todas as reservas de Hostel antes, em Turin até consegui um achado em uma espécie de "Pousada" em bairro residencial com quarto exclusivo e comida a vontade (não só café). 4 - De Florença eu seguirei pra Bolonha só pra passar o dia na cidade e pegar um voo pra Viena, aqui será mais uma experiência de dormir em aeroporto uma vez que chegarei bem tarde. Daí mais 2 noites em Vienna e sigo de trem pra mais 3 noites em Praga, de Praga não sei o que irei fazer mas visto que estarei viajando por uns 20 dias, provavelmente voltarei pra Portugal, no máximo esticarei pra conhecer Amsterdã ou Munique. Fiz todas as reservas dos hostels com opção de cancelamento, sai um pouco mais caro mas te poupa problemas se precisar rever o roteiro (como eu já fiz), no caso das passagens aéreas não tem jeito, tem que comprar uns 3 meses antes pra não pagar muito caro, daí isso te deixa compromissado com certos destinos. O preço de todas as reservas deu em média 30 euros por noite, sendo que priorizei hostels com boas notas, localidade e café da manhã no Booking. Aero ta dando 140 euros com a volta de Praga pra Portugal que sai mais caro (75 euros). E as viagens de trem pela Italia e de Vienna pra Praga uns 60 euros, totalizando 200 euros com transporte, mais uns 500 de estadias, 700 euros de gastos. Aí depois vem os gastos com transporte dentro da cidade, alimentação, entretenimento. Sendo sincero esse é mais dificil estimar com precisão, até porque você pode achar que vai gastar X em tal lugar e acabar gastando a mais ou a menos. Via de regra o ideal é fazer uso de passes que te deem viagens ilimitadas no transporte público por X dias, contando é claro que você vai rodar bem pela cidade, alimentação é sempre comer como local, comprar em supermercado e levar pro hostel, comer em locais mais baratos e até recorrer a fast food que é mais em conta. E por fim entretenimento, eu pretendo evitar a maioria das atrações pagas, vai ser um museu aqui e outro ali, priorizarei o passeio mesmo, e atrações de graça que não me custem muito tempo em filas. Já balada vou evitar ao máximo, uma sexta ou duas mesmo, a ideia é sempre estar acordando cedo e aproveitando as cidades durante o dia. Por fim pretendo gastar uma média de 20 a 30 euros por dia contando tudo, mas claro que vou levar um pouco a mais. Na questão do câmbio, pra evitar comprar euros em valor de turista, ou até o cartão pré pago que é mais caro, vou usar o transferwise pra transferir a uma taxa melhor pra um amigo que já está em Portugal, chegando lá vou pegar a grana com ele. Minha ideia é gastar no máximo 1300 euros nessa viagem contando tudo que vou fazer lá, mais os R$900 que paguei na passagem e os pequenos gastos que terei aqui antes de ir (seguro viagem, compra de mochila, acessórios e etc), fora um Galaxy S9 pra não sair ficar com as fotos ferradas do meu celular atual. Então estou colocando aí uns R$10000 com os 2 que pretendo pagar no S9. Isso na alta temporada do verão, 20 dias mais ou menos. Diria que se for bem mais rato que eu e for pra ficar uns 15 dias no outono ou primavera dá pra gastar uns R$7000 com tudo, até menos se bobear.
  11. Então, meu orçamento seria até uns R$500, mais do que isso eu acho que compensaria mais comprar uma mochila maior e pagar pra despachar. Encontrei 2 modelos da marca Nautika na internet. Essa de 30L e essa de 40L. Me pareceu serem de um nível mais abaixo dos que geralmente eu vi recomendarem, mas pelo preço até que parecem opções interessantes. Fiquei até mais interessado na de 30L, vi um vídeo e me pareceu ter o espaço e compartimentos necessários para o que eu irei levar. O tamanho das 2 se enquadra no limite que preciso respeitar também.
  12. Exatamente, eu comprei uma passagem da Vueling e eles realmente aceitam uma bagagem um pouco maior, no caso da Ryanair eu paguei a taxa preferencial (6 a 8 euros) pra poder levar uma bagagem de mão maior. Obrigado pela sugestão, vou pesquisar mais sobre o modelo em questão.
  13. Amigo, obrigado por disponibilizar o seu tempo para dizer isso, mas se você tivesse lido o meu outro comentário, respondendo a um cara que disse a mesma coisa que você, teria visto que eu já me antecipei a esse fato (no caso da Ryanair) e paguei a taxa extra, na hora da compra, pra ter direito a levar uma bagagem maior. Seu último parágrafo é exatamente o que eu já ressaltei no post inicial, que quero usar apenas uma mochila menor de tamanho 55 x 40 x 20, 30~40L Quanto aos outros, eu agradeço as dicas e eu já sei o que irei fazer quanto ao fato de carregar pouca bagagem, o intuito do meu post é pedir opiniões sobre modelos de mochila que se enquadrem no tamanho que eu descrevi. Se alguém puder me ajudar quanto a isso, eu agradeço.
  14. Eu paguei a taxa extra pra levar uma bagagem de mão a mais, de tamanho maior.
  15. Olá, irei fazer uma viagem pela Europa em agosto e pretendo usar apenas uma mochila, evitando custos com despacho de bagagem e sem estourar o limite de tamanho e peso das co aéreas lowcost. Como será no verão eu vou levar o mínimo possível, apenas o básico e necessário, já sou uma pessoa minimalista então não terei muito problema com isso. A dúvida é em qual mochila comprar, já que tenho muito pouca experiência com esse tipo de acessório. Pensei em comprar uma da Oakley de 30L que é uma marca que conheço e confio, mas não sei se seria muito pequena, fora que o preço é mais salgado, vi algumas naquele site decathlon, em particular uma Forclaz 50L mas achei muito grande, fora que as dimensões estouram o limite que preciso manter pra não precisar despachar. Possuem alguma sugestão viável, de uma mochila na faixa dos 30~40L com dimensões máximas de 55 x 40 x 20.
×
×
  • Criar Novo...