Ir para conteúdo

Adriana T-Tresch

Membros de Honra
  • Total de itens

    883
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    6

Adriana T-Tresch venceu a última vez em Fevereiro 26

Adriana T-Tresch tinha o conteúdo mais apreciado!

4 Seguidores

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

Conquistas de Adriana T-Tresch

Super Colaborador

Super Colaborador (7/14)

  • Muito Popular
  • Primeiro Post
  • Colaborador
  • Mestre de posts
  • Bem seguido

Distintivos Recentes

194

Reputação

  1. Dois sites que possibilitam tripulação encontrar veleiros e vice-versa: www.findacrew.net www.crewseekers.net Nunca usei os sites, ouvi dizer que são sérios. Também tenho me interessado pelo assunto, mas seria pra fazer o caminho inverso (EU -> Bra)... um dia, quem sabe!
  2. Olá @ALBFaz meses que estou na Suécia e aqui a vida segue sem maiores restrições, não sei de onde vc tirou essa ideia que aqui implementaram as medidas mais rígidas do continente? Será que vc não está se confundindo de país? A medida que mais se nota aqui na Suécia é que recentemente diminuiram o número de comensais por mesas, antes eram 8 agora são 4 o número de pessoas que podem sentar ao redor da mesma mesa num restaurante. Na prática o que acontece é que se um grupo com mais de 4 vai para um restaurante as pessoas sentem em duas mesas próximas. Aqui o uso de máscara não é obrigatório (nem mesmo em lojas) e quase ninguém usa máscara. O governo sugere distanciamento social, mas quase não se vê isso também. Fora isso restaurantes continuam abertos, lojas abertas, vida que segue. Se alguém tiver curiosidade posso mandar algumas fotos do que tenho observado aqui. As medidas mais rígidas do continente eu vivi ano passado na Espanha: inicialmente foram 45 dias sem poder sair de casa, nem mesmo para fazer exercício. Seguindo de mais um mês com saídas controladas, com polícia e fiscais controlando tudo e dando multas. Desde o dia 20 de julho o uso de máscara é obrigatório na Espanha, até mesmo ao ar livre, até mesmo para praticar esportes. Estão com várias outras medidas restritivas, na verdade não tenho mais acompanhado as notícias saí da Espanha assim que abriram a fronteira. Mas conversando ontem com amigos espanhois estavam com novos mini-lockdowns municipais. Gostaria de chamar a atenção de vcs para o número de fatalidades por habitantes: https://www.statista.com/statistics/1104709/coronavirus-deaths-worldwide-per-million-inhabitants/ Olhando a tabela podemos notar que no momento não tem tanta diferença assim entre países que adotaram medidas super restritivas como Itália e Espanha de países como Suécia (que praticamente não adotou medida nenhuma) e Brasil (que pelo jeito adotou e está adotando mais medidas que a Suécia). Não sei qual seria a melhor maneira de lidar com esse vírus, me parece que talvez uso de máscara e lockdown não seja a panaceia que se esperava.
  3. Uau, fiquei surpresa com sua resposta e com as pessoas que te positivaram, principalmente @Nani84 e @Silnei o Mauricio contou de uma familia que teve sua casa invadida pela polícia e foram presas por conta de uma denúncia vazia de um vizinho (o vizinho disse para a polícia que a família estava dando uma festa). Eu nem consegui assistir esse vídeo até o final (que depois foi removido do youtube) achei muito doloroso de assistir, não tem como não ver aquilo e pensar PQP nem em casa as pessoas estão livres da polícia?! Vocês realmente apoiam medidas assim? Qual seria a justificativa?
  4. Olá @MauricioAlexandre Vc mora em lugar pequeno? Eu tenho um amigo inglês que mora numa cidade bem pequena e está bem cansado também, a polícia (e também os "covid marshals") ficam questionando tudo o que as pessoas fazem, ele cansou total e agora nem sai mais de casa (uma pena). Então uma opção pra vc é se mudar para uma cidade maior e ser feliz no meio da multidão, não tem como a polícia questionar todo mundo. Olha só um video recente das pessoas caminhando em Londres e Newcastle, obviamente você não é o único cansado de tantas medidas restritivas, no video a gente percebe que as pessoas claramente não estão mantendo o chamado "distanciamento social": Provavelmente a amiga da @rafa_con está ali no meio da multidão, caminhando tranquilamente e fazendo clicks bem reais para o seu instagram. Enfim, MauricioAlexandre vc deu azar mesmo de estar num lugar pequeno onde a situação é bem diferente. Não precisa mudar de país, basta mudar de cidade. Boa sorte aí pra vc!
  5. Já tive tanto problema com Airbnb que desisti completamente de usar, pra mim aibnb nunca mais: https://www.mochileiros.com/topic/43854-airbnb-nem-sempre-dá-certo Uber nunca tive problemas, mas na verdade raramente uso, prefiro transporte público ou caminhar (se tenho tempo).
  6. Olá Jacqueline, enquanto a Mariana não te responde, vou te dar umas idéias. Eu adoro viajar com a bicicleta e para encontrar grupos de pedal eu faço o seguinte: - se vejo alguém pedalando aproveito e pergunto se a pessoa conhece algum grupo, já me aconteceu da pessoa se oferecer para me mostrar a região ou sair pra pedalar junto com seus amigos. - meetup.com. Procurando por grupos de ciclismo em Zurique dá pra ver que existem vários https://www.meetup.com/topics/cycling/ch/zürich/ - se estou num fim de mundo onde não vejo ninguém pedalando e não tem grupo no meetup, vou pro Strava e entro em contato com algum ciclista local por ali... mas nem sempre as pessoas dão retorno, é questão de sorte mesmo. Boas pedaladas!
  7. É um lugar incrível e fazia muitos anos que eu queria visitar, mas nunca ia por dois motivos: 1) não achava companhia e 2) não encontrava informações. Sempre que buscava alguma info era tudo um grande mistério... parecia que tudo tinha que ser feito por agência, e eu não gosto de fazer coisas com agências, podendo evitar. Até que o Sílvio aqui do fórum publicou um relato que me motivou a ir sozinha mesmo, por conta própria. Marquei acomodação pelo booking (pousada das aves), embarquei num ônibus direção Tavares e fui, super fácil. Fiz um passeio fantástico e inesquecível. Desconfiava que iria adorar, mas ainda assim me surpreendi - o parque nacional lagoa do peixe se transformou num dos meus lugares preferidos no RS, adorei mesmo tudo aquilo. É um verdadeiro paraíso para quem gosta de observar aves livres na natureza... e gostei muito das poucas pessoas que eu encontrei por lá, pessoal muito gente boa. Estou devendo um relato pro site mas aqui vc tem o excelente relato do Sílvio, sendo que o mapinha que ele publicou me foi super útil:
  8. Olá, já que vc mencionou fazer tudo do jeito mais barato possível, não custa lembrar que na Noruega (e também na Suécia e na Finlândia) dependendo de onde vc vai não é preciso gastar com camping, vc pode acampar na natureza. Tem algumas regras para observar (evitar campos cultivados, respeitar distância de residencias etc, nao lembro de todas as regras, dá uma procuradinha no google "wild camping norway"). É uma prática perfeitamente legal, então se o objetivo é curtir a natureza você tem mais essa possibilidade. Boa viagem!
  9. Olá que bacana ver Ely (e também Colchester) mencionadas em roteiros. Recomendo incluir mais uma: Cambridge, fica bem pertinho de Ely, provavelmente vc já conhece? O passeio de barco pelo rio Cam é uma atividade que geralmente agrada os mais jovens. Recomendo alugar o barco sem barqueiro para ter a emoção de manejar o barco. Dá pra levar picnic e fazer um passeio bem legal. Se vcs gostaram do filme A Noviça Rebelde não deixem de visitar Salzburg (Austria), inclusive dá pra fazer um tour por vários lugares que aparecem no filme. Por conta da pandemia/medidas radicais na maioria dos países europeus minha sugestão pra vc é sim, planeje sua viagem, mas deixe para comprar a passagem (e marcar acomodação) mas em cima da hora, já que não sabemos quando tudo isso vai parar.
  10. Perto de Hamburgo não deixe de visitar Lübeck, cidadezinha encantadora com um passado muito próspero (foi capital da Liga Hanseática). É a cidade natal dos irmãos Mann (Thomas e Heinrich), inclusive dá pra visitar a casa da família Mann. Outro escritor famoso que viveu na cidade foi Gunter Grass, tem um museu dedicado a sua vida e obra. Mas como G Grass não está entre os meus preferidos eu deixei esse museu de lado. Há vários outros museus e atrações, o site de turismo lista tudo: https://www.luebeck-tourism.de/ Não é sempre que entro em igrejas mas gostei de ter visitado a Igreja de Santa Maria. Oportunidade de estar num lugar onde 2 músicos que eu admiro também passaram. Handel e Bach estiveram na Sta Maria visitando Buxtehude, um dinamarques que foi organista ali durante boa parte da sua vida, inclusive está enterrado nessa igreja. Lübeck é considerada o berço do marzipan, não sei se confere ou não, mas há várias lojinhas de marzipan e muitas confeitarias pela cidade. Adorei Lübeck e espero algum dia voltar e visitar o museu da liga hanseática que abriu depois que eu estive lá. A cidade é bem pequena, mas como tem muita coisa para ver eu ficaria pelo menos dois dias para aproveitar bem - talvez vc precise de mais ou menos tempo conforme seus interesses.
  11. Olá, o Davi já te explicou tudo, só vou comentar que março na Bélgica não combina com dormir em barraca, ok? Março ainda faz bastante frio, nos poucos campings abertos vc só vai ver gente em campervans, trailers ou motorhomes... pessoal começa a acampar com barraca aí por maio (e dependendo do seu equipamento ou do que vc está acostumado no Brasil, talvez maio seja frio para vc numa barraca?). Março é garantido que faz frio, então repense seus planos. Mude a data da viagem ou se prepare para pagar acomodação mais apropriada. Boa viagem pra vc!
  12. Alguns países europeus oferecem visto de freelancer/ empreendedor. Aliás nem sabia da existência desse tipo de visto, mas outro dia apareceu um artigo sobre esse assunto no meu feed do google, achei interessante. Lembro que o artigo mencionava os seguinte países: Portugal, Espanha, França, República Tcheca, Estônia, Alemanha... e talvez algum outro, não lembro. É um visto voltado para autônomos em geral: professores de habilidades, ilustradores, web designers, nomades digitais em geral, artistas etc. Não precisa de curso superior mas provavelmente precisa comprovar fundos financeiros e seguro saúde. O artigo era meio superficial e não entrava em muitos detalhes - talvez valesse a pena investigar.
  13. Bem observado. Pensei muito nisso durante a quarentena. Fiquei morrendo de pena das pessoas que moram em espaços pequenos ou inadequados, com crianças, ou estavam em situação familiar complicada. Deve ter sido horrível. Não sei como foi no Brasil - tinha polícia na rua controlando e impedindo as pessoas de sair de casa? Na Espanha durante 48 dias as pessoas simplesmente não puderam sair dos seus lares, sob pena de multa e prisão. Nem mesmo pra praticar esporte ou caminhar o cachorro. Com polícia fiscalizando e dando multas. Foi pra enlouquecer. Eu diria que quarentena é fácil para quem é sedentário e gosta de ficar em casa eternamente assistindo filmes e séries no netflix. Parece uma maneira de se sentir virtuoso sem fazer esforço algum...
×
×
  • Criar Novo...